Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Novembro 2017

DomSegTerQuaQuiSexSab
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário


Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Compartilhe

Asdraty
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 195
Data de inscrição : 19/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Asdraty em Qua 28 Jan 2015 - 19:24

*Olha para Garou que estava entre os Anciões e responde.*

- Lord Terror Espiral! Não estava concentrado nos Crias entre os Anciões! Peço desculpas pela minha falta de atenção...

*Baixa a cabeça como um sinal de submissão.*


Ervin Palavra Austera
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 389
Data de inscrição : 25/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Ervin Palavra Austera em Qua 28 Jan 2015 - 19:27

Terror Espiral escreveu:
Ervin Palavra Austera escreveu:*Terminado sua bebida, e seu descanso, Ervin volta ao púlpito, olhando com uma certa satisfação o retorno de Presa Sangrenta.*

Presa Sangrenta! Folgo em saber que ainda teremos a força de seu martelo! Gaia sabe como precisaremos.

*Quando Terror Espiral se apresenta, Ervin se dirige a ele*

Terror-rhya, o senhor está aqui como o maior dentre os filhos do Fenris aqui presente, e como um dos três líderes da Zona dos Três. Se puder fazer a gentileza de expor, para toda a Assembleia, seu papel como líder, méritos e falhas...


*se levanta após ouvir Ervin e diz*

Sim senhor, obrigado...

*anda até o Microfone e diz*

Estou muito feliz com a chegada de Presa Sangrenta, muito feliz mesmo, pois assim como Vingador, Tormenta, Erik Quebra-Klaive e Quebra Ossos formamos uma Tribo poderosa, temos nosso mérito, temos nosso próprio Caern, entendo que somos poucos ainda, mas já estamos a cada Lua crescendo cada vez mais e mostraremos a nossa Amada Gaia e ao Poderoso Fenris nosso lugar na Nação Garou!


*sorri e continua*

Caso aos novatos que aqui estão presentes não me conheçam, sou Terror Espiral, Hominídeo, Ahroun do Campo Presas de Garm dos Crias de Fenris. Líder da Seita do Caern do Lobo, podem me chamar pelo nome humano de John Locke. Sou Líder da Seita do Lobo Fenris desde 2009, antes era um outro Cria que foi embora para liderar em outras Seitas, ele se chamava Morte da Wyrm! Talvez Vingador o tenha conhecido... Mas os Fenrir agora são liderados por mim desde então, e juntos sempre seremos fortes para o bem de nossa amada Gaia e Fenris. E lutaremos para manter os Caern Unidos, os três Caern!


*respira fundo, sorri e continua*


Senhoras, senhores e todos os Espíritos presentes, sei que temos muitos problemas, temos um Caern da Wyrm para Eliminar, uma Demanda a Cicatriz para restaurar a Umbra das Divisas, Tem a Lança de Odin que é outro problema, por que não está completa e está aqui enterrada em baixo de nossos narizes a séculos e a Cidade, Virtual City, uma cidade que a muitos anos vem crescendo a criminalidade, crescendo o poder da Wyrm nos corações dos Humanos e a Pentex ganhando terrenos com suas empresas de merda. Nós Crias de Fenris temos um papel, temos que defender os Caern em primeiro Lugar, foi lamentável o que aconteceu. Mas aconteceu... Espero que possamos resolver isso em breve.

Obrigado!

*olha os caçadores, vendo se eles tem algo a perguntar antes de se retirar*


Terror-rhya, lhe cabe o fardo de liderar. Mais do que um relatório, é esta a hora de apresentar um plano, ou de criticar o de seus colegas.

Terror Espiral
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 187
Data de inscrição : 27/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Terror Espiral em Qua 28 Jan 2015 - 19:44

*Olha Astraty vendo que ele se retratou e fica satisfeito*

*depois ouve Ervin e diz*

Um Plano? Sim, será dito no momento certo, no momento que as matilhas forem formadas... "Espero que ninguém se mate até esse momento logicamente!"

*olha Eddy, pois não engolia o fato dele ter dito que "não foi avisado" Os Garou seguem ordens, e mesmo que elas não tenham sido dadas, devem aguardar ou perguntar e nunca agir por "achar que deveria fazer algo"*

*depois olha os demais Caçadores e diz*

Algo mais senhores?

Ervin Palavra Austera
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 389
Data de inscrição : 25/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Ervin Palavra Austera em Qua 28 Jan 2015 - 19:49

Terror Espiral escreveu:*Olha Astraty vendo que ele se retratou e fica satisfeito*

*depois ouve Ervin e diz*

Um Plano? Sim, será dito no momento certo, no momento que as matilhas forem formadas... "Espero que ninguém se mate até esse momento logicamente!"

*olha Eddy, pois não engolia o fato dele ter dito que "não foi avisado" Os Garou seguem ordens, e mesmo que elas não tenham sido dadas, devem aguardar ou perguntar e nunca agir por "achar que deveria fazer algo"*

*depois olha os demais Caçadores e diz*

Algo mais senhores?

*Curva a cabeça em respeito ao Ancião.*


Seu bom-senso, como sempre, lhe dá crédito, Terror-Espiral-rhya. De minha parte, estou satisfeito pela sua participação nesta caçada.

Terror Espiral
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 187
Data de inscrição : 27/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Terror Espiral em Qua 28 Jan 2015 - 19:51

*fica satisfeito e diz*

Obrigado, podem continuar...


*volta a seu lugar junto aos dos anciões e senta sorrindo e satisfeito*

Anthony Webb
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 108
Data de inscrição : 06/01/2015

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Anthony Webb em Qua 28 Jan 2015 - 19:52

*Após voltar para seu lugar, Webb ainda estava impressionado com Viccente. Parecia ser tão provocador quanto o Roedor, mas agora entendia um pouco mais sobre o que ele havia lhe falado. Então, sr. Viccente, é alguém que não importa-se de sujar as mãos, hein.... Webb sabia que pessoas como Viccente poderiam levar à gloria ou ao túmulo, mas sabia que ele não deixaria de lado suas obrigações para com Gaia. As demais caçadas prosseguem enquanto Webb divaga em seus pensamentos... Talvez em uma matilha seja diferente... Gaia, me manda um sinal!. Olha para fora e diz baixinho para si próprio:*

A chuva parou. Deve ser um bom sinal.

*Webb continua assistindo às demais caçadas.*

NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Qua 28 Jan 2015 - 19:54

*Eddy fica transtornado pelas palavras que Terror Espiral lhe fitou em sua pessoa, pois acredita que até mesmo o Cria de Fenris Ahroun chamado John Lock também queria sua cabeça, como muitos ali, fica calado, mas encara o ancião de igual para igual quando ele olha encarando-o*

*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Terror Espiral, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 9 horas da manhã, a Chuva cessa completamente, O Sol abre o céu e as nuvens começam lentamente a se dissiparem, deixando entrar os raios solares entrar pelas janelas do Salão. Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta e Terror Espiral*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 40 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 22 Licantropos, faltando ainda 18 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*

Asdraty
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 195
Data de inscrição : 19/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Asdraty em Qua 28 Jan 2015 - 20:06

*Vendo o fim dos depoimentos de Terror Espiral, resolve prosseguir com a caçada. Fala no Microfone.*

- Creio que Terror Espiral foi o ultimo Cria a ser caçado! Como falei antes que os Fiannas presentes se manifestem!

*Olha para o Publico tentando identifica todos o Fiannas presentes.*




Ervin Palavra Austera
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 389
Data de inscrição : 25/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Ervin Palavra Austera em Qua 28 Jan 2015 - 20:08

*Ervin levanta a voz a fim de que todos pudessem ouví-lo.*


Meu colega Asdraty sugeriu os Fianna, e ao que parece, de uma forma ou de outra os filhos do Cervo são o centro desta Assembleia. Então, que os Fianna que ainda não tenham se apresentado, o façam!
avatar
Veruska
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 97
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 27
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Veruska em Qua 28 Jan 2015 - 20:10

*levanta a mão de seu lugar mostrando que é uma Fianna*



Veruska "Olhos-Cintilantes", Impura, Galliard do Campo Tuathas de Fionn dos Fianna. Fostern. Mestre do Uivo do Caern do Incarna do Falcão, Lobo Fenris e do Urso. Guardiã do Caern do Urso.
avatar
Impetuoso
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 168
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 41
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Impetuoso em Qua 28 Jan 2015 - 20:11

*olha Ervin, Astraty e Espada, demonstrando que também pertencia a Tribo levantando a mão*



Impetuoso Contra a Wyrm, Lupus, Galliard do Campo Tuatha de Fionn dos Fianna, Adren.

avatar
Bigorna da Fúria
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 373
Data de inscrição : 15/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Bigorna da Fúria em Qua 28 Jan 2015 - 20:32

*Ouvindo o caçador da verdade pronunciar os Fianna olha para eles e acena com a mão,em seguida olha para Veruska e com um sorriso amigável fala.

-Primeiros as damas!

avatar
Quebra Ossos
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 140
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 48
Localização : Caern do Lobo Fenris

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Quebra Ossos em Qua 28 Jan 2015 - 20:38

Asdraty escreveu:*Vendo o fim dos depoimentos de Terror Espiral, resolve prosseguir com a caçada. Fala no Microfone.*

- Creio que Terror Espiral foi o ultimo Cria a ser caçado! Como falei antes que os Fiannas presentes se manifestem!

*Olha para o Publico tentando identifica todos o Fiannas presentes.*





*da porta só olha Astraty com cara de poucos amigos*



Quebra Ossos, Lupus, Ahroun do Campo Mãos de Tyr dos Crias de Fenris! Alpha da Matilha de Guardiões do Caern dos Três. Athro.
avatar
Asdraty
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 195
Data de inscrição : 19/10/2014
Idade : 29
Localização : Caraúbas City

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Asdraty em Qua 28 Jan 2015 - 20:56

Quebra Ossos escreveu:
Asdraty escreveu:*Vendo o fim dos depoimentos de Terror Espiral, resolve prosseguir com a caçada. Fala no Microfone.*

- Creio que Terror Espiral foi o ultimo Cria a ser caçado! Como falei antes que os Fiannas presentes se manifestem!

*Olha para o Publico tentando identifica todos o Fiannas presentes.*





*da porta só olha Astraty com cara de poucos amigos*


*Fala no microfone, com uma mão conçando a cabeça.*

- Garous Fiannas peço que espere só o Quebra Ossos da um pouco da sua presença aqui!

*Indica o microfone para Quebra Ossos.*

- Por favor Quebra Ossos. Fale o que você Faz aqui no Caerns dos Três, e onde estava antes da morte do Mago?



Khalmir Asdraty ou Alma Justiceira, Impuro, Philodox, Senhor das Sombras e Fostern.
avatar
Quebra Ossos
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 140
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 48
Localização : Caern do Lobo Fenris

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Quebra Ossos em Qua 28 Jan 2015 - 21:04

*Anda até o palco, sobe encarando Astraty, depois sorri para os demais, seus dentes eram brancos como a neve e sua simpatia também e começa a falar no microfone*


Queira me desculpar Caçador, como sou um Guardião, estava dando a volta no prédio para ver como estão as coisas em volta, e quando voltei para a porta ouvi que Terror havia se apresentado e depois chamou os Fianna, fiquei um pouco Ofendido, mas entendo, talvez tenha me esquecido ou eu não ouvi claramente não é mesmo?


*encara o Senhor das Sombras com um sorriso, depois respira fundo e diz a todos*


Senhoras, senhores, anciões, Senhor Terror Espiral e espíritos presentes... Sou Quebra Ossos, Lupus, Ahroun do Campo Mãos de Tyr dos Crias de Fenris! Guardião do Caern do Lobo Fenris. Não possuo um nome Humano como os Hominídeos, podem apenas me chamar de Quebra Ossos, é um bom nome! Estou neste Caern desde criança, nasci aqui, Vingador talvez não se lembre muito bem, mas eu vivia treinando na Umbra no Reino do Campo de Batalha desde Cliath, assim desenvolvi muito meu porte Físico Impressionante... Depois de Morte da Wyrm ir embora, fui escolhido por Terror Espiral para ser membro da matilha de guardiões e desde então tive esse posto com o maior prazer e respeito que essas Seitas merecem, assim como Gaia e o Grande Fenris!


*sorri e conclui*

Obrigado, se os Caçadores tem mais algo a dizer, favor perguntar logo, tenho que voltar a meu lugar e continuar a vigiar.



Quebra Ossos, Lupus, Ahroun do Campo Mãos de Tyr dos Crias de Fenris! Alpha da Matilha de Guardiões do Caern dos Três. Athro.
avatar
Tormenta de Fenris
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 187
Data de inscrição : 21/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Tormenta de Fenris em Qua 28 Jan 2015 - 21:38

*Voltando para o seu lugar, passa primeiro na cozinha, procurando alguma coisa para comer, havia amanhecido e estava com fome. Pega algumas frutas e volta para seu lugar. Fica em silencio primeiramente, comendo uvas e jogando as sementes na mesa.

Mas quase engasga quando o comentário do Trapaça. Ela pára, o olha de lado balançando a cabeça.*


- Deve ser fã de espanholas mesmo, hein?

*Volta sua atenção para o palco, até que vê um portal se abrindo, e dele, sair um imenso crinos, com o martelo esmagador da forja e um elmo cheio de grifos dos crias de fenris. Instintivamente, inclina seu corpo pra frente, apoiando os cotovelos nos joelhos e olhando fixamente o novo garou.

Fica mais tranquila quando Terror Espiral diz tratar-se de Presa Sangrenta, ele já tinha comentado sobre o cria. O coração da Valkiria se enche de alegria, mais e mais crias estavam chegando para o caern. Abre um sorriso sínico imaginando o estrago que todos juntos poderiam causar.*



Pepita Rodriguez "Tormenta de Fenris", Adren, Modi Valquiria de Freya, Cria de Fenris.

- Beta da Matilha Lobos da Estrada -
avatar
Loba Branca
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 330
Data de inscrição : 12/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Loba Branca em Qua 28 Jan 2015 - 21:47

*Permanece sentada e em silêncio, as revelações que acabara de fazer a todos ainda mexia com a theurge, seus olhos estavam fixos no palco, tentando abstrair a sua mente, mas as lembranças não a deixavam em paz, e um aperto no seu coração, estava imaginando como estaria Enzo, saiu de casa para conversar com Donovan e desempenhar um ritual, e agora ficará cinco dias afastada dele.

Esperava que Fionna conseguisse tranquilizá-lo e mantê-lo em segurança enquanto estivesse fora.*



Celina Amber 'Loba Branca', Hominídea, Adren, Theurge Senhora das Sombras, Filha do Morcego

- Alpha da Matilha Rugido de Gaia -


avatar
Presa Sangrenta
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 258
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Presa Sangrenta em Qua 28 Jan 2015 - 21:50

Ervin Palavra Austera escreveu:*Terminado sua bebida, e seu descanso, Ervin volta ao púlpito, olhando com uma certa satisfação o retorno de Presa Sangrenta.*

Presa Sangrenta! Folgo em saber que ainda teremos a força de seu martelo! Gaia sabe como precisaremos.

*Quando Terror Espiral se apresenta, Ervin se dirige a ele*

Terror-rhya, o senhor está aqui como o maior dentre os filhos do Fenris aqui presente, e como um dos três líderes da Zona dos Três. Se puder fazer a gentileza de expor, para toda a Assembleia, seu papel como líder, méritos e falhas...

* O Modi ouviu as palavras do Ragabash denominado Espada Quebrada sobre o Mago e sobre a insolência do garou que provocou tal destruição. Em um caern liderado pelos filhos do grande lobo, suas vísceras estariam ornamentando a assembléia*

-  O FIANNA É AUSPICIOSO POR NÃO PERTENCER A UM CAERN DO LOBO FENRIS, SUAS TRIPAS SERIAM EXIBIDAS DURANTE O QUEBRA-OSSOS EM UMA ASSEMBLÉIA!

* Olhou com fúria e desdém para o causador da destruição de tantos espíritos. No entanto, interrompeu sua indagação em respeito à punição dada pelos anciões, afinal, eles tem total capacidade e autonomia para isso. Embora ao olhos do grande lobo isso não passasse de um sinal de fraqueza.

Ouviu Ervin e o respondeu, era grato por seu auxílio na selva de pedra*


- Minha força, assim como minha vida, pertencem a estes Caerns Philodox. Estarei sempre a disposição.

* O grande glabro viking encostou-se em uma parede qualquer, cruzou os braços segurando o crânio fetiche. Apenas acompanhou a continuação da caçada*


Última edição por Presa Sangrenta em Qua 28 Jan 2015 - 21:57, editado 2 vez(es)



Presa Sangrenta, Lupus, Modi dos Crias de Fenris, Adren.
Alpha da Matilha Império das Feras
avatar
Lágrima de Prata
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 333
Data de inscrição : 29/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Lágrima de Prata em Qua 28 Jan 2015 - 21:54

*Vendo que a chuva e o vento forte haviam cessado, e o que os raios solares começavam a adentrar o local, abre um sorriso, logo tudo melhoraria. Mas já estava tempo demais na sua forma de macaco, e isso a incomodava muito.

Enquanto brigava com a gola da blusa, percebe um portal se abrir e um imenso crinos sair dele. Ela fica quieta, apenas observando o grande lobo cinzento. De veras, tratava-se de um grande guerreiro, podia sentir a fúria exalar dos seus poros.

Prefere ficar calada, voltando a sua forma lupina, a qual sentia-se realmente bem.*



Lágrima de Prata Abençoada, Fostern, Filha de Soktha, Lupus, Galliard dos Fianna.



“Nesta noite tudo começa. O uivo de clemência a Luna, o uivo da renovação das esperanças, o uivo de aviso aos inimigos, que Gaia ainda tem os seus melhores guerreiros, e esta noite, eles estão soltos para a caçada.”
avatar
Trapaça
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 207
Data de inscrição : 30/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Trapaça em Qua 28 Jan 2015 - 22:26

Tormenta de Fenris escreveu:*Voltando para o seu lugar, passa primeiro na cozinha, procurando alguma coisa para comer, havia amanhecido e estava com fome. Pega algumas frutas e volta para seu lugar. Fica em silencio primeiramente, comendo uvas e jogando as sementes na mesa.

Mas quase engasga quando o comentário do Trapaça. Ela pára, o olha de lado balançando a cabeça.*


- Deve ser fã de espanholas mesmo, hein?

* Sorriu Cinicamente em resposta *

- E você não?

* Piscou o olho.

Em seguida percebeu o portal e um Crinos gigante e com cara de poucos amigos aparecer, embora o elmo atrapalhasse, o reconheceu como o Cria que ajudaram na cidade*

- Eita...parece mais assustador que antes. Corram que o Cria vem aí, parte 02!

* Sorriu e companhou as caçadas. Impressionou-se com a demanda do reino lendário e riu bastante quando Terror-Rhya quase faz Asdraty expelir excrementos indesejáveis nas próprias roupas de baixo, ou melhor, cagar nos panos de bunda.

Continuou bebendo, assistindo e olhando o decote de Tormenta vez ou outra*





Trapaça. Hominídeo pegador das piriguetes - Roedor de ossos Friboi - Ragabash do Stand up.

avatar
NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014
Idade : 41
Localização : Porto Alegre

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Qui 29 Jan 2015 - 7:16

*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Quebra Ossos, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 10 horas da manhã, a Chuva cessa completamente, O Sol abre o céu e as nuvens se dissipam completamente agora, deixando entrar os raios solares entrar pelas janelas do Salão. Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta, Terror Espiral e Quebra Ossos*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 40 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 23 Licantropos, faltando ainda 17 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*



NPC
 
Representa todos os Personagens Não Jogadores do Sistema de Jogos Online!
 
Acesse os Links abaixo para acessar áreas de Interesse do Fórum

 

 
 
 

avatar
Quebra Ossos
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 140
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 48
Localização : Caern do Lobo Fenris

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Quebra Ossos em Qui 29 Jan 2015 - 7:17

*observa o esporro de Presa Sangrenta a respeito do que houve na Umbra e dava razão ao Modi, desce no palco e segue para ficar ao lado da porta, se enche de alegria por finalmente a chuva tinha parado*



Quebra Ossos, Lupus, Ahroun do Campo Mãos de Tyr dos Crias de Fenris! Alpha da Matilha de Guardiões do Caern dos Três. Athro.
avatar
Veruska
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 97
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 27
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Veruska em Qui 29 Jan 2015 - 7:18

*se levanta, questionando qualquer um dos Caçadores da Verdade*


Posso falar agora senhores?



Veruska "Olhos-Cintilantes", Impura, Galliard do Campo Tuathas de Fionn dos Fianna. Fostern. Mestre do Uivo do Caern do Incarna do Falcão, Lobo Fenris e do Urso. Guardiã do Caern do Urso.
avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 31
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Qui 29 Jan 2015 - 9:24

- A vontade, milady.

*Respondeu à Veruska.*





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
Guerreiro-da-Luz
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 239
Data de inscrição : 04/01/2015

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Guerreiro-da-Luz em Qui 29 Jan 2015 - 10:30

*Queito ouvindo tudo o que se passa durante a assembléia*




Guerreiro da Luz, Ahroun dos Portadores da Luz

Assim como o lutador, o Guerreiro da Luz conhece sua imensa força e jamais luta com quem não merece a honra do combate.

Ficha
avatar
Mike
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 287
Data de inscrição : 21/11/2014
Idade : 22

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Mike em Qui 29 Jan 2015 - 10:36

* Vendo que as cervejas não estão funcionando para de beber e sussurra *
- Acho que algo estava estragado. A cerveja parou de funcionar!

avatar
Veruska
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 97
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 27
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Veruska em Qui 29 Jan 2015 - 13:29

Mike escreveu:* Vendo que as cervejas não estão funcionando para de beber e sussurra *
- Acho que algo estava estragado. A cerveja parou de funcionar!

*enquanto levantava, não deixa de ouvir Mike reclamar da Cerveja Fianna e sussurra ao passar para ele*

A Cerveja do Impetuoso tira o barato do Alcool...



*sobe ao pouco sorrindo, parecia desfilar, pois a muitos anos atrás era uma modelo de passarela, portanto faz os trejeitos como se ainda estivesse num desfile e fala ao microfone*


Senhoras, senhores, anciões e espíritos presentes! Sou Veruska "Olhos-Cintilantes", Impura, Galliard do Campo Tuathas de Fionn dos Fianna. Fostern. Mestre do Uivo do Caern do Incarna do Falcão, Lobo Fenris e do Urso. No momento da Atrocidade do Mago, estava eu na floresta com alguns parentes lobos e o ancião Shazza, ouvindo sua sabedoria em forma de parábolas, ele é um grande e sábio ancião dos Presas de Prata.

*sorri e continua*

Estou triste pelo que aconteceu na umbra, mas daremos um jeito, sempre damos um jeito, como Fianna, sempre sofri desde jovem e sei que a vida pode melhorar graças a Gaia! Cresci no Caern da Seita do Verde em Nova York, junto com os Roedores de Ossos que lá comandam o Caern. Quando tive a minha primeira mudança os anciões viram que eu era uma menina bonita, então usaram minha beleza para ganhar dinheiro, me levavam a Estúdios de Fotos para fazer um álbum fotográfico para vender minha imagem e consegui vários contratos como Modelo fotográfica para comerciais de TV e desfilei em concursos de beleza até poucos anos, desde 2009 estou aqui no Caern dos Três e por causa da minha linda voz consegui o cargo como Mestre do Uivo das Assembleias e desde então tenho cuidado das coisas dentro do Caern, dentro da Torre, ajudando na manutenção e preservação do Caern. Mas estou sempre a disposição para ajudar, pareço frágil, mas quando fico furiosa eu fico furiosa!!! Acho que é isso, querem me perguntar algo queridos?

*olha os Caçadores da Verdade*



Veruska "Olhos-Cintilantes", Impura, Galliard do Campo Tuathas de Fionn dos Fianna. Fostern. Mestre do Uivo do Caern do Incarna do Falcão, Lobo Fenris e do Urso. Guardiã do Caern do Urso.
avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 31
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Qui 29 Jan 2015 - 15:17

- Não, não... senhorita, está ótimo! Muito obrigado por nos brindar com sua bela presença, Lady Fianna.

*Voltou-se para os diversos membros da Assembléia.*

- Outros filhos do Cervo?





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
Veruska
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 97
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 27
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Veruska em Qui 29 Jan 2015 - 15:55

*sorri e desce para seu local, onde estava sentada, desfilando sendo Diva*



Veruska "Olhos-Cintilantes", Impura, Galliard do Campo Tuathas de Fionn dos Fianna. Fostern. Mestre do Uivo do Caern do Incarna do Falcão, Lobo Fenris e do Urso. Guardiã do Caern do Urso.
avatar
Impetuoso
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 168
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 41
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Impetuoso em Qui 29 Jan 2015 - 16:09

Espada Quebrada escreveu:- Não, não... senhorita, está ótimo! Muito obrigado por nos brindar com sua bela presença, Lady Fianna.

*Voltou-se para os diversos membros da Assembléia.*

- Outros filhos do Cervo?


*depois de notar a chegada de Presa Sangrenta, depois que ele desce de sua Caçada, vai a geladeira, retira uma Cerveja Fianna e anda com ela, deixando sobre a mesa e comenta ao Cria de Fenris sussurrando*

Isto é uma bebida Fianna, para te ajudar a recuperar teu cansaço amigo Fenrir!


*depois ouve os relatos de Quebra Ossos, seu companheiro de Matilha, dos Guardiões do Caern, por fim, após o Ahroun falar, ouve Veruska, fica satisfeito por ela não ter surtado, depois que nota ela descer ao ouvir o Caçador da Verdade Espada Quebrada, se levanta de seu lugar e sobre ao palco e sorri dizendo*


Senhoras, senhores, anciões e Espíritos presentes, bom dia! Sou Impetuoso Contra a Wyrm, Lupus, Galliard do Campo Tuatha de Fionn dos Fianna, Guardião do Caern do Falcão, podem me chamar de Oliver, se quiserem... Sirvo as Seitas dos três Caern a vários anos, vim para o Caern ainda Cliath por volta do ano dos Humanos de 2004, depois ascendi ao posto de Fostern fazendo parte de matilhas rurais para cuidar de assuntos na umbra e nas florestas, quando me tornei Adren, recebi o convite do senhor No Problem para fazer parte da matilha de Guardiões de Caern, imediatamente aceitei, sei que é um cargo bem importante e sempre desempenhei com maestria por todos esses anos humanos. Embora tenha nascido como Lobo, me adaptei bem aos costumes Hominídeos desde então.

*respira fundo e sorri e continua*


No Momento da Morte do Mago, eu estava na entrada do Caern a qual sou designado, o Incarnae do Falcão. Vi os alvoroços na umbra dos Espíritos e fui ver o que tinha acontecido. Naquele momento fiquei profundamente triste, por que como Guardião de Caern eu havia falhado, tinha permitido que algo tão horrível ocorresse nas Divisas. Mas nada eu podia fazer naquele momento. Fico triste que um irmão de Tribo tenha sido o responsável por isso, me deixa profundamente chateado, mas com dizem os Humanos, "bola pra frente" temos que lidar com isso com inteligencia e humildade. Agora temos que mais que nunca ajudar os Caern a se recuperar e fazer tudo voltar como antes.


*Olha Eddy com um olhar de desapontamento depois continua*


Creio que seja isso meus amigos e amigas presentes, aproveitem a Cerveja Fianna feita por mim, embora seja a única receita autorizada que eu possa fazer logicamente, para ajudar vocês a se manter acordados pelos dias que a Assembleia se mantenha, e recuperar seus corpos física e espiritualmente, há e evitar que bebam demais as bebidas alcoólicas e ficarem podres de bêbados, para prejudicar o andamento dos Segmentos... Acho que é isso, os senhores Caçadores teriam alguma duvida?


*olha Ervin, Espada e Astraty*



Impetuoso Contra a Wyrm, Lupus, Galliard do Campo Tuatha de Fionn dos Fianna, Adren.

avatar
NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014
Idade : 41
Localização : Porto Alegre

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Qui 29 Jan 2015 - 16:13

*Eddy faz uma cara feia ao ouvir Impetuoso dizer que fica triste por ele ter feito algo, em sua mente, Raposa Veloz do Campo de Batalha estava certo, os culpados eram os anciões, ele nunca iria aceitar ser culpado por um DEVER com Gaia, destruir a Wyrm, se havia consequências, os Anciões deveriam lidar com isso*



*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Veruska e Impetuoso, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 11 horas da manhã, a Chuva cessa completamente, O Sol abre o céu e as nuvens se dissipam completamente agora, deixando entrar os raios solares entrar pelas janelas do Salão. Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta, Terror Espiral, Quebra Ossos, Veruska e Impetuoso*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 40 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 25 Licantropos, faltando ainda 15 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*



NPC
 
Representa todos os Personagens Não Jogadores do Sistema de Jogos Online!
 
Acesse os Links abaixo para acessar áreas de Interesse do Fórum

 

 
 
 

avatar
Mike
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 287
Data de inscrição : 21/11/2014
Idade : 22

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Mike em Qui 29 Jan 2015 - 16:44

* Ouve o relato de Veruska, depois que se senta sussura um comentário *
- Ah tah! agora entendi por que de olhos cintilantes. Quando fica furiosa seus olhos brilham como a lua.

* Ouve o relato de Impetuoso e sussurra *
- Hmm, por isso que disse aquilo.

* sua barriga roncava de fome então continuou *

- Vou pegar algo pra comer, querem também?

* Mike aguarda a resposta para que possa ir buscar o que comer *

avatar
Anthony Webb
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 108
Data de inscrição : 06/01/2015

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Anthony Webb em Qui 29 Jan 2015 - 19:28

*Webb sentia a fome apertar. Levanta, buscando não fazer barulho para não atrapalhar a assembléia e vai pegar algo leve para comer.*




Andarilho do Asfalto Theurge
Fala, ações, Pensamentos, off
Ficha
avatar
Impetuoso
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 168
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 41
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Impetuoso em Qui 29 Jan 2015 - 19:37

*Nota que é quase hora o almoço, enquanto segue a Assembleia, o próximo a ser chamado seria Bigorna, portanto levanta e prepara alguns cachorro quentes na cozinha, havia muita coisa ali, prepara o suficiente para todos os presentes, e depois de pronto, segue largando nas mesas em pratos para todos do salão para comer, faria o suficiente para alimentar um Crinos, ou o Mandíbula serviria como referencia.*


*Silenciosamente, anda entre as mesas, deixando os pratos individuais, com Cachorro quente tipicamente americano, vários pães com salsichas de carne, embora não soubesse o que todos poderiam ou quisessem comer, tinha a certeza que o alimento foi feito em Industrias administradas por Parentes, não tinham contaminação e eram feitos com carne pura e não apenas restos como os alimentos humanos. Era um alimento de qualidade que alimentaria quem estivesse com fome.*



Impetuoso Contra a Wyrm, Lupus, Galliard do Campo Tuatha de Fionn dos Fianna, Adren.

avatar
Presa Sangrenta
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 258
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Presa Sangrenta em Qui 29 Jan 2015 - 20:08

Impetuoso escreveu:

*depois de notar a chegada de Presa Sangrenta, depois que ele desce de sua Caçada, vai a geladeira, retira uma Cerveja Fianna e anda com ela, deixando sobre a mesa e comenta ao Cria de Fenris sussurrando*

Isto é uma bebida Fianna, para te ajudar a recuperar teu cansaço amigo Fenrir!

* O filho do grande lobo estava encostado em uma das paredes do local, os enormes braços de sua forma glabro cruzados e em sua mão o crânio-fetiche do lendário Comando-rígido. Em verdade, sentia-se cansado, fadigado, por conta das duras batalhas travadas no reino lendário.


Ao perceber a aproximação do Fianna com um objeto e ouvir sobre a recuperação de seu cansaço, o lupino na forma animalesca de um viking selvagem a observa por alguns instantes, a fareja e em seguida a espreme com sua imensa força bebendo o líquido que escorre pelos pedaços rasgados da embalagem.


Sente sua força voltar e acena abaixando levemente a cabeça em gratidão ao filho do Cervo. Continua assistindo as caçadas seguintes*



Presa Sangrenta, Lupus, Modi dos Crias de Fenris, Adren.
Alpha da Matilha Império das Feras
avatar
NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014
Idade : 41
Localização : Porto Alegre

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Qui 29 Jan 2015 - 20:15

*Presa Sangrenta bebe a latinha de uma forma bem "primitiva" sente-se renovado após beber o precioso líquido amargo, tendo sua Fúria, Força de Vontade e Gnose renovados. Assim como o cansaço totalmente retirado. Nota ainda uma mesa com dois lugares livres para sentar, é a mesa de Erik Quebra-Klaive e Yerik Tvarivich*



NPC
 
Representa todos os Personagens Não Jogadores do Sistema de Jogos Online!
 
Acesse os Links abaixo para acessar áreas de Interesse do Fórum

 

 
 
 

avatar
Bigorna da Fúria
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 373
Data de inscrição : 15/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Bigorna da Fúria em Qui 29 Jan 2015 - 20:44

*Ao ver Impetuoso terminando seu relato levanta-se de onde estava e em seguida segue para próximo ao microfone.Olha para os caçadores e em seguida para os anciões.

-Membros presentes,anciões e espíritos,me chamo Collin,Bigorna da Fúria,Hominídeo,Ahroun,Fostern,Mestre Ferreiro entre os Fianna.

*Dá uma pausa esperando a reação de todos e em seguida continua.

-Bem desde pequeno aprendi a arte da forja com meu pai e seu pai com o pai dele e assim por diante.Vim para esse caern por intermédio de notícias na qual a cidade estava precisando de alguma ajuda,e o local mais indicado seria esse próprio caern,por ser um caern conhecido a fama dele atravessou as fronteiras de seu país.Quando cheguei aqui foi bem recepcionado pelo próprio Impetuoso e também pelo ancião Donovan a quem não tive tempo de agradecer ainda.Me alojei na cabana de vento cortante um dos homens mais sábios que ja conheci até hoje pelo fato de ele já ter uma estrutura de forja montada em sua cabana.No momento da morte do mago eu estava junto com Vingador,Tormenta de Fenris,Sombra da Lua e Scud no campo de treinamento do ancião Terror Espiral,e fiquei sabendo da existência do mago pelo próprio Terror Espiral ainda na Torre dos guardiões.Não intervi em nada pelo fato que o Ancião ter dito que tudo já estava sobre controle.E é isso meus amigos.

*Olha para os caçadores da verdade e fala.

-Mais alguma coisa que queiram saber caçadores?

avatar
NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014
Idade : 41
Localização : Porto Alegre

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Qui 29 Jan 2015 - 20:52

*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Bigorna, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 11 horas e 30 minutos da manhã, a Chuva cessa completamente, O Sol ilumina forte do lado de fora. Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta, Terror Espiral, Quebra Ossos, Veruska, Impetuoso e Bigorna*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 40 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 26 Licantropos, faltando ainda 14 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*



NPC
 
Representa todos os Personagens Não Jogadores do Sistema de Jogos Online!
 
Acesse os Links abaixo para acessar áreas de Interesse do Fórum

 

 
 
 

avatar
Mandíbula
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 278
Data de inscrição : 17/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Mandíbula em Qui 29 Jan 2015 - 21:37

*Quando Impetuoso passa com os cachorros-quentes, Mandíbula começa a devorar uns dois por vez.


O "viking" segurando o crânio-fetiche era sem sombras um Fenrir. O Grondr tinha velhas e amargas memórias sobre a Tribo, mas procurava dar o máximo de si para deixar os fantasmas do passado enterrados lá... por enquanto. Mesmo assim, ele cutuca Loba com o cotovelo e aponta para o Cria*


Viu? Eu SABIA que não tinha problema comer a lata!


E eu... sinto muito pelo que aconteceu...


*Gesticula para a barriga*


Se algum dia eu encontrar o homem, eu... converso com ele.




Eu sou o último dos Grondr. Há um motivo para isso.
Mandíbula-do-Abismo, Grondr, devorador da mácula

avatar
Ervin Palavra Austera
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 389
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 33

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Ervin Palavra Austera em Qui 29 Jan 2015 - 21:46

Bigorna da Fúria escreveu:*Ao ver Impetuoso terminando seu relato levanta-se de onde estava e em seguida segue para próximo ao microfone.Olha para os caçadores e em seguida para os anciões.

-Membros presentes,anciões e espíritos,me chamo Collin,Bigorna da Fúria,Hominídeo,Ahroun,Fostern,Mestre Ferreiro entre os Fianna.

*Dá uma pausa esperando a reação de todos e em seguida continua.

-Bem desde pequeno aprendi a arte da forja com meu pai e seu pai com o pai dele e assim por diante.Vim para esse caern por intermédio de notícias na qual a cidade estava precisando de alguma ajuda,e o local mais indicado seria esse próprio caern,por ser um caern conhecido a fama dele atravessou as fronteiras de seu país.Quando cheguei aqui foi bem recepcionado pelo próprio Impetuoso e também pelo ancião Donovan a quem não tive tempo de agradecer ainda.Me alojei na cabana de vento cortante um dos homens mais sábios que ja conheci até hoje pelo fato de ele já ter uma estrutura de forja montada em sua cabana.No momento da morte do mago eu estava junto com Vingador,Tormenta de Fenris,Sombra da Lua e Scud no campo de treinamento do ancião Terror Espiral,e fiquei sabendo da existência do mago pelo próprio Terror Espiral ainda na Torre dos guardiões.Não intervi em nada pelo fato que o Ancião ter dito que tudo já estava sobre controle.E é isso meus amigos.

*Olha para os caçadores da verdade e fala.

-Mais alguma coisa que queiram saber caçadores?


A tragédia que aconteceu no posto da guarda estava além de seu alcance, Bigorna da Fúria. Talvez além de todos nós. Obrigado por sua participação.

*Olha ao redor do salão*


A sugestão de meu colega Asdraty parece agilizar os procedimentos, então continuemos com as Tribos. Peregrinos Silenciosos da Seita dos Três, se apresentem!





Na guerra, vitória. Na paz, vigilância. Na morte, sacrifício.
Ervin da Palavra Austera, Philodox, Adren, membro da Casa da Lareira Irrompível, Reformista dos Presas de Prata, alpha da Matilha Lobos da Estrada.
avatar
Bigorna da Fúria
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 373
Data de inscrição : 15/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Bigorna da Fúria em Qui 29 Jan 2015 - 22:01

*Ouve as palavras de Ervin e em seguida sorri e acena com a cabeça em sinal de que intendeu.

-Obrigado caçador.

*Em seguida retorna a mesa em que estava junto a mike e começa a comer um dos cachorros quentes que Impetuoso avia preparado.


avatar
Loba Branca
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 330
Data de inscrição : 12/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Loba Branca em Qui 29 Jan 2015 - 22:46

*De pernas cruzadas e de vez em quando tomando um pouco de água, não deixa de dar risada com o jeito do Groundr. Já estava acostumada com seus poucos modos, no começo, ela se importava, mas agora, não ligava para a forma como ele comia ou como respondia os outros, viveu tanto tempo isolado do mundo, nasceu em uma outra época, talvez estivesse chegando o tempo de ter aquela conversa com ele, saber como foi a guerra da fúria pela visão dos homens javali. Sabia que o assunto era delicado demais, e que remexeria em uma ferida ainda aberta de I-Phai, mesmo assim, quando eles estiverem mais tranquilos, com a cabeça no lugar e não fosse lua cheia, a theurge perguntaria a ele, afinal de contas, conhecimento nunca é demais.

Olha para ele ainda rindo, e fala baixinho.*


- Não é questão de ter problemas, I-Phai. Você pode comer a latinha, mas o sabor não deve ser tão saboroso. Sem contar que sua gengiva corta. Prove uma cerveja comendo a latinha e outra cerveja apenas o líquido dela. Se você me falar que gostou da lata, do gosto de alumínio, não implico mais com isso hahaha.

*Seu tom de brincadeira muda quando ele menciona a sua incapacidade de gerar filhos, abaixa a cabeça, respondendo ele de forma quase inaudível.*

- Não se preocupe com isso, já me acostumei com a ideia de não ter mais filhos. Agora é cuidar do Enzo da melhor forma que eu conseguir. E...

...obrigada.

*Ela o olha e da um meio sorriso.*



Celina Amber 'Loba Branca', Hominídea, Adren, Theurge Senhora das Sombras, Filha do Morcego

- Alpha da Matilha Rugido de Gaia -


avatar
Lágrima de Prata
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 333
Data de inscrição : 29/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Lágrima de Prata em Qui 29 Jan 2015 - 23:08

*Estava tanto tempo na mesma posição, que quem olhava parecia que a lupina, que estava deitada com as patas para frente e a cabeça apoiada nelas, estava dormindo. Porém, estava atenta a tudo a sua volta, principalmente no que estava sendo dito no palco.

Sentindo um aroma diferente, ela ergue a cabeça, farejando o ar, levanta-se rapidamente e percebe Impetuoso passando com algo nas mãos, não sabia o que era, mas o cheiro era bom e estava com fome.

Muda para a sua forma de macaco, pegando um da bandeja, senta ao lado do corax, olha para os lados, aproxima o nariz da comida, sentindo o cheiro, da uma mordida devagar, para ver se gosta, sentindo todo o sabor diferente, termina de comer com calma.

Aproxima-se de Chapeleiro e falando baixinho.*

- Qual o nome desse negócio que eu comi? Muito bom! E você ta quieto a muito tempo. Será que ainda demora para acabar a assembleia?



Lágrima de Prata Abençoada, Fostern, Filha de Soktha, Lupus, Galliard dos Fianna.



“Nesta noite tudo começa. O uivo de clemência a Luna, o uivo da renovação das esperanças, o uivo de aviso aos inimigos, que Gaia ainda tem os seus melhores guerreiros, e esta noite, eles estão soltos para a caçada.”
avatar
Tormenta de Fenris
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 187
Data de inscrição : 21/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Tormenta de Fenris em Qui 29 Jan 2015 - 23:29

*Ainda comendo as uvas, volta seu olhar para o palco, abre um sorriso e responde Trapaça.*

- Prefiro espanhóis, na realidade.

*Vendo que já estava perto do meio dia, e que ainda faltavam muitos garous, ajeita-se na cadeira, esticando as pernas em baixo da mesa e cruzando os braços. Olha para Eni e fala com ela.*

- Logo vão chamar você, e depois é a parte das matilhas. Essa parte eu me interesso bastante hahaha



Pepita Rodriguez "Tormenta de Fenris", Adren, Modi Valquiria de Freya, Cria de Fenris.

- Beta da Matilha Lobos da Estrada -
avatar
Asas do Abismo
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 78
Data de inscrição : 14/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Asas do Abismo em Qui 29 Jan 2015 - 23:34

*Asas estava na mesa, ainda experimentando a tal cerveja. As histórias eram bem interessantes e variadas...mas a de Loba era a mais particularmente tocante. Não entende como pode alguém tentar matar o próprio filho e mutilar a amante e ainda poluir Gaia com sua presença.*

*Dessa vez abre uma exceção em concordar com a brutalidade do Grondr, resolve não continuar tocando na ferida, pelo jeito esse passado deve ser deixado em paz até cicatrizar direito*

*Quando servem a comida, Glaurung não deixa de ficar curioso...nasceu como um crocodilo então não é exatamente exigente mas ainda assim gosta de saber o que diabos está colocando dentro do corpo*

- Ahm...como é que vocês chamam esse troço mesmo?




Glaurung Asas do Abismo - Suquid - Sai Chau (theurge) - Zhong Lung - Posto 3.

avatar
Vingador
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 280
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 28
Localização : São Paulo

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Vingador em Qui 29 Jan 2015 - 23:43

*Apenas observa as caçadas. A história de QUebra Ossos, o unico que conheceu até agora que também é da Mão de Tyr era bem interessante. Sempre foi uma pratica dos crias em pegar a qualidade mais notável de um garou para combate e treina-la até que o garou em questão seja o avatar do exagero nessa qualidade*

*A de Veruska...nem tanto* " - Então o maior feito dessa maluca é parecer bonita e desfilar em uma passarela cheia de pessoas igualmente idiotas..." *Pensa*

*A caçada com Bigorna da Fúria foi bem interessante para Vingador, com certeza visualiza muitos projetos futuros que poderia concretizar com a ajuda de um ferreiro habilidoso...no momento apenas observa, teria tempo de se socializar melhor depois*




Milles Krieg "O Vingador" - Impuro - Modi (Ahroun) - Cria de Fenris - Mão de Tyr - Adren.


avatar
Chapeleiro
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 266
Data de inscrição : 27/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Chapeleiro em Sex 30 Jan 2015 - 0:47

Lágrima de Prata escreveu:*Estava tanto tempo na mesma posição, que quem olhava parecia que a lupina, que estava deitada com as patas para frente e a cabeça apoiada nelas, estava dormindo. Porém, estava atenta a tudo a sua volta, principalmente no que estava sendo dito no palco.

Sentindo um aroma diferente, ela ergue a cabeça, farejando o ar, levanta-se rapidamente e percebe Impetuoso passando com algo nas mãos, não sabia o que era, mas o cheiro era bom e estava com fome.

Muda para a sua forma de macaco, pegando um da bandeja, senta ao lado do corax, olha para os lados, aproxima o nariz da comida, sentindo o cheiro, da uma mordida devagar, para ver se gosta, sentindo todo o sabor diferente, termina de comer com calma.

Aproxima-se de Chapeleiro e falando baixinho.*

- Qual o nome desse negócio que eu comi? Muito bom! E você ta quieto a muito tempo. Será que ainda demora para acabar a assembleia?

*Chapeleiro assiste a Caçada em silêncio beliscando um cachorro-quente, até que Lágrima fala com ele, quebrando o seu "transe"*

Oh? Perdão, minha querida, tem uma série de coisas interessantes acontecendo aqui, e eu queria gravar tudo para dar um bom relatório depois. Sabe como é, os serviços de um mensageiro nunca terminam.

*Quando Lágrima pergunta o NOME do que estava comendo, não pode deixar de dar uma risada, para depois olhá-la de forma séria.*

Isso? Ora, Lágrima, isso é um...

cachorro-quente!

*Após dizer o nome do nefasto produto, Chapeleiro canibaliza um inteiro*





"Por que um corvo se parece com uma escrivaninha? Já adivinhou a charada?" O Chapeleiro disse, se voltando novamente para Alice.
"Não, eu desisto"- Alice respondeu - "qual a resposta?"
"Eu não faço a menor idéia.", disse o Chapeleiro.

Chapeleiro de Penas, Ales, Gaivota de Batalha dos Corax, membro honorário do Império das Feras.
avatar
Amon Hórus
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 71
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 2016
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Amon Hórus em Sex 30 Jan 2015 - 8:19

*Ouve Ervin, se levanta e anda até o palco e diz no microfone*


Eu sou um Peregrino Silencioso, assim como Mike, mas como ele já foi Caçado resta apenas a mim...


*se posiciona em sua forma humana diante de todos e fala de forma bem clara*


Senhoras, Senhores, Anciões presentes e Espíritos amigos em Gaia! Sou Amon Hórus, Hominídeo, Theurge, dos Peregrinos Silenciosos, um Ancião-Rhya. Minha história começa a um pouco mais de Cinco mil anos atrás, isso mesmo meus amigos e amigas, tenho toda essa idade sim... Não sou uma Aberração da Natureza ou um afronta a Gaia como muitos no passado já me acusaram. Eu venho do Antigo Egito. Nasci humano dentro de uma família de Parentes dos Peregrinos, na época que me tornei um Garou após minha primeira mudança houve a Maldição de minha Tribo pelo Vampiro chamado de Seth. Um poderoso ser filho do próprio Caim que controlava a noite do antigo Egito. Os esforços de minha Tribo para combater seus Asseclas foram muitos. Por isso vou lhe contar um pouco da História antiga.


*respira fundo e inicia seus relatos*

Tribos como os Senhores das Sombras e os Presas de Prata são obcecados com seu lugar na preferência de Gaia e seus papéis como as tribos escolhidas de Luna. Não nos importamos tanto. Nós sabemos que temos um lugar especial, rastejando por toda a superfície de Gaia, mas não sentimos a necessidade de insistir na maioria das antigas histórias. Não temos de crer que Gaia e Luna nos escolheram para receber atenção especial: Gaia e Luna escolheram todos os Garou para dar-lhes atenção especial.

Dessa forma, Gaia era o mundo. Luna era a lua. Gaia e Luna ergueram alguns espíritos, elevando-os para papéis especiais. Os ursos eram os curandeiros, os corvos eram os vigias, nós éramos os guerreiros. Nos dias mais antigos das tribos humanas, quando a população de uma tribo crescia além dos cem ou duzentos, ela se dividia em duas ou mais tribos. De tal forma também foi com a tribo que antes era conhecida apenas como “Garou”. Claro que o último grupo restante de Garou, quando todas as outras tribos tinham se separado, eram os Presas de Prata. Chatos e atolados em tradição. Mas estou desviando do assunto.

Sinto muito em dizer que eu não sei dizer como foram os primeiros dias de nossa tribo. Não temos espíritos ancestrais antigos para perguntar. Outras tribos têm maior facilidade nesse ponto, porque se eles esquecem um ponto da história tribal, um Galliard ou um Theurge pode passar algumas horas com alguns espíritos ancestrais e ao menos obter uma ideia de como o tempo
em questão deve ter sido. Nós não podemos fazer isso — e eu creio que o fato de que não podermos encontrar nossos ancestrais é a razão pela qual nós tão compulsivamente colecionamos e compartilhamos histórias de nossa tribo. É o melhor que podemos fazer. O problema em aplicar este plano para a história antiga é que durante a maior parte dos dias antigos nossos espíritos ancestrais estavam à disposição — não os perdemos até a maldição de Sutekh, no Egito. Desde então não foram armazenados muitos registros dos dias anteriores de nossa diáspora do Egito. O melhor que eu posso fazer é imaginar, a partir do senso comum e das histórias que eu ouvi de outras tribos.

Não nos separamos dos outros Garou como um grupo, como as outras tribos devem ter feito. Nós tínhamos pouca paciência para políticas tribais e tínhamos mais interesses em explorar e ver o mundo do que aqueles que queriam encontrar a próxima coisa da Wyrm e destruí-la. Alguns de nossos ancestrais eram indiscutivelmente exilados, enquanto outros foram partindo aos poucos, insatisfeitos com a comunidade Garou existente. Gradativamente, seguimos para as terras ao redor do Nilo.

Naqueles dias o Nilo era a maior das estradas. Um Peregrino poderia manter-se, metaforicamente, perto de casa, de seus irmãos e espíritos familiares da natureza, viajando centenas de quilômetros junto com o rio pelo que hoje é o Egito e o Sudão, até mesmo na selva.

Naquele tempo, muito antes da história oral, a população humana da África vivia competindo com as feras por cada pedaço de comida que eles pudessem encontrar. O grande povo-gato — homens-leões, homens-leopardos, e outros — clamavam a África para si mesmos naquele tempo. Eles eram tão territoriais quanto são agora, apesar de que talvez eles fossem menos rancorosos naqueles dias. Nós éramos autorizados a passar livremente, apesar de que na maior parte do tempo oferecíamos tributos as Feras senhoras da terra.

Uma das canções mais antigas que conheço — eu não vou martirizá-los cantando-a, e uma vez que ela é cantada na antiga língua Kikuyu, não faria o menor sentido para vocês — fala sobre uma dupla de chefes tribais Simba se digladiando. A canção data de antes da Guerra da Fúria, com certeza, porque ela se refere a um dos chefes casando uma filha com um filho de um governante Presa de Prata do norte. De qualquer maneira, os dois chefes, cujos nomes grosseiramente traduzidos significam Caçador-da-Montanha e Senhor das Planícies, utilizaram uma matilha de Peregrinos Silenciosos como embaixadores. A matilha, cujo nome era “Dançarinos das Ondas”, levou mensagens por todos os lados do que hoje é chamado Lago Vitória e a canção os descreve correndo pela superfície do lago. Em uma predição do futuro de nossa tribo, a canção dedica um verso aos Dançarinos das Ondas procurando refúgio em lugares desconhecidos quando Caçador-da-Montanha e Senhor-das-Planícies foram à guerra.

Todo Garou instintivamente quer proteger a natureza sagrada que permanece fora do alcance humano. Nenhum de nós quer ver civilizações intrusas dentro das mais sagradas partes da superfície de Gaia. Uma das canções mais antigas que eu conheço na língua Garou é o Lamento pela Construção de Ur. Nossos ancestrais sabiam, mesmo naqueles dias antigos, que a humanidade iria se espalhar pela face do mundo se algo não fosse feito para pará-los. Aqueles Garou com grandes laços com o lobo simplesmente queriam exterminar os macacos.

Outros queriam desenvolvê-los... eu acho que hoje nós teríamos pensado em criar reservas para caça. Os Filhos de Gaia e os Andarilhos do Asfalto — as canções antigas chamam os Andarilhos do Asfalto de “Guardiões” ou “Sentinelas” — advogaram por deixar os humanos sozinhos mas educando-os nos caminhos de Gaia.

Como um compromisso entre todos estes pontos de vista, os Garou da época impuseram o Impergium. À população humana não foi permitido crescer além do que já alcançara. Uma criança nasce, uma pessoa morre.

Nossas tribos se espalharam pelo mundo para o que nós pensamos hoje ser os nossos territórios tradicionais. Por fim, cada tribo de Garou teve de participar da contenção humana e, na época do Impergium, os humanos já tinham se espalhado por quase toda Europa e África.

Assim, os Presas de Prata acabaram ficando na Rússia, os Crias de Fenris no noroeste da Europa, os Fianna nas Ilhas Britânicas e assim por diante. Apesar dos Peregrinos Silenciosos terem uma grande presença no nordeste da África, foi só com a imposição do Impergium que nós realmente tomamos aquelas terras como nossas. Muitos Peregrinos Silenciosos viajaram junto com nômades nas estepes da Ásia — quanto mais eu penso no assunto, e quanto mais canções eu ouço de outros Peregrinos, mais eu lembro durante os dias do Impergium os Peregrinos Silenciosos devem ter sido a maior tribo Garou. Claro que nós não tínhamos influência na política Garou, mas tínhamos grandes extensões de terra e existiam centenas se não milhares de nós.

Pelo mundo, a maior parte das Feras declararam-se a favor mas sem intervir no Impergium ou então o ignorando. O Impergium foi instituído para a maioria deles como uma ordem dos reis Presas de Prata e as rainhas Garou, as outras Raças Metamórficas ignoraram a autoridade dos Garou neste assunto. Nós sempre tivemos a crença de que o Delírio é uma resposta que aflige os humanos como resultado dos milhares de anos de Impergium, meus poucos contatos Fera me dizem que os humanos sofrem de Delírio mesmo quando confrontados com um Corax em sua  forma guerreira. Então,  mais uma vez, eu vou fazer uma educada suposição sobre o que aconteceu. As Feras ignoraram a ordem do Impergium quando ela foi dada pelos Presas de Prata, mas quando as populações humanas começaram a se expandir nas terras dos homens-leões na África, os Simba perceberam que um sensato controle poderia ser útil, apesar de tudo. Como sempre, não tenho qualquer evidência para comprovar, apenas os fatos de como eles se portam hoje e meus próprios poderes de dedução.

É difícil para mim trazer os argumentos de Charles Darwin em tempos como estes, especialmente quando eles geralmente são tão errôneos. Quero dizer, grande teoria, Darwin, mas ela não leva o mundo espiritual nem um pouco em conta. Espíritos da natureza guiam o desenvolvimento das espécies, todo Garou sabe disso.

Mas Darwin fez alguma coisa correta. Quando uma espécie se defronta com a pressão populacional, se ela simplesmente não morrer, se fortalecerá. Se adaptará à pressão. No caso da humanidade, o Impergium começou a... fazer coisas... com eles. Eles começaram a criar armas melhores. Eles ficaram mais fortes, rápidos e corajosos.

Eles aprenderam como semear a terra e cultivar plantas maiores e melhores, a domesticar a vida selvagem.

Nossa Canção da Exaustão do Carrasco nos conta que os Filhos de Gaia foram os primeiros a implorar aos Presas de Prata pelo fim do Impergium porque aquilo era cruel. Os Peregrinos Silenciosos foram os segundos a irem aos Presas de Prata e implorar pelo fim do Impergium por aquilo ser estúpido. Ao exterminar sistematicamente os membros mais fracos de cada tribo humana, estávamos tornando a raça mais forte e mais capaz a cada geração.

Se não terminássemos o Impergium, dentro de um século eles estariam nos caçando.

O primeiro rei que nosso ancestral Visão-do-Horizonte falou ignorou seus apelos. O sucessor daquele rei também ignorou Visão-do-Horizonte. Mas o terceiro rei, perto do fim da vida de Visão-do-Horizonte ouviu seu argumento e entendeu que era verdadeiro. Tenho certeza que o fato de Visão-do-Horizonte ter reunido muitos aliados de quase todas as outras tribos não teve nada a ver com a decisão, nadinha mesmo. Aquele rei declarou o fim do Impergium e, apesar de ter havido dúzias de desafios, eles foram superados por argumentos ou sangue e o Impergium terminou.

Ao menos, terminou entre os Garou.


O primeiro ato aberto de rebelião das Feras contra os reis dos Garou foi ignorar a ordem para terminar o Impergium. Agora, como disse, alguns das Feras, como os homens-ursos e os Corax, nunca apoiaram isso de verdade. Mas aqueles que tinham apoiado o Impergium voluntariamente — ao invés de impostos pelos Garou — não via razão para parar. Eles nunca acreditaram de verdade na autoridade dos Garou, principalmente dos Presas de Prata. Eles viam os senhores Garou como posteriormente um rei inglês devia ver um rei francês: um primo digno de respeito, mas não de lealdade.

Lembre-se, os Presas de Prata não viram essa desobediência como um motivo para começar uma guerra. Mas eles pagaram a muitos Peregrinos muito ouro, Gnose e favores para que eles levassem e trouxessem mensagens entre suas cortes e as cortes dos Simba, além de outros senhores das Raças Metamórficas, tentando trazê-los para a forma correta de se pensar. Pelo próximo século ou mais as discussões entre nossos senhores e os senhores das Feras ficou mais acalorada.

Estávamos bem no meio de uma das mais sérias disputas. Como citei anteriormente, reivindicávamos a maior parte do curso do Nilo. Mas por todo o Nilo, os que eles são, eles não existem mais — opuseram-se àquela declaração. Com o tempo uma paz frágil foi feita, onde os Mokolé proclamaram as águas e nós a terra, mas a cada estação de cheias as coisas ficavam confusas. Aquela confusão levou ao derramamento de sangue mais de uma vez e, embora nós, Peregrinos, sejamos tão racionais quanto qualquer outro Garou, tenho aqui um pequeno poema épico, Dança dos Dragões-Andantes sobre um ataque noturno a um ninho de Mokolé que resultou na destruição de meia dúzia de ovos.

Depois de algumas gerações de provocações como essa, vingança, e vingança da vingança, a ordem chegou dos reis dos Presas de Prata: deveria haver guerra contra as Feras que não se submetessem a nossa liderança. Até então aquilo significava todas elas, com exceção de alguns desertores que não podiam ser confiados.

Nós não cantamos mais sobre a Guerra da Fúria. Sei que existem canções de glória por aí, épicos de ousadia e coragem. Não vou cantá-los ou lê-los em voz alta. Os compartilho com jovens Garou apenas para que o conhecimento não seja perdido, mas os escrevo e os passo adiante. Nossa tribo se vangloriou muito na matança de outros filhos de Gaia e não vou repetir isto nem mesmo ritualmente.

Os Garou viveram no Egito desde os dias antigos, antes do Impergium, até que a maldição de Sutekh e a subsequente diáspora durante a Décima Terceira Dinastia do que hoje os egitologistas modernos chamam de Segundo Período Intermediário. Diferente de muitas outras tribos, nós nunca quisemos governar os humanos de nosso protetorado. Vivemos como conselheiros, talvez — vizires para os faraós, os sacerdotes que sussurravam conselhos na noite — mas poucos de nós governaram.

O Egito era na verdade dois reinos, desde os tempos antigos. O Baixo Egito — ao norte — era um lugar completamente diferente do Alto Egito — ao sul. Estas designações de “Alto” e “Baixo” podem não fazer sentido em um mapa qualquer para alguém não familiarizado com a área, mas se você prestar atenção no percurso do que o Nilo flui você vai descobrir que o Alto Egito é o planalto, o lugar de onde o Nilo flui, e claro o mapa deixa óbvio que o Nilo flui da África central em sentido norte pelo Egito até o Mediterrâneo. O Nilo é a vida do Egito, também é a divisão entre o Delta do Nilo e os planaltos que gera a distinção entre os dois reinos. Os antigos senhores do reino egípcio usavam coroas e outros emblemas que deixavam claro que o Egito era uma terra composta de duas.

Claro para os Peregrinos Silenciosos que o Nilo era um sinal criticamente importante da saúde de Gaia. Se o Nilo estava forte e saudável, ele poderia ocasionalmente inundar, mas ele gerava vida para todo o Egito. As planícies alagadas pelo Nilo eram as mais férteis terras por muitos quilômetros em qualquer direção. Antes de a Wyrm enlouquecer, concordávamos com os Mokolé e outros que o Nilo era uma representação da própria Wyrm. Ela trazia vida nova através da destruição.

Existiam outras forças sobrenaturais para brigar no antigo Egito: Os magos, o Culto de Sutekh e os Imortais. Imorredouros!

Os magos não eram como os cultistas da terra qualquer e bruxos limitados que a maioria dos Garou estava acostumado. Não, estes homens (pois a maioria deles eram homens) codificaram e matematizaram os rituais que os permitia sugar o poder de Gaia. Eles se fizeram repetitivos, previsíveis. Algumas de nossas histórias vão longe ao sugerir que os antigos magos egípcios ensinaram os Garou a arte de criar um ritual, diferente de uma simples oração ou Dom. A disciplina mágica que os magos ensinaram um ao outro não tinha nenhum componente moral nela, isso fez ocasionalmente que eles se colocassem entre nossos dentes. Eles usaram mágica sem se preocupar com as condições da Umbra próxima.

Uns sugerem que esta forma mais desafiadora, e flagrante, dos antigos magos de usar rituais magos criou buracos na Umbra e que a presença destes novos vácuos ajudou a Wyrm a enlouquecer.

O Culto de Sutekh adorava um deus, um vampiro.

Sutekh era uma criatura majestosa, um deus em forma humana, uma serpente vampírica que podia assumir qualquer forma que quisesse. Não sabemos. Por várias vezes na história Sutekh surgiu, trazendo fogo e destruição com ele. Ele pode não ter sido realmente um vampiro, mas sua fome do sangue dos inocentes era quase sem limites. Tempos depois ele não conseguia subsistir com mortais normais, ele precisava primeiramente do sangue de tipos particulares de mortais (virgens ou magos), mais tarde ele apenas podia saciar-se com o sangue e almas daqueles que tinha sido especialmente preparado para isso. O debate ainda está aberto sobre se Sutekh era um monstro antes da Wyrm enlouquecer. Ele era inquestionavelmente um monstro depois disso. Um número de cultistas o adorou — incompreensivelmente, desde que ele prometera tanto poderes temporais e virtual imortalidade àqueles que o serviram lealmente. Claro, ele garantia estas coisas tornando seus servos em vampiros, mas a maioria dos cultistas considerava suas almas como uma troca justa pela vida eterna.

Sutekh conseguiu seus poderes nas brumas da pré-história, ele fora um rei mortal ou assim conta a história. Seus inimigos foram o antigo Faraó Osíris, sua amante Ísis e seus aliados Anúbis e Hórus. Depois que Sutekh se tornou um deus, ele matou seu irmão Osíris, estuprou Ísis, ou a tornou uma vampira, (ou ambos, não podemos ter certeza), e partiu para aterrorizar o Delta, chacinando conforme sua vontade. De alguma forma, com a ajuda dos magos que mencionei anteriormente, seus inimigos conseguiram trazer Osíris de volta à vida. Ao fazer isto eles conseguiram escrever um ritual que poderia derrotar a Wyrm do Equilíbrio: eles fizeram um rito que transformava um humano ou Garou em um imortal.

Não era realmente uma imortalidade, os imortais podiam morrer. Mas seus espíritos viajariam ao Duat e então eventualmente reconstruir seus corpos e retornar à vida. Seus espíritos não podiam ser extintos. Esta é uma violação da lei de Gaia, claro — todas as coisas devem morrer e os mortos devem permanecer mortos. Mas nós tínhamos um problema no antigo Egito. Tínhamos três inimigos verdadeiros: espíritos da recentemente insana Wyrm, o Culto de Sutekh e os magos. Algo tinha de acontecer. Simplesmente não tinha o bastante de nós para lutar todos aqueles seres e ainda se certificar que os humanos estavam corretamente venerando Gaia.

Os anciões da tribo decidiram que Sutekh era quase certamente mais uma ameaça do que qualquer um dos outros e decretaram o Poema dos Inimigos da Wyrm, o qual posso recitar para você outra hora, que a eliminação de espíritos ativos da Wyrm era nosso objetivo principal, depois do qual deveríamos alvejar o Culto de Sutekh, retaliar contra os magos por sua destruição ignorante.

Neste tempo que fui pego pelos Imortais e transformado num Imorredouro, ou Múmia para os Leigos. Sou imortal, mesmo depois de ter alcançado o maior Posto entre os Garou de minha Tribo, depois disso eu precisava continuar minha luta contra a Wyrm e fazer meu povo voltar ao Egito depois da Maldição.  Vou lhes falar a respeito dela, eu estava lá!

Sutekh — Set — era um deus dos antigos egípcios. Durante os dias antigos, nossas histórias dizem, ele andou abertamente entre eles. Alguns dos vampiros nos contam que Sutekh era ou é um vampiro. Outros nos dizem que ele apenas criou um bando de vampiros com seus poderes divinos.

Nós combatemos Sutekh e seus lacaios por toda história do Egito. Os Peregrinos nas estepes tiveram pouco a ver com aquelas batalhas e tiveram suas mãos atadas com outros negócios, mas os egípcios, o coração da tribo, centraram suas vidas na luta contra as crias vampíricas de Set. Ele as produzia em enorme quantidade. Pequenas crias divinas sugadoras de sangue que perverteram vilas inteiras para servir-los e alimentá-los.

Monstros da Wyrm, sem dúvida. Nossa opinião geral sempre foi de que Sutekh é um dos mais poderosos avatares da Wyrm na face de Gaia. Foi apenas o grande sacrifício de nossa tribo que o aprisionou por tanto tempo quanto ele ficou aprisionado.

A última vez que Sutekh andou na terra, não foi uma matilha de Garou que surgiu para derrubá-lo, ao invés disso foi um par, um Garou e um... não exatamente Garou, era um Imorredouro assim como eu. Shu-Hórus foi um de nossos maiores guerreiros, ele destruiu dúzias de inimigos de Gaia e uma vez derrotou um rei Presa de Prata em combate um a um, apenas para renunciar a coroa que era sua por direito do desafio, para retornar para casa no Egito e ficar com seu povo. Sua companheira, Néftis, era uma Parente Peregrino que tinha aprendido as artes da feitiçaria e
usado-as para prolongar sua própria vida por séculos.

Alguns sussurram que Néftis tinha usado o sangue vampírico das crias de Sutekh para prolongar sua vida, mas nada mais, eu acho, inverte a poesia do conto, que é certamente mais metafórico do que histórico.

Sutekh tinha começado um grande e terrível ritual.

Do que precisamente o ritual dependia ou de quem vocês perguntam. Alguns sugerem que ele queria apagar a lua do céu, outros que ele queria tornar toda a vastidão do Nilo em seu próprio sangue vampírico-divino e, ainda, outros propõem que ele esperava destruir outros deuses-vampiros  que andavam sobre a terra. O que quer que fosse, Shu-Hórus e Néftis foram os únicos que conseguiram encará-lo de frente. Néftis usou suas mágicas para fortalecer Shu-Hórus com o poder de um deus e o guerreiro Peregrino feriu Sutekh com seu d’siah.

Shu-Hórus feriu gravemente Sutekh, mas ao invés de contra atacar, Sutekh foi atrás de Néftis. Ele a matou — já que a mágica dela tinha se esgotado ao fortalecer Shu-Hórus — e então a transformou em vampiro. Shu-Hórus conseguiu lutar contra Sutekh quase que até deixá-lo exausto e outros Peregrinos Silenciosos prepararam uma armadilha, aprisionando Sutekh inconsciente em uma prisão muito profunda na terra. As últimas palavras de Sutekh foram sua maldição sobre nós:

Pelos nomes que eu falei, Ó, Lupinos, eu os amaldiçoo. Eu coloco minha marca sobre vocês, para que vocês sejam eternamente separados de vossos pais e mães mortos. Eu amaldiçoo-os com meu toque, para que nunca mais vocês possam descansar nas terras de vossos povos. Que os nomes de seus ancestrais sejam esquecidos e que seus fantasmas pereçam famintos no Duat. Tal qual eu fui banido, vocês deverão ser exilados, emudecidos e perdidos para sempre e além.

Levou um ano inteiro para que os efeitos da maldição de Sutekh se espalhar por todo o Egito, começando pelos bancos do Nilo e se expandindo dali. A impressão que eu tive é que a maldição pareceu estar realmente ligada ao nome Egito ou suas várias traduções, isso significa que Sutekh usa magias baseadas em nomes, um fato que eu relato apenas por curiosidade.

Uma vez que os mapas mudam e a ideia de “Egito” entra em fluxo e defluxo, assim acontece também com a área coberta pela maldição. A maldição não tem mudado muito nos dias atuais, apesar de que alguns Peregrinos relataram algumas adversidades no Sinai até quase a década de 90.

Vocês provavelmente sabem disso: não podemos mais dormir tranquilamente dentro do Egito.

Pesadelos de serpentes e os gritos de nossos espíritos-ancestrais nos atormentam quando fazemos isso. Não podemos recuperar Gnose lá. E não podemos mais acessar nossos espíritos-ancestrais.

Os Peregrinos no Egito — ao menos metade da tribo na época, e lembrem-se que nós estamos falando sobre um período de alguns 500 anos atrás — partiram em uns ou dois ou em matilhas.

Quando eles encontraram outros Garou de fora do Egito, aqueles Peregrinos que estavam  deprimidos imploraram àqueles Garou para viajarem até os antigos Caern dos Peregrinos e os protegessem das forças da Wyrm. Os Peregrinos que eram muito orgulhosos para pedir ajuda simplesmente prosseguiram, nunca mencionando suas tragédia.

Como um resultado da diáspora, ao menos uma dúzia de Caern egípcios foram perdidos. Os homens-gato Bastet tomaram alguns deles. Magos egípcios tomaram outros. A Wyrm tomou a maioria deles. Nos espalhamos pelos ventos. A maior parte dos Peregrinos permaneceram nas terras ao redor do Egito (Palestina, a atual Líbia, a Terra Santa e a Península Árabe e, até mesmo, na longínqua Pérsia). A maioria dos outros Peregrinos foram para a Europa ou para o noroeste, se juntando aos nossos parentes nas estepes. A tribo caiu em desespero coletivo, tendo perdido seu lar e falhado na defesa de seu protetorado.

Muitos Peregrinos caíram em Harano, muitos outros vagaram nas florestas, para nunca mais serem vistos.

Outros se dirigiram para terras desconhecidas e estranhas para nós. Alguns seguiram uma ponte de lua para o que nós chamaríamos hoje de Américas. Algumas poucas matilhas foram para o leste por onde se tornaria a Rota da Seda, mais alguns poucos se aventuraram dentro da Umbra Profunda.

Nas gerações seguinte de nosso exílio do Egito, uma Theurge mudo que foi o primeiro a tomar o nome Néftis em honra de nossa benfeitora há muito morta primeiro escreveu esta profecia.

Variações dela se seguiram através dos anos.

Eu vi quatro mortes
Uma morte
O nomeador dá a forma, o mentiroso que define,
A aranha,
Suas pernas arrancadas dela
Aprisionadas em sua teia
O mundo rui
Uma morte
O destruidor corruptor e mentiroso
O dragão
Empalado no seu coração
Esmagado por sua horda
O mundo morre de fome
Uma morte
O criador mentiroso
O turbilhão
Domado
Acalmado
O mundo congela
Uma morte
Todos os três caminhos conduzem para este
caminho
A mãe.

Muitos dos Peregrinos Silenciosos guardam esta profecia para si mesmos, como eles fazem com a maioria de seus conhecimentos mais obscuros. Muitos acreditam que ela significa que a morte de qualquer um da Tríade irá levar à destruição de Gaia, o que significa que uma gloriosa batalha final contra a Weaver ou a Wyrm, como os Crias de Fenris e seus iguais tão desesperadamente pregam, não irá refrear o Apocalipse, pelo contrário vai acelerá-lo.

Depois disso eu perambulei por séculos no mundo, até que cheguei a este Caern, jurei defendê-lo desde sua Criação, eu estava aqui quando eles foram Criados, eu ajudei no ritual e desde então estive a disposição dos Caern. Ao passar dos anos tive a revelação que eu estava ligado demais a essa terra, e descobri que não posso mais sair dos Caern para fora além das Divisas, a mesma Barreira que impede que o Mal entre, impede que eu saia dos Caern dos Três.

*olha os Caçadores e diz*

Os senhores tem alguma duvida?



Amon Hórus, Hominídeo, Theurge, dos Peregrinos Silenciosos. Ancião-Rhya

avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 31
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Sex 30 Jan 2015 - 10:01

*Espada Quebrada ficou boquiaberto com os relatos de Amon Hórus, "ganhei uns 30 pontos de Sabedoria", pensava ele.*

- Que história fantástica e maravilhosa, Amon Hórus-rhya-rhya. É uma honra e um verdadeiro privilégio sermos testemunhas e ouvintes de tamanha sabedoria e eloquência.

*Não apenas reverenciou, mas ajoelhou-se perante o Ancião Lendário, maravilhado com as histórias do passado, com a confirmação de que sua tribo havia, de fato, lutado contra as decisões enfadonhas dos Reis antigos. Por fim, levantou-se e aguardou que Asdraty, o Caçador Líder ou Ervin, o Philodox mais Philodox do planeta se pronunciassem.*





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
Amon Hórus
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 71
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 2016
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Amon Hórus em Sex 30 Jan 2015 - 10:32

Espada Quebrada escreveu:*Espada Quebrada ficou boquiaberto com os relatos de Amon Hórus, "ganhei uns 30 pontos de Sabedoria", pensava ele.*

- Que história fantástica e maravilhosa, Amon Hórus-rhya-rhya. É uma honra e um verdadeiro privilégio sermos testemunhas e ouvintes de tamanha sabedoria e eloquência.

*Não apenas reverenciou, mas ajoelhou-se perante o Ancião Lendário, maravilhado com as histórias do passado, com a confirmação de que sua tribo havia, de fato, lutado contra as decisões enfadonhas dos Reis antigos. Por fim, levantou-se e aguardou que Asdraty, o Caçador Líder ou Ervin, o Philodox mais Philodox do planeta se pronunciassem.*


*Ouve Espada e responde*

Isto é apenas um resumo do resumo, se fosse contar na íntegra ficaríamos uns sete dias aqui ouvindo... e ainda tenho mais histórias, quem sabem nas Histórias e Canções eu conte mais uma...


*fica aguardando a decisão de Astraty e Ervin se ele estivesse liberado da Caçado ou não...*



Amon Hórus, Hominídeo, Theurge, dos Peregrinos Silenciosos. Ancião-Rhya

avatar
Loba Branca
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 330
Data de inscrição : 12/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Loba Branca em Sex 30 Jan 2015 - 11:48

*A theurge pega um dos cachorros quente e coneça a comer. Escuta atenta ao questionamento de Draco, depois de envolir o pedaço que estava na boca, volta-se para ele e pensa um pouco, depois fala baixinho.
- O nome disso é cachorro quente, e não, não é feito de cachorros. Apenas usaram o nome, porque o formato lembra uma raça deles. Eu te disse, humanos gostam de dar apelidos hehehe.

*Depois da pequena explicação a Draco, enquanto comia calmamente, volta-se para o testemunho de Amon, não o conjecia ainda, mas certamente repararia esse erro, visto que ele é um theurge e que vive a mais de cinco mil anos. Com certeza ele teria muitas coisas a ensinar.*



Celina Amber 'Loba Branca', Hominídea, Adren, Theurge Senhora das Sombras, Filha do Morcego

- Alpha da Matilha Rugido de Gaia -


avatar
Ervin Palavra Austera
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 389
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 33

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Ervin Palavra Austera em Sex 30 Jan 2015 - 13:10

*A história de Amon deixa Ervin sem fôlego. Seu discurso poderia até ser salpicado por um pouco de insolência, mas era maior do que qualquer um ali.*


Acredito que qualquer um aqui teria dúvidas o bastante para uma vida ou mais, Amon-Hórus-rhya, cumpriste o segmento com honra. Não há fortuna maior para a Seita dos Três do que lhe ter como aliado.





Na guerra, vitória. Na paz, vigilância. Na morte, sacrifício.
Ervin da Palavra Austera, Philodox, Adren, membro da Casa da Lareira Irrompível, Reformista dos Presas de Prata, alpha da Matilha Lobos da Estrada.
avatar
Amon Hórus
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 71
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 2016
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Amon Hórus em Sex 30 Jan 2015 - 13:14

*se curva cordialmente para Ervin, Astraty e Espada depois diz*

É um prazer fazer parte dos Caern dos Três, obrigado pela oportunidade senhores.

*se retira e volta a seu lugar, junto com os anciões*



Amon Hórus, Hominídeo, Theurge, dos Peregrinos Silenciosos. Ancião-Rhya

avatar
NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014
Idade : 41
Localização : Porto Alegre

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Sex 30 Jan 2015 - 13:16

*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Amon, impressionados com a gama de Sabedoria que detêm o Theurge, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 12 horas e 30 minutos da tarde, a Chuva cessa completamente, O Sol ilumina forte do lado de fora. Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta, Terror Espiral, Quebra Ossos, Veruska, Impetuoso, Bigorna e Amon*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 40 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 27 Licantropos, faltando ainda 13 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*



NPC
 
Representa todos os Personagens Não Jogadores do Sistema de Jogos Online!
 
Acesse os Links abaixo para acessar áreas de Interesse do Fórum

 

 
 
 

avatar
Guerreiro-da-Luz
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 239
Data de inscrição : 04/01/2015

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Guerreiro-da-Luz em Sex 30 Jan 2015 - 13:24

*pega um dos cachorros quentes e come, depois para para ouvir a imorredouro. Já faz anos desde a primeira vez que o viu, e até hoje não acredita que uma criatura como ele possa existir. Fica maravilhado com a história do grande Theurgue e sussura*

- Que Garou extraordinário!! ... ... Sua história é linda e ao mesmo tempo muito triste, ver tudo que ele viu, passar por tudo que ele passou e por fim, estar preso dentro de um caern!




Guerreiro da Luz, Ahroun dos Portadores da Luz

Assim como o lutador, o Guerreiro da Luz conhece sua imensa força e jamais luta com quem não merece a honra do combate.

Ficha
avatar
Nevasca
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 198
Data de inscrição : 30/11/2014
Idade : 21
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Nevasca em Sex 30 Jan 2015 - 14:30

*Nevasca havia se encantado com o relato do Ancião dos Peregrinos. Era fascinante, cheio de mistérios e sabedoria. Certamente a Theurge iria procurá-lo afim de aprender com seus ensinamentos*




Nevasca, Hominídea, Theurge dos Andarilhos Celestes, Uktena, Adren
- Membro da Matilha Império das Feras -

"Procure e Encontrarás"

***

Amarelo para descrições
Branco para falas
Vermelho para pensamentos
avatar
Jun Shen
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 469
Data de inscrição : 16/10/2014
Idade : 20
Localização : Chinatown, Virtual City

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Jun Shen em Sex 30 Jan 2015 - 14:32

Guerreiro-da-Luz escreveu:*pega um dos cachorros quentes e come, depois para para ouvir a imorredouro. Já faz anos desde a primeira vez que o viu, e até hoje não acredita que uma criatura como ele possa existir. Fica maravilhado com a história do grande Theurgue e sussura*

- Que Garou extraordinário!! ... ... Sua história é linda e ao mesmo tempo muito triste, ver tudo que ele viu, passar por tudo que ele passou e por fim, estar preso dentro de um caern!  

* ouve e sussurra *
- Realmente, muito intrigante! Gostaria de poder conversar com ele. Mas quem sou eu para poder tomar do tempo de um indivíduo tão excepcional.

- Ele deve possuir conhecimento suficiente para encher uma biblioteca como a de Alexandria.

* come educadamente o que for necessário para ficar apenas com um pouco de fome *



Espelho de Ferro das Cortes da Mãe Esmeralda membro da Tribo dos Portador da Luz Interior batizado como Caminhante das Trilhas Espirituais, nascido de pais humanos. No mundo dos homens sou Jun Shen.

avatar
Mike
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 287
Data de inscrição : 21/11/2014
Idade : 22

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Mike em Sex 30 Jan 2015 - 14:37

* Descrição
Enquanto devora a comida, fica pensando *

* Pensamentos
" Quanta coisa diferente! Um homem porco, um dragão, o pessoal da engenhocai que é sinistro, a guria novata da lança de odin e agora descobri que o Amon é um troço que nunca ouvi falar. Fora que ele é mais velho que o rascunho da bíblia."*

avatar
Sombra-Da-Lua
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 275
Data de inscrição : 06/11/2014
Idade : 28
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Sombra-Da-Lua em Sex 30 Jan 2015 - 14:44

Tormenta de Fenris escreveu:*Ainda comendo as uvas, volta seu olhar para o palco, abre um sorriso e responde Trapaça.*

- Prefiro espanhóis, na realidade.

*Vendo que já estava perto do meio dia, e que ainda faltavam muitos garous, ajeita-se na cadeira, esticando as pernas em baixo da mesa e cruzando os braços. Olha para Eni e fala com ela.*

- Logo vão chamar você, e depois é a parte das matilhas. Essa parte eu me interesso bastante hahaha

*Sombra franze o cenho*

- Pois é, tem isso... Espero que seja rápido e chegue logo na parte das Matilhas...




Eni "Sombra-da-Lua", Hominídea, Ahroun, Adren, Donzela entre as Fúrias Negras
- Membro da Matilha Lobos da Estrada -

“Não existe animal mais invencível que uma mulher, nem fogo ou gato selvagem tão implacável"

- Aristophanes, Lysistrata -


***

Amarelo para descrições
Vermelho para pensamentos
Branco para falas

Conteúdo patrocinado

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sex 17 Nov 2017 - 20:46