Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Março 2017

DomSegTerQuaQuiSexSab
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Calendário Calendário


3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho

Compartilhe
avatar
Space Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 47
Data de inscrição : 23/08/2016

3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho

Mensagem por Space Master em Sab 27 Ago 2016 - 15:53

3a Crônica de Dacrius: No limite do orgulho.

Retrospectiva.


O Spectre do Conselho, Dacrius, conseguiu de um agente do famoso informante misterioso Shadow Broker uma informação de que a criança turian que resgataram na lua de Pharos e que foi posteriormente confiscada pela Hierarquia Turian.

Segundo o agente, a criança turian dotada de poderes biotics descomunais, apelidado como "Zero" estaria em algum dos laboratórios da empresa Exogeni no planeta ártico de Novéria, no limiar do espaço controlado pelo conselho com os selvagens sistemas Termynus.

Chegando no laboratório Dacrius acompanhado por seu esquadrão formado pela engenheira quarian Lia Vael e a Capitã da Aliança humana resgatada pelo spectre das mãos da Cerberus, Sarah, ganharam acesso ao laboratório da zona norte além das geleiras que teve seu contato cortado e estava com a quarentena ativada devido a um vazamento biológico em seu interior.

Enfrentando a tempestade glacial no interior de um veiculo blindado, conseguiram alcançar o laboratório onde encontraram um mercenário krogan chamado Urdnot Kolvant que foi contratado como guarda-costas de Gaspard Francis, um cientista que temia por sua vida devido as hostilidades que os aliens desenvolviam contra humanos em virtude dos sucessivos ataques da Cerberus, uma organização para militar pro humana envolvida em atividades moralmente questionáveis.

Adentrando a zona de quarentena, o esquadrão enfrentou um monstro disforme com força e resistência absurdas mas acabaram por derrotá-lo após uma dura batalha.

Conforme o grupo adentra cada vez mais pelo laboratório abandonado, buscando resolver o mistério acerca do que aconteceu naquele lugar, um elevador que apenas leva para os andares subterrâneos é o único meio de prosseguir, mas a autorização do cientista Gaspard leva apenas ao B3, um andar abaixo do térreo.

O elevador permanece em silêncio e calmo a descida toda, mas quando a porta de metal se abre vocês se deparam com um corredor branco repleto de cadáveres, em sua absoluta maioria seguranças. 

Sangue turian, salarian e asari se misturam no chão, vocês percebem grandes amassados nas paredes e pelo fato de que a maioria deles parece terem os ossos estraçalhados, algo muito muito forte passou por lá, algo que nem vários guardas armados conseguiram enfrentar.

Sarah: - Ca...ra...lho…

Kolvant: - Acho que alguém resolveu redecorar o lugar.

Todos olham para o krogan que responde com a maior naturalidade do mundo.

Kolvant: - Que foi?

Gaspard começa a passar mal e vomitar no canto do elevador. 

Lia: - Keelah...quem ou o que fez isso?!

O único caminho é seguindo em frente através dos corpos.

Dacrius.

Dacrius vê o massacre geral feito por algo.. Pelo jeito pior do que o que enfrentaram.. Ele começa a andar devagar para a frente, olhando os cadáveres, tentando ver se encontrava algum cartão que o liberasse para andares mais baixos.. Era meio difícil ver algo no meio daquelas massas de carne todas estraçalhadas. Ele vira pro Krogan e diz:

- Olha, to quase apoiando sua ideia de limpar o local.. Não se pode deixar algo como o que fez isso a solta..

Dacrius se pegou imaginando no que fariam com o Zero.. Ele é apenas um jovem.. Se vira para sua equipe:

- Vamos.. Devagar e atentos, não sabemos aonde o perigo está, Kolvant.. Quer ir na frente?

Caso o valentão recusasse, Dacrius iria na frente…

Atualmente.

O krogan toma a dianteira com Dacrius logo atrás seguido de Lia e do Doutor que não desgruda do lado de Sarah para seu eterno aborrecimento.
O corredor branco e cinza faz uma curva para a direita mais a frente, mas antes da curva, uma porta a direita com um letreiro em letras garrafais dizendo “Sala de monitoramento” chama atenção.

Lia: - Hmm...acho que vale a pena dar uma olhada. Só me dar alguns segundos e eu destranco essa belezinha…

Kolvant: - A gente tem que baixar a maldita quarentena! Não ficar brincando com monitores.


Todos olham Dacrius para resolver o que fazer...


avatar
Dacrius

Mensagens : 4
Data de inscrição : 29/08/2016

Re: 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho

Mensagem por Dacrius em Seg 29 Ago 2016 - 16:53

Dacrius segue atrás do Krogan até encontrarem uma porta escrito sala de monitoramento.. Lia se oferece para abrir, enquanto o Krogan acha melhor seguirmos em frente.. Mas Dacrius confiava muito mais em Lia do que num Krogan mercenário que ele tinha acabado de conhecer.

- Uma brincadeirinha nesses monitores pode salvar nossas vidas, assim como também diminuir o tempo da nossa missão.. E ai você recebe eu pagamento mais rápido.

Então ele faz um sinal com a cabeça, dizendo para Lia ir abrir a porta, enquanto ela faz isso, ele comanda:

- Vamos ficar em posição. Kolvant, fica do lado esquerdo da porta, Sarah, fica aqui a minha direita, eu vou ficar no centro da porta, se tiver algo atrás disso, dependendo do tamanho, vou mandar ou um warp ou um singularity, e ai vocês terminam o trabalho

Fica também em posição e espera a porta abrir, provavelmente teria informações valiosas la dentro.
avatar
Space Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 47
Data de inscrição : 23/08/2016

Re: 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho

Mensagem por Space Master em Ter 30 Ago 2016 - 19:55

O krogan e a humana acenam um sim com a cabeça enquanto se posicionam, Lia se abaixa na frente da fechadura e começa a fuçar na fechadura eletrônica com a omni tool, após alguns segundos ela levanta e saca a pistola, se colocando atrás de Sarah.

Você entra na sala encontrando nada além de monitores, uma cadeira vazia e uma caneca de café quebrada.

Sarah: - Que desperdício de um bom café…

Lia senta na cadeira dos monitores, estrala os dedos e começa seu trabalho em tentar driblar a segurança e ter acesso as câmeras.

Lia: - Vamo lá bebê...tia Lia quer saber quais são seus segredinhos…

Sarah pergunta a Dacrius.

Sarah: - Ela sempre faz isso?

Os monitores ficam online.

Lia: - Yay! *Exclama ela em um tom quase infantil. - Agora...filmagens de...sei la vamos ver as ultimas.

*Ela coloca para rodar as filmagens do dia, na câmera que segue para um laboratório no oeste dá para ver um buraco se abrindo do chão vindo do andar debaixo e o mesmo monstro que o grupo acabou de lutar saltando dele. O resto é um massacre, os guardas tentam atirar, vários até acertam mas vocês observam algo impressionante…

Os machucam regeneram tão rápido quanto são inflingidos…

Ao observar a câmera do andar de cima onde vocês lutaram contra a criatura, seu corpo sumiu…

Lia: - Kheela…

Sarah: - Ah maravilha...o filho da puta é a prova de balas.


Outra câmera mostra os sobreviventes, a maioria turians, salarians e asaris sendo o Doutor Gaspard o único humano e Kolvant o único krogan subindo para os elevadores deparando-se com a porta fechada da quarentena, todos menos Kolvant e Gaspard retornam, você percebe que os outros cientistas parecem gritar algo para ele com raiva mas a câmera não capta o que deixando-os sozinhos onde vocês os encontraram.

Os sobreviventes descem pelo elevador provavelmente indo para os andares inferiores...

avatar
Dacrius

Mensagens : 4
Data de inscrição : 29/08/2016

Re: 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho

Mensagem por Dacrius em Qua 31 Ago 2016 - 12:33

Space Master escreveu:Sarah pergunta a Dacrius.

Sarah: - Ela sempre faz isso?

- Não encontrei ninguém até agora que entende desses negócios tão bem quanto ela.. Acho que ela ja ganhou o direito de trata-los assim.

As cameras enfim funcionam e Dacrius vê o combate que o monstrão tinha feito anteriormente, na verdade tinha sido um massacre, e o inusitado, ele se regenerava tão rapidamente quanto os ferimentos aconteciam. E pior, ao olharem pela camera no andar de cima, descobrem que o bichão tinha sumido. Mas por incrível que pareça, aquilo não foi o que mais chamou a atenção, uma filmagem em que mostrava Gaspard deixando os outros cientistas pra trás deixa Dacrius irado, ele saca a sua pistola e mira na cabeça dele.

- Acho que você não gosta muito de fazer amigos né Gaspard? E adivinha? Não virou meu amigo também.. Que tipo de pessoa deixa os outros pra trás?! Queria se safar sozinho? Ganhou uma encrenca, isso sim! Pode começar a falar tudo o que aconteceu.

Se caso o Krogan tentasse esbanjar qualquer reação, Dacrius apontaria a outra pistola pra ele.

[b][color=#0000ff]- Calma ai grandalhão, a única coisa que importa pra vc nele é o dinheiro não é? Eu não vou matar ele, só quero as informações.. Se você quer dinheiro, saiba que eu tenho muito mais do que ele.. Você deve saber de algo também, que tal nos contar também?
avatar
Space Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 47
Data de inscrição : 23/08/2016

Re: 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho

Mensagem por Space Master em Qua 31 Ago 2016 - 19:05

*O krogan em um reflexo digno de um profissional aponta a escopeta para Dacrius, a cena fica em um impasse com um sob a mira do outro, Gaspard ergue as mãos levando um senhor susto com a atitude do turian.

Gaspard: - Oh deus! Não atira por favor!

Kolvant: - O que me importa é cumprir essa maldita missão e sair dessa rocha de gelo.


Lia se coloca entre as miras.

Lia: - Parem os dois! Isso não tá ajudando! Estamos presos nesse lugar e tem um monstro aparentemente imortal andando por aí. Não podemos nos dividir agora!

Sarah: - Desculpa garota. Mas essa eu vou ter que concordar com o turian. Queremos a verdade Gaspard. Agora! *Demanda a soldado.

Gaspard: - Nó...nós fomos lá pra cima pra sair mas a quarentena tava ligada, não tinha como sair.

Sarah: - Essa parte sabemos.


Gaspard: - E...eles começaram a gritar comigo, falaram que eu tava com a Cerberus, que tudo era culpa minha e não me deixaram entrar no elevador. Pelo amor de Deus vocês tem que acreditar em mim! Eu trabalho com plantas! Nem sequer tenho permissão pra descer pros andares inferiores.

avatar
Dacrius

Mensagens : 4
Data de inscrição : 29/08/2016

Re: 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho

Mensagem por Dacrius em Qui 1 Set 2016 - 10:41

Dacrius não se convence.. E se "explica" para Lia:

- Só não quero ser apunhalado pelas costas nessa missão Lia.. Preciso saber da verdade antes de continuarmos.

Então, ainda sem abaixar a mira, continua falando com o humano:


- Vamos humano, isso não me convenceu.. Num laboratório com uma das experiências dando errado, o normal é querer sair, e não ir cada vez mais pra baixo.. O que me pareceu foi que VOCÊ não os deixou subir.. Aliás, era o único que tinha um guarda costas ali..

- Lia, acesse as cameras, consegue ver onde estão os sobreviventes agora? E tem alguma pista do Zero?


Dacrius então espera o Gaspard responder, vira então pro Kolvant e diz:


- Confere?

OFF: Rola intimidação no Gaspard por favor, pra ele falar a verdade.. E tem alguma rolagem pra eu descobrir se ele realmente ta falando a verdade?
avatar
Space Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 47
Data de inscrição : 23/08/2016

Re: 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho

Mensagem por Space Master em Qui 8 Set 2016 - 13:02

*Até onde você consegue perceber você tem duas certezas. 1) Que você com certeza assustou ele pra valer e 2) Ele está dizendo a verdade.

Gaspard: - Eu to falando a verdade eu juro! Eles não me queriam lá, tá todo mundo achando que todo humano tá com a cerberus! As pessoas aqui tão loucas.

Lia acessa as câmeras, ou pelo menos tenta…

Lia: - Droga. Parece que as câmeras dessa sala só pegam este andar, eles realmente parecem paranoicos com segurança.

Sarah: - Ou tem alguma coisa lá embaixo que não é pra gente ver.

Lia: - Não daqui. Preciso de acesso a um terminal dos andares de baixo pra ver o que aconteceu mais pra baixo.


*Quando Lia coloca as gravações para a hora que os sobreviventes desceram, ela dá um zoom nos sobreviventes, parecem cinco pessoas, dois turians que pelas armaduras são guardas, uma asari e dois salarians que pelos uniformes parecem cientistas. O que apertou o botão para fazer o elevador descer tem um crachá que diz “Doutor Saleeks, Bioengenharia B3”.

Kolvant: - Ele tá falando a verdade. Os idiotas não queriam ele junto por acharem que ele é da Cerberus. Olha eu não poderia dar uma foda pro que você quer aqui, meu contrato não inclui ficar preso em um iglu com monstros a prova de balas, se quiser matar o infeliz pelo menos espere até a gente sair daqui e eu receber o maldito pagamento.


Conteúdo patrocinado

Re: 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sab 25 Mar 2017 - 6:37