Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Setembro 2017

DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Calendário Calendário


Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Compartilhe

T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Seg 25 Jan 2016 - 21:44

O Iluminado havia voltado a sua mesa, mas continuava a assistir e prestar atenção na conversa da outra mesa. O lagarto toma mais um gole de seu hidromel e então começa a examinar a carne em seu parto, usando as garras longas para virá-la sem queimar os dedos.

Ele comenta consigo mesmo:

- Podia estar mais mal passada.

O lagarto então começa a arrancar a carne dos ossos em seu prato de uma maneira que poderia até ser considerada refinada, se ele não estivesse usando as garras para isso. As garras do lagarto eram longas e negras, não pareciam ser tão afiadas mas aparentemente eram fortes o suficiente para despedaçar carne cozida. O feiticeiro leva os pedaços a bocarra e os come sem mastigar, apenas inclinando um pouco a cabeça as vezes para ajudar a engolir.

Assim que Haseid Dumein utiliza sua magia, T´ssis Tor Gak para e tem sua atenção totalmente sugada para o que o bardo esta fazendo, assistindo como o amigo controla as energias arcanas a seu redor com interesse.

Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Dom 31 Jan 2016 - 22:09

*Depois de terminar o último pedaço de porco, o homem-lagarto joga o osso para trás e "lava" a boca com o que sobrou da cerveja, para depois se levantar.*

-Dois coelhos com um cajado, não é assim que se diz? Vamos indo.

Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Seg 1 Fev 2016 - 18:58

Mara: - Eu...obrigada senhor bardo.

*Vocês se alimentam e ajustam as contas com a taverneira. Na mesa de Tul, a elfa Alyndra que até agora apenas observava a interações entre os lagartos e o bardo em silêncio levanta-se e segue para a porta.

Alyndra: - É aqui que nos separamos caro Tul. Até que nossos caminhos se cruzem novamente…

*A taverneira olha para vocês e diz.

Lilian: - A prefeitura é uma casa maiorzona, que tá a direita da Igreja, não tem como errar. Só não estranhem o povo daqui. Eles provavelmente não vão encrencar com vocês mas não espere que eles convidem vocês para tomar um chá. Bom até mais.

Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 2 Fev 2016 - 15:45

[size=47]*Quando a Elfa se despede, provavelmente já pronta para partir, chegou perto dela pegando em sua mão, acariciando e falando em élfico para ela.*[/size]


[size=47]-Logo agora que nossos corações se encontraram, você vai partir sem dizer onde vai? Como eu poderia ter o agrado de sua presença novamente???[/size]

T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Ter 2 Fev 2016 - 22:18

Após terminar de comer com as mãos e beber seu hidromel, T´ssis Tor Gak lambe os dedos para limpá-los. Depois que estão bem limpos, ele os enxuga na borda inferior da capa.

Ele responde para Tul Duru:

- Dois coelhos com uma cajadada só, amigo. - o Iluminado ajeita a capa - Vamos!

O lagarto se levanta e vai até a taverneira. O feiticeiro pega sua bolsa de moedas e tira o suficiente para pagar sua refeição, a de Xen'drick e a de Haseid.

- Essa foi a primeira comida de verdade que como a semanas. - ele deixa o pagamento sobre o balcão a frente dela - Estou pagando pela minha refeição, para o grandão ali - ele aponta Xen'drick- E para o Haseid.

Nesse momento, T´ssis Tor Gak assiste a tentativa de Haseid de falar com a elfa. Como entende élfico, ele pode entender exatamente as palavras que o bardo diz. O lagarto pergunta então para a taverneira:

- Por acaso ele é sempre desse jeito?...

Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Sab 6 Fev 2016 - 19:27

*Tul olha Haseid conversando com Alyndra com o cenho franzido. Estava com um tom de voz estranho, numa língua mais estranha ainda, mas não era de sua conta. Ele se despede da elfa com um aceno de cabeça.*

-Boa caçada. E cuidado para não se tornar a presa.

*Depois se vira para Tsiss, olhando novamente o Iluminado. De pé, parecia ainda menor e ainda mais exótico.*

-Dois coelhos com uma cajadada... Hrmm... Vamos então, Língua de Cobra? E o cantor. Se não houver ninguém rosado para conversar com o tal prefeito, ele pode se assustar.

Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Dom 7 Fev 2016 - 13:34

Alyndra: - O mesmo vale pra você grandão. *Respondeu Alyndra para Tul antes de ser impedida pelo bardo se aproximando.

Ela esboça uma expressão de surpresa...então confusão...então descrença…a elfa olha para todos os presentes como se estivesse dizendo com o olhar “Eu não to vendo isso né?”

Alyndra se volta para o bardo, olha em seus olhos, solta um sorriso amigável e então...uma joelhada na virilha do bardo.

Alyndra: - Aonde eu vou é problema meu.  *Disse antes de finalmente sair da taverna.

*Todos podem notar que Lilian, a taverneira está tentando segurar a risada enquanto responde para Tssis.

Lilian: - Hm...na maioria das vezes.

*Xen'drick ao ver que todos estão prontos para ir levanta da cadeira e vai ao lado de Tssis observando o ocorrido.

Xen'drick: - Eu não sou especialista em relações humanas mas...acho que isso é um não.


*Assim que Hasseid se recompõe vocês rumam para a casa do prefeito. No caminho é difícil não notar que vocês são basicamente o centro das atenções, as pessoas não ficam em seus caminhos mas dá pra ver que os guardas estão olhando atravessado como se precisassem de apenas uma desculpa para dar problema.

*A casa do prefeito se faz visível no caminho passando por uma capela simples mas grande perto das outras casas, o escritório do prefeito é um lugar um pouco maior que as outras casas e assim que vocês entram, uma mulher de roupas simples com uma bandana roxa nos cabelos longos estava sentada atrás de uma mesa olhando para uma papelada quando escuta os passos pesados entrando, sobretudo os de Tul Duru e e Xen'drick.

*Ela solta um suspiro de supresa e fala com um tom bem desconfortável.

Mulher: - Hmmm...oi? O que...o que eu posso fazer por vocês? *Disse forçando uma risada nervosa.

*Da porta atrás dela vocês conseguem ouvir uma discussão, mas não dá pra ver quem é.

- Prefeito. Temos que fazer alguma coisa! As pessoas tão assustadas. Não podemos simplesmente deixar uma bando de monstros andando pela cidade!

- Eles mataram alguém?

- Não…

- Eles roubaram alguém?

- Não…

- Então o problema não é nosso. Eu não vou jogar nossos milicianos contra um bando de aventureiros só por que são feios.

- Mas prefeito!


- Se não me engano foram aventureiros estranhos que se provaram como as melhores almas que já conheci, você faria bem em lembrar disso.

- Hm...sim senhor...


- Além disso. Devo lembrar que temos pessoas sumindo sem explicação alguma? E depois aparecendo mortas? Agora se terminou de reclamar Capitão. Eu quero um toque de recolher pra hoje. Depois que o sol se pôr ninguém entra, ninguém sai, ninguém além da milicia fica na rua. Vocês estão autorizados a prender qualquer um que estiver na rua após esse horário.

- Senhor...isso não é um pouco...excessivo?


- Eu não vou deixar essa cidade ir pro inferno de novo. Da última vez tivemos nosso próprio povo conspirando com coisas que você sua imaginação e sua fibra moral não conseguiriam pensar.

- O...você acha que são eles de novo?

- Eu estive lá, eu lutei contra aquelas coisas. Não vou deixar isso acontecer de novo, nem que eu tenha que virar essa cidade ao avesso pra descobrir quem tá por trás de tudo isso...Dispensado Capitão.


*Vocês vem um homem de armadura saindo da sala, ele para um momento e fulmina vocês com um olhar de desdem antes de seguir seu caminho para fora. Da porta vocês conseguem ver um homem de meia idade com uma barba avantajada.

- Por favor...entrem.

*Ele faz um sinal para vocês entrarem, o escritório só tem uma cadeira além da que ele está sentado.

- Boa tarde. Eu sou o prefeito Baurus Galdruff. O que posso fazer por vocês?



Funcionária do prefeito:

Prefeito:


Capitão da Milicia:

T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Dom 7 Fev 2016 - 15:10

T´ssis Tor Gak responde para Xen'drick em dracônico apó assistir o bardo tomar uma joelhada:

(dracônico) - Não ter essa fraqueza é algo pelo qual deviamos agradecer os deuses!

Ele então ouve o que Tul Duru tem a dizer. O Iluminado era obrigado a olhar para cima para responder ao enorme Escama Negra.

(dracônico) - O humano vem conosco. - ele então olha para Haseid - ... assim que ele puder andar de novo. . .

Após a situação ser resolvida, T´ssis Tor Gak segue com os outros para a casa do prefeito. Chegando lá, ele se adianta para falar com a funcionária:

- Saudações, senhorita. - ele cumprimenta com um pequeno aceno de cabeça - Viemos encontrar o prefeito, temos assuntos que podem ser do interesse dele. . .  

O feiticeiro mal termina de falar pois começou a ouvir a discussão dentro da sala do prefeito e preferiu ouvir o que se passava. Assim que o capitão da guarda sai e fulmina o grupo com o olhar, T´ssis Tor Gak se vira para ele e fala em um tom simulando o amigável, mas com alguma acidez:

- Boa tarde, capitão! - e o lagarto faz uma reverência curta, porém nunca baixando os olhos.

T´ssis Tor Gak então olha para o prefeito momentaneamente, e então entra na sala dele. O lagarto vai sem nenhuma cerimônia até a única cadeira para visitantes e se senta nela, recostando-se como um típico lorde.

- Eu sou T´ssis Tor Gak, nobre do clã Tolkashar de Argon Dray. Pois bem, ouvimos que a cidade esta sob algum tipo de ameaça, e achamos que nossas... habilidades e experiencia podem ser úteis na resolução pacífica, ou não pacífica, dessa ameaça.

Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Dom 7 Fev 2016 - 15:25

*Tul Duru acompanha o grupo, soltando um bufo parecido com uma risada depois do... "não" de Alyndra, e olhando com curiosidade para o outro escama negra. Garantindo que Mara estivesse ao seu lado, ele segue até ao gabinete do prefeito, onde escuta a cena. Depois da reverência formal de Tsiss ao capitão da milícia, Tul encara o homem, levantando sua crista e inflando sua papada vermelha.*
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Dom 7 Fev 2016 - 16:29

*Haseid após tomar  o " singelo" NÃO da elfa, se contorce com as duas mãos nas "bolas", olha para cima na direção de seus companheiros, ainda com lágrima nos olhos e diz...*

-Por que isso sempre acontece???

*Seria cômico se não fosse.... Não, era cômico de qualquer ponto de vista, mas quando contasse essa história em outra taverna a elfa se derreteria por ele.*

*Após se recompor, segue com sua comitiva até o prefeito.*

*Na prefeitura*
*Após a cena do capitão e da atendente mostro um sorriso eloquente ao capitão quando ele passa por nós, e entrando em sua sala, depois de T'ssis se apresentar, falo ao prefeito.*

-Bom dia Sr.Prefeito Galdruff, somos novos aqui  em sua cidade, mas ficamos sabendo dos problemas por alto. Estamos com um pequeno problema que gostaríamos de resolver e aproveitando a deixa, queríamos nos comprometer em ajudar a cidade com esse pequeno problema que ela está sofrendo. Bom começando, eu estou aqui com a pequena Mara, que pelo que entendi, sua família tem a casa aqui nas redondezas, seu pai se chama Harold, Mara sofreu ataque de homens covardes, que só pelo fato da menina ter mostrado certos " dotes" vieram atrás da menina, e assim meu amigo aqui, a encontrou vindo para cá. O senhor na posição de prefeito e julgando também o tamanho da cidade, o senhor deve conhecer a maioria das pessoas daqui, por isso queria saber se você não conheceria ninguém ,  talvez um conhecido, um familiar ou quem quer que seja, que possa ajudar menina, já que o pai dela disse para ela vir para esse lugar caso tivesse tivesse problemas .



avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Dom 7 Fev 2016 - 20:27

*O capitão sai, mas fica claro pelo seu olhar que as enfrentadas do grupo não foram bem recebidas, algo dá a impressão de que ele não vai esquecer isto tão cedo e que provavelmente só não respondeu por causa das ordens do prefeito.

*Dentro da sala, Tssis é o primeiro a dirigir a palavra ao prefeito.

Galdruff: - Um...nobre? *Ele observa o Iluminado de cima abaixo. * - Bom você, com certeza, tem aquele ar de “Eu sou melhor que todo mundo” que os nobres têm, mas nunca ouvi falar dessa tal Argon Dray.

*Dentro da sala, assim que Hasseid começa a falar sobre Mara, o prefeito fecha a porta olhando para os lados.

Galdruff: - Ficou louco homem? O povo já tá encrencando com os três lagartos, imagina se descobrirem que a menininha sabe magia? *Sussurra antes de voltar para sua cadeira.

Galdruff: - Você não sabe que a Igreja odeia magos? Se isso cai no ouvido do povo, nem eu vou poder protegê-la.


*Mara vai para trás de Tul, seu medo era claro.

Galdruff: - Escuta eu não gosto de recusar um pedido para ajudar uma garotinha. Mas temo que aqui ela estará ainda menos segura. Nós temos...uma história complicada.


*Após uma breve pausa, ele continua.

Galdruff: - Acho que vocês precisam entender a situação para ver que esse é o último lugar pra ela ficar. A alguns anos, quando o filho do antigo rei, Maximilian II ordenou que a guarnição da legião imperial se retirasse de Barovia. Por causa disso ficamos completamente vulneráveis a qualquer grupo de bandidos sem falar em monstros. Na época eu era o Capitão da milícia, mas, mesmo assim, pela minha experiencia não tem como um grupo de fazendeiros com treinamento básico enfrentar bandidos, orcs ou qualquer outro monstro.

*Ele abre uma gaveta e busca um charuto que prontamente acende com um fosforo que tira de uma caixinha na cômoda. Após uma bela tragada ele continua.

Galdruff: - O primeiro ataque que tivemos foram de orcs...sobrevivemos por muito pouco mas perdemos mais da metade da milícia. Em seu desespero, quatro famílias daqui buscaram forças profanas para auxílio. Na época ninguém sabia disso, só sabíamos que os ataques pararam e por um tempo tivemos paz, mesmo sem a proteção da coroa.

Galfruff: - Mas alguns anos depois disso...pessoas começaram a sumir e estranhos monstros eram vistos a noite. Foi nessa época que um grupo de aventureiros veio ao nosso auxílio. Eu acompanhei as investigações deles e no fim descobrimos a verdade que nem o antigo prefeito queria que viesse a público.

Galdruff: - Essas quatro famílias, alcançaram um antigo deus pagão de nome desconhecido. O pacto foi: O deus daria proteção a Barovia e causaria calamidades a quem quer que ameaçasse a cidade, mas em troca, as quatro famílias deveriam sacrificar seus filhos primogênitos a cada quinze anos, matando-os de modos específicos. A família do antigo prefeito deveria enterrar o filho vivo, a família do antigo taverneiro deveria estrangular seu primogenito, a família do antigo sacerdote da igreja era ordenada a esquartejar e por último, a família do antigo ferreiro deveria afogar. Mas a família do ferreiro se recusou a cumprir o combinado, fugiram da cidade e com isso, a fúria desse Deus recaiu sobre nós e criaturas bizarras começaram a matar pessoas na calada da noite.

Galdruff: - Na época ninguém sabia disso, eu mesmo só descobri depois que os aventureiros me contaram suas descobertas. O antigo prefeito fazia o possível pra frear minhas tentativas de investigar, acabamos descobrindo que pra aplacar a fúria do deus, ele aceitou que um grupo liderado por um maluco com uma gaiola na cabeça viesse pra cá e estabelecesse uma base subterrânea abaixo da antiga prisão onde faziam experiências horríveis com as pessoas...até hoje eu ainda lembro daquele maldito lugar nos meus sonhos…

Galdruff: - Por sorte conseguimos detê-los. Mas quando matamos o líder, a maldição dos deuses antigos caíram sobre Barovia, a cidade foi engolida pela escuridão e fomos obrigados a buscar as quatro famílias...as...crianças sacrificadas tiveram seus espíritos destorcidos...foram transformados em criaturas horrendas e não tivemos escolhas senão eutanasia-las...com sua morte Barovia foi salva.

Galdruff: - E agora...as coisas se repetem. Pessoa tão sumindo...de novo. É por isso que a cidade é tão inclemente com magia, por que foram magos quem quase afundaram essa cidade em um pesadelo. É por isso...que precisamos de ajuda.




" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Dom 7 Fev 2016 - 22:37

*A expressão de Haseid muda totalmente, não gostava de ver pessoas inocentes morrerem a toa mas se metia pouco nessas coisas.*

-Olha só Galdruff, se eu não poder falar francamente aqui na prefeitura, então não há lugar algum seguro nessa... *pensa "nessa merda de cidade*... Cidade. Sebo pai dela disse para ela procurar esse lugar, um bom motivo tem.

*Para coçando o cavanhaque que não tem*

-Vamos fazer o seguinte, você consegue alguém de confiança que possa tomar conta da menina e nós daremos conta desse problema da cidade, acredito que se conseguirmos fazer isso, a cidade poderá ser um lugar melhor não só para a pequena Mara como para todos. Estamos combinados assim???



avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Dom 7 Fev 2016 - 22:56

*Com a saída do capitão do ambiente, a linguagem corporal de Tul fica mais relaxada, e ele ouve a história do prefeito em silêncio.*

-Conversei com eles, meu preço para ajudar é um destino seguro para a menina. Ela está sob minha proteção, lembre a sua igreja disso.

-Eu não entendo e nem me importo com essa história, mas me dêem rastros, e eu acho as crianças. O lagarto pequeno e o cantor podem cuidar dos detalhes.
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Ter 9 Fev 2016 - 12:58

Quando o prefeito comenta que T´ssis Tor Gak tem aquele ar de "sou melhor que todos" que nobres tem, o Tolkashar apenas faz um pequeno aceno com a cabeça em cumprimento e diz:

- Tomarei isso como um elogio. O Império de Argon Dray tem uma história complicada, não cabe dizer ela aqui e agora, mas você com certeza ouvirá sobre ele em breve.

T´ssis Tor Gak então ouve o que o prefeito e os outros tem a dizer. Após ouvir as palavras do prefeito, o Iluminado fecha os olhos, pensativo, e assim permanece enquanto Haseid e Tul Duru falam. Assim que os dois acabam, T´ssis Tor Gak bate a ponta inferior de seu cajado com força no chão, na intenção de chamar a atenção de todos. O lagarto finalmente reabre seus olhos brilhantes e começa a falar:

- Eu discordo de meus companheiros. Mara seria forçada a esconder sua verdadeira essência se ficasse aqui e isso seria um crime! Eu tenho uma proposta diferente...

Ele aponta para o prefeito com uma longa garra negra, na ponte de um dedo extremamente raquítico

- ...você vai cuidar dela como se fosse sua filha enquanto nós resolvemos o seu problema. Você não acredita nessas superstições idiotas, é um homem informado, por isso é o único que eu confio para o trabalho.

O Iluminado então baixa a mão.

- Durante o dia irei a sua casa ensiná-la a controlar seus poderes. De noite, você nos dará duas coisas: permissão para ignorar o toque de recolher e acesso a torre mais alta da cidade. Depois que nosso trabalho estiver feito, encontraremos um lugar mais seguro para Mara.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qui 11 Fev 2016 - 16:10

O prefeito escuta todos e apesar de não estar particularmente encantado com a irreverência dos aventureiros acaba falando.

Galdruff: - Eu posso deixar ela com a minha esposa...TEMPORARIAMENTE. Como disse, essa cidade não aceita magos, ela não estará segura aqui. De fato, acho difícil qualquer lugar de Albion aceitar uma maga.


*Ele escuta as sugestões de Tssis sobre treinar a garota e fala.

Galdruff: - Pela Luz, se for fazer isso faça em um lugar escondido! Já tamos problema o suficiente sem uma cidade histérica. Agora quanto ao trabalho.

*Ele tira um pergaminho da gaveta e escreve algo com uma pena, carimba e entrega para Hasseid.

Galdruff: - Essa é uma ordem expressa minha autorizando o Capitão a dar pra vocês as insignias da milicia, isso vai provar que vocês tem a minha autorização pra andar por aí no toque de recolher. Como ele quem tá encarregado da investigação sugiro que falem com ele pra pegar os detalhes, ele pode ser...complicado mas não há ninguém nessa cidade que eu confie mais para o trabalho. Ele provavelmente estará na praça da cidade supervisionando o treinamento dos recrutas a essa hora, fica no centro da cidade dificil errar. Alguma coisa mais?



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qui 11 Fev 2016 - 19:13

*Tul escuta a conversa do prefeito e Tsiss, um pouco confuso com tantos ângulos e tanta dificuldade para abrigar Mara. Coçando o queixo, ele responde o prefeito.*

-O capitão é aquele homem que estava aqui? Acho que ele quer lutar comigo.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qui 11 Fev 2016 - 20:52

*Percebendo a animosidade em relação ao capitão, intervêm.*

-Por isso mesmo que quem vai falar com o capitão sou eu, as coisas estão mãos complicadas do que eu imaginei, então não precisamos por mais lenha na fogueira certo? Resolvam isso da menina , *olha para T'ssis* eu vou lá falar com ele e pegar a informação que precisamos além das insígnias. Encontro vocês depois.

*Vou saindo, carregando o documento assinado pelo prefeito e indo em direção ao local que ele indicou, não terá problemas por que já passei por lá algumas vezes andando por aí.*



avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Sex 12 Fev 2016 - 14:34

*Grunhe*


-Se ele não continuar me encarando, tudo bem. Não prometo mais nada.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Dom 14 Fev 2016 - 8:22

*Enquanto vai saindo, e escuta o grito de seu companheiro, pensa...*

*"Pelos deuses, espero não ter que ficar de babá desse bárbaro toda vez que alguém olhar torto para ele..."*

*E continuo seguindo em direção ao capitão.*



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Dom 14 Fev 2016 - 23:46

O feiticeiro ouve tudo, apenas concordando com Haseid que ele era o melhor para falar com o capitão. Depois que o bardo sai, T´ssis Tor Gak olha para Tul Duru e comenta fingindo tom de surpresa:

- Mas você não sabe? - o Iluminado diz aparentemente surpreso, então completa falando mais normal - Humanos olham feio para aqueles que não podem derrotar. É tipo quando você enche o papo e o outro macho baixa a cabeça. Significa que eles desistiram de te enfrentar.

Antes que o prefeito pudesse desmentir o que foi dito, T´ssis Tor Gak rapidamente o olha e puxa assunto, não se deixando interromper.

- Senhor prefeito, nos desculpe se estamos parecendo insistentes, mas não podíamos abandonar Mara e nem levá-la em nossa missão. Eu sei que nossa presença deixa is cidadãos inquietos - ele então tira uma mão debaixo da capa e a pousa sobre o próprio peito, como se indicasse a si mesmo - Eu, como nobre, tenho a missão de ajudar aqueles que precisam. - ele baixa a mão e a esconde debaixo da capa novamente - Recusar ajuda seria uma desonra para o clã Tolkashar.

O feiticeiro então se ajeita um pouco melhor na cadeira:

- Agora vamos aos negócios. Preciso saber quantas pessoas já sumiram, e se possível, um mapa da cidade com marcações de onde essas pessoas sumiram. Eu sei que peço muito, mas não é por mim... é por Barovia!
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Seg 15 Fev 2016 - 11:34

*Tul escuta a fala de Tsiss e fica isolado num canto pensando consigo mesmo se aquilo poderia ser verdade.*
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Sab 20 Fev 2016 - 20:31

Tul Duru e Tssis'tor Gak

*O prefeito se levanta e olha nos olhos de Tssis enquanto fala.

Galdruff: - Vamos deixar uma coisa clara lagarto. Eu sou o prefeito dessa cidade, e vai precisar de mais do que uma fantasia espalhafatosa e alegações de sangue azul para me dar ordens, vocês estão autorizados a andar no toque de recolher e ajudar mas a milicia responde a mim e ao capitão. Estamos entendidos?


*Ele se senta novamente.

Galdruff: - Agora...sobre a garota. Sim podemos dar um asilo temporário para ela contanto que ela colabore e não fique demonstrando seus poderes por aí. Como disse não tenho poder pra aplacar uma cidade sedenta de sangue.

*Ele abre uma gaveta e te entrega um papel enrolado, o mapa de barovia.




Galdruff: - A primeira vítima foi vista pela última vez saindo da taverna. Logo aqui… (E11) A segunda foi vista pela última vez na Capela (E7) e a última que foi levada a duas noites foi vista pela última vez saindo de sua casa (A casa a esquerda da E3). Mas como disse, quem cuida dos detalhes da investigação é o Capitão. Eu não tenho como administrar uma cidade e investir isso ao mesmo tempo.

Hasseid Dumein.

Você ruma para a praça que não é difícil de achar (No mapa é a localização E3), lá você vê o capitão, um homem que por volta dos trinta anos com uma armadura diferente dos outros, a sua frente estavam vários milicianos treinando em pares com espadas de treinamento e escudos.

Capitão: - Qual é cadete! Você tem um escudo! Levanta isso! E você aí! Você tá balançando uma espada e não uma maldita vassoura!

*Ele não parece notar sua chegada, seu olhar estava exclusivamente sobre os homens em treinamento.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sab 20 Fev 2016 - 21:13

*Para atrás do capitão e pigarreia para chamar sua atenção. *

-Bom dia capitão. Sei que está ocupado mas gostaria de lhe falar um pouco. Seria possível? ???



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Seg 22 Fev 2016 - 21:46

T´ssis Tor Gak assiste enquanto o prefeito se levanta e o encara. Por um momento a surpresa do feiticeiro fica explícita: até agora todos pareciam intimidado por ele, mas o prefeito claramente era uma exceção.

Leva alguns segundos para o lagarto formular a resposta:

- Essa "fantasia espalhafatosa" é uma das maiores honrarias Tolkashar. Mas não era minha intenção ofender ou desafiar suas ordens. - Ele então se ajeita um pouco na cadeira, considerando momentaneamente, antes de completar - Estamos entendidos.

Quando o prefeito comenta sobre hospedar a garota, o Iluminado apenas responde:

- Excelente.

Assim que o prefeito puxa o mapa, T´ssis Tor Gak puxa a cadeira um pouco mais para perto da mesa e se inclina para frente para poder vê-lo melhor. Depois que o prefeito termina de falar os lugares que as pessoas sumiram, o lagarto se aproxima mais, dessa vez parecendo realmente se interessar.

- Prefeito Galdruff, tenho uma última pergunta. - Ele aponta a casa próxima a praça com uma garra negra (a que a última pessoa desapareceu) - Quem vive... ou vivia aqui? O senhor disse que alguém desapareceu saindo da taverna, outra pessoa na capela. Se esta casa for uma ferraria ou de um ferreiro, o que ocorreu aqui anos atrás pode estar se repetindo. - ele então olha para o prefeito e fala em tom grave - Se for esse o caso... o próximo ataque será perto da prefeitura.
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qua 24 Fev 2016 - 18:20

*Com Mara segura e o mapa da cidade à vista, Tul manifesta interesse em algo pela primeira vez desde que entrou na casa do prefeito. Ele passa alguns momentos observando o mapa antes de perguntar em voz alta.*


-Quando essa última pessoa sumiu? Um dia? Uma semana?
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Ter 1 Mar 2016 - 16:02

Tul Duru e Tssis'tor Gak.

O prefeito vai apontando para a primeira casa que você pergunta no mapa

Galdruff: - O nome dele era Galen Marius, era um fazendeiro que cuidava da colheita nos limites da cidade, não posso dizer que conhecia ele muito bem e também não posso dizer por que alguém sumiria com ele, mas creio que talvez a esposa dele possa saber algo...isso é, se conseguir fazer ela falar alguma coisa...pelo que me disseram ela tá bem abalada com o que aconteceu, não fala nada com nada e age como se tivesse visto um fantasma ou algo assim.

Em relação as outras duas…

Galdruff: - Cogitamos a possibilidade. Se isso for obra de algum grupo organizado provavelmente poderão agir contra as únicas pessoas importantes da cidade, ou seja, eu e o Capitão, ou...aqueles próximos a nós, é por isto que to com soldados na cola da minha esposa e da família do Capitão o tempo todo. Mas o estranho é que as pessoas que sumiram são só...fazendeiros, mercadores locais, pessoas comuns e aparentemente sem relação entre si.

Quando Tul Duru questiona a quanto tempo a última pessoa sumiu ele fita o escama negra enquanto fala.

Galdruff: - Como eu disse...duas noites atrás. Ela foi vista saindo de sua casa.


Hasseid Dumein.

Quando você se anuncia, ele olha para você brevemente antes de fazer um sinal com a cabeça para que um outro soldado que pela vestimenta parecia de uma patente menor assuma o exercício de treinamento.

Capitão: - Mas se não é o amante de lagartos. O que foi? - Perguntou sem muito entusiasmo.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 1 Mar 2016 - 16:36

*O escama-negra coça o queixo, um barulho áspero e desagradável enquanto pensa na resposta dada pelo prefeito. Depois, fala com Tsiss.*


-Eu não sei falar com pessoas, nem elas comigo. Eu sirvo melhor como rastreador, e dois dias é tempo suficiente para que eu possa encontrar alguma coisa. Quer se separar? Ou quer ver um caçador em ação? 
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 2 Mar 2016 - 23:47

Após ouvir tudo que o prefeito tem a dizer, T´ssis Tor Gak considera momentaneamente. Ele então pega o mapa e se levanta enquanto o enrola.

- Acho que já gastamos muito do seu tempo, senhor Galdruff.

T´ssis Tor Gak então olha para Tul Duru:

- Acho que devemos ir até a casa desse Galen e depois nos separamos. Você segue os rastros que encontrar, eu já tenho outra pista para seguir. - T´ssis Tor Gak então olha para Xen'drick - Você vem comigo, vou precisar da sua ajuda.

Em seguida, ele olha para Mara. T´ssis Tor Gak se curva um pouco para falar com ela:

- Talvez seja melhor ficar por aqui, Mara. O prefeito vai hospedar você por alguns dias, mas nós vamos visitar, tudo bem?

Após resolverem se Mara ficará ou virá junto, T´ssis Tor Gak se vira para o prefeito:

- Obrigado, prefeito Galdruff. Voltaremos se descobrirmos algo. - ele então faz uma reverência para o prefeito semelhante a que fez quando o encontrou pela primeira vez. Como sempre, T´ssis Tor Gak não baixava os olhos, encarando a pessoa que reverencia.

Caso ninguem ali tenha mais nada para falar, ele chama Tul Duru e Xen'drick para segui-lo. A primeira coisa que faz ao sair da prefeitura é olhar para o céu para avaliar quanto tempo ainda possuem antes de anoitecer. Ele então fala em dracônico para os companheiros reptilianos:

(dracônico)- Temos que voltar para a taverna por um momento. Xen'drick, depois vamos comprar uma arma para você.

Caso ninguém tenha alguma sugestão de onde ir, T´ssis Tor Gak se põe em direção a taverna.
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qui 3 Mar 2016 - 18:21

-Hrm, você parece ter algo em mente. Então vou ver esse Galen com você.

*Depois de se despedir do prefeito com um aceno de cabeça, Tul olha para Mara, num silêncio constrangido. Depois, se abaixa para conversar com ela.*


-Este homem... Vai cuidar de você por um tempo. E este outro vai te ensinar. Até lá, eu e ele temos uma tarefa para cumprir.


...


Então... se comporte. E não morra.


*Depois de se despedir da menina, Tul segue o Iluminado.*
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qui 3 Mar 2016 - 21:22

*hahuahuahuauhauha *

-Muito engraçado capitão, sabia que você tinha uma veia artística, pode se juntar a mim um dia desses na tarverna! Mas trataremos desses assuntos pessoais depois! Toma!!

*Oferece a ele o documento do prefeito.*

-Preciso que de para mim e meus amigos Lagartos as ensignias da melicia, autorizado pelo prefeito. Teria como fazer esse favor?



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Ter 8 Mar 2016 - 21:08

(OFF: Já que o que o T´ssis Tor Gak vai fazer é relativamente rápido, acho que já vou deixar aqui narrado para não perder tempo)

A pouco mais de um quarteirão da taverna o Iluminado diz para seus amigos Escama Negras:

(dracônico) - É imperativo que vocês me esperem aqui, volto em alguns minutos.

T`ssis Tor Gak se dirige para a taverna que estava antes. Ao chegar lá, o lagarto pede um quarto para aquela noite. Caso consiga o quarto, o feiticeiro vai se dirigir para lá, entrar no quarto e trancar a porta. Sua intenção ali, fora da vista de todos, é utilizar sua magia de "Alter Self" para mudar sua forma para um humano.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Seg 21 Mar 2016 - 13:37

Tul Duru e Tssis'tor Gak.

Quando Tul fala com Mara, consegue perceber que ela está a princípio apreensiva em ser deixada com outra pessoa, mas acaba confiando no julgamento de seu protetor. Ela abraça o escama negra e fala.

Mara: - Volta logo tá bom?

Em seguida os dois reptilianos saem do lugar, Tssis toma a dianteira seguido de Tul e Xen'drick até a Taverna do Unicórnio Viril.

Xen'drick responde ao pedido de Tssis com um aceno de cabeça enquanto aguarda do lado de fora com Tul.

Lá dentro Tssis não tem problemas para conseguir um quarto apesar de acabar pagando um pouco mais caro que o normal por quartos com camas grandes o suficiente para aguentar Tul e Xen'drick.

Lá dentro Tssis conjura a magia para se alterar para uma forma humana (descreva sua nova aparência no próximo post)

Hasseid Dumein.

O Capitão não estava rindo, pelo contrário, pela sua expressão parece ter falado sério em cada silaba que proferiu.
Ele fica em completo silêncio com seu comentário bem-humorado até você entregar o documento do prefeito, pela cara que ele faz você não precisa de muito raciocínio dedutivo para notar que ele não parece estar muito feliz com a ordem.

Capitão: - Essa confiança que ele tem nos outros vai acabar matando ele um dia… - Ele fala enquanto chama um dos seus soldados e fala algo baixo para ele.

Poucos segundos depois o soldado retorna com quatro insignias da milícia.

Capitão: - Aqui. Agora vocês podem andar por aí de noite...mas deixa seus três bichinhos de estimação por perto, se aprontarem qualquer coisa tenho uma masmorra com o nome de vocês, entendido?



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Seg 21 Mar 2016 - 14:11

*Do lado de fora da taverna, Tul acaba por finalmente falar com Xen'drick, em dracônico.*


-Não nos apresentamos ainda. Sou Trovoada, do clã do Mar de Lodo.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 22 Mar 2016 - 10:47

-Capitão por favor, estamos do mesmo lado!!! Só queremos botar a mão nos infelizes que estão causando besse problema. Não seja injusto, por que isso pode acabar te desmoralizando na cidade, e nas outras vizinhas. Lembre-se, o senhor está lidando com um bardo e não com um ladrão... Passar bem!!!

*Pego as insígnias e volto em direção ao resto do "grupo". Huahuahuahua acho engraçado chamar eles de grupo, mas é o que temos para hoje.*



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Ter 22 Mar 2016 - 23:39

T´ssis Tor Gak se tranca no quarto, certificando-se de que as janelas estivessem trancadas, e então usa sua magia Alter Self para mudar sua aparência. Cobrindo-se com o capuz de sua nova capa, o Iluminado sai e tranca o quarto, então se dirige até Tul Duru e Xen'drick.

Tul Duru e Xen'drick podem ver um humano se aproximando. O homen possuía uma capa bege e um capuz que cobria sua face. Além disso, usava roupas que, apesar da simplicidade, ainda pareciam ser feitas de tecido de alta qualidade. Ele se aproxima dos dois lagartos e então tira seu capuz, revelando sua face.



O humano então fala de maneira discreta com os lagartos, e apesar de sua voz ser totalmente desconhecida para os dois lagartos, suas palavras não eram:

(dracônico) - Sou eu, Língua de Cobra. Vamos, não temos tempo a perder.

T´ssis Tor Gak, agora em forma humana, se cobre novamente com o capuz e então se põe a caminho da casa de Galen,  sempre prestando atenção se via uma loja de armas no caminho, pois pretendia armar Xen'drick mais tarde.

Ainda a alguma distância da casa marcada no mapa, ele fala novamente com os dois lagartos:

(dracônico) - Melhor esperarem aqui por enquanto. Se vocês vierem juntos, vão estragar meu disfarce e dificultar que eu consiga as informações. Trovoada, você comentou que dois dias é tempo o suficiente para um caçador encontrar alguma coisa. Talvez você queira procurar por rastros. Nos encontramos aqui de novo em uma hora.

Após resolverem o que fazer, T´ssis Tor Gak se dirige para a casa de Galen, tira o capuz e então bate na porta algumas vezes.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qua 23 Mar 2016 - 18:59

Tul Duru.

A julgar pela aparência, Xen'drick parece um típico guerreiro escama sangrenta, ele tem basicamente a mesma altura que Tul Duru e pelo porte físico, uma força bruta similar e pelas cicatrizes em seu corpo, dá para ver que não é nenhum estranho ao campo de batalha. Não está com quaisquer armas ou armadura.

- Eu sou Xen'drick. Eu sou...era do clã Vehafor em Argon Dray. Não pensei que encontraria outro reptiliano nesse país de macacos.

Tssis'tor Gak.

Quando você passa pelo salão principal da taverna, não consegue deixar de notar o olhar confuso da taverneira em uma expressão de “Como caralhos esse cara entrou aqui!?”.

Lá fora você fala com Tul e Xen'drick, logo em seguida, você vê Hasseid Dumein se aproximando...

Hasseid Dumein.

Capitão: - Minhas suspeitas são bem fundadas, eu garanto. Lembre-se você, do meu aviso bardo.

*Você segue em frente, não é muito dificil encontrar os dois lagartos imensos (Tul Duru e Xen'drick) em frente a taverna do Unicornio Viril, você chega bem a tempo de ver um homem estranho saindo e falando algo que você não entende (a não ser que saiba falar Draconico)



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qui 24 Mar 2016 - 0:42

-Existem alguns do Povo nessa região, sim. Escamas negras, espreitadores... Mas nunca vi nada igual seu amigo. Nem ouvi falar de outro "continente."

...

-E acho que vivo uma situação parecida com a sua. Não sou mais membro do Mar de Lodo.

*Quando Tsiss sai da taverna e se "apresenta", Tul olha desconfiado e dá um bufo de desconforto. Magia, especialmente esse tipo de magia o deixava desconfortável. Antes de seguir até a casa, espera o bardo Haseid, já à vista, se aproximar.*
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sex 25 Mar 2016 - 22:03

*Encara o capitão e pensa...* "Eu também espero que eles não façam besteira!" *Faz um aceno de cabeça e segue.*

*Chegando perto de Tul Duru e Xen'drick, mostro a eles as insignias*

-Pronto, agora temos permissão para perambular pela cidade a noite, sugiro darmos uma passeada por ai durante a madrugada, e se dermos sorte (ou não), encontramos a fonte desses problemas. Onde esta o outro, o T´ssis???



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Sab 26 Mar 2016 - 15:00

T´ssis Tor Gak nota que Tul Duru não parecia muito confortável com a situação, mas não sabia dizer exatamente o porque.

Assim que Haseid chega, T´ssis Tor Gak se vira pra ele e então fala na línguagem humana:

- Olá, senhor Haseid. T´ssis Tor Gak, nosso. . .  amigo em comum, achou que seria melhor mandar um humano para este trabalho. Meu nome é... - e ele parece pensativo por alguns segundos - Seth.

Alguns segundos depois de terminar de falar, T´ssis Tor Gak então coloca a língua, agora em forma humana, para fora da boca, de maneira semelhante a que ele fazia quando em sua forma real. No segundo seguinte ele a recolhe, cobrindo a boca com a mão.

- Maldição! Alguns costumes são... difíceis de controlar.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 29 Mar 2016 - 14:50

*Olho para a cara do homem com uma das sobrancelhas levantadas e lhe diz...*

-Hum... Claro, teremos menos trabalho com a população e com a milícia. Mas isso não resolve nossa situação, porque nossos outros dois amigos não tem a capacidade de se disfarçar as
..quer dizer... Mandar alguém em seu lugar, mas de qualquer maneira nossas permissões estão bem aqui, peguem a de vocês.


*Estendo a mão para que cada pegue suas insígnias.*



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Ter 29 Mar 2016 - 22:33

Enquanto Haseid fala, T`ssis Tor Gak observa bem as expressões faciais do bardo. Em sua forma real, ele era incapaz de fazer mais expressões faciais do que mostrar os dentes quando estava com raiva. Agora, nesta nova forma, ele precisava relembrar como utilizar as expressões faciais, algo que havia treinado um pouco anos atrás.

Assim que Haseid entrega a insígnia, T´ssis Tor Gak a pega, observa por um momento e então guarda em uma bolsa lateral que levava consigo.

- Entregarei ao nosso amigo quando encontrá-lo novamente. - ele diz, disfarçando - Tul Duru e Xen'drick vão procurar rastros enquanto eu e você falamos com a família de Galen, Haseid. É para isso que... nosso amigo me mandou. Vamos? - ele diz enquanto cobre a cabeça novamente com o capuz.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qua 30 Mar 2016 - 9:13

*Dou um tapinha nas costas do "homem" o incentivando a ir andando andando, mostrando um sorriso largo.*

-huahuahuahua, claro claro amigo, vamos indo então, nossa parte nessa história nos aguarda!



avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qui 31 Mar 2016 - 16:55

*Assim que Tssis chega com seu novo disfarce, Xen'drick apenas cruza os braços enquanto fareja o ar.

Xen'drick: - Me lembrei agora por que eu não andava com magos...medonho…

*Todos pegam as insignias…


Tssis e Hasseid.



Vocês rumam para a casa que Galdruff indicou, parecia uma casinha de tamanho relativamente grande, supostamente para uma família. Assim que vocês batem na porta da frente, uma voz feminina fala por trás da porta.

- Quem é?


Tul Duru.

Assim que os outros dois seguem seus caminhos, Xen'drick olha para a taverna e fala.

Xen'drick: - Falaram que uma delas sumiu aqui na taverna, acha que dá pra pegar algum rastro daqui?



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Sab 2 Abr 2016 - 1:59

Ao ouvir a voz do outro lado da porta, T´ssis Tor Gak responde em um tom alto o suficiente para que a mulher possa ouvir a resposta, tentando usar seu melhor comum:

- Olá, senhora. Somos investigadores a serviço da prefeitura e precisamos falar com a esposa de Galen Marius.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Seg 4 Abr 2016 - 7:32

-Exatamente, poderia nos dar um minuto de sua atenção?

*Aguardo a resposta da mulher, escorado a umas das paredes da casa.*



avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qui 7 Abr 2016 - 16:44

*Tul pega a insígnia com Haseid, sem entender muito para que ela serve, e se despede dos dois com um aceno de cabeça, para depois falar com Xen'drick*

-A taverna é um lugar onde passa muita gente. Mas pode valer a pena olhar lá. Podemos conseguir alguma coisa da menina. Vamos entrar. A dona já conversou com a gente antes, vai ser mais fácil.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Sex 8 Abr 2016 - 18:56

Tssis e Hasseid.

*Da janela vocês avistam uma mulher jovem que parece estar entre os 20 e 30 colocando a cortina de lado para vê-los, assim que seus olhos encontram as insignias que vocês portam, ela abre a porta.

- Eu já disse pro seu chefe. Deixa a gente em paz! Minha mãe não tá em condições de falar. *Ela diz irritada.

*Por ela ser mais baixa que vocês é fácil espiar por cima do ombro dela e ver perto de uma lareira uma cadeira de balanço com uma senhora de idade aparentemente entre os 50 e 60 anos nela, parece não ter qualquer reação.

Tul Duru.

Xen'drick: - É uma boa ideia, e se ela foi lá dá pra tentar pegar o cheiro, ou ela pode saber aonde tem alguma coisa com o cheiro dela pra gente seguir.

*Os dois lagartos adentram a taverna que está aparentemente vazia a não ser pela taverneira lendo um livro, no meio da tarde dificilmente alguém vai ficar na taverna a não ser forasteiros.

Lilian: - Oh! Ahnn...oi! *Diz ela escondendo o livro um tanto quanto envergonhada. - O que posso fazer por vocês?



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sab 9 Abr 2016 - 23:07

-Senhorita por favor, não estamos aqui para incomodar ninguém, mas precisamos de algumas informações, não tomaremos muito de seu tempo nem de sua mãe.

[OFF: Se possível rolar uma diplomacia com ela, eu gostaria de rolar.]



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Dom 10 Abr 2016 - 15:22

T´ssis Tor Gak adiciona após Haseid:

- Exato. Não estaríamos aqui se não fosse vital.
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qua 13 Abr 2016 - 8:25

*Quando o homem lagarto entra na taverna, reconhece a taverneira, e ela não estava gritando, o que é um bom sinal. Ele olha para a capa do livro, mais por hábito de reparar no ambiente do que curiosidade em si, antes de falar com ela.*

-Eu estou... ajudando o prefeito com os desaparecimentos. Uma menina sumiu aqui, não é verdade?
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qua 20 Abr 2016 - 18:33

Tssis e Hasseid.

*Ela desvia o olhar e após alguns segundos abre caminho.

Mulher: - Sinto muito. Os ultimos dias não foram faceis.


*Lá dentro, vocês percebem que a casa é relativamente aconchegante, a única coisa fora do comum é o comportamento da senhora de idade que estava sentada em uma cadeira de balanço na frente da lareira, olhando fixamente para as chamas dançando como se estivesse hipnotizada.

Mulher: - Bem já que estão posso pegar algo para beberem?

Tul Duru.

*Você percebe pelo pouco que sabe sobre a língua comum que a capa do livro dizia “A Cortesã e o Elfo”, pela reação dela provavelmente é algo que ela não quer que seja público.

Lilian: - Aposto que o Capitão adorou vocês. Ah sim sim! O nome dela era Marian, trabalhava como faxineira da Capela. Lembro que era uma mulher bem devota, vinha aqui mas nunca bebia, vinha mais pela conversa e pela música. Mas da ultima vez que vi ela, ela tava bem...estranha. Parecia preocupada com alguma coisa mas não cheguei a perguntar nada. Até esqueceu seu lenço favorito aqui.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 20 Abr 2016 - 21:04

T´ssis Tor Gak mantinha seus olhos fixos na senhora sentada na cadeira de balanço. Assim que a mulher abre caminho o lagarto disfarçado entra. Ao ouvir o que a mulher diz ele responde enquanto vai até a senhora sentada:

- É por isso que fomos enviados, para ajudar como pudermos.

O feiticeiro da a volta na cadeira de balanço, encarando a senhora de frente. Até este momento, era possível perceber que o lagarto parecia determinado e seguro do que estava fazendo, mas naquele momento, o olhar dele parecia perdido, como se ele realmente não soubesse o que fazer.

O lagarto já havia feito coisas piores com muitas pessoas e nunca antes havia exitado de tal maneira. A visão daquela senhora indefesa o tocou de alguma forma, e T´ssis Tor Gak passou a considerar quantas de suas ações como Tolkashar foram feitas por sua própria vontade, e quantas foram feitas sob o efeito de magias...

T´ssis Tor Gak se abaixa próximo da cadeira e pega uma das mãos da senhora entre suas duas mãos. Ele baixa um pouco a cabeça pensativo, antes de voltar a fitar a senhora com um olhar decidido e falar em um claro tom de comando:

(Sugestão)- Você é forte o suficiente superar este seu estado e responder todas as minhas perguntas.

Após alguns segundos, ele fala em um tom mais contido:

- Diga-nos tudo que você viu quando Galen desapareceu.
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 26 Abr 2016 - 1:59

*Como mestre não só das relações humanas, como também do mais fino sarcasmo, o comentário da taverneira passa batido pela cabeça dura do escama negra. Mas para sorte dela, isso também significa que o ranger acha que a mulher estava lendo sobre o cotidiano de cortesãs e elfos.*

-Ele não gostou. Na verdade, meus colegas me impediram de desafiar ele. Você não conhece seu capitão tão bem como acha.

...

-Você disse lenço? Eu não me interesso com o que ela estava preocupada, mas o lenço é útil. Principalmente se estiver suado, ou com sangue. Pode me dar?
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 26 Abr 2016 - 14:22

*Vendo que meu companheiro repti... Quer dizer o seu enviado sei lá de onde toma a frente questionando a senhora, eu me escoro perto da lareira e começo a dedilhar uma música de fundo apropriada ao momento.*



avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qui 28 Abr 2016 - 21:55

Tssis e Hasseid.

Tssis'tor'Gak se aproxima da idosa, suas palavras potencializadas pela Sugestão acertam a mente da humana catatônica como uma maça.
Após alguns segundos de silêncio, ela aperta sua mão levemente e começa a falar.

- Saíamos da casa da Isciira. Era noite…

A jovem que atendeu vocês leva as duas mãos ao rosto, surpresa e emocionada pela idosa finalmente reagir a algo.

- Andávamos o caminho para cá quando…

Seus olhos se arregalam, você vê uma gota de suor descendo em seu pescoço.

- Olhos vermelhos...dentes afiados e garras enormes levaram o Galen para o escuro, para além dos becos no caminho daqui, não consegui ver o que era mas não era humano...não tinha como ser…

Quando ela para de falar um pouco, a música de Hasseid atrai o olhar da idosa.

- Sangue….e álcool...aquilo fedia a sangue e álcool…

Tul Duru.

Apesar de seus...conhecimentos sobre literatura humana não identificarem nada sobre o livro, seu focinho aguçado com certeza captou um cheiro neste lenço, um cheiro bem singular.

Lilian: - Bem...ela passava um perfume no pescoço e nunca via ela fora de casa sem esse lenço no pescoço então…

Xen'drick: - Isso serve. Não sou muito bom em rastrear coisas...vai na frente que te sigo.


Ela entrega o lenço, o cheiro segue para fora da taverna, na porta dos fundos…

OFF: Faça um teste de Sobrevivência para detectar a trilha.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qui 28 Abr 2016 - 23:28

*Tul murmura um agradecimento desconexo para a estalajadeira, enquanto sai da taverna com o outro escama negra. Fora, passa a se concentrar no cheiro do perfume, se havia algum indício dele ali, e se já o havia sentido antes.*
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 4 Maio 2016 - 1:09

T´ssis Tor Gak continua segurando a mão da senhora, enquanto ouve o que ela tem a dizer. Normalmente, T´ssis Tor Gak não gostava de distrações quando usava seus poderes, mas a musica de Hasseid era de seu agrado: aparentemente o bardo realmente sabia o que estava fazendo e a música na verdade estava ajudando a determinação de T´ssis Tor Gak de resolver o mistério que assolava Baróvia de uma vez por todas.

O feiticeiro diz:

- Qual beco isso aconteceu? Tem algum ponto próximo que nos ajude a encontrar? Você tem alguma noção de para onde essa coisa foi? Quem é Isciira e onde ela mora?

Em seguida, o feiticeiro olha para Hasseid:

- Algo que queira perguntar?
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qui 5 Maio 2016 - 8:28

-Não, continue. Se a senhora disser o local, vamos lá verificar e ver se achamos algo que possa ajudar. Você está fazendo as perguntas certas!



avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qui 5 Maio 2016 - 17:30

Tul Duru.

Lilian: - Err...obrigado por virem… esquisitos… Murmur*

Você sai da taverna se concentrando no cheiro, recombrando seu treinamento na tribo, o cheiro formava uma trilha pela cidade levando-o a parte mais funda, perto da loja de alquimia, na esquina cruzando a loja de alquimia você avista uma casa grande aparentemente abandonada a anos, mas é a porta de madeira dupla no chao atrás da casa, onde seria o porão que chama atenção.

O cheiro vem de lá, a porta parece destrancada e você consegue ouvir muito baixo vozes abafadas que você não consegue distinguir.

Além da porta você encontra um porão bem incomum, um balcão de bebidas bem cuidado com várias garrafas com bebidas que você não conhece direito, vários sofas vermelhos com cheiros bem...desagradaveis e mais importante, várias mulheres humanas em roupas extremamente inapropriadas olham para os dois escamas negras com medo no olhar.

Da porta atrás destas uma mulher morena de roupas mais comuns portando um mosquete sai mantendo vocês na mira.

Mulher: - Ok feiosos! Vocês tem dois segundos pra falar o que caralhos fazem no MEU estabelecimento?

Tssis'tor Gak e Hasseid.

A velha parece pensar alguns longos minutos antes de falar.

- Eu tava brava com ele...ele tava na casa perto da loja de alquimia...eu sabia que ele tava lá mas não disse...eu não disse…


A jovem fita vocês com um olhar de surpresa.

- A casa perto da loja de alquimia? Será que é...aquele lugar? Dizem que tem um porão abandonado perto da loja de alquimia onde coisas...erradas acontecem, as pessoas batizaram o lugar de “Destruidora de Familias” ou algo assim.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"

Conteúdo patrocinado

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Ter 19 Set 2017 - 8:50