Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Setembro 2017

DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Calendário Calendário


Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Compartilhe

Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qua 21 Set 2016 - 16:21

Tul Duru.

Assim que você entra chutando a porta, Jasper dá um pulo para trás com o coração parecendo quase sair para fora do peito, a velha continua confortavelmente na sua cadeira de balanço.

Velha: - Então o prefeito trouxe monstros para lutar contra monstros?

*Xen’drick entra pela porta dos fundos de sopetão.

Velha: - Não importa quantos vocês sejam...o que foi iniciado não pode ser detido por mãos mortais…

Hasseid.

O meio orc se mostra relutante no começo mas acaba dando de ombros e dizendo.

Meio Orc: - Ah que se foda! Nunca gostei daquele cara mesmo. Ele ficava vindo aqui toda hora, mas ao invés de querer afogar o ganço ele queria era causar com uma das nossas garotas, dizia que ela fodeu com a vida dele, tava exigindo um monte de merda, como ela se entregar pra guarda e tudo mais, perdi a conta de quantas vezes tive que chutar esse filho de uma ogra pra fora daqui.

Tssis.

A mulher pensa alguns segundos.

Mulher: - Ah claro...dois bi...caras altos, meio er...rusticos. Bom eu não sei direito o que tá acontecendo com o Jasper, mas acho que a patroa pode te explicar melhor...também não quero acabar falando besteira.

*Ela vai para a porta dos fundos e alguns momentos depois coloca só a cabeça para fora e te chama com um gesto com o dedo.

Mulher: - A dona Marian vai te ver.

*Ao seguir para a sala, você percebe que se trata de um quarto/ escritório bem luxuoso, com uma cama vermelha de se equiparar a nobreza, lá dentro uma mulher morena de aparência mais “exótica” se dirige a você.

Marian: - Mais um? Será que o Galdruff tá substituindo todos os homens por lagartos?

T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 21 Set 2016 - 21:06

O feitceiro ajeita sua capa, pega seu cajado e entra na sala. Ao ouvir o comentário de Marian ele responde enquanto se aproxima:

- Quem sabe isso não fosse bom para seus negócios! O meu povo parece ser bem mais.... desinibido que o destas terras. - O Iluminado para a certa distância, olhando para o nada como se estivesse pensando - Hmm... mas sugiro arranjar algumas Espreitadoras primeiro. Não me leve a mal, mas a falta de caudas iria espantar os clientes.

Ele passa os olhos momentaneamente pela sala, analisando-a e procurando auras arcanas.

- De qualquer modo, eu sou T'ssis Tor Gak, do clã Tolkashar de Argon Dray! - o lagarto diz fazendo sua típica reverência, sem baixar os olhos.

Caso haja uma cadeira disponível, ele se senta.

- Você me parece alguém esperta, tenho certeza que sabe que algo está acontecendo nesta cidade. Pois bem, dois companheiros meus estiveram aqui mais cedo e saíram com um livro, um pingente e uma carta. É de extrema importância que você me diga a quem pertenciam estes artefatos. E mais uma coisa: o que pode me dizer sobre um sujeito chamado Jasper?

Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qua 21 Set 2016 - 21:53

*Tul olha com mais calma o cômodo. Dentro de toda a cena, a impassividade da velha é o que mais lhe chamou a atenção, e o que lhe ganhou o respeito. Jasper, por sua vez, só confirmava a impressão original: um fraco.*

*O escama-negra começa a andar pela cabana, de um lado para o outro enquanto pensa, até parar na frente do humano, e olhá-lo de cima para baixo com desprezo.*


-Alguém fez algum mal para você, ou para alguém próximo. E você preferiu ser um covarde. Não podia ser um homem e pegar em armas, e por isso preferiu botar a vingança nas mãos do que não conhece.

*O lagarto bufa e depois se vira para a velha.*

-O prefeito não parece ser o único com monstros trabalhando para ele. Mas se alguém cortar minha cabeça com um machado, eu não volto depois. Como vou parar isso?

Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qui 22 Set 2016 - 8:49

*Dando uns tapinhas no ombro do Meio-Orc como se já fossem amigos de longa data, faz sinal para o balcão solicitando uma cerveja ao meu mais novo amigo do peito.*

-Pois é cara, ossos do ofício. Imagino cada coisa que você deve passar aqui e ninguém liga, mas eu sei bem como é. Então, já sei que esse tal de Jasper é um babaca, mas você sabe onde esse fodedor de goblins mora? E pode me apontar a menina que ele costuma perturbar?

Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Ter 27 Set 2016 - 15:26

Urru Stormblade.

Fazem três dias desde que você pegou este contrato, uma missão aparentemente pequena que não chamou a atenção de muita gente.
O quartel general da Guilda fica em Sylorn, uma cidade portuaria ao norte da sombria e remota estrada onde Urru está.
O papel chamando pela ajuda da guilda tem como remetente um certo Baurus Galdruff, prefeito de uma pequena vila chamada Barovia, a carta era bem vaga falando sobre pessoas desaparecendo e visões de estranhas criaturas na calada da noite.
A recompensa estava anotada como “a combinar com o prefeito”, o que para os veteranos da guilda não soou como um bom sinal…



Você caminhou por três dias por esta parte rural e esquecida do reino, em uma estalagem de beira de estrada você foi avisado para tomar cuidado com estes bosques a noite, que criaturas que andam como homens mas caçam e uivam como lobos rondam as sombras a procura de presa fácil.
A princípio parecia história tipica de pessoas simples e facilmente impressionáveis…

Pelo que leu do mapa, faltam apenas duas horas de caminhada até Barovia e não seria o escuro que assustaria o meio orc…

Se tem algo que Urru confia é em seus instintos e eles diziam que alguma coisa espreitava na escuridão, os animais ficaram em silêncio por alguns segundos até que o estrondo de um tiro seguido do relinchar apavorado de um cavalo preenchem o ar.



Seguindo para a direção do tiro, dá para ver uma carroça derrubada, um homem velho de armadura de placas segurando uma espada em uma mão com um corte feio na lateral do peito cambaleia contra a carroça e logo a sua frente um imenso lobisomem se aproximando nas quatro patas...

Cavaleiro Velho:

Lobisomem:

Tssis

Mulher: - Umas...o que? Você diz da sua espécie?

*Ela para alguns instantes, seriamente pensando no assunto.

Mulher: - Se eu ver mais caras como você aparecendo por aqui posso seriamente cogitar a ideia.

*Quando você se apresenta ela responde.

Mulher: - Meu nome é Erin Goldberg, proprietária deste...humilde “antro de inequidade” como os sacerdotes chamam. Jasper hein? Aquele filho de uma kobold tá me dando trabalho, eu tentei ser compreensiva, afinal, o cara tá de luto e tudo mais.

*Ela se senta em uma poltrona de couro e pega uma bela garrafa de uisque, enxendo uma dose para você e para ela.

Erin: - Você provavelmente deve saber que Barovia não tolera muito magia ou coisas bizarras. A um tempo atrás a filha de Jasper foi acusada de bruxaria, aparentemente ela visitava demais a velha da floresta e o pessoal começou a desconfiar. Ela foi condenada a fogueira. Jasper nunca mais foi o mesmo e por algum motivo retardado culpava a pobre Darla por isso, pouco tempo depois ela sumiu e se eu ver aquele cara aqui de novo tenho uma bala com o nome dele.

*Ela pensa um pouco.

Erin: - Agora que falamos a respeito...ele parecia bem puto com algumas pessoas em especifico. A Darla que trabalhava pra mim, a Marian que trabalhava na Igreja e o…

*O barulho de um tiro seguido de uma cacofonia de rosnado e barulho de metal cortando o ar a interrompem.

Erin: - Que é isso!? *Disse ela apanhando o mosquete no canto e saindo da sala.

Hasseid.

Meio orc: - Hahaha você é engraçado homenzinho. O Jasper costumava morar a umas duas quadras daqui, um pouco mais afastado da cidade. A garota que ele tava perturbando foi uma das pessoas que sumiu, o nome dela era Darla.


*Um barulho de um tiro, rosnados e luta é ouvido do lado de fora, o meio orc desembainha seu machado enquanto você vê uma mulher saindo da sala por onde Tssis entrou com um mosquete na mão.

Erin: - Que merda foi essa?

Meio Orc: - Não sei…


Tul Duru.

Jasper: - Essa cidade toda tem sangue nas mãos! Por que não pergunta pro prefeito quantas filhas, mães e esposas ele permitiu que a Igreja queimasse em público!? Mas...o que chamamos aqui...é pior.

A velha permanece impassível olhando para o fogo na lareira.

Velha: - Um demônio não é algo que simplesmente morre como nós. Mesmo que seu corpo físico seja destruído, ele apenas retornará para o Inferno de onde veio, mas este está ancorado neste plano pois ele serve um propósito. O único fim é deixá-lo terminar o que começou ou despachá-lo por meios os quais eu não tenho acesso…

Jasper: - Maldita seja bruxa! Espera! A Igreja! Eles devem saber como…ahh… *Ele cai de joelhos, sua face fica pálida, sua testa sua. - Não...de novo!? Como ele voltou tão rápido?

Velha: - Jasper pode lhe ser útil...o feitiço o faz compartilhar os mesmos sentidos que a criatura toda vez que suas garras se mancham de sangue.

Xen’drick se aproxima e diz.

Xen’drick: - Então o idiota vem com a gente. Toda vez que ele começar a chorar quer dizer que a nossa presa está perto.

Urru Stoneblade
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 90
Data de inscrição : 12/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Urru Stoneblade em Ter 27 Set 2016 - 18:40

*Urru Stormblade estava começando a pensar que a ideia foi péssima, o Grande meio orc estava entendiado com a falta de serviços Sylorn,e quando um serviço com a recompensa escrito “a combinar com o prefeito” fazia todos os membros mais velho e experiente da guilda parecia perca de tempo para ele, Porém para Urru era um oportunidade de Viajar e de saciar sua sede por combater, os pedidos pareciam ser sobre pessoas sumindo e sobre criaturas?, para Urru estava otimo,Guildar não deu nenhum aviso conselho ou sermão dessa vez , isso sim foi uma surpresa*

* depois de apenas 1 dia e meio de viagem em uma estalagem Urru ouviu os boatos e aviso sobre "criaturas" que "caçam e uivam como lobos" mais andam como homens?, bem isso com certeza animo os ânimos da quela viagem, aquela floresta parecia um tipicafloresta até que pelos mapas, faltava apenas 2 horas até aquela cidade, até que...............um enorme estrondo tira o Meio- orc dos resmungos habituais *

* ao olhar Urru ve a cena de um Homem com espada ferido sendo atacado por um.............Seja lá que **** fosse aquela coisa*

*Urru Sente aquela fornalha no seu peito começar a crescer sem freios em segundos.............em segundos os cantos da boca do Meio- orc começa a espumar e seu olhos ficam injetado de veias pulsantes, sem pensar duas vezes Meio - orc Puxa seu machado e parte para cima da criaturas ativando sua furia para matar aquele mostro8

Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 27 Set 2016 - 23:16

*Saber que o demônio não morreria por meios normais começou a irritar Tul Duru. O ranger vive em um mundo de garras e presas, e coisas que fogem disso o fazem reagir de forma violenta. Tul Duru agarra Jasper pela camisa e o levanta do chão, até que ele tenha uma visão privilegiada do focinho e das presas do escama-negra.*

-Eu não dou um peido de fogo-fátuo sobre quem foi ou não queimado! Comece a apontar aonde está o demônio AGORA e talvez eu não te dê de comida para ele para testar se sua morte faz ele desaparecer.

T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 28 Set 2016 - 20:49

Assim que Erin oferece a bebida, o Iluminado pega o copo, e aproxima de seu focinho, então balançando sua língua bifurcada no ar como uma cobra por alguns momentos, cheirando a bebida. Em seguida, ele toma um belo gole antes de voltar a prestar atenção na humana.

Assim que Erin diz que Barovia não tolera coisas estranhas:

- Não me diga. . . - o lagarto diz em um tom irônico enquanto toma mais um gole de sua bebida.

Mas assim que a Erin explica o que houve com a filha de Jasper, o tom do Iluminado muda completamente. Até ali, T'ssis Tor Gak estava em seu típico modo de quem é dono do lugar, relaxado na cadeira, com o copo de uisque em uma mão. Após ouvir as palavras de Erin, os olhos brilhantes do Iluminado se focaram exclusivamente nela, o feiticeiro deixou o copo de uisque sobre a mesa, ouvindo com o máximo de atenção.

Porém, os dois são interrompidos pelos barulhos. Assim que ouve o tiro, T'ssis Tor Gak olha em direção a porta, e quando Erin se levanta, o feiticeiro se levanta em seguida, seguindo Erin até quase chegar na porta.....  

... antes de voltar para a mesa, pegar o copo de uisque e virar ele todo de uma vez:

(em dracônico) - Ugh... Pelos antigos... - ele diz balançando a cabeça momentaneamente enquanto o uisque desce de uma vez.

Só então o Iluminado sai correndo pela porta, seguindo os demais para o local onde ocorreu o tal barulho.

Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sex 30 Set 2016 - 9:50

*O barulho e tumulto pega Haseid desprevenido que cai da cadeira com o barulho se levantando logo em seguida aturdido e ajeitando a roupa enquanto todos correm para a porta para ver o que houve. Logo Haseid tenta sair também e ver o que está ocorrendo.*
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Ter 4 Out 2016 - 18:51

Tsis e Hasseid.



Vocês se encontram na “recepção” do lugar, Hasseid é o primeiro a sair seguido por Tssis, na rua vocês não conseguem ver nada, mas o barulho de luta parece vir de um telhado em uma casa do outro lado da rua.

De lá, um demônio idêntico ao que vocês enfrentaram antes cai de lá, amortecendo a queda batendo as asas no ar, seguido dele, uma pessoa vestida em uma estranha roupa similar a de um corpo pula do telhado rolando para amortecer o impacto, ele parece estar com duas espadas curtas na mão e uma pistola guardada em um coldre em sua cintura.

Homem corvo:

Demonio:

O demônio olha para vocês e solta um sibilar agressivo…

(Rolem iniciativas)

Tul Duru.

O humano leva as mãos a frente do rosto, com medo do tratamento nada cortez do escama negra, em especial quando fica frente a frente com as presas do homem lagarto.

- Ta...ugh...ta! Eu levo agora me solta!

Xen’drick toma a dianteira, saindo da casa, aparentemente pelo jeito que Jasper leva as mãos a cabeça, o demonio parece estar agindo…

Urru.



O barbaro solta seu rugido, seu ataque foi mais rápido do que o lobisomem podia computar, antes que sequer percebesse o que acontecia, o meio orc desfere uma poderosa machadada em seu peito que joga a criatura contra a carruagem, mas o segundo ataque acaba passando longe acertando uma das rodas da carroça ao invés disto.

O lobisomem ergue-se e salta contra o meio orc, desferindo um corte com suas garras que o acerta no ombro esquerdo, o segundo corte acaba sendo antecipado pelo meio orc que consegue sair do caminho bem na hora.

(Você levou 6 de dano)



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 4 Out 2016 - 22:16

*Tul solta Jasper e começa a seguí-lo de perto.*

-Melhor andar rápido, homenzinho.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qua 5 Out 2016 - 12:39

*Observando o tumulto e já xingando o capeta e quem passar por Haseid, por que tinha em mente tirar mais "informações" das moças la de dentro.*

-Não é possível, não matamos esse infeliz? Tinha que aparecer mais um???

*Fala alto irritado*

*saca a espada e vai para cima do capeta, imaginando que o homem era uma ajuda válida contra aquele mal.*

[OFF: total 4 na iniciativa]



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 5 Out 2016 - 23:47

T'ssis Tor Gak para logo do lado de fora da saída do lugar, observando um demônio muito semelhante ao que enfrentaram antes. Ele responde a Hasseid:

- Eu não sei! Será que o circulo arcano continuou funcionando?!

O Iluminado mantém sua distância já que não precisava se aproximar para combater, segurando o cajado firme com as duas mãos.

OFF:

Rolagem de iniciativa: 10
avatar
Urru Stoneblade
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 90
Data de inscrição : 12/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Urru Stoneblade em Qui 6 Out 2016 - 18:16

*URRU vai para cima do mostro sem piedade nem medo, acertando um dos ataque e errando o outro, ao se recuperar do ataque Urru sente as garras da quela criatura cortando sua carne.............um ferimento superficial..............Mais ainda sim um ferimento..............agora literalmente espumando de Odio Urru ataca de novo o mostro sem piedade E COM FURIA ele ataca duas vez com seu machado*



-Pelo martelo da perdição
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Seg 17 Out 2016 - 16:09

Ordem de Iniciativa

Tssis: 10

Hasseid: 4

Corvo: 3

Demonio: 2

Tul Duru

Conforme vocês se aproximam da cidade, seu faro apurado capta o mesmo cheiro de sangue e enxofre por perto, junto com o familiar odor da elfa com os quais você lutou contra o lobisomem na floresta.

O cheiro de Tssis e Hasseid parecia vir da mesma direção também…

Urru.

O barbaro acerta os dois ataques com o machado certeiramente no peito da criatura que cai morta no chão.

O cavaleiro aponta a espada para você, com a mão ainda no ferimento.

- Quem é você orc?! Não vou deixar que encoste na senhorita!



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Urru Stoneblade
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 90
Data de inscrição : 12/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Urru Stoneblade em Ter 18 Out 2016 - 16:51

* A RAIVA de Urru queimava no seu peito, mais ao ver a criatura morrendo perante seus pés vem aquela Fogo se esvair............Urru estava cansado............depois olha para o humano*

-GRrr você mal consegue se proteger...........como vc protegera outra pessoa?

*Depois Urru olha melhor para o humano e sente pena dele............humano fraco*

-Estou indo para a cidade.......eba.....Senhorita.... vc esta com quem mais?....Meu NOme e Urru fui contratado para resolver um problema
*Urru começa a ir na direção da co



-Pelo martelo da perdição
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 18 Out 2016 - 18:18

*Tul para um momento, farejado o ar, até sentir o que precisa. Depois, ele fala com X'endrick.*

-Espere aqui, e proteja ele. Já achei a criatura.

*Sacando seus machados, ele dispara na direção da cidade, e do rastro do faro.*
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Ter 18 Out 2016 - 23:57

O Iluminado continua olhando para a criatura, ainda em seu estado de surpresa por mais alguns segundos, com o cajado firme em mãos. O feiticeiro então baixa a cabeça e fecha os olhos por um momento, apoiando a ponta inferior do cajado no chão. A sua era uma pose de contemplação.

As palavras de Erin continuam ressoando na mente do lagarto, sobre como a filha de Jasper foi queimada por seus poderes, por seus talentos naturais. T'ssis Tor Gak se lembra das palavras do prefeito que nem mesmo ele poderia salvá-lo se seus poderes fossem descobertos. Até mesmo Mara, uma criança, não estava livre do ódio desta cidade.

O feiticeiro finalmente abre os olhos novamente, depois do que parecia ter sido uma eternidade, apesar de ter sido meros segundos. Sua decisão estava tomada. O lagarto ajeita sua capa novamente, e então se vira indo em direção a porta do bordel, onde imagina que estaria seguro até a luta acabar.

Para T'ssis Tor Gak, aquela cidade e seus habitantes podiam queimar no inferno.

OFF:


Mestre, gostaria de segurar minha ação até depois da ação do Hasseid. Eu gostaria de poder agir APÓS o Hasseid, mas ANTES do "Corvo".

Pode postar, Hasseid.

avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qua 19 Out 2016 - 1:34

*Haseid se depara novamente com aquela aberração, esperava que ela fosse a última, mas o que mais importava no momento era....Haseid brilhar como herói para todos naquela cidade, isso aconteceria se ele exterminasse quele demônio na frente de todos, então ganhando coragem começa a cantar sua canção de Batalha e parte para cima da criatura, em uma investida visando estocar sua espada no coração da mesma!*

[OFF: Tirei 18 no ataque]



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 19 Out 2016 - 22:22

T'ssis Tor Gak para ao ouvir Hasseid cantando. A última vez que havia ouvido o humano cantar fora a nem uma hora atrás, quando Hasseid utilizou seus dons para curar o feiticeiro da mordida que havia levado.

O lagarto olha para trás por um momento, vendo o humano avançar corajosamente contra a criatura. Desta vez, Xen'drick e Tul Duru não estavam ali, Hasseid e o tal "corvo" teriam que enfrentar a criatura sozinhos.

O Iluminado olha para o bordel novamente e suspira. Ele estava decidido que não devia nada para aquela cidade, e nada o faria voltar atrás...



T'ssis Tor Gak se vira rapidamente, com o movimento dos braços espalhando sua capa de forma que ela se abra, revelando novamente seu corpo grotescamente raquítico. Seu ombro ainda estava coberto de sangue do ferimento que havia sofrido anteriormente, parcialmente curado por Hasseid. O feiticeiro ergue o cajado alto no ar com uma mão enquanto gesticula com a outra, recitando as palavras em dracônico a plenos pulmões.

Ele podia não estar preocupado com o destino da cidade, mas não podia virar as costas para um de seus amigos.

O Iluminado finalmente bate a ponta inferior de seu cajado no chão e então o aponta para o inimigo, disparando novamente seu ataque de Mísseis Mágicos.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Seg 24 Out 2016 - 10:32

Hasseid e Tssis.

A lamina de Hasseid é certeira, a espada é enfiada no peito do demônio que solta um guinchado estridente de dor.
Na mesma hora, aproveitando a vantagem, os projeteis arcanos de Tssis voam no ar acertando em cheio o demônio que é jogado para trás.

O corvo corre para cima do demonio com as duas espadas em mãos desferindo dois cortes acertando um no braço dele e errando o outro que passa por centimetros dele.

Vocês não sabem muito sobre demônios, mas com certeza dá para ver que não está nada feliz, ele se coloca nas quatro patas e salta na direção de Hasseid acertando-lhe uma bela mordida no ombro. (6 de dano)

Tul Duru

Você deixa Jasper sobre a questionável guarda de Xen’drick e consegue ver a luta que se segue…. (pode postar depois de Tssis e Hasseid mas vou considerar seu turno como o ultimo na ordem da iniciativa)

Urru


- Eu não preciso ouvir isso de um…

*Uma batida na carroça vindo de dentro e uma voz abafada feminina pode ser ouvida.

- Sir Richard? Alguém? Eu to presa!

*O cavaleiro sobe na carroça e começa a tenta abrir a porta emperrada, mas o fato de estar ferido acaba dificultando a tarefa...



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Seg 24 Out 2016 - 22:34

Após lançar sua magia, T'ssis Tor Gak apoia o cajado novamente no chão, e então se apoia nele, mais curvado que o normal, os ombros caídos, como se um cansaço momentâneo tivesse recaído sobre ele. Suas energias arcanas estavam quase esgotadas, e ele sabia que havia chegado ao seu limite, pelo menos com suas magias mais fortes.

O lagarto se ergue novamente, então corre alguns passos para o lado tentando achar um angulo melhor para atacar o demônio. O feiticeiro volta a gesticular, erguendo seu cajado a sua frente e fazendo com que a cabeça de serpente entalhada no mesmo, se envolvesse em chamas. Ele aponta o cajado para o demônio:

- Já o matamos uma vez, você não pode vencer!

T'ssis Tor Gak dispara seu Raio Flamejante contra o demônio.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 25 Out 2016 - 9:24

[OFF: A ROLAGEM DO DANO DO ACERTO DEU 5 DE DANO]

*Haseid confiante que daria cabo da criatura antes de ela tentar qualquer coisa sorri quando acerta em cheio o peito daquele demônio, e por um minuto baixa sua guarda tirando a espada da criatura e olhando sorrindo enquanto gesticula e sorri para todos como quem diz... "eu matei o monstro". Logo Haseid com uma cara de espanto sente as mãos fortes da criatura o agarrando e cravando suas presas enormes nos ombro do Bardo que imediatamente grita de dor e o xinga por instinto. Em ato reflexo, tenta se virar escapando de suas mãos e presas passando a espada por sua barriga*

[OFF: Total 15 para acertar]



avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qua 26 Out 2016 - 3:14

*Quando Tul volta para o centro de Barovia, vê Tsiss e Haseid já engajados com a criatura. Sua primeira providência é um grito de aviso.*

-MATAR ESSA CRIATURA SÓ VAI FAZER ELA VOLTAR MAIS FORTE! DERRUBAR PRIMEIRO, PENSAR DEPOIS!

*A segunda é uma carga em direção ao demônio, urrando seu grito de guerra e procurando atingí-lo com os cabos e parte chata das lâminhas de seus machados*

OFF: Ataques normais, com dano não-letal*
avatar
Urru Stoneblade
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 90
Data de inscrição : 12/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Urru Stoneblade em Sex 28 Out 2016 - 18:35

*Sem esperar o homem falar mais nada Urru vai ate a carruagem e usa sua força para abrir a porta ao mesmo tempo que fala*

-cuidado com a lingua humano



-Pelo martelo da perdição
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qui 3 Nov 2016 - 9:45

Tssis, Tul e Hasseid.

Tssis dispara o raio flamejante mas o demonio antecipa o ataque inclinando-se para o lado fazendo o raio acertar um poste atrás dele, aproveitando-se do fato do demonio ter se distraido para sair do caminho do feitiço, Hasseid acerta-o com sua espada provocando um corte superficial no torso.
Mas nesta hora, pegando todos de surpresa, surge Tul acertando o demônio na cara com o cabo do machado antes que este sequer pudesse se perguntar o que estava acontecendo, ele desmaia na hora.
O "Corvo", o qual Tul reconhece o cheiro muito bem recarrega a pistola e olha para o escama negra.
- Acho que você tem muito a explicar. *Diz em uma voz feminina*

Urru.

Com sua força maior que uma pessoa normal, ainda mais por estar ileso, você consegue abrir a porta facilmente. Lá dentro você avista uma mulher loira de roupas elegantes, aparentemente da nobreza.

Ela arregala os olhos com medo do meio orc enorme lá mas logo relaxa mais ao ver o velho cavaleiro que oferece a mão para tira-la da carroça virada.

- Obrigada... *Ela bate a poeira do vestido, logo leva as mãos ao rosto ao ver o ferimento do cavaleiro* - Sir Richard. Você ta ferido!

Sir Richard: - É só um...corte superficial.

*Urru não é nenhum curandeiro mas dá pra ver que está longe de ser superficial*


Mulher nobre:



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qui 3 Nov 2016 - 17:50

*Ao ver que o golpe nocauteou a criatura, Tul cutuca o demônio com um machado. Em seguida, se vira para a mulher-elfo-corvo.*

-Quando eu entender o que está acontecendo, eu explico. Uma bruxa do bosque, uma velha, estava conversando com um tal Jasper. A velha disse que o demônio volta cada vez mais forte quando morre então... Então acho melhor amarrar esse aí.

-E o homem está com X'endrick, lá atrás.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sex 4 Nov 2016 - 9:34

*Haseid olha carrancudo para o ombro ensanguentado, mas já passou por coisas piores que isso, se limitando a pressionar o ferimento e chegar perto do demônio. Ouvindo o que Tul disse, pego uma corda em minhas coisas e já começo a amarrar o infeliz, ai me lembro do mascarado*

-Obrigado pela ajuda e por não ter permitido que esse demônio machucasse alguém na vila. A quem devo agradecer?



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Sex 4 Nov 2016 - 17:47

Após assistir Tul Duru nocautear o demônio, T'ssis Tor Gak fica assistindo o grupo de longe: o demônio caído, o escama negra, o bardo e o corvo misterioso. Aparentemente em introspecção, o único movimento que o lagarto fazia era sua língua que ocasionalmente balançava no ar enquanto ele experimentava os cheiros.

Após alguns breves momentos, ele olha ao redor, observando quantas e quais pessoas haviam visto que ele era um feiticeiro, uma notícia que ele imaginaria se espalharia na cidade como fogo em mato seco, assim como a notícia de que haviam derrotado um demônio.

T'ssis Tor Gak se aproxima do grupo, ouvindo cada palavra que eles trocavam. Enquanto se aproxima, o lagarto observa o corvo dos pés a cabeça, procurando sinais de auras mágicas. Ao ver Hasseid pegando as cordas, ele fala:

- Isso não vai segurar essa coisa por muito tempo, seria melhor coloca-lo em um dos calabouços da cidade. A guarda da cidade pode nos ajudar com isso.

Ele então olha para Tul Duru:

- Pode me levar até o Xen'drick? Enquanto vocês cuidam desse demônio junto dos guardas, eu gostaria muito de ter uma conversa com o Jasper e essa tal bruxa. Pode ser que não possamos matar esse demônio, mas acredito que seja possível baní-lo para outros planos.  

Finalmente, o Iluminado paira seu olhar no corvo, encarando-o momentaneamente.

- Bela máscara!
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Sab 12 Nov 2016 - 12:44

Tssis, Tul e Hasseid.

*O Corvo junta as duas espadas curtas em uma só e guarda ela na bainha em sua cintura, pela voz dá para ver que é na verdade uma mulher por baixo daquela mascara, Tssis não sente nenhuma aura mágica nela a não ser pela espada que parece ter alguma magia nela.*

- Só fazendo meu trabalho. *Disse ela para o bardo sem ainda se identificar*

*Após a troca de informações entre o grupo, vocês notam que o demonio está realmente imóvel, e parece pesado demais para Hasseid e Tssis carregarem, mas Tul ou Xen'drick poderiam faze-lo sem problemas.

*Vários passos começam a se aproximar, a mulher corvo pega da cintura uma outra pistola com o cano mais grosso e dispara um arpeu contra o telhado que a propele para lá onde ela some nos telhados.

*Da esquina três dos guardas da cidade se aproximam, entre eles o Capitão da guarda, os guardas mais novos não contém uma expressão de pavor ao ver o demônio desmaiado.

Capitão: - Mas o que diabos ta acontecendo aqui!? O que em nome da Luz é isso?




" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Sab 12 Nov 2016 - 13:49

T'ssis Tor Gak observa maravilhado a mulher corvo indo embora com seu aparelho estranho. Porém, existiam outras coisas que requeriam sua atenção. Ao ouvir o capitão da guarda falar, o Iluminado se vira para ele, se aproximando alguns passos enquanto ajeita sua capa, passando-a por cima dos ombros novamente e fechando ela a sua frente, como normalmente fazia.

- Não, diabos não. Demônios! São coisas diferentes. Pois bem... - o feiticeiro aponta o demônio caído - ISSO é o que tem causado os desaparecimentos. Tul Duru o nocauteou. - ele volta a fitar o capitão - Vamos precisar da sua ajuda, capitão. Não importa quantas vezes matemos essa criatura, ela sempre se levanta, nossa única opção é prendê-la até acharmos alguma solução melhor. A cidade possui algum calabouço que possamos usar?
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Dom 13 Nov 2016 - 9:56

*Haseid estava maravilhado com o fato de a Mulher-Corvo ser mulher!!! Ele chega a esquecer que o demônio está aos seus pés amarrado e a guarda da cidade está vindo em sua direção. Queria saber quem ela era, já tinha na cabeça os versos que cantaria nas tavernas sobre Haseid e a mulher-corvo salvando a cidade, e os homens e mulheres indagando se eram um casal e se sempre combatiam o mal juntos. Com pressa, ele percebe que Capitão está ao seu lado indagando sobre o ocorrido, então gesticulando com o braço bom e meio elétrico diz enquanto corre....*

-É isso mesmo capitão, prende essa porcaria em algum buraco enquanto encontramos maneiras de destruir isso, eu vou agora mesmo procurar algo que irá nos ajudar...Encontro vocês no QG do capitão!!!

*Haseid sai correndo ainda segurando seu braço bom, ela subiu ao telhado para fugir, assim eu começo atras da casa a indagar as pessoas e obtendo informações de onde por acaso ela pode ter passado correndo, a essa hora do dia não deve ser impossível que tenham visto ela correndo pelos telhados para alguma direção*



avatar
Urru Stoneblade
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 90
Data de inscrição : 12/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Urru Stoneblade em Dom 13 Nov 2016 - 13:20

* Urru olha para os feriementos do caveleiro e percebi,por ja ter feito ferimentos desse nivel que ele estava mais ferido do que imaginava, rosna e depois diz*

- isso não e um ferimento superficial, vamos logo para cidade para você receber tratamento eu preciso pegar minha recompensa

* olha para a mulher e fala*

- quem ser você?



-Pelo martelo da perdição
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 15 Nov 2016 - 17:25

*Tul observa a mulher-corvo ir embora e Haseid correndo atrás, dando uma bufada e sacudindo a cabeça. Qualquer um imaginaria que UMA joelhada já teria sido o suficiente.

Ele observa Tsiss explicar a situação para o capitão da guarda em silêncio. Não gostava do homem, e quanto menos falasse com ele, melhor. E depois responde ao feiticeiro pálido.*


-Eles estão na entrada da cidade, perto de uma bifurcação na estrada com um toco de árvore podre. Vai ser bom você falar com eles, melhor você do que eu. Mas eu acho que vou ficar aqui. Haseid foi caçar outro tipo de presa, e um de nós precisa ficar aqui pra quando essa criatura acordar e as galinhas fugirem de medo.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qua 16 Nov 2016 - 11:48

Tul e Tssis.

- U...um demônio!? *Balbucia um dos guardas, logo uma cacofonia de vários guardas resmungando coisas diferentes começa, algo que o Capitão é rápido em interromper* - TODO MUNDO QUIETO! *Na hora apenas as cigarras eram ouvidas*

*Ele escuta o que vocês falam e dá uma cutucada no demônio com a ponta da espada.

- Então essa coisa é o que ta matando os cidadãos? E por que ela não está morta!?

*Quando Tssis explica que a criatura simplesmente renasce, ele coça a barba e guarda a espada.*

- Certo. Vocês! *Aponta para alguns dos guardas* - Amarrem essa coisa e joguem na masmorra! Na ultima cela, a mais segura!

*Os guardas hesitam um pouco, o que ele logo reforça* - PRA ONTEM SOLDADO!

- Si..sim senhor! *Gagueja um deles, eles começam a amarrar as pernas e braços do demônio com cordas.

- E vocês! *Aponta para Tssis e Tul, parece procurar Hasseid que já tinha saído para "caçar outra fonte de informação"* - Cadê o bardo? Ah não importa! O prefeito vai querer saber o que aconteceu. Venham comigo.

Hasseid

Você escala o telhado, não é fácil nem tão rápido quanto ela mas consegue ver algumas telhas um pouco trincadas e no telhado logo a frente algumas na ponta do telhado parecem um pouco amassadas, está de noite mas as tochas nas ruas ajudam um pouco na iluminação, mesmo que precariamente...

(Se quiser pode fazer um teste de Sobrevivência para tentar rastreá-la)

Urru.

O Cavaleiro se levanta com a mão no ferimento.

- Eu...ainda...

A mulher o interrompe.

- Não fale...poupe suas forças. *Ela se vira para o meio orc* - Eu sou Lady Maria Batrand, da casa Bartrand em Syllorn. Se nos ajudar a chegar em Barovia, posso recompensa-lo devidamente. Não devemos estar longe eu acho, apenas mais algumas horas de caminhada.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sab 19 Nov 2016 - 10:46

*Haseid procura, mas o fato de ser noite e aparentemente ela ser boa em não deixar rastros contribuía para não ter noção de onde ela estava. Então com um olhar e sorriso na cara de quem diz.. "Sou um verdadeiro fdp", olho para um lado e para outro me certificando que não tem ninguém vendo e conjuro Localizar Objetos, se concentra naquela mascara que nunca tinha visto na vida e era o objeto nela que mais tinha observado.*



avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Seg 21 Nov 2016 - 13:14

*A situação, e o homem, estavam desagradando Tul.*

-Temos um monstro que pode acordar a qualquer hora, quem tem a informação está sozinho, e estamos nos espalhando... Vamos com você, mas antes vamos buscar X'endrick e Jasper.

-E deixe uma pessoa a postos para informar sobre o demônio.
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Seg 21 Nov 2016 - 21:25

T'ssis Tor Gak bate com as garras impacientemente no cajado, pensativo por um momento, de cabeça abaixada. Ele finalmente olha para Tul Duru:

- Tem razão, caçador. Nos separarmos não é uma boa ideia.

Ele olha de Tul Duru para o capitão:

- Concordo que devemos ir encontrar Xen'drick. O prefeito... e EU... vamos querer ouvir o que Jasper tem a dizer.

O feiticeiro faz sinal para Tul Duru guiar o caminho.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qui 8 Dez 2016 - 18:30

Hasseid.

Você conjura a magia que abre um traço que só você vê, ele segue pelos telhados até a Taverna, você consegue ver marcas de pés na janela mas o quarto está com as luzes apagadas, tornando difícil ver o que acontece lá dentro ou se tem alguém lá…

Tssis e Tul Duru

Os guardas amarram as pernas e braços do demônio com cordas enquanto vocês recuam um pouco para onde Jasper e Xen’drick estão, o humano respira ofegante no chão como se tivesse corrido uma maratona enquanto Xen’drick apaticamente volta-se para vocês.

Xen’drick: - Tava na hora! E ae pegaram a coisa?



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qui 8 Dez 2016 - 20:37

-Mas é claro! Nosso grupo salvou Barovia... de novo! - O feiticeiro diz respondendo a Xen'drick.

Ao ver o homem que T'ssis Tor Gak assume ser Jasper no chão, se aproxima até que seus pés estejam em seu campo de visão. Ele observa o homem por alguns momentos, antes de falar de forma mais sincera:

-Lamento pelo que houve com sua filha.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sab 10 Dez 2016 - 8:41

Dungeon Master escreveu:[b]Hasseid.
Você conjura a magia que abre um traço que só você vê, ele segue pelos telhados até a Taverna, você consegue ver marcas de pés na janela mas o quarto está com as luzes apagadas, tornando difícil ver o que acontece lá dentro ou se tem alguém lá…

*Haseid vê o caminho e o segue, mas quando da em um quarto que aparentemente estava vazio, isso podia complicar um pouco as coisas. Então eu vou chegando perto da janela e caso não veja ninguém, eu adentro o quarto. Isso tudo de forma sorrateira para caso tenha alguém la não me ver. (rolamento no tópico de rolagens)*



avatar
Urru Stoneblade
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 90
Data de inscrição : 12/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Urru Stoneblade em Sab 10 Dez 2016 - 12:29

URRU GERAL

* O meio orc olha para a dupl a e fala*

-Que seja..........vamos logo preciso pegar minha recompensa por ter matado esse mostro............ter salvos vcs so foi uma sorte do destino

* o meio orc vira se para o mostro quando deixa a ultima frase nor ar*

- Para vocês no caso..........

* sem pensar nas opiniões dos 2, O meio orco pega o machado e arranca uma das orelhas do mostros , ensaguentada e cheia de pelos e coloca em pedaço de pano velho sem valor e coloca no bolso*

- Vamos logo.................consegue andar ?

* pergunta para o cavaleiro(



-Pelo martelo da perdição
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Dom 11 Dez 2016 - 12:49

*Depois da resposta de Tsiss, Tul apenas acena com a cabeça para X'endrick, confirmando a informação. Em seguida ele olha para Jasper ofegando no chão. Provavelmente o sofrimento da criatura cobrava algum preço a ele.*

-Melhor se levantar. Você tem um encontro com os chefes desse lugar, e seus problemas ainda não acabaram.

avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Dom 19 Fev 2017 - 20:08

Hasseid.

Chegando perto da janela que você consegue alcançar simplesmente pulando, dá para ver que o quarto está escuro, você não percebe sinais de movimentação, a falta de iluminação dificulta ver qualquer coisa a não ser que escolha acender as velas ou uma tocha.

Você ergue a janela do modo mais sorrateiro possível, seus pés rangem sob a madeira velha… (Faça um teste de Percepção com desvantagem por causa da escuridão, caso acenda alguma fonte de iluminação pode fazer o teste normal).

Uhu.

O cavaleiro se levanta, mas parece não conseguir andar sem apoio, a jovem oferece o ombro para ele e mesmo quase não aguentando o peso do homem de armadura, continua dando-lhe apoio.

- Vamos. *Ela diz.

Vocês fazem o caminho até Barovia, a vila parece pequena e praticamente parada a esta hora da noite, a única movimentação que você enxerga é em uma esquina onde uma cena estranha se revela, três homens lagartos, dois grandes e robustos e um magro, baixo e albino conversando com um homem ajoelhado enquanto os guardas da cidade amarram uma criatura bizarra que você nunca viu antes...

Tssis e Tul Duru.

Jasper estava lutando para recuperar o fôlego quando Tssis se aproxima, como se lutando contra as próprias lagrimas, ele responde.

- O...obrigado Senhor…

Nesta hora Tul fala para ele se levantar, em um tom que soava mais como ordem do que recomendação, ele se apoia em um poste perto e coloca as forças restantes nas pernas, parece conseguir ficar em pé mas cambaleando bastante.

A distância vocês vem um grupo se aproximando, um meio orc com um machado, um homem de idade trajado em uma armadura que parece ferido e uma jovem de roupas nobres ajudando o velho cavaleiro a andar mesmo com o ferimento em seu baço...



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Urru Stoneblade
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 90
Data de inscrição : 12/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Urru Stoneblade em Ter 21 Fev 2017 - 0:27

Urru - vila

* No MEIO ORC SE VIRA para ambos e diz*

- aonde vc querer cavaleiro, conhece essa cidade?:.............

* o meio orc cheira o sangue fresco no ar responde*

- vc n parece bem..... precisa de ajuda

* o mesmo fala olhando para o situação esquista no fianal da viela*



-Pelo martelo da perdição
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Sex 24 Fev 2017 - 22:06

*Meio-orc... Tul não conseguia se decidir se era uma mudança bem-vindo a todos os dentes chatos da vila ou se seria mais um inimigo. A vantagem é que orçamento e seus parentes não demoravam para deixar a situação clara. Jasper, por sua vez, continuava seu espetáculo tedioso de fraqueza e debilidade. Tul acaba preferindo se dirigir ao grupo recém-chegado.*

-Vocês são respostas ou mais perguntas?
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qui 2 Mar 2017 - 22:52

T'ssis Tor Gak era um lagarto de 1,80, totalmente albino. Ele mantinha uma capa vermelha cobrindo quase todo seu corpo, mas o pouco que era visível deixava claro que o lagarto era assustadoramente raquítico. Seus dedos finos e longos acabavam em garras negras e compridas, e ele possuía em mãos um cajado na forma de uma serpente. Sua face era encoberta por uma máscara de dragão, e os olhos do lagarto brilhavam em um azul pálido e doentio.

O lagarto olha para o grupo recém chegado. Seus olhos examinam cada uma daquelas figuras, a procura de auras mágicas, seja neles ou em seus pertences. Ele comenta com Xen'drick na língua dos dragões:

(dracônico) - Fique de olho nesses daí. Quem sabe quais peças mais os antigos nos pregarão hoje.

O feiticeiro então se aproxima de Jasper, encarando-o. Por longos segundos ele não diz nada, até que decide quebrar o silêncio:

- É doce, não é? O gosto da vingança... - ele sibila uma vez, sua língua bifurcada balançando no ar momentaneamente - Mas a vingança sempre cobra um preço, Jasper. Ontem, eles viram um monstro que não existia na sua filha. Hoje, eles vêem um monstro em você. Eles não vão ouvir suas palavras - o feiticeiro se aproxima lentamente - mas vão ouvir as minhas, e talvez eu possa limpar o nome da sua filha, para que eles nunca mais se esqueçam da injustiça que cometeram. Mas para isso, preciso que me conte tudo que aconteceu com sua filha, por que a tiraram de você. Também preciso saber sobre Darla, Galen Marius e todos os outros que o demônio matou ou ainda persegue.

Conteúdo patrocinado

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui 21 Set 2017 - 5:29