Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Julho 2017

DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário


Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Compartilhe

Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qui 7 Jul 2016 - 23:44

*Vendo que X'endrick e T'siss iam para a porta da frente, Tul começa a circular a casa para a porta dos fundos, com um machado em cada mão e começando a exercitar os músculos.*

-Já conversamos demais, agora é hora de aço, garras e presas. Boa caçada.

Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Sex 8 Jul 2016 - 15:05

*Uma vez que todos concordam com as posições, as duas duplas seguem seus caminhos. Tssis e Xen’drick se dirigem a porta da frente onde encontram uma porta de madeira envelhecida que está trancada, pelas janelas pode-se perceber que a casa está aparentemente vazia e silenciosa apesar de iluminação precária.

Para os olhos de Tssis, é possível ver um fino traço de energia da mesma cor que o enxofre encontrado no beco em um canto da sala.

Xen’drick prontamente abre a porta com um chute que derruba ela.

Xen’drick: - Pronto...
*Diz entrando na frente.

Do lado de dentro percebe-se pela grossa camada de poeira na mobília que a casa está aparentemente vazia a muito tempo, os móveis, estranhamente, estão inteiros e impecáveis exceto pela poeira.

*Dos fundos, Hasseid e Tul Duru encontram a porta dos fundos também trancada, o olfato sensível de Tul detecta um cheiro peculiar que vem do andar de cima. No segundo andar há uma janela aberta cujas cortinas empoeiradas e envelhecidas balançam com o vento.
O cheiro parece uma estranha mistura de enxofre, queimado e sangue.


Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Dom 10 Jul 2016 - 7:38

*Percebe a porta fechada, faz uma cara de "putz", pensando "nada de efeito surpresa". Olha para o seu companheiro e fala...*

-Vamos lá grandão, me ajuda a abrir essa porta.

*E logo me posiciono como se fosse ajuda-los nessa tarefa mas nada faço além de ficar fitando a janela do segundo andar caso a "coisa" tente escapar por causa do barulho.*

T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Dom 10 Jul 2016 - 21:13

- Sutil...

T´ssis Tor Gak entra alguns momentos depois de Xen'drick. Após entrar, ele observa rapidamente o lugar, então se afasta um pouco da porta para ficar longe dos olhos de qualquer transeunte na rua.

T´ssis Tor Gak fecha sua capa ao redor de seu corpo, e cobre sua cabeça com seu capuz, seu corpo ficando totalmente escondido da visão de Xen'drick. No momento seguinte, a capa do feiticeiro começa a mudar de cor até seu típico tom vermelho vivo. Quando T´ssis Tor Gak tira seu capuz novamente, ele está de volta a sua forma verdadeira.

T´ssis Tor Gak:

Em seguida, de dentro da capa, T´ssis Tor Gak puxa seu cajado.

Após o término de sua transformação, T´ssis Tor Gak diz a Xen'drick em uma voz baixa.

- Vamos naquela direção, estou vendo algo. - ele aponta para onde pode ver o traço de energia mágica.

T´ssis Tor Gak deixa que Xen'drick vá na frente, e segue o amigo até se aproximar mais para examinar aquele traço de energia.

OFF:


Vou rolar um Investigação para o T´ssis Tor Gak examinar a sala, sobretudo o local do traço de energia.


Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 12 Jul 2016 - 20:39

*X'endrick chuta a porta, mas Tul permanece em silêncio. Ainda era, apesar de tudo, um espreitador. Vendo que a porta dos fundos também está trancada, ele olha para o bardo em silêncio. Apontando para o próprio nariz, em seguida ele aponta para o segundo andar, e a janela, enquanto começa a subir a parede em sua direção.

Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Seg 18 Jul 2016 - 10:41

Tssis tor Gak

Tssis retorna a sua aparência “comum”, os dois reptilianos adentram a sala pela porta da frente, seus passos rangem em cima da madeira velha e Tssis investiga o traço de energia.

Com certeza você conclui que é o mesmo que encontrou no beco, você recorda o que aprendeu no seu clã, que demônios, diabos e quaisquer outros infernais podem ser invocados e presos ao mundo terreno com rituais e que quanto mais poderoso o demônio mais complexo o ritual.

Xen’drick: - Você vai ficar aí olhando pra poeira o dia todo?

Hasseid e Tul.

Tul Duru começa a subir as paredes, aproveitando-se das frestas na madeira e de suas garras para conseguir melhor estabilidade, chegando facilmente até a janela no segundo andar.

Lá dentro, o cheiro parece bem mais forte, você percebe estar em uma espécie de quarto onde a mobília foi propositalmente colocada de lado para dar lugar a um estranho simbolo.



O cheiro parece bem forte neste desenho, mas você consegue senti-lo em outros lugares da casa.
Hasseid ainda está diante da porta dos fundos trancada, e pelo barulho consegue deduzir que Tssis e Xen’drick entraram pela porta da frente de um jeito bem menos educado.

Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Seg 18 Jul 2016 - 16:15

*"Haseid estava nervoso, etava atrás de algo desconhecido mas que com certeza iria pular em seu pescoço na primeira oportunidade. Queria muito cantar, tinha esse costume quando ficava nervoso, mas como não sabia com o que estava lidando, era melhor ficar quieto e se contentar em passar a música em sua mente. Estava decidido, quando essa porcaria toda acabar, vai fazer o prefeito bancar uma festa e esse dia ser decretado feriado".*

*Entre seus devaneios, Haseid desembanha a espada longa , se mantendo em prontidão. Obsevando tudo a cada paço dado naquele recinto, sobre o círculo, perguntaria melhor ao T'ssis o que fazer com aquilo. É vai adentrando e seguindo para o próximo cômodo .

T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Ter 19 Jul 2016 - 1:22

Novamente em sua forma real, T´ssis Tor Gak volta a cheirar o ar utilizando sua língua, como uma serpente. Ele analisa aquele pó que havia encontrado com devoção, quase como se a ameaça do local tivesse desaparecido de sua mente.

Até que Xen'drick o trás de volta a realidade. Ele então fala com o amigo, controlando o tom de voz para pouco mais que um sussurro.

- Pó? Ah... é verdade. Você não pode ver o que eu vejo...

O feiticeiro passa um de seus dedos no pó, examinando-o mais de perto por um momento, antes de subtamente se virar para Xen'drick, aproximando rapidamente seu dedo coberto de pó do focinho do Escama Negra, e volta a falar em seu tom sussurrado.

- Mas sinta! Tem cheiro de amarelo!

Após alguns segundos, o Iluminado começa a limpar o dedo na própria capa enquanto completa:

- Falando em cheiros, nosso inimigo deve cheirar a sangue e enxofre. Você consegue sentir algum cheiro?

Enquanto Xen'drick procura o cheiro, T´ssis Tor Gak saca sua adaga.

OFF:


Eu não me lembro se sacar uma arma contaria como ação fora de combate, ou se está contando como ação nessa situação. Se estiver, desconsiderem o que vou escrever abaixo.


Com o cajado em uma mão e a adaga na outra, o feiticeiro recita de maneira velada as palavras mágicas, conjurando "Luz" sobre sua adaga para transformá-la em um ponto de luz capaz de iluminar a sala toda.

Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Dom 24 Jul 2016 - 20:38

*Bruxaria, demônios e livros. O dia não estava bom. Mas até criaturas como demônios tinham que seguir as leis mais básicas da natureza. Se o cheiro estava mais forte naquele círculo, era onde Tul conseguiria farejar melhor a criatura. O ranger vai até o círculo para buscar um rastro do cheiro forte que permeava o lugar.*
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Seg 25 Jul 2016 - 21:43

Tul Duru e Hasseid.

O circulo é a parte que Tul mais sente o cheiro de enxofre mas o rastro parecia espalhado em todo o canto, era como se a criatura tivesse passado por lá muito recentemente e muito frequentemente.
Hasseid vasculha a o comodo seguinte, deparando-se com um tipo de quarto, com uma cama velha em um lençol empoeirado, na escrivaninha ao lado consegue ver um porta retrato com o desenho de um homem de meia idade, meio calvo com roupas de fazendeiro ao lado de uma garota jovem que a julgar pela semelhança é sua parente.

Uma gota pinga do teto sobre o retrato e o bardo tem pouco tempo para sair de baixo quando algo pula do teto quase acertando-o com um tridente.

O bardo pode observar claramente a criatura, o problema no conflito está naturalmente no quarto que é pequeno demais para acomodar o grupo todo e a criatura, movimentar-se e manobrar nele seria dificil.



Do quarto, Tul escuta claramente o guinchado da criatura e o barulho de algo pesado indo para o chão (e provavelmente Hasseid chamando / gritando)

Tssis’tor Gak.

O escama negra dá um soco na sua mão quando você coloca o pó no focinho dele.

Xen’drick: - Tira esse negócio do meu focinho seu zumbi branquelo! *Ele rosna aborrecido*
*Ele começa a farejar o ar, parando seu olhar no segundo andar.

Xen’drick: - Eu sinto...algo lá!

Um barulho de algo pesado caindo no chão no segundo andar seguido de um guinchado que preenche o ar, Xen’drick não perde tempo em correr pelas escadas seguindo o barulho.




" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qui 28 Jul 2016 - 0:14

O Iluminado é tão fraco fisicamente que a pancada do Escama Negra é o suficiente para jogar não só o braço do feiticeiro para o lado, mas fazer com que seu torso todo vá junto e T´ssis Tor Gak tenha que dar alguns passos para o lado para não cair.

Enquanto balança a mão no ar na típica forma de quem machucou os dedos, ele murmura para sí mesmo:

- Bárbaros. . .

Enquanto ele preparava a magia em sua adaga, um barulho alto acontece e Xen'drick corre escada acíma. T´ssis Tor Gak rapidamente guarda sua adaga e sai em disparada correndo atrás do amigo.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qui 28 Jul 2016 - 18:19

[OFF: O Haseid chamar e gritar????? Claro que SIM!!!!!]

*A coisa que quase empalou Haseid era grotesca e assustadora, apesar de Haseid ser um homem viajado, basicamente o que tinha enfrebtado na vida eram goblins, cobolds e chegou atéa ter uns zumbis... Mas isso era um pouco de mais para o Bardo. Como já estava com a espada em mãos, a mantém a frente em posição de defesa.*

-PESSOAAAALL, se apressem por favor, nosso convidado acabou de aparecer e pela cara dele...

*Olho para a cara dele.*

-...ele não está para muita conversa!!!!!

[OFF: Caso ele venha para cima, parto para ele também.]



avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qui 28 Jul 2016 - 21:05

*Se o nariz de Tul não pôde lhe dizer nada, os ouvidos certamente disseram. Tul abre a porta e vê uma criatura atacando o bardo. Típico... Mas os problemas do bardo não importavam. O que importava era que Tul era o caçador, e agora tinha uma presa.*

*Sacando seus machados, o ranger pula pela escada em cima do demônio, berrando um grito de guerra.*


-TUL DAR TRAK! (Sangue e Trovão, em Dracônico)

OFF: Tul também ativa a magia Marca do Caçador.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qui 28 Jul 2016 - 22:04

Ordem de Iniciativa.

1o) Hasseid Dumein

2o) Tul Duru

3o) Tssis'tor Gak

4o) Demônio



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Dom 31 Jul 2016 - 7:57

*Quando o monstro tenta matar Haseid, ele se esquiva parando de frente paa o infeliz, grita por ajuda mas tinha que agir logo porqueeles não ficariam ali se encarando a vida toda.*

-"O azar do inferno, tinha que aparecer justamente na. minha frente esse infeliz, com tanto brutamonte la em baixo."

*Haseid tenta ser rápido e com sorte poderia líquidar com ele antes que ele perceba, já qi não há outra coisa na mão a não ser sua espada longa, a segura com as duas mãos e tenta dar um golpe potente em diagonal. (Haseid nem de longe era um bom espadachim, mas tinha que se virar)*



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Seg 1 Ago 2016 - 21:14

O feiticeiro sobe escada acima até ver aquela situação toda. Ele para a distância e com um movimento brusco abre sua capa, fazendo-a abrir-se no ar momentaneamente de maneira exagerada.

Finalmente descoberto por sua capa, era possível ver que assim como Tul e Xen'drick, T´ssis Tor Gak não usava roupa alguma, apenas uma bolsa lateral onde carregava seus pertences. Diferente dos outros porém, o Iluminado era grotescamente magro, a tal ponto que suas costelas eram claramente delineadas pela pele, assim como seus ossos da bacia. Os músculos dos braços e pernas do lagarto tinham um aspecto atrofiado, o que os deixava com uma aparência longa e fina. Ele parecia não possuir gordura alguma em seu corpo, salvo um pouco acumulado no abdômen, cortesia de sua vida como nobre. Na penumbra daquela casa abandonada, os olhos de T´ssis Tor Gak pareciam emitir um brilho azul sólido, escondendo suas pupilas.

Segurando o cajado em forma de serpente a sua frente, o lagarto começa a gesticular sobre ele com a outra mão enquanto pronunciava palavras em dracônico em alto e bom tom. Uma esfera de energia se forma ao redor de seu cajado enquanto o feiticeiro o ergue, batendo em seguida com força no chão com a ponta inferior do cajado, antes de apontá-lo para o inimigo disparando sua magia de Mísseis Mágicos.

Logo após ter lançado seu primeiro ataque, quando a energia começa a desaparecer de seu cajado, o feiticeiro aproxima sua mão esquerda e pega a energia como e fosse algo sólido. Enquanto recita mais algumas palavras em tom ainda mais alto, ele ergue a mão e aperta a energia, que explode e se lança em direção ao inimigo em mais um Mísseis Mágicos.

OFF:

Com permissão do mestre, decidi editar esse post para utilizar 2 pontos de magia para usar Quickened Spell e castar mais um mísseis mágicos.

avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Ter 2 Ago 2016 - 15:11

Hasseid gira sua espada longa contra a criatura que dá um pulo para trás, saindo do caminho do corte.

Logo em seguida, Tul Duru entra com os dois machados erguidos, pulando em cima do demônio, sua concentração total no inimigo é o que acabou debilitando seu ataque, uma mistura de calcular mau o peso e o alcance dos machados com o tapete no meio do caminho fazem o escama negra tropeçar, caindo em cima de Hasseid (Hasseid não leva dano, mas ainda assim ter uma criatura pesada dessas caindo em cima não é nada confortável)

O feiticeiro convoca as forças de seu sangue draconico e dispara os mísseis mágicos. Os três projéteis acertam em cheio, o dêmonio cambaleia para trás e rosna furioso na direção do feiticeiro apenas para ver mais três outros projeteis arcanos acertando-o em cheio.

Aproveitando-se do caminho aberto a sua frente, o demônio salta por cima da cama indo para fora do quarto facilmente acertando o feiticeiro com uma mordida (8 de dano)

Xen’drick avança para cima do demônio, mas seus passos pesados entregam suas intenções, o demônio larga tssis e inclina seu corpo para o lado saindo do caminho do ataque de garras de Xen’drick, mas no presente momento, a criatura parece se preocupar mais com Xen’drick que naquela distância de combate corpo a corpo é o que representa a maior ameaça no momento.




" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 2 Ago 2016 - 17:53

* Com o peso do lagarto que foi jogado sobre Haseid, ele perde todo o ar de seu corpo é começa tossir, faz um esforço hercúleo para tirar seu aliado de cima a tempo. Quando consegue, com o suor já escorrendo pelo rosto, começa a cantar. Era uma música de inspiração para o combate, falando de heróis antigos e suas glórias. Se concentrava em sí mesmo e em seu aliado mais combativo, o Tul Duru. Se sentindo revigorado e capaz de enfrentar até mesmo um dragão, parte para cima de seu inimigo, brandindo a espada longa e tentando dividir o mesmo ao meio.*

[OFF: Haseid e Tul Duru estão com +6 nas jogadas de ataque, só não lembro se isso também conta para dano ]



avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 2 Ago 2016 - 18:24

*Tul se levanta, irritado. Se estivesse sozinho, o tombo teria sido sua morte. E para completar, o bardo está cantando.

...

Mas a música era estranhamente... inspiradora. Sacudindo a cabeça, Tul avança novamente para o demônio, se sentindo mais confiante, mesmo sem saber explicar.*
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Ter 2 Ago 2016 - 23:08

Ao notar o demônio avançando contra ele, T´ssis Tor Gak recua freneticamente sem muito efeito. O lagarto ergue os braços tentando se proteger como pode. Ele grita alto com a mordida em seu ombro enquanto tentava inutilmente afastar o demônio.

Assim que é solto, T´ssis Tor Gak se afasta rapidamente do inimigo, correndo para longe dele segurando seu ombro ferido e coberto e sangue. O lagarto procura algum móvel ou algum obstáculo que pudesse colocar entre ele e o demônio, mas que não impedisse sua visão do mesmo. Enquanto seus amigos lutam contra a criatura, ele junta  suas forças para vencer a dor momentaneamente e erguer seu cajado no ar novamente, dessa vez recitando as palavras com menos firmeza e mais desespero na voz, criando a mesma energia de antes e disparando-a contra o demônio em mais um ataque de Mísseis Mágicos.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qua 3 Ago 2016 - 8:39

A música do bardo ressoa nos ouvidos do ranger, inspirado pela magia, seus machados acertam de maneira certeira provocando dois cortes profundos no peito do demônio que cambaleia para trás levando a mão ao ferimento, seu sangue negro agora encontrando o chão.

Tssis conjura novamente seus mísseis mágicos, os três projeteis acertam o demônio pelas costas levando-o ao chão, em um guinchado alto de agonia ele se desfaz em chamas, sobrando apenas um esqueleto chamuscado e sangue...






" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 3 Ago 2016 - 23:02

Assim que o demônio se desfaz, T´ssis Tor Gak recua, encostando-se em uma parede próxima, examinando seu ferimento, claramente afetado pelo dor. Embora já tivesse experiência em combate, eram raras as vezes que ele havia de fato se ferido e o feiticeiro não estava acostumado com tal situação.

Rapidamente ele abre a bolsa lateral na qual leva seu equipamento, retirando a poção que havia ganho de Merrick, disposto a acabar logo com a dor. Neste momento ele ergue o olhar, observando seus companheiros e seu orgulho de feiticeiro dracônico reaparece...

- Pensando melhor... grrr.... isso pode ser mais útil... em outro momento. - ele fala, guardando a poção novamente - Eu posso aguentar esse.... ferimento.

Ele então se desencosta da parede, tentando agir como se não tivesse sido afetado pela dor do ferimento. É então que o Iluminado nota o círculo de invocação que Hasseid e Tul Duru haviam encontrado. Seu olhar fica totalmente fixado no círculo e o lagarto albino caminha rapidamente na direção dele.

- Ah! Vocês encontraram! ! ! - ele diz extasiado enquanto cai de joelhos ao lado do círculo. Totalmente absorto pelo mesmo enquanto o examinava.

T´ssis Tor Gak começa a examinar o círculo e sua energia, concentrado a tal ponto que ele parecia ter esquecido de seu ferimento e mal notava que seu braço estava coberto de sangue.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qui 4 Ago 2016 - 0:18

*O Demônio devia ser uns dos generais dos nove círculos do inferno, Haseid não conseguia encostar no mesmo, ele não era um "homem de armas" mas nem encostar no infeliz... isso era patético!*

-Como eu disse... estava tudo sobre controle, não tinha com que se preocupar!!! Qual o nosso próximo movimento agora???

*Se volta para T'ssis que é o que mais pensa entre nós, depois de mim é claro rsrsrs. E então percebe que o mesmo está ferido. Me aproximo enquanto ele está absorto no circulo de onde supostamente o demônio saiu e começo a entoar uma canção de cura.*




avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qui 4 Ago 2016 - 0:38

*Quando o demônio se desfaz, Tul cutuca os restos da criatura com o cabo de seu machado antes de olhar ao redor. Só estava com o orgulho ferido, e o Pálido já havia sido cuidado pelo bardo, então ele segue o grupo de forma taciturna.*

-Você, Pálido, já tem papéis e desenhos. Hora de descobrir de onde veio essa criatura.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Ter 16 Ago 2016 - 19:48

A partir dos símbolos arcanos no ciclo de invocação, Tssis consegue deduzir com certeza que se trata de um ciclo de invocação menor. O feiticeiro sabe que quando se trata de invocação de demônios, quanto mais fraco o demônio mais simples é o feitiço e quanto mais poderoso, mais complexo e exigente.

A julgar pela simplicidade do ciclo, qualquer um que tenha as instruções corretas poderia construir este ciclo, mas o grupo não precisa de muito raciocínio dedutivo para saber que pouquíssima gente nesta cidadezinha sequer saber o que é isto.

Mas a maior revelação é acerca do tipo de demônio, um demônio ligado a vingança e retribuição, pelas gravuras no ciclo está claro que o invocador trouxe esta criatura para trazer justiça sangrenta em alguém, mas como em qualquer magia sombria, nada vem sem um preço, um preço que não é possível determinar apenas olhando para o ciclo...




" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Sex 19 Ago 2016 - 2:41

O feiticeiro examinava o círculo arcano com devoção quase doentia, totalmente absorto em sua descoberta, até que Hasseid começa a cantar. Neste momento, o Iluminado finalmente ergue os olhos, como se tivesse se dado conta de que existe um mundo ao seu redor. Atraído pela energia arcana do bardo, ele olha em sua direção.

Assim que Hasseid acaba, T´ssis Tor Gak examina rapidamente seu ombro, antes de falar de maneira bem mais calma e contida:

- Mesmo com todo meu conhecimento, esse... poder da música continua sendo um mistério para mim. - ele move o braço um pouco, percebendo que a dor diminuiu bastante, então fazendo uma pequena reverência com a cabeça - Estou agradecido.

Assim que Tul se adianta, T´ssis Tor Gak olha para ele.

- Pálido?.... De qualquer forma, você tem razão, os papéis podem conter alguma pista. - ele diz enquanto se levanta, fechando sua capa ao redor do corpo como costumava fazer.

O lagarto volta a falar, encarando o círculo

- Descobri que isso - ele indica o círculo - é um circulo de invocação. Alguém o criou para trazer um demônio direto do inferno para cá. Isso não é obra de um qualquer. Seja lá quem o fez, tem bastante conhecimento no assunto, pois essa não era uma besta qualquer, era um demônio ligado a vingança.

Ele então olha para os companheiros:

- Hasseid, pode nos mostrar as coisas que o Tul Duru te deu agora a pouco?
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 23 Ago 2016 - 20:01

*Quando é questionado por T'issis sobre os itens, procura um lugar na casa onde possa depositar os objetos. Pega uma mesa virada, a acerta e coloca os objetos sobre a mesa. São eles: Um livro, uma carta e uma gema.*

-Com essa adrenalina toda de combate já os tinha esquecido!!!

*Como todo bom fofoqueiro de profissão que é um Bardo, eu pego logo a carta e começo a ler.*



avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 23 Ago 2016 - 21:35

*Com o foco mudado para cartas e livros, Tul está claramente fora de combate. Só lhe resta resmungar uma resposta para Tsiss e olhar de soslaio para os papeis, tentando disfarçar a curiosidade.*

-Pálido. Escama-branca. O que preferir. Nós somos de escamas, mas tão diferentes quanto um crocodilo e uma lagartixa.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Sab 27 Ago 2016 - 16:21

Hasseid lê a carta que está no idioma comum.

“Prefeito.

“Eu sei que você sabe que esse lugar existe, metade da sua guarda vem aqui. Se quiser que os seus “bons cidadãos bem casados” continuem bem-casados você vai mandar aquele doente do Jasper parar de me perseguir!”
“Já to a duas semanas com esse doente no meu pé e até agora seus guardas não fizeram nada, sequer falaram com ele e agora to achando que ele quer me matar”
“Ontem um dos seguranças daqui a noite barrou ele de entrar depois que falei com ele e ele me disse que o Jasper tava com um punhal no cinto, pelo amor da Luz faça algo! O que você precisa!? Do meu corpo morto jogado na rua pra começar a trabalhar?”


O livro era algo mais elaborado, parecia escrito em comum, dando uma foleada rápida você entende que o autor deste livro encontrou um modo de invocar um demônio da vingança com o propósito de assassinar alvos específicos, seu nível de poder não é elevado o bastante para que possa ser considerado difícil de invocar mas contra cidadãos comuns seria mais que o suficiente, aparentemente havia um preço que o invocador deveria pagar para compensar a simplicidade do ritual mas você precisa de mais tempo estudando para entender o que o ritual envolve.

A gema está em um pingente com uma gema com um símbolo encravado, Tssis não reconhece o símbolo mas Hasseid consegue ver que é um Símbolo geralmente usado por sacerdotes da Igreja da Luz como um tipo de talismã e distintivo de status, sabe-se que apenas sacerdotes que passam pelo ritual de passagem da igreja tem permissão para carregar algo assim.

Tul Duru fareja o lugar e consegue identificar vários cheiros, o cheiro de enxofre vindo da criatura e um outro que parece fraco mas com certeza parecia ser humano, a trilha seria difícil de seguir já que parece que faz tempo que ele esteve por lá mas com foco o bastante dá para tentar... (teste de Sobrevivência)



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sab 27 Ago 2016 - 17:22

*Após ler a carta em voz alta, para que todos ali escutem. Haseid e pego de surpresa pelo teor da carta.*

-Putaqueopariu!!!! Não podemos perder esse documento, tido que está aqui é incriminador! Precisamos encontrar esse Jasper que aparentemente invocou "saporra" do inferno.

*Da uma pausa olhando para os lados e vendo se ninguém está bisbilhotando, e fala em voz baixa agora.*

-Agora temos que ficar de olho também no prefeito e no capitão dq guarda. Porque ela pelo que consta aí, já tinha pedido ajuda, e o prefeito negar essa ajuda e muito suspeito, ou o prefeito pode ter feito algo designando o capitão para da jeito mas ele por algum motivo pode não ter feito nada!!!

*Faz um sinal com as mãos na cabeça simulando o cérebro explodindo*



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Ter 30 Ago 2016 - 1:17

O feiticeiro examina o livro enquanto ouve o leitura de Hasseid. Após ouvir as palavras do bardo, se vira para os colegas, segurando o livro em uma das mãos.

- Eu não julgaria tão rápido. Este livro... - o feiticeiro diz, passando as garras negras sobre as páginas de leve, quase como que acariciando o livro - ...este livro contém rituais como o que foi usado para invocar esse demônio da vingança. Vou precisar estudá-lo com mais calma. - ele diz fechando o livro de repente, e então guardando-o em sua bolsa de viagem.

-Vocês dois - ele diz agora voltando o olhar para Xen'drick e Tul Duru - Vocês disseram que acharam essas coisas na "casa onde humanos praticam o coito". Vocês sabem de quem eram essas coisas? - ele diz enquanto ergue o pingente com a pedra até a altura dos olhos, examinando-o por curiosidade.
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 30 Ago 2016 - 13:47

*Tul rumina pensativo com a pergunta de Tsiss*

-Havia uma garota no lugar. A dona, a mulher com a lança, disse que tinha um... cliente perseguindo ela.

...

-Estou sentindo um cheiro.

*Sem continuar a explicação, ou dar mais satisfações, Tul começa a se concentrar no leve odor.*
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 30 Ago 2016 - 19:21

-Bom precisamos colher mais informações, eu quero ir ver se acho esse tal de Jasper, se ele tiver alguma culpa, podemos fazer ele cuspir a verdade. Quem vem comigo?? Vou passar na taverna e no pute.... quer dizer, na casa onde as mulheres praticam o coito e ver com o segurança alguma coisa!!!



avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qua 31 Ago 2016 - 19:08

Tul Duru consegue achar a trilha, basta começar a segui-la.

Xen’drick olha para todos com os braços cruzados.

Xen’drick: - Não acho que vocês baixinhos vão estar em perigo no...err...naquele lugar. Vou com o Tul Duru, dois rastreadores tem mais chance de achar algo do que um.




" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qua 31 Ago 2016 - 22:19

*Tul se abaixa no chão e começa a se concentrar na trilha. Sem levantar a cabeça, fala com X'endrick.*

-Já consegui.

-Vá com ele. Ele não vai conseguir informação só com sorriso. Humanos falam mais quando acham que um escama negra vai comer o braço deles.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qua 31 Ago 2016 - 22:23

*Olha para os dois lagartos e logo concorda.*

-Tá ok, então eu e t'ssis estaremos buscando informações, nos vemos a noite na taverna!

*Gesticulando com as mãos, se despede dos aliados, puxando T'ssis para irem logo.*

*Quando estiverem em uma distância segura, comenta com T'ssis.*

-Esses dois cascas grossas acham que são superiores a gente né, como você que é da espécie deles aguenta isso??? Eu poderia fazer eles beijarem meus pés(e sumiria da cidade depois), falta de respeito.

*Bufando segue com seu aliado.*



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qui 1 Set 2016 - 2:14

Durante a conversa toda, o feiticeiro se mantinha introspectivo, enrolado em sua capa vermelha. Com uma das mãos ele acariciava a parte inferior do focinho, pensativo. E assim ele permanece até que Hasseid basicamente começa a puxá-lo.

-Ahm, o que?! Cheiro? -sendo levado por Hasseid, o lagarto olha para trás e fala para Tul Duru aumentando a voz a medida que se afasta - Cuidado se for cheiro de amarelo! O Xen'drick não gosta! - o feiticeiro termina de falar no mesmo momento em que o bardo o puxa para fora do local.

Assim que Hasseid puxa conversa falando sobre a espécie deles, T'ssis Tor Gak responde:

- Ahh sim. Você experimentou a típica cortesia dos Escamas Negras - o lagarto faz um som meio gutural misturado com sibilo, que você pode supor que foi algum tipo de risada contida - Os Escamas Negras são... amh.. construídos para uma vida mais simples. Até onde percebi, eles preferem a praticidade do que os floreios e caprichos de povos mais civilizados. Não creio que eles se achem superiores a nós, presumo apenas que as atitudes deles são tão duras quanto as vidas que levam. As vezes até os admiro, realmente! São um povo tão duro que resistiram as mudanças do tempo, mesmo quando todo o mundo mudava ao seu redor. Eles e os Espreitadores são nossos primos do passado... -ele então olha para Hasseid e fala enquanto abre um pouco os braços com as palmas viradas para cima e inclina a cabeça de leve para o lado, como se estivesse fazendo uma pequena reverência -... enquanto nós somos os Iluminados!

T'ssis Tor Gak se endireita e então diz:

- Mas ouça, devemos ir ao bordel primeiro. Uma coisa não se encaixa nessa história toda: Se foi Jasper quem invocou o demônio, por que o livro do ritual estava com uma prostituta? Não... isto não faz sentido. O demônio era um demônio da vingança, sim, mas quem estava se vingando? Jasper... ou a prostituta? -ele ajusta a capa momentaneamente - Bom, eu não conheço bem a cidade ainda. Que melhor lugar para começar do que no bordel? -ele termina fazendo um gesto para Hasseid guiar o caminho.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Seg 5 Set 2016 - 9:53

*Fica pensativo sobre tudo que T'ssis fala sobre os outros de sua espécie, realmente o Bardo não tinha que ter levado para esse lado. Já que o mundo onde eles vivem é assim mesmo!*

-Desculpa sobre eles, eu realmente costumo andar muito enfurnado em cidade onde a maioria é tão civilizado, que esqueço da diversidade de nosso mundo! Mas você está certo, vamos lá e ver o que encontramos, fazemos umas perguntas,e quem sabe você não se "diverte" um pouco!

*Haseid da uma gargalhada estilo FDP*



avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Seg 5 Set 2016 - 15:39

Xen’drick bate a mão na própria cara com o comentário sobre “cheiro de amarelo”

Xen’drick: - Agora tá entendendo por que não to a fim de ir com esse doido? Imagina um país inteiro cheio de malucos como ele.

O grupo se separa…

Tul Duru.

Acompanhado de Xen’drick você segue o rastro, ele parece sair da vila indo na direção da floresta, estar cercado de árvores, chão de verdade e cheiros menos desagradáveis é uma boa mudança de cenário para os dois escamas negras.

O rastro se divide em uma clareira, do lado direito vocês percebem pegadas humanas e claros sinais de que alguém passou como galhos quebrados etc, mas do outro lado é onde o cheiro continua…

Tssis e Hasseid.

Os dois vão para a casa indicada pelos dois escamas negras, se trata do porão de uma casa em ruínas e basicamente abandonada, com a escuridão caindo, o lugar parece bem mais povoado do que quando os outros dois foram.

Vários olhares recaem sobre vocês, em especial Tssis, alguns discretos, outros nem tanto, no lugar, várias coisas chamam suas atenções como as mulheres vestidas de maneira mais...provocativa, um balcão com uma mulher morena servindo as bebidas e um meio orc no canto com cara de poucos amigos.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 6 Set 2016 - 20:47

*Me viro para T'ssis, falando*

-Vou ver o que o grandão pode falar do Jasper, vê o que você pode conseguir sobre a prost... hum quer dizer a cortesã, qualquer coisa é só chamar.

*Me dirijo ao meio-orc que faz o papel de segurança do local.*

[OFF: se eu estiver errado quanto a ele ser o segurança, eu vou no segurança mesmo se no caso não for o meio-orc]



avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qua 7 Set 2016 - 15:32

*Tul respira fundo o ar da floresta, não mais impregnado de fumaça e fedor humano. Mas a bifurcação apresenta mais um problema.*

-Aqui a trilha divide. Mas melhor continuar pelo cheiro, quem passou por esse outro lado deixou uma trilha para um cego seguir, podemos ir atrás dele depois.

*O ranger continua seguindo seu faro.*
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 7 Set 2016 - 23:26

Assim que entra, o feiticeiro gasta alguns momentos observando o bordel. Para ele era engraçado o fato que mesmo as humanas em roupagem mais reveladora ainda usavam mais roupas do que os reptilianos costumavam usar.

O feiticeiro não se incomoda ou se intimida com os olhares, ele na verdade gosta de ser o centro das atenções.

Assim que Hasseid fala sobre o meio-orc, T'ssis Tor Gak observa a figura, vendo que este tinha uma cara de poucos amigos.

- É... vá você falar com ele que eu cuido das damas!

O feiticeiro caminha lentamente com sua típica atitude de quem é dono do lugar, até se aproximar do balcão onde a mulher está servindo bebidas. Contrário ao que fez na taverna, T'ssis Tor Gak se encosta no balcão a uma certa distância da mulher, e espera que ela venha até ele. Neste meio tempo, o feiticeiro olha ao redor procurando por qualquer sinal de magia, seja em um local, objeto ou pessoa.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Ter 13 Set 2016 - 18:56

Tssis.

Você se dirige até o balcão, você percebe que ocasionalmente ela dá uma olhada para você com o canto do olho visivelmente perturbada, o padrão prossegue alguns segundos até ela soltar um suspiro de “Vamos acabar logo com isso” e vai na sua direção.

- O que posso fazer pelo...Senhor?

*Você observa na sala alguns homens indo para os quartos “reservados” com algumas das mulheres, nenhum deles parecia ter qualquer coisa mágica, de fato a única coisa com uma aura fraca de magia parece ser uma garrafa no topo da prateleira logo atrás do balcão.

Hasseid.

Você se aproxima do meio orc, ele está de braços cruzados com aquela típica pose de meio orc durão.

- Que foi? *Ele pergunta rispidamente. - As mulheres tão ali.

Tul Duru.

Você e Xen’drick seguem pela trilha do faro, a noite começa a cair e a visibilidade fica mais precária, uma luz de um lampião atrai a atenção de vocês e uma pequena cabana de madeira se revela, ela parece mal cuidada e decrépita, com os vidros das janelas quebradas e alguns crânios de animais pendurados na parede ao lado de fora.
Os cheiros lá dentro são uma mistura enorme de ervas e poeira...



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 13 Set 2016 - 20:27

*Ao ver a cabana, Tul sinaliza para Xen'drick parar e, em seguida, para dar a volta na cabana. O ranger, por sua vez, dá a volta pelo outro lado, buscando ser o mais furtivo o possível.*
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Ter 13 Set 2016 - 22:02

*Haseid se aproximando do grandalhão e quando ia abrir a boca o mesmo se refere as garotas do outro lado, no mesmo momento a imagem da meio-orc pelada em cima dele que ele tinha imaginado no episodio da poção volta a sua cabeça, e um arrepio percorre todo o seu corpo.*

(Pensamento)-"Pelo visto vou ter que procurar um clérigo para exorcizar essa imagem da minha cabeça"

-Calma amigo, você não faz o meu tipo rsrs. Queria te fazer umas perguntas se possível. Você é segurança desse estabelecimento?



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qui 15 Set 2016 - 21:54

Assim que a mulher vem falar com ele, T'ssis Tor Gak a fita com seus olhos brilhantes.

- No momento, algo para beber.... hmm... - com seu cajado, ele aponta a tal garrafa com a aura mágica, no topo da prateleira - Aquela garrafa, o que é aquilo? Traga ela para que eu possa ver. - ele volta a encarar a moça, completando em um tom mais amigável, até inclinando um pouco a cabeça para tentar parecer mais sincero e amigável - Por favor!

Caso a moça traga a garrafa, T'ssis Tor Gak vai estender uma das mãos, pedindo para examiná-la. O Iluminado não tem intenção de beber o líquido, apenas de examinar a garrafa e definir se a aura vem do líquido ou da garrafa e também tentar discernir que tipo de poder arcano aquilo possuía.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Sex 16 Set 2016 - 10:30

Tul Duru.

Ao se aproximar distribuindo bem seu peso para tentar ser o mais silencioso possível, em uma das janelas você percebe uma pequena luz vindo de uma lareira, da onde você está só dá para ver vultos, um deles parece uma mulher velha de cabelos grisalhos longos e mal cuidados sentada em uma cadeira de balanço e atrás dela em pé, andando de um lado para o outro claramente nervoso está o dono do cheiro que vocês seguiam, um homem de meia idade vestido de forma simples do mesmo modo que a maioria dos trabalhadores do campo.

Homem: - Faz isso parar! *Brada o homem.

Velha: - Você sabia dos riscos quando veio até mim. O que foi colocado em movimento não pode mais parar.

Homem: - Você me enganou!

Velha: - Você veio até mim buscando justiça contra a cidade que executou sua filha, você sabia o tipo de coisa que soltaria na cidade, a criatura não vai parar até seu propósito ser cumprido, e sempre que suas garras se mancharem de sangue você sentirá como se fosse você que o estivesse derramando.


Homem: - Então eu vou parar isso! Como eu mato a criatura?! Ele se aproxima dela e a sacode pelos ombros – COMO!?

Velha: - Você não mata. A cada vez que ela cair, ela voltará mais forte.

Homem: - Você tá mentindo! Tem que ter algum jeito e eu vou descobrir!

Velha: - Você é um idiota Jasper Dumain! Irá fracassar e morrer!

Homem: - Então eu morro!


*Você percebe Xen’drick fazendo um sinal com a cabeça de que ele irá dar a volta por trás, por agora os dois não parecem ter notado sua presença…


Hasseid.

O meio orc mantém a face séria e estoica.

- Sou. E se tem perguntas vai falar com a Patroa. *Ele faz sinal com o polegar para a porta no canto ao lado do balcão. - SE ela te atender.


Tssis.

A mulher se vira para o balcão lotado de garrafas e vai com a mão uma por uma até você indicar qual você quer, assim que ela te entrega você percebe na etiqueta palavras draconicas com os dizeres “Fogo de Sucubus”, uma bebida nativa de Argon Dray que no momento está proibida nas cidades grandes em virtude de...perturbar a paz. Você sabe que esta bebida é feita com ingredientes similares ao hidromel elfico mas com ervas nativas de Argon Dray e uma pitada de magia de procedência questionável.

- Eu não sei da onde veio isso. Acho que veio por engano em um carregamento, a patroa só disse pra ninguém beber...err…o senhor é algum tipo de ator? Por isso está usando essa roupa tão...diferente? *Ela pergunta um tanto quanto sem graça.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Sex 16 Set 2016 - 12:54

*Tul escuta o suficiente para entender o que estava acontecendo... e para começar a ter uma dor de cabeça tentando entender. Decidindo abandonar a sutileza, ele abre a porta com um chute, com os dois machados em punho.*

-MUITO BEM, TODO MUNDO QUIETO. DEPOIS, VOU OUVIR UMAS EXPLICAÇÕES.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sex 16 Set 2016 - 15:21

*me sento próximo ao meio-orc*

-Calma amigo, sei que seu trabalho é estressante, eu te pago uma cerveja, só preciso saber sobre um cliente indesejado, e se por sorte você sabe onde ele mora. Um tal de Jasper!

*Rolagem Persuasão +5 ( tirei 17 total no rolamento)*



avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Dom 18 Set 2016 - 23:26

O Iluminado deixa seu cajado apoiado no balcão enquanto examina a garrafa com as duas mãos. Ao ver o rótulo...

- Ahhh sim, hehehe...  - ele termina a frase com uma risada safada.

O lagarto volta a realidade quando a moça pergunta se ele era um ator.

- Pelos antigos, onde deixei meus modos! - T'ssis Tor Gak faz sua típica reverência de introdução, sem nunca baixar os olhos - Sou T'ssis Tor Gak, do clã Tolkashar de Argon Dray.

Ele se endireita:

- E não, eu não sou ator. - ele diz enquanto segura um canto da capa entre dois dedos, brincando com o tecido - Eu gosto de vermelho. É a cor do vinho e do pôr do sol, entre outras coisas! - ele diz, devolvendo a garrafa de volta para a mulher - Na verdade existe uma razão para eu estar aqui. Talvez você devesse chamar sua patroa, é sobre um tal sujeito chamado Jasper, e alguns artefatos que dois amigos meus receberam aqui mais cedo. Talvez você se lembre dos meus amigos: parecem comigo, só que altos, verde escuros e de mau humor constante.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Qua 21 Set 2016 - 16:21

Tul Duru.

Assim que você entra chutando a porta, Jasper dá um pulo para trás com o coração parecendo quase sair para fora do peito, a velha continua confortavelmente na sua cadeira de balanço.

Velha: - Então o prefeito trouxe monstros para lutar contra monstros?

*Xen’drick entra pela porta dos fundos de sopetão.

Velha: - Não importa quantos vocês sejam...o que foi iniciado não pode ser detido por mãos mortais…

Hasseid.

O meio orc se mostra relutante no começo mas acaba dando de ombros e dizendo.

Meio Orc: - Ah que se foda! Nunca gostei daquele cara mesmo. Ele ficava vindo aqui toda hora, mas ao invés de querer afogar o ganço ele queria era causar com uma das nossas garotas, dizia que ela fodeu com a vida dele, tava exigindo um monte de merda, como ela se entregar pra guarda e tudo mais, perdi a conta de quantas vezes tive que chutar esse filho de uma ogra pra fora daqui.

Tssis.

A mulher pensa alguns segundos.

Mulher: - Ah claro...dois bi...caras altos, meio er...rusticos. Bom eu não sei direito o que tá acontecendo com o Jasper, mas acho que a patroa pode te explicar melhor...também não quero acabar falando besteira.

*Ela vai para a porta dos fundos e alguns momentos depois coloca só a cabeça para fora e te chama com um gesto com o dedo.

Mulher: - A dona Marian vai te ver.

*Ao seguir para a sala, você percebe que se trata de um quarto/ escritório bem luxuoso, com uma cama vermelha de se equiparar a nobreza, lá dentro uma mulher morena de aparência mais “exótica” se dirige a você.

Marian: - Mais um? Será que o Galdruff tá substituindo todos os homens por lagartos?



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 21 Set 2016 - 21:06

O feitceiro ajeita sua capa, pega seu cajado e entra na sala. Ao ouvir o comentário de Marian ele responde enquanto se aproxima:

- Quem sabe isso não fosse bom para seus negócios! O meu povo parece ser bem mais.... desinibido que o destas terras. - O Iluminado para a certa distância, olhando para o nada como se estivesse pensando - Hmm... mas sugiro arranjar algumas Espreitadoras primeiro. Não me leve a mal, mas a falta de caudas iria espantar os clientes.

Ele passa os olhos momentaneamente pela sala, analisando-a e procurando auras arcanas.

- De qualquer modo, eu sou T'ssis Tor Gak, do clã Tolkashar de Argon Dray! - o lagarto diz fazendo sua típica reverência, sem baixar os olhos.

Caso haja uma cadeira disponível, ele se senta.

- Você me parece alguém esperta, tenho certeza que sabe que algo está acontecendo nesta cidade. Pois bem, dois companheiros meus estiveram aqui mais cedo e saíram com um livro, um pingente e uma carta. É de extrema importância que você me diga a quem pertenciam estes artefatos. E mais uma coisa: o que pode me dizer sobre um sujeito chamado Jasper?
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Qua 21 Set 2016 - 21:53

*Tul olha com mais calma o cômodo. Dentro de toda a cena, a impassividade da velha é o que mais lhe chamou a atenção, e o que lhe ganhou o respeito. Jasper, por sua vez, só confirmava a impressão original: um fraco.*

*O escama-negra começa a andar pela cabana, de um lado para o outro enquanto pensa, até parar na frente do humano, e olhá-lo de cima para baixo com desprezo.*


-Alguém fez algum mal para você, ou para alguém próximo. E você preferiu ser um covarde. Não podia ser um homem e pegar em armas, e por isso preferiu botar a vingança nas mãos do que não conhece.

*O lagarto bufa e depois se vira para a velha.*

-O prefeito não parece ser o único com monstros trabalhando para ele. Mas se alguém cortar minha cabeça com um machado, eu não volto depois. Como vou parar isso?
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Qui 22 Set 2016 - 8:49

*Dando uns tapinhas no ombro do Meio-Orc como se já fossem amigos de longa data, faz sinal para o balcão solicitando uma cerveja ao meu mais novo amigo do peito.*

-Pois é cara, ossos do ofício. Imagino cada coisa que você deve passar aqui e ninguém liga, mas eu sei bem como é. Então, já sei que esse tal de Jasper é um babaca, mas você sabe onde esse fodedor de goblins mora? E pode me apontar a menina que ele costuma perturbar?



avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Dungeon Master em Ter 27 Set 2016 - 15:26

Urru Stormblade.

Fazem três dias desde que você pegou este contrato, uma missão aparentemente pequena que não chamou a atenção de muita gente.
O quartel general da Guilda fica em Sylorn, uma cidade portuaria ao norte da sombria e remota estrada onde Urru está.
O papel chamando pela ajuda da guilda tem como remetente um certo Baurus Galdruff, prefeito de uma pequena vila chamada Barovia, a carta era bem vaga falando sobre pessoas desaparecendo e visões de estranhas criaturas na calada da noite.
A recompensa estava anotada como “a combinar com o prefeito”, o que para os veteranos da guilda não soou como um bom sinal…



Você caminhou por três dias por esta parte rural e esquecida do reino, em uma estalagem de beira de estrada você foi avisado para tomar cuidado com estes bosques a noite, que criaturas que andam como homens mas caçam e uivam como lobos rondam as sombras a procura de presa fácil.
A princípio parecia história tipica de pessoas simples e facilmente impressionáveis…

Pelo que leu do mapa, faltam apenas duas horas de caminhada até Barovia e não seria o escuro que assustaria o meio orc…

Se tem algo que Urru confia é em seus instintos e eles diziam que alguma coisa espreitava na escuridão, os animais ficaram em silêncio por alguns segundos até que o estrondo de um tiro seguido do relinchar apavorado de um cavalo preenchem o ar.



Seguindo para a direção do tiro, dá para ver uma carroça derrubada, um homem velho de armadura de placas segurando uma espada em uma mão com um corte feio na lateral do peito cambaleia contra a carroça e logo a sua frente um imenso lobisomem se aproximando nas quatro patas...

Cavaleiro Velho:

Lobisomem:

Tssis

Mulher: - Umas...o que? Você diz da sua espécie?

*Ela para alguns instantes, seriamente pensando no assunto.

Mulher: - Se eu ver mais caras como você aparecendo por aqui posso seriamente cogitar a ideia.

*Quando você se apresenta ela responde.

Mulher: - Meu nome é Erin Goldberg, proprietária deste...humilde “antro de inequidade” como os sacerdotes chamam. Jasper hein? Aquele filho de uma kobold tá me dando trabalho, eu tentei ser compreensiva, afinal, o cara tá de luto e tudo mais.

*Ela se senta em uma poltrona de couro e pega uma bela garrafa de uisque, enxendo uma dose para você e para ela.

Erin: - Você provavelmente deve saber que Barovia não tolera muito magia ou coisas bizarras. A um tempo atrás a filha de Jasper foi acusada de bruxaria, aparentemente ela visitava demais a velha da floresta e o pessoal começou a desconfiar. Ela foi condenada a fogueira. Jasper nunca mais foi o mesmo e por algum motivo retardado culpava a pobre Darla por isso, pouco tempo depois ela sumiu e se eu ver aquele cara aqui de novo tenho uma bala com o nome dele.

*Ela pensa um pouco.

Erin: - Agora que falamos a respeito...ele parecia bem puto com algumas pessoas em especifico. A Darla que trabalhava pra mim, a Marian que trabalhava na Igreja e o…

*O barulho de um tiro seguido de uma cacofonia de rosnado e barulho de metal cortando o ar a interrompem.

Erin: - Que é isso!? *Disse ela apanhando o mosquete no canto e saindo da sala.

Hasseid.

Meio orc: - Hahaha você é engraçado homenzinho. O Jasper costumava morar a umas duas quadras daqui, um pouco mais afastado da cidade. A garota que ele tava perturbando foi uma das pessoas que sumiu, o nome dela era Darla.


*Um barulho de um tiro, rosnados e luta é ouvido do lado de fora, o meio orc desembainha seu machado enquanto você vê uma mulher saindo da sala por onde Tssis entrou com um mosquete na mão.

Erin: - Que merda foi essa?

Meio Orc: - Não sei…


Tul Duru.

Jasper: - Essa cidade toda tem sangue nas mãos! Por que não pergunta pro prefeito quantas filhas, mães e esposas ele permitiu que a Igreja queimasse em público!? Mas...o que chamamos aqui...é pior.

A velha permanece impassível olhando para o fogo na lareira.

Velha: - Um demônio não é algo que simplesmente morre como nós. Mesmo que seu corpo físico seja destruído, ele apenas retornará para o Inferno de onde veio, mas este está ancorado neste plano pois ele serve um propósito. O único fim é deixá-lo terminar o que começou ou despachá-lo por meios os quais eu não tenho acesso…

Jasper: - Maldita seja bruxa! Espera! A Igreja! Eles devem saber como…ahh… *Ele cai de joelhos, sua face fica pálida, sua testa sua. - Não...de novo!? Como ele voltou tão rápido?

Velha: - Jasper pode lhe ser útil...o feitiço o faz compartilhar os mesmos sentidos que a criatura toda vez que suas garras se mancham de sangue.

Xen’drick se aproxima e diz.

Xen’drick: - Então o idiota vem com a gente. Toda vez que ele começar a chorar quer dizer que a nossa presa está perto.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Urru Stoneblade
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 90
Data de inscrição : 12/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Urru Stoneblade em Ter 27 Set 2016 - 18:40

*Urru Stormblade estava começando a pensar que a ideia foi péssima, o Grande meio orc estava entendiado com a falta de serviços Sylorn,e quando um serviço com a recompensa escrito “a combinar com o prefeito” fazia todos os membros mais velho e experiente da guilda parecia perca de tempo para ele, Porém para Urru era um oportunidade de Viajar e de saciar sua sede por combater, os pedidos pareciam ser sobre pessoas sumindo e sobre criaturas?, para Urru estava otimo,Guildar não deu nenhum aviso conselho ou sermão dessa vez , isso sim foi uma surpresa*

* depois de apenas 1 dia e meio de viagem em uma estalagem Urru ouviu os boatos e aviso sobre "criaturas" que "caçam e uivam como lobos" mais andam como homens?, bem isso com certeza animo os ânimos da quela viagem, aquela floresta parecia um tipicafloresta até que pelos mapas, faltava apenas 2 horas até aquela cidade, até que...............um enorme estrondo tira o Meio- orc dos resmungos habituais *

* ao olhar Urru ve a cena de um Homem com espada ferido sendo atacado por um.............Seja lá que **** fosse aquela coisa*

*Urru Sente aquela fornalha no seu peito começar a crescer sem freios em segundos.............em segundos os cantos da boca do Meio- orc começa a espumar e seu olhos ficam injetado de veias pulsantes, sem pensar duas vezes Meio - orc Puxa seu machado e parte para cima da criaturas ativando sua furia para matar aquele mostro8



-Pelo martelo da perdição
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Tul Duru em Ter 27 Set 2016 - 23:16

*Saber que o demônio não morreria por meios normais começou a irritar Tul Duru. O ranger vive em um mundo de garras e presas, e coisas que fogem disso o fazem reagir de forma violenta. Tul Duru agarra Jasper pela camisa e o levanta do chão, até que ele tenha uma visão privilegiada do focinho e das presas do escama-negra.*

-Eu não dou um peido de fogo-fátuo sobre quem foi ou não queimado! Comece a apontar aonde está o demônio AGORA e talvez eu não te dê de comida para ele para testar se sua morte faz ele desaparecer.
avatar
T´ssis Tor Gak
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 09/08/2015

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por T´ssis Tor Gak em Qua 28 Set 2016 - 20:49

Assim que Erin oferece a bebida, o Iluminado pega o copo, e aproxima de seu focinho, então balançando sua língua bifurcada no ar como uma cobra por alguns momentos, cheirando a bebida. Em seguida, ele toma um belo gole antes de voltar a prestar atenção na humana.

Assim que Erin diz que Barovia não tolera coisas estranhas:

- Não me diga. . . - o lagarto diz em um tom irônico enquanto toma mais um gole de sua bebida.

Mas assim que a Erin explica o que houve com a filha de Jasper, o tom do Iluminado muda completamente. Até ali, T'ssis Tor Gak estava em seu típico modo de quem é dono do lugar, relaxado na cadeira, com o copo de uisque em uma mão. Após ouvir as palavras de Erin, os olhos brilhantes do Iluminado se focaram exclusivamente nela, o feiticeiro deixou o copo de uisque sobre a mesa, ouvindo com o máximo de atenção.

Porém, os dois são interrompidos pelos barulhos. Assim que ouve o tiro, T'ssis Tor Gak olha em direção a porta, e quando Erin se levanta, o feiticeiro se levanta em seguida, seguindo Erin até quase chegar na porta.....  

... antes de voltar para a mesa, pegar o copo de uisque e virar ele todo de uma vez:

(em dracônico) - Ugh... Pelos antigos... - ele diz balançando a cabeça momentaneamente enquanto o uisque desce de uma vez.

Só então o Iluminado sai correndo pela porta, seguindo os demais para o local onde ocorreu o tal barulho.
avatar
Haseid Dumein
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 85
Data de inscrição : 01/01/2016

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Haseid Dumein em Sex 30 Set 2016 - 9:50

*O barulho e tumulto pega Haseid desprevenido que cai da cadeira com o barulho se levantando logo em seguida aturdido e ajeitando a roupa enquanto todos correm para a porta para ver o que houve. Logo Haseid tenta sair também e ver o que está ocorrendo.*




Conteúdo patrocinado

Re: Capitulo 1: As Sombras de Barovia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Dom 23 Jul 2017 - 5:40