Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Novembro 2017

DomSegTerQuaQuiSexSab
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário


Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Compartilhe
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Qua 28 Out 2015 - 22:41



A vida em tribo não parecia algo que Tul Duru se identificava. Uma vida cujo propósito gira em torno dos outros, onde um guerreiro não tem a liberdade de explorar todo seu potencial, onde as presas de um caçador só se mostram quando ordenado.

Desde seu autoexílio, ao começar a vagar pelos pântanos isolados, um aumento considerável de criaturas hostis se revelou. Fora dos perímetros do território de sua tribo a única regra existente é:

Se você é forte sobrevive, se é fraco perece.

Nesta manhã, neste dia nublado você encontrou criaturas que dificilmente entrariam em pântanos, os macacos sem pelos conhecidos como humanos.

Nunca foi segredo que um vilarejo humano se localizava a poucos metros do lado de fora do pântano mas eles sempre tiveram a sabedoria de temer o que espreita nos pântanos, vulgo, você e seu povo, mas agora algo mudou.

Tudo que você sabe é que deu de cara com dois deles, meros aldeões armados com foices usadas para a colheita e enxadas.

Guiados pelo medo e pela imprudência eles se lançaram ao ataque encontrando seu fim na ponta de seus machados quando saltaram na sua direção como cordeiros ao abate.

Sua carne era macia e fraca e eles facilmente caírem perante você, não foi nem o suficiente para sequer começar a esquentar seu sangue frio, mas então, um grito infantil e feminino vindo a alguns metros ao norte, nos limites do pântano.

A fonte do grito era uma garotinha correndo de dois homens com tridentes e tochas, ela parecia claramente assustada e desesperada, tanto que mal enxergou uma pedra no chão que acabou por selar seu encontro com o mesmo.

Aldeão: - Ali! Pegue a bruxa enquanto ela tá distraída!

Você não sabia o que eles queriam dizer com aquilo, apenas que ela, com certeza, não é capaz de lutar contra dois adultos armados, eles parecem tão focados nela que mal notaram sua presença, tanto pelas arvores oferecendo cobertura quanto por estarem fora do pântano, próximos a estrada...



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Qua 28 Out 2015 - 23:35

*Uma filhote? Por que tudo sempre voltava para os filhotes? Era cansativo viver num mundo cheio dos gritos de pessoas que não conseguiam lutar por si próprias. Mais ainda filhotes, que já lhe causaram problemas por uma vida inteira. O melhor a fazer era dar as costas e se preocupar com a própria vida...

Exceto que...

que...

Tul Duru não podia deixar de ouvir algumas palavras em sua mente. Palavras em seu treinamento, em sua infância, que nunca lhe chamaram a atenção, que sempre foram desmerecidas como perda de tempo e sinal de fraqueza voltam à tona, fazendo mais sentido do que nunca:

Você é tão forte quanto o mais fraco que falhar em proteger...

Falhar. Então era isso que estava roendo sua alma por todos esses meses. Tul falhara, e isso, mais do que qualquer outra coisa, ele não podia tolerar. E parece que não toleraria de novo.

O isolamento devia estar o deixando louco... mas pelos infernos gelados, não iria fugir desta luta. Não desta vez. O homem-lagarto tira um machado de arremesso de sua bandoleira e, após um instante de mira, o arremessa contra o humano mais próximo da criança.*
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Dom 8 Nov 2015 - 13:36

*Parecia que alguém tinha lançado um feitiço na realidade para deixa-la em câmera lenta. A menininha se encolhe gritando em desespero, a foice do aldeão revoltado é erguida mas nessa hora seu machado acerta o ombro dele fazendo-o derrubar a arma.

O outro olha para você e dá para ver claramente o medo em seus olhos, os olhos de uma presa diante de um caçador, mesmo assim ele ergue a enxada.

- Ahhh!! Um monstro! Ela tá chamando monstros do pântano!

*Ele corre na sua direção com a enxada apontada para sua direção tentando empala-lo mas seus movimentos são previsíveis como os de um filhote para você.

*O outro que foi atingido pelo seu machado tateia a arma no chão com o braço que não está ferido e a apanha do chão...



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Seg 9 Nov 2015 - 16:22

*Como essas criaturas rosas e molengas se espalharam pelo mundo, Tul Duru nunca saberia. E agora, tinham a audácia de enfrentá-lo. Pois bem.*


*O escama-negra sai lentamente de sua cobertura, enquanto saca duas armas, um machado de batalha e um machado de arremesso, cada um em uma mão. Não diz nada, apenas emite um som gutural vindo do fundo de sua garganta, atacando o aldeão com a enxada.*


avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Qua 11 Nov 2015 - 18:52

*Seus ataques são ferozes e precisos, seu primeiro machado gira no ar, o aldeão tenta colocar a enxada na frente para aparar mas o que ele esquece é que um cabo de madeira é a arma menos aconselhável para defender um golpe de machado.

Seu golpe quebra a arma ao meio e apenas para quando seu machado está enterrado no peito dele, seu ataque seguinte termina por deixar seus restos mortais absolutamente impróprios para um velório com caixão aberto.

*O outro aldeão tremia incontrolavelmente diante da cena, assim que seu grunhido tenebroso é direcionado a ele, na hora sua lamina cai e ele corre em pânico pela estrada…





" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Qua 11 Nov 2015 - 19:06

*Hrrrmmmm...




O maldito saiu correndo com um dos machados grudado no ombro. O dia não seria bom.




Tul Duru dá uma bufada de desprezo ao corpo do homem caído, limpando o sangue de suas armas nele. Em seguida, parece se lembrar de alguma coisa... A menina. O ranger se volta para a criança, a olhando com atenção, para depois a farejar. Só depois de alguns instantes ele abre a boca, numa voz grosseira que parecia não ser muito usada, muito menos na língua Comum.*


-O que é você?
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Sex 20 Nov 2015 - 11:38

*O aldeão some de sua vista, o machado faria falta...até você lembrar que tem mais deles, mas ainda assim não é do feitio de um caçador perder coisas.

*No momento que você volta seu olhar para a garotinha ela se encolhe de medo, provavelmente pensando que era agora que morreria, mas para sua surpresa o homem lagarto falou com ela, algo que os outros aldeões sequer cogitaram antes de sair atacando.

*Agora que o calor da batalha se esvaiu você consegue olhar melhor para ela, a garotinha parecia não ter entre 10 e 14 anos e usava um vestido simples e sujo de terra e lama.

Garotinha:

- Me...meu nome é Mara...vo...você não vai me comer vai? *Ela gagueja.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Ter 24 Nov 2015 - 23:43

*Tul Duru inclina a cabeça, intrigado, ao ouvir as palavras da menina.*

-Comer você? Tem mais carne em uma codorna do que em você. Talvez esse...

*Indica o homem caído no chão*

-Mas não estou com fome.

*Ao apontar para o humano morto, o escama negra parece pensar em algo pela primeira vez.*

-Essas pessoas... São rosados como você. Por que queriam te matar? Você não é ameaça a ninguém pequena desse jeito.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Qui 26 Nov 2015 - 13:44

*Ela fica...levemente menos assustada com seu comentário sobre codornas. Ela abraça os próprios joelhos respirando ofegante agora que tem finalmente um tempo para fazer isso.

- Eu...eu fiz uma coisa, não sei o que era eles começaram a falar que eu sou uma bruxa e…

*Você vê os olhos dela marejando mas por algum motivo ela segura o choro e levanta batendo no vestido para tirar a terra.

- Eu preciso ser forte...eu prometi que seria...



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Qui 26 Nov 2015 - 14:53

*Enquanto a menina fala, Tul anda a sua volta, procurando por ferimentos ou algo de extraordinário. Quando para, enfim fala com ela*


-Fez uma coisa? Magia? Hrrmmm...


*E então os olhos da menina começam a verter água. Por alguma razão, Tul desconfiava que não era pelos motivos que estava acostumado a ver. Havia cheiro de sal, mas a menina obviamente não nadava em estuário, então por que estava expelindo excesso de sal pelos olhos?*


-Os seus a querem morta. Em nome dos infernos gelados, o que eu vou fazer com você?
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Ter 8 Dez 2015 - 18:23

*Você não percebe nenhum ferimento relevante nela, salvo alguns cortes superficiais nos cotovelos e joelhos, ela parece ter menos medo de você conforme você fala com ela, dá para ver que ela tenta não olhar para os cadáveres dos aldeões.

- Eu...eu não sei o que eu fiz. Só aconteceu!


*A pequena olha para você e então para a estrada que vai para o lado oposto da vila.

- Meu pai me disse que tinha uma outra vila aqui perto...a um ou dois dias de caminhada. Barovia eu acho...



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Qua 9 Dez 2015 - 17:20

*Barovia? Tul se lembrava vagamente dos nomes, mas os nomes humanos eram todos iguais.*


-Podemos ir para essa vila então. Mas... pai? Se você tem um pai, aonde ele está? Se eu te deixar com ele resolvo esse problema.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Qua 9 Dez 2015 - 21:26

*Tul Duru se recorda vagamente de algo que o xamã de sua tribo comentou sobre uma vila ao leste, ele disse apenas que a vila parecia ter uma história bem desafortunada a seu redor mas que era até onde ele sabia normal para uma vila de humanos.

Mara: - Meu papai foi embora...faz anos que não vejo ele. Mas ele me disse que se alguma coisa acontecesse comigo ou com a vila, Barovia era a vila mais próxima...ele me falou pra não sair da estrada e não falar com estranhos...mas você me ajudou então você não é o tipo de estranho que ele fala que vai me machucar...não é?



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Sex 11 Dez 2015 - 0:16

*Hrrmmm*

-Hrrmmm... Não. Não vou te machucar. E ainda não sei porque.

*Tul estende sua cauda, do tamanho do tronco de uma árvore jovem.*

-Suba. A caminhada é longa.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Seg 14 Dez 2015 - 9:07

*A menininha fica hesitante de inicio mas logo sobe em sua cauda até suas costas, apoiando-se em seu pescoço com as mãos. O peso dela para você é praticamente o mesmo que uma mochila de viagem, e visto que você já viaja sem carregar nada além de suas armas seu movimento não foi prejudicado.

*A estrada tinha por óbvio dois lados, aquele por onde os aldeões enfurecidos vieram que daria na vila onde com certeza tentariam matar a garotinha de novo e o lado oposto que talvez levasse para a tal vila Barovia. Além da estrada você sabe que os bosques são uma opção, você os conhece bem o bastante para não se perder mas sabe também que eles podem abrigar coisas bem piores do que humanos com enxadas.

*A julgar pela posição do sol é pouco menos de meio dia, você não sabe a distância certa para Barovia mas a luz do sol ainda é abundante...



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Seg 14 Dez 2015 - 14:18

*Tul segue pela estrada, pelo caminho oposto de onde a menina e seus compatriotas vieram. A julgar pelos aldeões que enfrentou, a pior coisa que poderia encontrar naquele caminho seria ele mesmo.*


-Você pode me chamar de Tul Duru. Mas só se tiver algo importante para falar. Se segure.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Ter 22 Dez 2015 - 18:15

Mara: - Hmm...sim senhor...

*A sua frente apenas a estrada cercada pelas florestas, nas primeiras três horas tudo segue monotono e tranquilo, a pequenina até dorme nas suas costas…

*Logo a paz é interrompida quando você consegue ouvir barulhos familiares. Laminas se chocando, rosnados altos e agressivos ecoando e passos rápidos logo a frente. Mara até acorda assustada, segurando seu pescoço mais forte mas logicamente sem conseguir sequer machucá-lo.

Mara: - O...o que foi isso?



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Qua 23 Dez 2015 - 3:34

*Hrm.

Com uma delicadeza surpreendente para alguém do seu tamanho, Tul Duru tira a menina de suas costas, e caminha até a beira da estrada, na busca do toco de uma árvore velha ou qualquer outro esconderijo apropriado para escondê-la. Ao deixar Mara em segurança, o homem-lagarto fala.*


-Isso é problema. Fique aqui até eu voltar.

*Em seguida, o ranger começa a se espreitar pela vegetação, buscando chegar no local de onde vêm os sons de combate sem ser visto.*
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Dom 27 Dez 2015 - 15:36

*Mara se esconde nos arbustos perto de uma arvore, você sabe que de lá se ela ficar abaixada e quieta não terá perigo. Ela acena positivamente com a cabeça com a sua ordem e fica lá…

*Os sons de batalha o levam mais para dentro da floresta mas não muito longe da estrada, lá você consegue ver uma criatura lupina se degladiando com uma pessoa em estranhas vestes cuja face encontra-se oculta por uma máscara de corvo.

*A criatura lupina parecia ter a vantagem da força bruta mas seu adversário compensava em agilidade, você percebe que assim que o “homem corvo” ergue sua espada esta se divide em duas espadas curtas que ele usa para desferir cortes rápidos seguidos de um salto estratégico para ter espaço.

Nenhum deles parece ter percebido você mas você consegue notar que pela respiração rápida do estranho mascarado que ele está cansado e provavelmente não duraria muito..
.*

"Homem corvo":

Criatura:



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Seg 28 Dez 2015 - 21:49

*Mais uma luta. E dessa vez não eram camponeses. Seria simples para Tul esperar os dois se matarem e depois seguir seu caminho. Mas ele não podia arriscar manter uma criatura como o homem-lobo livre pela floresta enquanto viajava, e se o homem-pássaro criasse problemas? Seus machados já haviam lidado com coisas piores.

Tul Duru se concentra no lobisomem. Seus movimentos, pontos fortes e fracos, estilo de luta. O lupino ainda não sabe, mas já está morto.*

OFF: Tul lança a magia Marca do Predador.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Seg 28 Dez 2015 - 22:08



*O ranger conjura a Marca do Predador. O alvo fica destacado na sua visão, você consegue perceber em seus movimentos seu padrão de ataque.
*A criatura apesar de selvagem ainda anda sob duas patas, como tal as garras são seu principal meio de ataque tendo em vista que um ataque com presas deixaria seu pescoço livre para ataques caso erre.
*Pelo modo que rasga o ar toda vez que tenta acertar o homem corvo dá para ver que ele coloca bastante força atrás do ataque mas eles são irregulares e descoordenados. Você já achava que podia vencer, agora que parou para estudar a caça...tem certeza.

*Enquanto você estudava os movimentos da criatura, ela consegue acertar um corte com suas garras no ombro do homem corvo que deixa uma das espadas cair, ele rola para o lado e joga algo no lobisomem que explode liberando uma fumaça que deixa a criatura atordoada. Você também tendo um olfato sensível consegue sentir claramente um cheiro desagradável de uréia vinda daquela fumaça.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Seg 28 Dez 2015 - 22:25

*Nenhuma oportunidade como o agora... Vendo que a bomba de fumaça atordoara a criatura, Tul sai de sua cobertura com seus machados em punho, para atacar a fera. Antes do ataque, se lembra de um truque - os rangers vivem do solo e da natureza e, quando necessário, a natureza age por eles.*

OFF: Ataque, e conjuração da magia Ensaring Strike (bons action)


avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Ter 29 Dez 2015 - 0:04

*Você aproveita da oportunidade que foi concedida para sair das sombras com os machados erguidos conseguindo acertar os dois golpes fazendo dois belos cortes no peito da criatura, você sente que a pele dela é bem dura e que mesmo acertando em cheio os machucados ainda não a mataram.

*A criatura olha na sua direção soltando um rosnado furioso enquanto tentava discernir a situação já que seu olfato estava uma bagunça por causa do cheiro. Neste momento para piorar a situação dela, você faz com que vinhas brotem do chão com sua magia primal e segurem os braços e pés da criatura que mal consegue resistir. (Falha automática por estar atordoado)

*O homem corvo olha para a situação, mas por causa da máscara não dá para notar a reação dele, você só percebe que ele tira de dentro de uma das bolsinhas em seu cinto um frasco com um líquido vermelho nele, um que você lembra que a xamã de sua aldeia usava bastante para curar ferimentos, vira tudo em um gole só e joga o frasco vazio no chão, a ferida em seu braço cicatriza na hora…




" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Ter 29 Dez 2015 - 0:17

*De fato, nenhuma oportunidade como agora. Tul Duru havia aprendido cedo que dois é melhor do que um quando decidiu lutar com duas armas. O mesmo valia para combate. O escama-negra se posicionou de forma que ficasse do lado oposto ao homem-corvo. Quem quer que o lobisomem enfrentasse, ainda assim ele teria um inimigo às suas costas. Após a manobra, o homem-lagarto ataca normalmente.*

OFF: Tul se posiciona para flanquear o lobisomem com o homem-corvo, e desfere mais dois ataques.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Ter 29 Dez 2015 - 22:27

As vinhas apertavam cada vez mais, seus espinhos cortavam pela carne resistente da criatura, mas o que ela carecia em raciocínio ela compensava de sobra em força bruta conseguindo rasgar as vinhas com suas presas e garras.

Mas o precioso tempo que perdeu lutando contra o feitiço permitiu que o imenso reptiliano e o homem corvo pudessem se reposicionar pelos flancos da criatura obtendo uma posição de clara vantagem.

Seus ataques são certeiros conseguindo fazer dois cortes no torso da criatura, logo em seguida o homem corvo acerta um corte lateral com sua espada curta na barriga da criatura.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Ter 29 Dez 2015 - 22:51

*A criatura havia resistido a ferimentos que matariam um búfalo, ou coisa maior. Mas Tul não se importava, qualquer criatura, cachorro, humano, búfalo ou dragão, não iria resistir por muito tempo aquele assalto combinado.*
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Ter 29 Dez 2015 - 23:02

*A criatura urra com a dor dos ferimentos, dá para ver que apesar de sua resistência, os ferimentos estão finalmente pesando sobre ela.

*Colocando impulso em suas pernas poderosas, o monstro dá um salto para trás e se enfia no mato. Caçadores comuns teriam a suposição de que ela fugiu mas seu olfato aguçado ainda sente o cheiro do sangue dela, mas você precisaria de concentração maior para determinar onde ela está ou se ela ainda está a espreita.

*O homem corvo aproveita a oportunidade para apanhar a espada que deixou cair, você vê que ele junta as duas lâminas em uma só de novo formando uma espada longa, pelo jeito que ele ainda está de prontidão e atento você percebe que ele suspeita a mesma coisa.


OFF: Se quiser pode rolar Percepção



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Ter 29 Dez 2015 - 23:12

*Não havia o menor tempo para conversar com homens que gostam de brincar de pássaro. O que interessava Tul no momento era a caça, e sua presa estava fugindo. O homem lagarto investiga o chão, fungando com suas poderosas narinas, tentando ver e sentir o cheiro do sangue derramado pela criatura.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Ter 29 Dez 2015 - 23:19

*O cheiro é inconfundível, para você cheiros são tão distintos e perceptíveis quanto imagens para olhos humanos, a criatura ainda estava perto, a intensidade do cheiro dizia que ela deu a volta pelas árvores aproveitando o mato, depois o cheiro no ar fica mais intenso...vindo de cima.

*Você consegue antecipar os movimentos da criatura que salta de cima de uma árvore para tentar morder seu pescoço mas seu olfato aguçado permitiu que pudesse antecipar o movimento saindo do caminho daquelas presas.

*O homem corvo prossegue para tentar acertar um corte na pata traseira provavelmente para impedir que ele se mexesse tão rápido mas acaba errando em virtude do alvo ser menor e da criatura se mexer tanto.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Ter 29 Dez 2015 - 23:22

*A criatura teve uma chance de tentar fugir, e perdeu. Estava claro quem era presa e quem era predador. Quando o lobisomem erra a mordida, Tul se lembra da primeira análise que fez da criatura quando lançou seu feitiço. Como ele evitava lutar com suas perdas para que não ficasse com a garganta exposta caso errasse. Bem, este momento havia chegado, e o ranger prepara seus machados para provar do sangue lupino, direto da jugular.*
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Ter 29 Dez 2015 - 23:36

*A abertura dada pelo lobisomem foi mais do que o suficiente. Tul não luta com a selvageria de um bárbaro, mas ainda assim seus golpes são carregados de uma força brutal.

Quando a criatura-lobo passou por ele, o ranger o golpeou por baixo com seu machado, num arco rápido e violento. A garganta macia ofereceu pouca resistência, e se abriu até a traqueia, jorrando sangue e fazendo com que o lobisomem lutasse para respirar, começando a afogar no próprio sangue. Caído, ele olhou para o homem-lagarto, com uma expressão resignada. A natureza era um eterno conflito de matar e morrer, e agora ele sabia que havia perdido. Sem pensar mais na situação, Tul desce a machadinha na nuca da criatura, terminando de separar a cabeça de seu corpo.*
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Ter 29 Dez 2015 - 23:43

*A morte da criatura é sangrenta e brutal, algo apropriado para feras, separar a cabeça de seu corpo coloca um ponto final na luta pois até onde você sabe nada que caminha por esta terra sobrevive sem cabeça.

*O homem corvo olha para a criatura morta e pela primeira vez fala...para sua surpresa a voz era, na verdade feminina.

“Corvo”: - Isso foi desnecessário da sua parte...mas agradeço a ajuda.

*Seu olhar coberto pela mascara fita o que sobrou da criatura.

“Corvo”: - Atacando de dia e não voltou pra forma humana após a morte...deve ser a tal “nova prole” que ouvi falar.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Qua 30 Dez 2015 - 0:23

*O homem... mulher corvo não tem medo? Tul não sabe se é engraçado ou ofensivo.*

-Precisou de muito para derrubar. Não vai saltar de novo sem cabeça.

...

-Prole? Nova prole?
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Qua 30 Dez 2015 - 0:44

“Corvo”: - Longa história...é um tipo novo de licantropo. Geralmente eles alternam entre uma forma humana e uma bestial, esses são sempre bestiais. Só não esperava encontrar um desses aqui…

*Ela cruza os braços pensativa.

“Corvo”: - Talvez a vila aqui perto saiba algo. Mas minha dúvida no momento é você. O que faz um reptiliano sozinho por aqui? Não me leve a mal mas seu povo não tem o hábito de pular para resgatar pessoas por aí.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Qua 30 Dez 2015 - 1:04

*Tul encara a mulher e pisca os olhos por alguns segundos antes de falar. Respostas, e palavras em Comum, não chegam tão rápido assim na sua cabeça.*

-Não estou sozinho. E ele, eu não sei se enfrentava sozinho, e não queria andar com isso rondando pela floresta. Você?

*Olha a mulher de cima a baixo.*

-Com você eu posso lidar sem ajuda.
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Qua 30 Dez 2015 - 9:15


“Corvo”: - Eu suponho que não...essas coisas não deveriam andar por aí, nem por este mundo diga-se de passagem.

*Ela ri do seu outro comentário.

“Corvo”: - Você não é o meu tipo lagartão. Além disso eu to com mais coisa pra fazer.

*Ela olha para os lados e para cima, você percebe pela posição do sol que já está acima do “meio dia”.

“Corvo”: - Essas coisas geralmente andam em alcateias de geralmente quatro ou cinco. Não sei se esse era algum lobo solitário ou um batedor, de qualquer jeito preciso chegar a próxima vila logo, se minhas suspeitas são reais, então a vila tá com um sério problema de pestes.

*Você escuta um barulho em um arbusto, dele sai Mara parecendo assustada, ela corre na sua direção e abraça você.

“Corvo”: - Ela tá com você?




" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Qua 30 Dez 2015 - 22:21

...

*Tul olha para a menina. Era irritante que ela tenha lhe desobedecido e saído do esconderijo, mas a sensação de quando ela correu para ele em busca de segurança foi... diferente.*

*Após alguns momentos atordoado, Tul volta a falar com a mulher, com a indireta passando a milhas de sua cabeça.*


-Sim. Tenho que levar para Barovia. A mesma vila que você vai?
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Qui 31 Dez 2015 - 1:20

*A mulher corvo tira a máscara, revelando-se uma elfa, o que explica a agilidade.

“Corvo”: - Meu nome é Alyndra Faylen, caçadora dos Guardiões Sombrios.


*Ela retira a capa negra e guarda na mochila junto com a máscara.

Alyndra: - Barovia tem uma história bem...complicada. O povo lá parece ter algum karma em se meter com o que não deveriam. Você tem sorte de me encontrar, se ir lá sozinho provavelmente o pessoal não vai nem querer deixar você entrar mas se bolarmos uma historinha convincente de que digamos...você é o guarda-costas da donzela elfica indefesa e da menininha, aí acho que a disposição muda.

*A elfa olha a menininha alguns segundos com um sorriso amigável.

Alyndra: - Não se preocupa lindinha, em breve a gente vai pra um lugar seguro.


Mara: - O...obrigada moça corvo...

*Em seguida ela volta seu olhar para Tul.

Alyndra: - Bem...tendo em vista que o pessoal desse reino não é muito fã de elfos eu não vou esperar um tapete vermelho mas pelo menos vão deixar a gente entrar sem muitas perguntas...eu espero.


Alyndra:



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Qui 31 Dez 2015 - 2:09

*O homem-lagarto coça o queixo escamoso vagarosamente enquanto pensa nas palavras da elfa.*

-Não sei de nenhum guardião sombrio, mas também sou um caçador. Me chamam de Tul Duru. Trovoada, na sua língua, você já aprendeu porque.

-Elfa? Hrrrmm, acho que existem coisas piores para ser. E companheiros piores de viagem. Duas fêmeas, uma filhote. Esse é meu bando então. Vamos, vocês duas? Acho melhor terminar logo com isso.


Última edição por Tul Duru em Sex 1 Jan 2016 - 0:55, editado 1 vez(es)
avatar
Dungeon Master
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 129
Data de inscrição : 07/08/2015
Localização : Nos piores pesadelos dos jogadores...

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Dungeon Master em Qui 31 Dez 2015 - 12:18

Alyndra: - Não somos exatamente as pessoas favoritas da Igreja nesse momento, por isso eu não uso o uniforme lá. Prazer em conhece-lo Tul...é Tul é melhor que “Trovoada”, mais fácil falar também.

*A elfa começa a guia-lo pela estrada, seguindo na direção que vocês já iam.

Alyndra: - Eu vou tomar isso como um quase elogio. Se encontrarmos guardas ou milicianos deixa a conversa comigo, uma vez lá dentro podemos seguir nossos próprios caminhos.



" - ROLL FOR INITIATIVE BITCHES!"
avatar
Tul Duru
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 103
Data de inscrição : 27/10/2015

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Tul Duru em Sex 1 Jan 2016 - 0:55

-Nunca entendi o que vocês chamam de igreja, mas eu vou ficar muito, muito feliz de não ter que conversar com humanos. E de seguir meu caminho.

*Tul continua pela estrada, com Mara novamente em seus ombros.*


Conteúdo patrocinado

Re: Prelúdio de Tul Duru: Algo pelo que lutar...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qua 22 Nov 2017 - 5:17