Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Janeiro 2018

DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário


O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Compartilhe
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Qua 8 Abr 2015 - 21:24


Hidromel, Cerveja, Hypocrás, cadeiras e ossos quebrados. Todos os dias, o dia inteiro. Assim era o Covil da Raposa, a maior taberna localizada na Baixa Cidade. Local de encontro de viajantes, propício ao gasto dos pouquíssimos florins de prata ganhos ao longo das colheitas pelos servos, os de ouro então, seriam uma miragem se avistados no local.

Repleto de mesas, o local é bastante iluminado à velas e candelabros próprios da época. Suas janelas são cobertas com tecido todo o tempo, deixando os que estão na taberna " escondidos" do mundo por trás das portas com a raposa entalhada, assim como não deixa claro a que ponto o sol ou a lua estão nos céus. Quando se bebe, não se precisa saber do tempo.

Meretrizes são uma cordial atração. Servem as mesas e oferecem seus serviços aos interessados, em troca de afago para suas tristezas e estômagos. Aqui, como em nenhum outro lugar, a igreja não detém domínio.

O proprietário do local é conhecido como Gaspar, o calvo. Um homem misterioso, de poucos amigos e muitas histórias, sempre atrás do balcão servindo os clientes de suas melhores e piores bebidas. Ao custo certo, talvez um pouco mais.

Beba, coma, durma. Mas pague, ou não sairás vivo.

Diz a placa na porta na qual uma raposa está entalhada.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Qui 9 Abr 2015 - 19:46

* A porta do local se abre, Konietzko consegue ver várias mesas repletas de homens bebendo e comendo, belas mulheres servindo-os e um balcão ao fundo com um homem baixo e truculento limpando canecas.

Naturalmente, alguns olham para o "novato" quando a porta se abre.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Qui 9 Abr 2015 - 19:58

*olha o local e pensa: "local agradável, espero que as pessoas sejam também". Puxando sua mala até o balcão, Eobard depois de se aproximar fala ao homem que serve as bebidas*

- Meu bom homem, tens um quarto para um Homem cansado e caso tenha, teria um ajudante para me ajudar com as malas que ainda tem do lado de fora?

*espera a reação do homem, analisando todos dentro da Taverna, mas, cauteloso, não queria entrar em uma nova confusão*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Qui 9 Abr 2015 - 21:29

* Com cara de poucos amigos, olha o forasteiro de cima a baixo, enquanto limpa uma caneca.

- Isto depende, tens Florins?

* O encara.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Qui 9 Abr 2015 - 21:32

* Os demais homens do local bebem, comem e pouco ligam para o recém-chegado. Duas mulheres olham Eobard e sorriem, vestem roupas bastante insinuantes, mostrando os calcanhares e o pescoço, com fartos seios saltando pelos vestidos.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Qui 9 Abr 2015 - 22:09

Gaspar escreveu:* Com cara de poucos amigos, olha o forasteiro de cima a baixo, enquanto limpa uma caneca.

- Isto depende, tens Florins?

* O encara.

*retira de dentro de seu casaco, de um bolso interno um pequeno saco, com moedas, abre e retira uma, colocando sobre o balcão, a moeda era de ouro, com a face do seu pai, eles tinham uma cunhagem nas terras em Cárpatos, numa face o Arquiduque, noutra o atual Rei, portanto sorri e fala guardando o saquinho onde estava para ficar seguro*


- Meu bom homem, quantos Florins valeria essa moeda de ouro? Seria o suficiente para me ajudar? Arrumar um ajudante para pegar minhas demais coisas, passar a noite em sua Taverna num quarto, boa comida e pela manhã irei a Catedral, pois tenho assuntos com o Cardeal.

*espera a reação do homem a sua frente, nota as mulheres, acha vulgar a forma que se oferecem, que ultrajante, são oferecidas demais as mulheres dessa terra! Mostrar suas "partes" íntimas dessa forma, elas receberiam a danação do inferno por esse ato contra Deus todo Poderoso, mas, ignora completamente a atitude delas, prestando atenção ao homem atrás do balcão vendo que ele o encarava, mas, espera que mude suas atitudes ao ver a moeda*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Qui 9 Abr 2015 - 22:30

* Coloca a caneca sobre a mesa, o olha por alguns segundos...e abre um largo sorriso.

- Oras! Sejas bem-vindo meu senhor! Vejo que estás cansado, venha, sente-se e beba algo.

* Diz saindo pela lateral do balcão, pegando a moeda de ouro e guardando-a no bolso e colocando a mão nos ombros de Eobard, o guiando até uma das mesas vazias. Rapidamente, um jovem pega sua mala e a leva até a mesa escolhida.

- Vinho? Cerveja ou apenas água? Homem de Deus, suponho. Não se preocupe, aqui no Covil da Raposa o cliente é o Rei! Que ele não nos ouça...

* Diz cobrindo a boca. Em seguida continua.

- O pequeno Lewis irá carregar sua bagagem. Onde estão?

* Se mantinha sorridente para o visitante ilustre.
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sex 10 Abr 2015 - 7:09

*se mantêm de pé, sabe que as vezes o Dinheiro manda no Mundo, embora não concordasse com isso, porém, vendo a reação do homem a ele pela moeda de ouro, apenas diz sorridente ao homem indicado pelo Barman*

- Senhor Lewis? Vamos ali fora, lhe mostrarei onde estão minhas malas, inclusive deixei um pobre homem doente as cuidando, pobre homem, lhe devo uma ótima refeição afinal, vamos ali, depois de ter minhas malas comigo e colocadas em meu quarto, me colocarei para comer, e beber logicamente em nome de Deus, sim, sou um Padre, sirvo a Santa Igreja Católica, apenas cuide agora desta mala, que eu e seu ajudante traremos o restante pra dentro da Taverna.

*Se movimenta até a porta, vendo que o pequeno Lewis lhe acompanha, mostrando a direção onde está o restante de sua bagagem, na esperança que ainda estivessem aonde as deixou, junto com o homem moribundo. Se desloca até onde está o Leproso e suas bagagens*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Sex 10 Abr 2015 - 18:20

* Prontamente o jovem Lewis acompanha Eobard até a saída e suas bagagens. Konietzko nota que começou a chover, de forma fraca, mas o homem enfermo se manteve ao lado de suas coisas todo o tempo.

Ao notar a aproximação dos homens ele sorri com seu decrépito rosto desfigurado repleto de feridas e bolhas. Lewis se mostra com medo, mas ajuda Eobard a carregar o restante das malas até a Taberna. Lá chegando, entram Lewis, Eobard e o homem doente.


Última edição por Dark Master em Sex 10 Abr 2015 - 18:28, editado 1 vez(es)



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Sex 10 Abr 2015 - 18:23

* Notando a entrada dos três homens, rapidamente vai até o viajante bem trajado, o homem de Deus.

- Meu senhor, temo que seu acompanhante não poderá ficar. Ele carrega a maldição, deverá deixar meu estabelecimento agora.

* Fica à frente de Eobard e olhando para o enfermo. Não permitiria sua estada, era um risco alto demais.
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sex 10 Abr 2015 - 20:11

*Depois de trazer as coisas para fora, vê o homem ali, doente, e vendo a atitude do dono da Taverna, Eobard respeita a propriedade, portanto, sabe que se o homem não deseja que o doente esteja naquele ambiente, concorda, abre novamente seu casaco, retira sua pequena bolsa com moedas, tinhas pelo menos 30 moedas agora, retira uma e depois guarda bem guardado o saco dentro de seu casaco, bem no fundo do bolso com botões, a moeda de ouro é entregue ao enfermo, o Senhor das Sombras fala ao homem Leproso*

- Tome aqui meu amigo, quando puder, apareça amanhã na Catedral, depois veremos como te ajudar melhor. Mas aceite essa moeda de ouro como seu pagamento pelo que fez, cuidou com zelo de minha bagagem, mostrou-se muito Honesto e Temente a Deus, portanto entendo o dono deste estabelecimento, a Lepra é uma doença desconhecida ainda a muitos homens, mas, espero que aceite esse dinheiro e vá em paz, me procure amanhã na Catedral meu bom homem, agora pode ir em paz! Obrigado.


*se vira para Gaspar e Lewis após dar a moeda ao enfermo, ajuda-o a levar suas coisas até o quarto, dizendo a Gaspar, embora não sabia seu nome*

- Meu bom homem, pode me dizer onde está meu quarto? Gostaria de aproveitar a ajuda do senhor Lewis e deixar já minhas coisas lá, depois desço para comer e beber algo com os senhores.

*Aguarda a reação dos homens, após se despedir do Leproso*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Sex 10 Abr 2015 - 22:14

* O enfermo pega a moeda com extrema felicidade. Sem dúvidas teria o que comer e beber, até onde dormir, por dias. Caso vivesse o suficiente.

Lewis prontamente pega as bagagens e começa a levá-las ao segundo andar da estalagem.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Sex 10 Abr 2015 - 22:18

* Observa o doente ir embora, mais tranquilo se mantém conversando com o viajante.

- Lepra?

* Coça a farta barba.

- Se Deus o abençoasse seria, meu senhor, infelizmente não é o caso. Vejo que vens de longe, desconheces até mesmo a maldição.

- Bem, não te preocupes, Lewis levará tua bagagem até seus aposentos. Queira sentar-se, por favor. O que desejas comer e beber?

* Aguarda a escolha do homem. Analisava suas palavras e gestos, buscava saber mais sobre o homem de Deus.

- A propósito, sou Gaspar - O Calvo. Proprietário do Covil da Raposa a mais tempo do que consigo lembrar, e o Senhor é?...
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sex 10 Abr 2015 - 22:33

*fica satisfeito, vendo o homem doente ir embora, vendo o ajudante de Gaspar levar suas coisas a seus aposentos, fica mais tranquilo, afinal, o Mundo ainda tem pessoas decentes, portanto sorri e responde cumprimentando Gaspar indo a uma mesa vazia*

- Obrigado Senhor Gaspar, o senhor é um bom homem, mas... Pode me chamar de Thawne , Padre Thawne. Venho de Cárpatos, de um Feudo Católico que tem lá, administrado pela Igreja.

- Maldição? Creio que desconheço esse termo, esse homem doente tem outra doença, sendo, seus sintomas se assemelham a Lepra não é? Me fale, enquanto me serve um Assado de Carne e um bom vinho!


*presta atenção no que Gaspar venha a falar, estava com sede e fome, e cansado, sua viagem a cidade de Bristol foi cansativa, embora teve uma "Aventura" e um "Pesadelo" mas pensaria a respeito em outro momento, naquele instante, apenas queria saber o que pudesse sobre essa tal "Maldição"*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Sab 11 Abr 2015 - 11:42

* Olha para trás do balcão onde duas mulheres preparam os alimentos e sinaliza para que sirvam o recém-chegado. Não demora muito para que o vinho chegue à mesa, assim como uma caneca da melhor cerveja da região, para o próprio Gaspar.

Senta-se em uma cadeira disposta em frente a de Thawne.


- Padre, ahn?...Sem dúvidas estarás melhor alojado na alta cidade. Alguns dizem que Deus esqueceu o vilarejo aos pés da muralha.

* Toma um largo gole da cerveja.

- A maldição, Padre Thawne, nos atingiu à alguns meses. Ninguém sabe ao certo de onde veio, mas já levou mais vidas do que a última cruzada, suspeito. Um pouco de exagero...mas se tivesse visto o que vi, não duvidaria.

- Aquele homem que trouxe aqui é o Lesher, um trabalhador das terras, a doença o pegou a menos de uma semana. Não acho que dure até amanhã...são feridas e bolhas que se espalham pelo corpo e matam em poucos dias, senhor Thawne...a maldição, como chamamos.

- Então, Cárpatos? E o que o trazes a estas terras?
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sab 11 Abr 2015 - 13:12

*Ouve Gaspar, enquanto aguarda para comer, inclusive pega a caneca de Vinho, murmura algo em Latim, agradecendo pela bebida a Deus, e depois bebe um gole. Ouvindo a história do Taberneiro, fica chocado com a situação do pobre homem de nome Lesher, lamenta pelo homem ter pego essa temível doença desconhecida e chamada de "Maldição", ouve o questionamento de Gaspar e sorri, ainda um pouco chocado pelo que ele disse, responde*

- Senhor Gaspar, és um bom homem, eu na Unidade de Padre, sou um pouco diferente de alguns de meu Clero, prezo os mais pobres, pois é neles que Deus se encontra, pois Jesus Cristo nasceu Pobre, e morreu pobre. Portanto devo seguir esse caminho, e ao vir a Bristol, venho para me juntar a Catedral, ajudar o Cardeal na Evangelização em Cristo nosso Senhor, e ajudar no que for preciso, talvez meus métodos não sejam apreciados pelos demais que desejam manter o Status Quo mas, como dizem, as vezes UM Homem pode fazer a diferença.


*Brinda com Gaspar, sua caneca de vinho com a caneca de cerveja do homem dono do lugar e Taverneiro, porém, como Eobard é desconfiado, buscar, ali mesmo, pelo olfato usando seu Dom, a fim de sentir, quem era Humano e eventualmente, quem não era, dentro da Taverna iniciando por Gaspar e um a um, a todos que conseguir ver ou cheirar...*

Faro para a Forma Verdadeira:
Faro para a Forma Verdadeira (Nível Um) (Phillodox) - Este Dom permite aos Garou determinar o que um objeto ou indivíduo realmente é. Esta informação é conduzida como uma sensação olfativa. É realmente um cheiro da natureza do alvo. Este Dom pode ser ensinado por qualquer servo de Gaia.

Sistema: O Garou pode dizer automaticamente quando alguém é um lobisomem ou Parente, para outros seres é preciso um teste de Percepção + Instinto Primitivo (dificuldade 6). Um sucessos determinada se o alvo é um humano ou animal normal. É preciso dois sucessos para ter certeza que é um vampiro, fada, demônio, múmia ou outro Metamorfo. Quatro para detectar magos, carniçais e Fomori. Caçadores imbuídos são registrados como humanos normais. Cheiros estranhos não são reconhecidos automaticamente: Um Garou que nunca encontrou qualquer Rokea talvez não reconhecer imediatamente o perfume que ele detecta como "homem-tubarão".



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Sab 11 Abr 2015 - 14:23

* Eobard sua seu dom e percebe facilmente que todos no recinto são humanos, com exceção do próprio Gaspar, que carrega sangue metamorfo em suas veias. No entanto, não possui um cheiro semelhante aos garous que já encontrou, tão pouco parece carregar o cheiro fétido da Wyrm. Era algo...diferente.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Sab 11 Abr 2015 - 14:28

* Logo o assado suíno chega à mesa, um pernil suculento e farto. Indica para que o viajante coma, enquanto permanece apreciando sua bebida.

- Eu? Homem bom?...Oras Padre, sou o que preciso ser.

* Toma mais um largo gole.

- Catedral, tu dizes? Auxiliar o Cardeal? Sabes que somente o Rei o vê, há mais de um ano? Somente os Bispos celebram as missas e aparecem ao povo. Dupont é um velho ardiloso, senhor Thawne, que Deus perdoe minha sinceridade.

* Levanta o copo em brinde, mantém um sorriso discreto na face que poderia ser interpretado como ironia.
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Seg 13 Abr 2015 - 7:09

*Eobard percebe que o Homem a sua frente chamado Gaspar era um Licantropo, um ser de Gaia?  Desconhecia embora ele não cheirasse como o ser que antes encontrou na estrada, portanto mantêm por enquanto em segredo o que descobriu a respeito, veria depois se usaria isso a seu favor, enquanto bebia ouve o homem, e fala*

- Estamos entre amigos senhor Gaspar, e não estou na Igreja agora, e nem estamos próximos do Cardeal, se ele é ou não um bom homem, eu verei com meus próprios olhos quando o conhecer... Mas respeito a opinião das pessoas, se ele não teve uma atitude honrada ou digna, pode ser que não teve oportunidade, não julgo um homem por boatos, apenas com suas Ações perante o Povo e a Deus... Mas me fale mais de Bristol, devo me preocupar com algo senhor Gaspar? Me fale tudo que sabe sobre a cidade...



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Qui 16 Abr 2015 - 16:34

* Sorri e fala enquanto bebe outro longo gole.

- Sabe o que me impressiona, Padre? O poder das palavras...sou um homem simples, o senhor vê.

* Olha em volta de seu próprio estabelecimento.

- O benefício de possuir uma taberna, a única neste ponto de Bristol, é aprender, conhecer e saber de quase tudo que se passa na pequena e iluminada nova cidade do Rei. E eu gosto disso, de saber coisas.

- Mas tem algo que gosto mais, do brilho. De coisas brilhantes e douradas. Informação é importante, sabe? Mas por aqui, Padre, as pecinhas brilhantes valem mais.
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sex 17 Abr 2015 - 7:07

*Ouve Gaspar, sua frase lhe é familiar, tenta lembrar, se esforça e lembra que os Corvos da Tempestade tinham frases parecidas com as dele, acha engraçado, como detinha a informação que o mesmo poderia ser um Licantropo, desconhecia de que raça poderia ser, portanto fala enquanto retira seu saquinho do bolso interno do casaco, retira uma moeda e discretamente coloca na mão de Gaspar a moeda de Ouro Brilhante, depois guarda seu saquinho, bem guardado no bolso interno, preso com botões e sorri dizendo*

- Nobre amigo, pode me contar... Quem sabe quanta informação essa moeda brilhante poderia me proporcionar...

*depois de falar isso, aciona um dom, para facilitar que Gaspar lhe seja mais "prestativo" e lhe conte mais a respeito dos segredos que sabe, ativa o dom*

Persuasão:
Persuasão (Nível Um) (Hominídeo) — Este Dom permite que um Hominídeo tornar-se mais persuasivo quando se lida com outras pessoas, o que confere a suas declarações e argumentos muito mais significado e inflamando sua credibilidade, as palavras pesam nos ouvidos e corações dos ouvintes. Um espírito ancestral ensina esse Dom.

Sistema: O jogador testa Carisma + Lábia (dificuldade 6). Sucessos diminuem a dificuldade de todos os testes sociais em um pelo resto da cena e permitem rolagens bem sucedidas causarem impactos fortes e incomuns (como mudar opiniões políticas de longa data ou levar um viciado a reconsiderar seriamente o curso de sua vida).

*sorri para o Homem, prestando atenção no que ele irá falar a seguir, enquanto aguarda seu Assado e bebe mais um gole de seu vinho*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Sex 17 Abr 2015 - 21:39

* Pega a moeda, a levanta e a olha contra a luz de um candelabro. Sorri.

- Bristol? Deixe-me ver. O cardeal, teu chefe suponho, é um homem sigiloso. Tanto que há meses ninguém o vê, exceto o próprio Rei. Mas isso eu já tinha lhe dito, o que não tinha é que o manda-chuva católico está muito doente. A maldição, dizem.

- Além disso, poderia lhe dizer que o Rei tem gasto bastante para garantir que a doença não chegue na alta cidade. Isso significa um estado de sítio aqui na baixa cidade, ninguém sai. Embora alguns não afortunados como o senhor entrem. Pior, senhor Eobard, ninguém entra na alta cidade sem uma expressa ordem do Rei.

- Suspeito que passará alguns dias aqui no Covil da Raposa.

* Sorri.

- E ah...tem algo de grande importância...o que era mesmo? Ando esquecido esses dias...será a bebida?

* Olha o copo já vazio e em seguida dá uma olhada para os bolsos de Eobard, com um sorriso amistoso sempre no rosto.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Sex 17 Abr 2015 - 21:44

* Uma voluptuosa mulher traz um farto pernil assado e coloca sobre a mesa. Junto com mais uma caneca de vinho para o convidado e outra de cerveja para Gaspar. Eobard nota que havia bastante carne e que, aparentemente, era de excelente qualidade. Como há muito não comia. Havia ainda pão de trigo como complemento.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sex 17 Abr 2015 - 22:03

*Eobard ouve atento que passaria mais tempo naquele lugar do que pretendia, inclusive, tudo mais que foi dito, enquanto isso, iria descobrir o que pudesse antes de se apresentar ao Cardeal, saber o que ocorre com o Clero lhe era importante naquele momento, vendo que Gaspar não foi totalmente afetado por seu Dom, provavelmente devido a sua Origem como um Licantropo, portanto, vendo o Assado sobre a mesa, bem quente e suculento, assim como o pão de trigo e mais vinho, antes de sujar suas mãos, pega o saquinho, ainda lhe restava 27 moedas, e o Homem da Taverna era vorax por Ouro... Portanto retira duas moedas, e coloca na mão de Gaspar, guardando o resto, ficando com 25 moedas de ouro, fecha bem em seu bolso interno com botões, sentia bem o peso do ouro dentro de seu casaco, portanto sorri e diz ao homem a sua frente colocando as mãos no assado e o devorando sem muitos modos, entre uma mordida e outra fala*

- Gaspar meu bom homem, enquanto eu estiver na Cidade Baixa, estarei longe do Ouro que tenho direito, poderia lhe dar muito mais se eu conseguir adentrar a Igreja em breve... Portanto, poderemos fazer um Acordo de Cavalheiros, você me fala tudo que sabe, tudo sem exceção, e lhe prometo, voltar com mais Ouro, e talvez possamos fazer negócios juntos, creio que com todo esse ouro, deseja melhorar seu negócio, realizar algum sonho, ou simplesmente admirar seu brilho eterno e hipnotizante, seja como for e qual for o motivo, o que acha? Temos um Acordo?


*Torce para o Homem aceitar, inclusive, seu Dom, caso ainda tenha funcionado, ainda estaria ativo, aguarda a resposta de Gaspar enquanto come*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Sex 17 Abr 2015 - 22:30

* Observa satisfeito a comida e bebida chegar. Continua sorrindo e bebendo sua cerveja, apreciava boas conversas e longos goles.

- Interessante acordo. Mas não sou muito paciente sabe? Isso de você estar lá e eu esperar olhando as estrelas do céu até seu retorno. Minha fase de princesa sonhadora passou.

* Sorri.

- Mas não se preocupe, sou bom em falar, quando bem recompensado.

* Pega as duas moedas e as guarda.

- Claro que há uma forma de burlar essa entrada. A alta cidade ainda precisa de suprimentos que chegam do porto. Certo? Acontece que eu conheço todos os cocheiros que trabalham com cargas de alimentos, tecidos e demais especiarias. Sim, eu sempre sei daquilo que importa, senhor Eobard.

- Obviamente posso arranjar para que o senhor entre junto com uma das carruagens. Gostei do senhor, és um homem sábio, desprendido da arrogância e ganância que são comuns a essa terra. E tem bons modos, veja só...

* Sorri ironicamente indicando com a caneca a forma com a qual Konietzko se alimenta.

- Sua entrada será planejada...antes vou lhe falar sobre outra coisa.

* Olha em volta e em seguida mantém a boca em movimento, como se falasse baixo, ria no processo para ser mais convincente.

Em sua mente, Eobard ouve.


" Permita que eu fale desta forma, não é prudente que nos escutem, Garou. A wyrm tem ouvidos em todos os lugares. Nos comunicaremos a partir de agora mentalmente, com o canal que criei, certo? Mas mantenha-e falando algo por vezes para que não nos vejam calados olhando um para o outro...seria suspeito."

* Pigarreia.

- Não é mesmo senhor Eobard?

* Sorri.
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sex 17 Abr 2015 - 22:45

*Ouve Gaspar, percebe que o mesmo pronúncia seu primeiro nome, sendo, se apresentou para ele sendo apenas Thawne, Padre Thawne, muito estranho ele saber seu nome, entre uma mordida e outra, "ouve" mentalmente o Licantropo, percebe que ele era um aliado de "Gaia"? Seja como for, se ele lhe quisesse mal, ele agiria de outra forma... Portanto o escuta, das duas formas, primeiro responde usando sua voz*

- Sim! Esse Assado está maravilhoso senhor Gaspar... Parabéns para suas cozinheiras senhor Taverneiro! Sim, aceitarei sua ajuda, mas amanhã, hoje quero apenas comer, beber e apreciar uma boa conversa com o senhor!

*bebe mais um gole de vinho e mastiga o Assado, sorri e responde mentalmente*

- Senhor Gaspar, me apresentei ao senhor como Thawne, Padre Thawne, creio que saiba mais sobre mim do que eu acredite que seja possível, sua "Habilidade" de falar pela mente não me surpreende, mas... Me diga, já que conhece minha Origem como Garou e me alerta a respeito da Wyrm, que intenções tens para comigo? Amistosas posso presumir? Ou apenas interesse financeiro... Naturalmente, não me atrevo a lhe negar, se me for útil, poderei lhe cobrir de Ouro...



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Sab 18 Abr 2015 - 12:42

* Sorri e continua a beber. Se põe a falar para encobrir a conversa mental.

- Ah Padre Tawne, não é todo dia que temos a honra de receber um representante do clero.

* Mentalmente.

" Por hora Senhor Eobard Tawne, herdeiro dos Konietzko e Juiz do Destino, basta saber que sou um servo de Gaia, embora Luna não seja bem minha favorita, gosto de ajudar os garous vez ou outra.

Mas veja, muito da minha capacidade de descobrir e espalhar informações requer alguns favores, outros subornos...a humanidade é bastante corrupta, não os culpo e até agradeço, isso me é bastante útil. Informação é cara e os meios para ajudar o Caern local são caros...muito caros. Então obviamente precisaremos do seu ouro. Mas te garanto que será sempre por causas nobres.

Até porque manter preciosas garotas no estabelecimento também é um ato nobre, não?

Bom...antes de ir a alta cidade, recomendo que busques acesso ao Caern Local. Sei de suas intenções, mas é necessário que conheça o líder e se apresente como devido. Uma de minhas funções é garantir que cada guerreiro ou mensageiro de Gaia siga para o antigo santuário. Estamos um pouco...Ahn...desfalcados eu diria. Todos são necessários."


*Volta a falar.

- Então meu senhor, porque não fica uns dias conosco?
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sab 18 Abr 2015 - 13:43

*Ouve mentalmente tudo inclusive o que Gaspar fala, apenas segue alternando os assuntos, entre o que se diz ao que se pensa*

- Senhor Gaspar, sua Taverna é melhor do que eu esperava, o senhor me convenceu, ficarei mais alguns dias, até ver como o Cardeal poderá me receber, essas coisas levam tempo não é mesmo, melhor enviar uma carta pra ele antes... Não acha?


*Mentalmente responde*

- Senhor Gaspar, muito me conforta ajudar Gaia com meu Ouro, mas ajudaria os Pobres servos de Deus com mesmo afinco, desde que usados com sabedoria e o bem dos Homens. Mas fico feliz por querer me ajudar, aceito de ir conhecer seu Caern, além de conhecer e ajudar no que for preciso os que o servem, inclusive seu líder Tribal, falando nisso, a qual Tribo os membros do Caern pertencem?

*depois de falar, continua a mastigar o Assado e bebendo Vinho, estava com fome, e quando falava mentalmente com o Taverneiro, sempre nesses momentos em que comia para disfarçar e tem uma nota mental: "Tenho que aprender esse poder, seria um Dom?"*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Seg 20 Abr 2015 - 20:42

* Continua sorrindo e bebendo.

- Uma carta? excelente ideia, providenciarei que seja entregue amanhã. Nos seus aposentos haverá uma pena com tinta e pergaminhos.

* Mentalmente.

" O Líder é Dentes do Abismo, um ancião dos Garras Vermelhas. Há um Senhor das Sombras também, além de uma filha de gaia, Fianna...são alguns, não muitos, por isso saudamos cada criaturinha de Gaia que chega por aqui. Depois que eu entorno umas bebidas com o convidado, claro, pra verificar se são dignos.

Arranjarei um guia para você amanhã, Eobard, assim poderá ir ao Caern e apresentar-se, bem como conhecer nossos reais problemas."


* Ergue o copo em brinde.

- Então Padre, precisa de algo mais? Tenho que cuidar em servir os demais vadios deste local...é o peso do ofício.
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Seg 20 Abr 2015 - 20:48

*Ergue a caneca de vinho e brinda com Gaspar e responde*

- Sim meu amigo, muito obrigado por tudo, tu tens minha amizade de agora em diante, no que precisar... Sempre! Voltou continuar a apreciar esse esplendido Assado, volte a suas atividades, pois seu negócio precisa do senhor, mais uma vez Obrigado!

*depois bebe um pouco do vinho e responde mentalmente*

- Dentes do Abismo? Sim, obrigado Gaspar, farei isso, escreverei a carta essa noite, e lhe entrego pela manhã quando for ao Caern, estou aqui para ajudar a todos que precisam, muito obrigado!

*depois de beber, come mais um pedaço do precioso Assado que estava gostoso, depois de terminar tudo, irá se recolher para seus aposentos e escreverá a carta ao Cardeal*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Seg 20 Abr 2015 - 20:58

* O Taverneiro se põe a cuidar de seus afazeres atrás do balcão. Eobard aprecia o restante do assado, era bastante carne, saciou sua fome e ainda sobrou comida.

Após o término, subiu as escadas em direção aos aposentos indicados e logo chegou ao seu dormitório. Um local simples, mas com um certo conforto. A cama de feno era reforçada, havia barris com água e uma pequena mesa com pena, tinta e papel de pergaminho. Seu quarto tinha uma janela com visão para o vilarejo, pouco iluminado e nada movimentado à noite.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Seg 20 Abr 2015 - 21:21

*Já em seu quarto, Eobard, pega o papel e o tinteiro e põe ao lado de uma vela acesa, e depois vai a suas bagagens, dentro de uma delas, tem uma pequena caixa, nela tem dentro cera e um anel com o brasão da família Konietzko, e inicia a carta sentando a mesa*

Cardeal Richard Dupont,

Sou o Padre Eobard Thawne Konietzko, da Igreja de Cárpatos, sobre controle do Arcebispo Anton, já lhe enviou algum carta a algum tempo atrás avisando de minha chegada, dentro de mais um dia estarei chegando a Catedral, espero ser recebido de acordo, tenho planejado chegar a cidade e me estabelecer em alguma taverna, quando estiver tudo certo, espero que esteja me aguardando senhor Cardeal, fique com Deus.

Padre Eobard Thawne Konietzko.



*depois enrola a carta, e usa a cera, derretendo uma parte dela, pinga sobre a junção dos papéis, e depois pressiona o Selo da família para ficar sua marca, tanto para avisar que era da dada família como uma forma de proteger o documento, para não ser aberto antes, desta forma, alertando o Cardeal que ela foi violada, portanto deixa ali do lado, guarda o resto de suas coisas e apaga a vela, para descansar, para só acordar no dia posterior, estava cansado afinal*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Qua 22 Abr 2015 - 20:24

* Após escrever e selar a carta, Eobard cai no sono dos justos. Afinal, o dia foi intenso e repleto de surpresas ingratas.

Ao fechar os olhos a imagem de Rhaskus lhe vêm a mente. Suas palavras e ameaças. Mas como um pesadelo, se vão em um sono profundo.

Os primeiros raios solares entram pelas frestas da janela de madeira, barulho de carruagens e animais, além de homens gritando uns com os outros sobre assuntos agrícolas acordam Konietzko. Era dia, e a vida começava cedo na Baixa Cidade.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Qui 23 Abr 2015 - 14:43

*abre os olhos, se belisca muita vezes para ter certeza que estava mesmo acordado, depois se levanta, encontra um balde qualquer para fazer suas necessidades, depois se tiver alguma bacia com água lava suas mãos e seu resto, depois de secar as mãos, pega a carta, coloca dentro do casado e desce, para a Taverna, para comer seu café da manhã e encontrar Gaspar para lhe entregar a carta, fica atento se ainda estava com seu saco de moedas de ouro, nunca se sabe, caso ainda os tenhas, enquanto sai do quarto, retira uma moeda a separa e deixa em outro bolso, e guarda o saquinho bem guardado no bolso interno do casaco, onde se fecha com botões, e segue, daria a moeda a Gaspar para uma boa refeição do café da manhã*

*olha em volta, para ver os "Clientes" desse novo dia na Taverna*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Qua 29 Abr 2015 - 19:36

* Eobard desperta, nota que há um barril com água limpa, um copo e uma bacia para que se limpe adequadamente. As ilhas bretãs possuíam um clima frio, banhos eram cada vez mais raros conforme o ano se arrastava. Mas em tempos "amaldiçoados", estar limpo é um grande benefício.

Ao pegar suas coisas, notando que todos os seus pertences estão no devido lugar, desce e encontra a taberna ainda vazia. Alguns poucos clientes apreciando uma refeição matinal, um ou outro embriagado da noite anterior dormindo nas mesas. Curiosamente Gaspar não é visto.

Lewis, o garoto que o auxiliou na noite anterior, está atrás do balcão limpando os copos e servindo os clientes. Ao ver Eobard, ele sorri.


- Meu senhor, espero que tenha apreciado a noite. Desejas algo para comer ou beber?



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Qui 30 Abr 2015 - 7:19

*se aproxima de Lewis e fala sorrindo*

- Bom dia Lewis! Tudo bem meu rapaz? Claro, o que temos para o café da manhã nesta linda manhã meu rapaz! E Gaspar ainda dorme?

*Procura com os olhos uma mesa limpa para sentar e iniciar seu café da manhã enquanto aguarda Gaspar para poder lhe entregar a carta e depois ser guiado até o Caern*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Qui 30 Abr 2015 - 17:39

* Tawne acha uma mesa limpa, ou ao menos quase, e senta-se. Lewis o responde.

- Temos carnes, pão de trigo e diversas bebidas meu senhor.

* Ele se aproxima e fala baixinho.

- O senhor Gaspar disse que tinha assuntos urgentes a tratar em algum lugar perto do Canal de Bristol...disse também que estaria aqui ao fim do dia, apenas. Pediu desculpas, informou que algo aconteceu de forma inesperada.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sex 1 Maio 2015 - 7:03

*Ouve Lewis , sorri e pergunta*

-Tens Café? Sei que deve ser algo raro nessas terras, mas, se tiver, pode me trazer, se não, me traga um vinho mesmo, e algo quente com pão... Obrigado Lewis!



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Sex 1 Maio 2015 - 12:35

* O garoto demonstra um semblante de curiosidade.

- Caf..café? O que é isso?...Bom, vou providenciar um guizado de aves, bem quente, além de pão de trigo e nosso melhor vinho! Espero que seja de seu agrado, meu senhor, embora não tenhamos..ca..café.

* Ele sorri e vai até o balcão, onde indica para que o cozinheiro prepare o solicitado. Não demora muito e ele traz uma espécie de travessa com bastante caldo, pedaços cozidos de aves, pão de trigo e uma garrafa de barro repleta de vinho, além de uma caneca do mesmo material.

- Aqui está, Padre.

* Aos olhos do esperto Konietzko, o garoto parece curioso...como se quisesse perguntar algo, mas fica quieto, prefere não incomodar o convidado.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sex 1 Maio 2015 - 13:00

*percebe que Lewis não sabia o que era Café, natural, era uma especiaria muito cara, apenas a nobreza ou o Clero sabia o que era, muito caro para ter numa simples Taverna de uma parte da cidade de Bristol onde há muita Pobreza, mas sabe que o Café existe naqueles tempos de pobreza, mas, vinha especialmente da África, especialmente conhecido no Egito, assim como alguns países mais ricos da Europa e da China, existia a muitos séculos, mas apenas quem pudesse pagar por ele que teria acesso, inclusive se lembra que existiu em suas leituras que o próprio Maomé por volta do ano 800 do nosso senhor havia proibido o Café para sua religião achando que mudava o estado de consciência do Islã, portanto depois que recebe o que Lewis trouxe como alimento, inicia uma prece em silêncio agradecendo a Deus pelo desjejum e começa a comer, porém, nota que o rapaz apresentava um semblante, portanto questiona ele perguntando*

- O que o perturba jovem Lewis?



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Qui 7 Maio 2015 - 18:54

* Eobard recorda-se que o grão de café é apenas difundido no oriente e que as escrituras são raríssimas e apenas poucos afortunados, como ele mesmo, têm acesso a tal conhecimento. É uma época de difíceis navegações e dificilmente a cultura do grão chegaria a terras europeias, ao menos nos próximos anos ou até que haja um avanço considerável evolução nas relações comerciais e nas navegações. Séculos, talvez. Mas, como um homem viajado e culto, possuía o benefício do conhecimento que é negado a tantos, em tempos sombrios.

Lewis sorri, um pouco sem graça.


- Estava me perguntando, meu senhor, se o que dizem é verdade sobre os Padres...mas temo perguntar...



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Qui 7 Maio 2015 - 20:28

*sorri e olha o jovem e diz*

- O que poderia ser "Verdade" caro amigo Lewis, pode me perguntar meu jovem.

*continua a comer*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Sex 8 Maio 2015 - 10:04

* O garoto pega uma das cadeiras da mesa e se senta de frente para o Padre, parece se conter no primeiro momento, olha em volta, mas em seguida começa a falar em tom baixo. Por vezes, olhava para os lados para ter a certeza de que não era ouvido.

- Meu senhor...dizem que o Cardeal organiza e participa de...de..ahn...encontros festivos com Meretrizes e rapazes vulgares...e que isso é uma prática santa.... meu senhor..tem um grupo, aqui na baixa cidade, que é contra o Cardeal e diz que só estaremos salvos depois da morte. Isso é verdade?...eu quero ser salvo, Padre, mas não quero morrer.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sex 8 Maio 2015 - 13:51

*Se aproxima do jovem rapaz e fala*


- Lewis escute com atenção, praticar o bem e seguir os mandamentos de Deus são uma guia para ter sua alma garantida no Paraíso, mas Sodomia, Luxuria e outros pecados... Não! Terei que ver como está funcionando a Igreja de Bristol, se tiver algo errado, e contra os preceitos da Igreja Apostólica Romana irei averiguar e enviar uma carta ao Papa se for necessário! Apenas reze, sabe rezar Lewis?



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Sex 8 Maio 2015 - 14:19

* O garoto olha para ambos os lados e quando tem a certeza de que ninguém observa, retira um pedaço de pano que está enrolado em seu pulso, mostrando uma letra "A" cravada em sua pele a fogo, como uma marcação de animais.

- O Senhor parece digno...e Gaspar aprova sua presença. Então eu o convido a conhecer os verdadeiros seguidores de Deus...àqueles que lutam contra a sodomia do Cardeal...esteja no estábulo ao fim do vilarejo, quando a noite cair. O senhor será muito bem vindo.

* Rapidamente, ele encobre o braço novamente e olha em volta, se prepara para servir os demais clientes.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sab 9 Maio 2015 - 7:28

*depois de ver a marca e ouvir as instruções do rapaz, apenas sorri, mas não diz mais nada, e volta a comer, depois disso, irá retornar a seus aposentos e ficar lendo e pensando nos acontecimentos para no final da tarde ir ao local indicado por Lewis*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Dark Master
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 356
Data de inscrição : 03/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Dark Master em Sab 9 Maio 2015 - 11:08

* Eobard termina sua refeição. Sobe aos aposentos e perde-se em leituras durante o restante do dia. Mal percebe, mas as horas passam e o dia chega ao fim com o sol escondendo-se atrás da grande montanha de ferro.

A noite se iniciava.

Konietzko ouve bater em sua porta, duas vezes como de costume.



Interpreta todos os personagens não-jogadores do cenário Dark Ages
Visualize os links abaixo para a melhor compreensão do jogo.




avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sab 9 Maio 2015 - 13:06

*guarda seu livro, depois segue até a porta e a abre, vendo quem seria*



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.
avatar
Gaspar
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 09/04/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Gaspar em Sab 9 Maio 2015 - 13:16

* Sorri ao ver a porta abrir.

- Oras, a noite caiu-lhe bem, meu amigo. Está com uma aparência bem melhor do que ontem. Como passou o dia?
avatar
Eobard Thawne Konietzko
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 63
Data de inscrição : 04/03/2015

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Eobard Thawne Konietzko em Sab 9 Maio 2015 - 13:20

*sorri e diz*

- Muito bem, e o senhor? Quer entrar?


*abre bem a porta e diz*

- Então senhor Gaspar onde iremos essa noite?



Eobard Thawne Konietzko, Hominídeo, Theurge do Campo dos Juizes do Destino dos Senhores das Sombras. Cliath.

Conteúdo patrocinado

Re: O Covil da Raposa - Taberna da Baixa Cidade

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Dom 21 Jan 2018 - 12:33