Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Dezembro 2017

DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário


Bill Campbell - PC

Compartilhe
avatar
Bill Campbell

Mensagens : 9
Data de inscrição : 28/03/2015

Bill Campbell - PC

Mensagem por Bill Campbell em Sab 28 Mar 2015 - 13:10

Nome Humano ou de Lobo: Willian “Bill” “Operário-de-Gaia”
Nome de Matilha:
Jogador: Arthur
Raça: Hominídeo
Augúrio: Ragabash
Tribo: Roedores de Ossos
Campo: O Capuz
Nome da Matilha:
Totem da Matilha:
Caern que faz parte:
Natureza: Rebelde
Comportamento: Samaritano
Conceito: Revolucionário


.....................................Tamanho..................Peso
Hominídeo:
Glabro:
Crinos:
Hispo:
Lupino:

Atributos:

Físicos (3)

Força: 2
Destreza: 2
Vigor: 2

Em Glabro:

Força: (+2): 4
Destreza: 2
Vigor: (+2): 4

Em Crinos:

Força: (+4): 6
Destreza: (+1): 3
Vigor: (+3): 5

Em Hispo:

Força: (+3): 5
Destreza: (+2): 4
Vigor: (+3): 5

Em Lupus

Força: (+1): 3
Destreza: (+2): 4
Vigor: (+2): 4


Sociais (7)

Carisma: 3
Manipulação: 3
Aparência: 4

Mentais (5)

Percepção: 3
Inteligência: 2
Raciocínio: 3


Habilidades – Talentos (13)


Prontidão: 1
Esportes:  
Expressão:  2
Briga: 4 (Briga de bar)
Esquiva: 1
Empatia: 1
Interpretação:
Intimidação:
Instinto Primitivo:
Manha: 3
Lábia: 3
Crime:
Intriga:
Representação:
Previsão do Tempo:
Procura: 1
Imitação:
Prospecção:
Mendicância:
Instrução:
Natação:
Ventriloquismo: 1

Perícias (9)

Mineração: 3
Empatia c/ animais:
Ofícios:
Arquerismo:
Etiqueta:
Condução:
Artesanato:
Liderança: 2
Armas de Fogo: 4 (Armas pequenas)
Armas Brancas: 3
Performance:
Cavalgar:
Furtividade: 1
Saque Rápido: 1
Sobrevivência: 1
Carpintaria:
Culinária:
Navegação:
Fabricação de Flechas:
Herborismo:
Caçada:
Ferraria:
Tecelagem:
Kailindô:
Duelo de Klaives:
Meditação:
Armadilhas: 1
Disfarce: 1
Escapologia: 2
Hipnotismo:

Conhecimentos (5)

Computador:
Acadêmicos:
Instrução:
Enigmas:
Investigação:
Direito:
Linguística: 2 (Francês, Alemão)
Medicina:
Ocultismo:
Política: 4 (Socialismo)
Rituais:
Ciências: 1
Conhecimento de Área: 2
Sabedoria Popular:
Cosmologia:
Cultura Garou: 1
Cultura Espiritual:
Cultura Cainita:

Antecedentes (5)

Recursos:
Aliados: 5
Contatos: 5
Influência: 2 (Sindicatos)
Totem:
Fetiche:
Ritos:
Parentes:
Raça Pura:
Vidas Passadas:


Dons 3

Dons de Cliath:
- Culinária
- Abrir objetos
-Persuasão


Dons de Fostern:

Dons de Adren:

Dons de Athro:

Dons de Ancião:


Rituais de nível 1:


Rituais de nível 2:


Rituais de nível 3:


Rituais de nível 4:


Rituais de nível 5:


Cicatrizes de Batalha:

Deformidade de Impuro:



Qualidades:
Magnetismo Animal (Animal Magnetism) 1 ponto
Concentração (Concentration) 1 ponto
Vontade de Ferro (Iron Will) 3 pontos
Ambidestro (Ambidextrous) 2 pontos
Colegas Ratkin (Ratkin Buddies) 3 pontos

Defeitos:
Inimigo 5 (Ancião Vampiro)
Caçado 3 (Sociedade de Leopoldo)
Inimigo do Passado 3 (Ancião Garou / KKK)


Aliados:

Abby : prostituta, 21 anos. Amiga à 3 anos, quando Bill a salvou de um ex-cliente que queria estupra-la.

Ehawee: indígena, 18-20 anos. Conhecida à 1 ano. Fora capturado pela Tribo confundido com pistoleiro, mas ela intercedeu. No fim, Bill ajudou-os a derrubar um bando de pistoleiros que aterrorizavam a aldeia.

Joseph Hill: ex-escravo, 34 anos. Amigo da família Campbell, que o ajudou durante a Guerra.

Mary Clark: Viúva de Reverendo, 48 anos. Sempre se solidarizou pela luta dos miseráveis e isso a aproximou de Bill. Lidera comunidade protestante.

Benjamin “Ben” Green: Sindicalista, 24 anos. Colega de sindicato de Bill.



Fetiche:

Nível :

Descrição do Item:

Fonte:




Fúria: 1

Temporário:

Gnose:  3

Temporário:

Força de Vontade: 10

Temporário:


Posto:

Renome:

Glória: 1

Temporários: 0

Honra: 1

Temporários: 0

Sabedoria: 1

Temporários: 0



Prelúdio:

Olá, eu sou Willian Campbell, mas pode me chamar de Bill. Por favor, sente-se. Quer uma bebida antes de começarmos? Dizem que essa aqui consegue derrubar um búfalo.
Confortável? Então vamos lá.

Eu vim ao mundo em 1851, em uma cidadezinha qualquer no Texas. Já faziam algumas décadas que nós americanos colocamos os ingleses para correr. Nossos antepassados pegaram em armas e ensinaram a Coroa a não se intrometer na América.
Foi algo legal. Os franceses se sentiram motivados pela nossa força e seguiram o exemplo. E assim, em 1789, derrubaram o Rei e cortaram sua cabeça. E então, após chutarem o traseiro de toda aquela nobreza esnobe, gritaram em alto e bom som que todos os homens eram iguais.
Tudo muito bom, tudo muito bonito. Pena que valeu aquela máxima: todos são iguais, mas alguns são mais iguais do que os outros.
E essa era a situação da minha família quando nasci. Pobreza, miséria. Vivíamos em casas em condições que...poderíamos nos perguntar se aquilo eram casas mesmo. A fome era uma amiga muito presente na vida da população. É difícil lembrar das vezes que via amigos de infância caírem para a criminalidade para terminarem com uma bala dos bastardos da polícia. “Homens da Lei”, mas a tal da Lei é uma cretina, só vale para os ricaços. Eles eram tipo uma nova nobreza.

Mas não podia reclamar muito. ‘Ta certo, eu era pobre. Só que pior ainda era quem era negro. A tal liberdade americana era muito curiosa. Porque negro não era gente. E assim foi a vida: vendo aquele bando de fazendeiros acumulando riqueza atrás de riqueza, e a população negra escravizada e punida. Meu rapaz, eu realmente ficava inconformado...tinha pobre que se achava melhor que os escravos! Como se receber aquele salário de fome da Burguesia lhe deixasse muito melhor.
Ah sim, quer que eu encha seu copo? Ok, camarada. Mas vai com calma que essa dose é forte, hein?
Bom, como eu dizia. Minha família foi bastante solidária aos escravos. Mesmo naquele projeto de casa caindo aos pedaços, vez ou outra ajudávamos alguns fugitivos. E é claro, torcíamos para os capangas dos fazendeiros e a polícia não os acharem. Seríamos mortos se ocorresse.
Em 1861, explode a Guerra Civil. Honestamente, ambos os lados eram cretinos. Não acredito nem um pouco na boa vontade de Lincoln e aquele bando de industrial do norte. Mas ainda sim eram melhores que os escravocratas aqui do sul. Por isso minha família colaborou com a União.

Eu tinha uns 10 anos na época. Eu ainda não sabia que eu era um Garou, mas já vou deixar adiantado. Meu avô, Jim “Olho-de-Rato” Campbell liderou alguns Roedores, Parentes e uns amigos Ratkin contra vários fazendeiros na região. Nessa, acabou por descobrir que vários escravocratas eram Parentes de uma Seita de Garou na região.
Sério, tinham uns babacas peludos europeus aristocratas ESCRAVIZANDO GENTE. Esses caras não superaram o Impergium, não é possível. Parece que era uma Seita mista de Fianna, Senhores das Sombras, Presas de Prata e Crias de Fenris, sendo inclusive um desses um poderoso Ancião e com a maioria de Parentes no ramo. Um tal de “Matador-da-Noite” ou algo assim.
Os Garou são um povo que rivaliza com os humanos na arte de cometer erros. Impergium, Guerra da Fúria e tudo o mais. A forma que tratam os Impuros. E agora, estavam ganhando as custas da escravidão. Meu amigo, com gente assim, quem precisa da Wyrm?
Mas meu vovô Jim arrebentou com eles e os enxotou da região. Ouviria uns boatos que em 1865, com o fim da guerra, o tal “Matador” iria se aproximar de um recém criado clube de racistas, a Ku Klux Klan. Felizmente, não precisei trombar com esses canalhas.

Ok, vamos voltar para o personagem importante dessa história: eu. Quando a guerra acabou, eu tinha uns 14 anos. E nesse mundo, meu amigo, idade não salva. Comecei a trabalhar na mineração, junto com minha família.
Horas e horas em túneis pegando ouro e...ganhar aquele salário. E é claro, mulheres e crianças ganhavam menos. Não sei o que era pior, submeterem CRIANÇAS a essas situações, ou acharem que mulheres são menos que gente. Porque é aquilo, todos os homens são iguais, mas nem tanto. Agora se for mulher, você é tipo uma propriedade, como os negros. Só serve para casar e procriar. Essa sociedade fede, e não tem nada a ver com nossa Tribo.
Passei pela minha Primeira Mudança em 1867, com uns 16 anos. Descobri que ser um monstro com garras e pelos não da dinheiro. Continuei pobre, com minha família e os membros da minha classe.
Então acabei ingressando na atuação sindical. Sabe, brigar por nossos direitos, exigir melhorias, salários altos. Essas coisas. Fácil não é. Principalmente quando a polícia abria fogo e dezenas morriam. Ou quando os patrões mandavam pistoleiros. Mas a luta prosseguia. Em 1869 ingressei numa tal de Associação Internacional dos Trabalhadores, AIT. Era um grupo de operários mundial que se organizavam por todo mundo. Ouvi falar de famosos revolucionários como um russo chamado Mikhail Bakunin e um alemão Karl Marx. Havia uma certa rixa entre eles.

Bom, em 1871, em plena Guerra entre Prússia e França, explodiu a Comuna de Paris. Todos os nossos sonhos proletários ocorrendo lá. Surgiu uma onda de esperança para todos os trabalhadores do mundo. As forças da reação francesa com suporte alemão esmagaram a experiência. Foi um massacre com dezenas de milhares de mortos. Eu acabaria por romper com a Internacional em 1872, quando um racha ocorreu com a ala federalista caindo fora em solidariedade ao Bakunin expulso pelo pilantra do Marx.
Uma nova Internacional foi fundada em  Saint-Imier, uma anti-autoritária, na qual eu e outros sindicalistas decidimos participar.
Mas a luta seguia não sendo fácil. Ainda em 70, uma epidemia atingiu os mineiros da região, incluindo meus pais. É, não foi fácil. Gaia é impiedosa quando quer.
Perdi ambos, com poucas semanas de diferença.
Sem nada me prendendo, decidi partir. No final dos anos 70, ainda antes do glorioso levante parisiense, me estabeleci na região de Dakota. Eram várias cidadezinhas, próximas a uma imensa área de mineração. E lá o confronto foi me ver.

Que a Igreja Católica é uma cretina reacionária, todos nós sabemos. Eles queimavam gente!
Só que eu não esperava que, além daquele bando de velhaco abençoar as armas dos policiais e a riqueza dos burgueses e aristocratas, o Vaticano ainda possuía inquisidores a todo vapor.
Estranhei algumas investigações e perseguições que estava começando a sofrer. Me desesperei quando descobri que um grupo de padres estava querendo me matar.
Sabe, sou um cara amigável. Tenho colegas desse lado e do outro. Consegui conversando com meus amigos espíritos descobrir algumas coisas. São uma tal de “Sociedade de Leopoldo”, que quer caçar os “Filhos de Satã”. Bom, condenar aqueles bispos e cardeais cheios de ouro eles não querem? O Cristo deles ficaria desapontado.
Por essas e outras, em 72, precisei fugir para outra cidade. Dei uma pulada de cidade em cidade até agora.
Mas é claro, desgraça pouca é bobagem.

Ouro atrai desgraça, por isso que minha Tribo sempre preferiu ser pobre. Não que isso impeça desgraça, mas enfim.
Tem pelo menos umas três corporações disputando a mineração da região, mais uma imensa chamada , e isso já gerou mortes. Uma delas pertence a Daniel Couton, um lacaio de um vampiro local. Ele e os outros burgueses amam quando fazemos greves. Só não gostamos quando os capangas armados deles vem correndo atrás da gente.
Pra piorar, uma das maiores mineradoras do país está vindo para cá: Hearst Company.
Cheguei em uma tal de Deadwood. E espero que aqui aqueles inquisidores e vampiros não me encontrem. Ouvi falar que descobriram ouro por aqui. Bom, é importante começar cedo, antes que comecem a chegar mercenários. Só espero que nenhum cretino queira criar problemas com os nativos, sabe como é, né?

Mas nem tudo é só desgraça, meu amigo! Lembra que falei que meu avô Jim, grande vovô, era próximo dos Ratkins? Herdei essa amizade. Vez ou outra sou visitado por esses ratos. Eles são legais, as vezes ajudam, as vezes bagunçam, mas são legais. É importante ter amigos nesse mundo.
Amigos são uma coisa muito importante. Olhe essa sociedade: o rico explora o pobre, o branco escraviza o preto, o homem domina a mulher, os impuros são tratados como aberração e nós Roedores somos o “lixo” da sociedade Garou. E quer saber? Que se danem.
Eu não sou político, aristocrata, burguês ou xerife. Vivo com um salário que mal da para comer. Eu sou do povo, meu camarada. Aqui em baixo, as leis são diferentes.

Vai mais um gole aí? Essa outra bebida é mais forte que a anterior. Só tenta, não desmaiar. Nestas terras, os fracos não tem vez.



Willian Campbell "Operário-de-Gaia", Hominídeo, Ragabash dos Roedores de Ossos, O Capuz. Mas pode me chamar de Bill.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Bill Campbell - PC

Mensagem por Wild Master em Seg 30 Mar 2015 - 0:59

Pontos de Experiência: 010 por criação de Ficha e Background em 29/03/2015



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.

    Data/hora atual: Qui 14 Dez 2017 - 18:43