Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Novembro 2017

DomSegTerQuaQuiSexSab
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário


Prelúdio James West - A Arma Gentil

Compartilhe
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Seg 23 Mar 2015 - 1:49

"Consegue-se mais com uma palavra gentil e uma arma do que só com uma palavra gentil." - Al Capone



Yankton, Território de Dakota, 1873

Criado em 1861, o território de Dakota era mais uma lenta, mas gradual, incorporação aos territórios indígenas aos Estados Unidos. Antigamente terras Sioux, o território de Dakota recebia um influxo anual de novos habitantes em função da riqueza de seus recursos naturais, principalmente madeira e peles. Mas não havia muito tempo, um novo rumor se espalhava pelas colinas e, após isso, por todo o país. Garimpeiros sortudos estavam encontrando depósitos de ouro nas Black Hills, território até então na posse dos nativos. Os rumores variavam de veios que recompensavam garimpeiros diligentes até que a abundância era tamanha que tirava-se pepitas do tamanho de um punho com as mãos nuas nas colinas. A verdade era uma: o local estava atraindo cada vez mais atenção, e quando se tem um território pouco explorado, com riquezas novas, e os olhos ambiciosos do governo americano e de seus cidadãos, só há duas certezas: a primeira, é um local que atrai todo tipo de gente, inclusive muitos indivíduos que não estão exatamente sob uma égide favorável da lei. A segunda, é que haverá sangue.

Yankton, a capital do Território, começa lentamente a tomar forma de uma cidade. Uma estação de trem, da Pacific Northwest Line domina o local, e até mesmo os postes de telégrafo, presença inegável do progresso, já tomam a paisagem de Yankton e das enormes planícies que lá a levam. Esta cidade é o ponto de partida para aventureiros de todo o tipo que desejam se atrever a enfrentar a fronteira indomada em busca de um futuro melhor.

Gente como o cavaleiro que desponta na entrada da cidade. Usando roupas caras, ainda que empoeiradas da cidade, James West enche suas narinas com o cheiro da cidade: estrume de cavalo, fumaça de carvão e muita, muita gente junta sem a higiene adequada. O cheiro de oportunidade.


Última edição por Wild Master em Seg 23 Mar 2015 - 19:32, editado 2 vez(es)



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Seg 23 Mar 2015 - 7:41

*O Cavaleiro do Ferro chegava ao local, ouviu boatos que essas terras tem oportunidades de "Negócios" onde há gente ganhando dinheiro com Ouro, há bandidos, onde há bandidos, há Recompensas... James West era seu nome, se vestia de forma adequada, se mantendo alinhado, atento e com as armas em seus coldres, embora as armas que usava eram de bandidos abatidos, sempre tem os que resistem ao pedido: "venha comigo, por bem, ou por mal" eventualmente, sempre escolhiam a segunda opção, nesse caso, usava as armas dedicadas, as Irmãs Trabuco, sempre fieis aos Ahroun, sempre gritando por vales criando o som que alerta a Morte que está chegando. O Cliath não se descuidava de suas preciosas armas, mantendo-as dedicadas uma em cada punho, caso venha as sacar, faria um truque simples, como retirar de suas costas as tomando em mãos para atingir seus alvos, normalmente eles não tinham chance...*

*James West era um negro bonito, carregava normalmente notas de Dólar, pois as moedas de prata lhe faziam se coçar muito, deixando desconfortável, portanto seja como for, ainda estava chegando a esse novo local, em busca de aventuras e logicamente, aumentar sua conta bancária, que era pouca, mas lhe servia bem para pagar um bom quarto de hotel, comida simples e comprar um cavalo bom o bastante para lhe aguentar o lobo que carregava dentro de seu peito, era esse o destino no Oeste Selvagem, portanto o Ahroun segue, normalmente sempre em Glabro, seu tamanho de 2 metros de altura impressionava as pessoas, Intimidava, ou criava nos curiosos olhares atentos como: "O que será que esse Negão quer afinal?" Mas o Negão aqui se chama James West, ou Trabuco para os íntimos, mas ouvir seu nome tribal nunca é bom, pois lhe acompanha morte quando é proferido*

*O Cavaleiro chega e vai diretamente ao local onde ficam as fotos dos perseguidos pela Lei, e ver se tem fotos de recompensas dos homens ou mulheres que poderiam ser pegos vivos ou mortos, normalmente quando se diz "morto" no texto, era por que a pessoa não tinha mais serventia para a sociedade, a justiça era rápida nesses dias... Embora West não gostasse de embates desnecessários, mas quando tinha que entrar numa briga como se dizia o velho ditado: "Dou um boi para não entrar numa briga, mas uma boiada para não sair" esse era seu lema, e seguiria por toda a sua vida, seja como for, se aproxima do local, seja onde fica o Xerife ou outro local mais público, onde os Honestos Caçadores de Recompensas poderiam saber quem procurar, para garantir o leite das crianças de cada dia.*

*se aproxima, e olhando, falando consigo mesmo, murmurando, falava*

- Onde será que está? A grana tá acabando, e nem tomei meu café da manhã!

*vez ou outra, olhava em volta, sempre a procura de mulheres bonitas, pois, o dia não começava bem se não se apreciava uma bonita garota*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Seg 23 Mar 2015 - 20:11

A forma Glabro do Cavaleiro, que era mais "humana" que o normal, não passa despercebida pela cidade. O Ahroun exibe uma figura exibida e cativante, com suas roupas novas exalando a última moda da Costa Leste, sua altura e porte. Não é incomum ver uma ou outra dama passando, e a maior parte delas olha de forma acanhada, mas cobiçosa para o cavaleiro.

Ao cavalgar pela rua central de Yankton, James West chega até o escritório do xerife. Na parede do lado de fora, percebe diversos cartazes de "Procura-se" pregados. As recompensas mais altas chamam a atenção do atirador:



Ned Pepper e bando: U$250 por Ned, + 50 por cabeça. Vivos ou mortos.



Bob Caolho e bando de 11: U$350, + 30 por cabeça. Vivos ou mortos.



John MacGregor: U$1000,00. Vivo ou morto. Mais informações com o xerife.


Última edição por Wild Master em Seg 23 Mar 2015 - 20:52, editado 1 vez(es)



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Seg 23 Mar 2015 - 20:43

*desce do cavalo, o prende ao poste perto da água para beber, chega perto o cartaz de John MacGrego, depois tenta ver se há um Xerife ou Delegado, bate na porta a procura de informações*


- Tem alguém? Xerife ou Delegado?



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Seg 23 Mar 2015 - 20:52

A porta estava entreaberta, e quando James bate nela, abre por completo, permitindo que o Cavaleiro do Ferro veja seu interior. Um homem de meia idade com um bigode prodigioso está adentrando no escritório por uma porta lateral [Não é a imagem do avatar do Narrador], enquanto abotoa as calças. A sala em si é simples: dois armários e uma mesa, em cima da qual está uma espingarda de dois canos.

Ao entrar na sala, o homem vê West e se vira para ele, afivelando o cinto. O jovem pode perceber a estrela escrita "xerife" brilhando em seu peito, e que um revólver com aparência de bem usado está num coldre em seu cinto.

O homem olha James West de cima para baixo antes de falar.

-O que você quer, rapaz?



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Seg 23 Mar 2015 - 21:05

*Olha o Xerife, sorri e diz*

- Bom dia Senhor Xerife, sou West, James West... Sou um Homem preocupado com nosso País e sua segurança, notei que tem enfrente a sua porta uns cartazes, teria mais informações a respeito do procurado John MacGregor? Tenho interesse na recompensa...



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Seg 23 Mar 2015 - 21:39

*O xerife continua a olhar West com desdém ao ver ele se apresentar.*

-Preocupado com a segurança do país, não é? Nossa, mas você veio parar no lugar certo, crioulo.

A recompensa desse John MacGregor chama os olhos, não é? Bem, você não é o primeiro a vir perguntar dela, e não vai ser o último, apesar de que um pessoal fez o sinal da cruz e saiu da cidade quando ouviu mais sobre o caso.

Ainda está interessado?




Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Seg 23 Mar 2015 - 21:51

*ouve ser chamado de "crioulo" não se aborreceria disso, pois já foi chamado de coisa pior, mas, tenta digamos ajudar o "pobre" Xerife a ser mais educado... sorri de forma carismática e usa um dom*

Persuasão:
Persuasão (Nível Um) (Hominídeo) — Este Dom permite que um Hominídeo tornar-se mais persuasivo quando se lida com outras pessoas, o que confere a suas declarações e argumentos muito mais significado e inflamando sua credibilidade, as palavras pesam nos ouvidos e corações dos ouvintes. Um espírito ancestral ensina esse Dom.

Sistema: O jogador testa Carisma + Lábia (dificuldade 6). Sucessos diminuem a dificuldade de todos os testes sociais em um pelo resto da cena e permitem rolagens bem sucedidas causarem impactos fortes e incomuns (como mudar opiniões políticas de longa data ou levar um viciado a reconsiderar seriamente o curso de sua vida).


*se aproxima do Xerife, de forma a não o ameaçar, apenas, usando seu Carisma, e um pouco de Lábia e fala*

- Xerife, é um Homem da Lei, uma pessoa respeitada, conseguiu seu posto com muito sacrifício, talvez tenha defendido vidas inocentes, ou perdido alguém... Entendo seu lado, de verdade, apenas quero saber tudo que souber a respeito desse pobre diabo, o Procurado John MacGregor. Estou Realmente Interessado...



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Seg 23 Mar 2015 - 23:38

*As palavras do jovem parecem surtir algum efeito no xerife. Ele se senta pesadamente na cadeira, enquanto folheia alguns papeis com os pés em cima da mesa.*

-Ah, diabos, negrinho. Nunca tive a sua cor, mas já tive a sua idade. Sei como é querer construir um nome e uma fama.

*Após folhear mais alguns papeis, parece chegar onde queria, uma folha com a mesma foto que James viu no cartaz.*

-Aqui está. Esse caso assustou algumas pessoas porque é bem... peculiar. Esse John MacGregor teve a recompensa colocada em sua cabeça por uns figurões lá do Mississipi. Aparentemente o homem fingia ser um cavalheiro bem nascido, e diz por aí que foi um oficial confederado na Guerra Entre os Estados, mas não passa de um animal na forma de homem. Diz aqui que matava e estuprava, mesmo durante a Guerra, e o conflito parece só ter piorado a fera dentro dele. Parece que o crime final foi se hospedar na casa de um fazendeiro para depois matar toda a família e incendiar o lugar. E ainda tem isso.

*O xerife puxa algo de dentro da gaveta*

-Quem botou a recompensa na cabeça dele diz que só paga se tiver prova que ele foi morto com isso aqui.

*West sente um calafrio. O xerife segurava uma bala de prata.*

-Disseram que é para representar um Judas. Se ele for morto por prata, vai ter a alma onde vivem os traidores no inferno. Gente poética, não é? Então, se pegar o trabalho, eu te entrego a bala, porque eles só vão pagar se verem o corpo com ela na nuca. Aceita?



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Seg 23 Mar 2015 - 23:49

*fica ouvindo o Xerife, vendo que seu dom surtira um certo efeito, até gosta da forma que ele fala, parece ser um bom sujeito, ouve a História do cara, do Procurado, quando chega a parte da bala de prata na nuca lhe da arrepios, e pensa: "será que ele é um..." antes de terminar de pensar, ouve o Xerife lhe oferecer a bala, sentia aversão a ela, era algo digamos, desconfortável, portanto abre um sorriso e diz*

- Eu aceito Xerife... Mas, esse John MacGregor, tem ideia por onde ele anda? Talvez uma pista? Possíveis parceiros, ajudantes, mulheres? Talvez o endereço das vítimas para fazer perguntas... Qualquer coisa.


*teme por pegar a bala da mão do homem, mas se ele a oferecer, teria que pegar e guardaria rapidamente no coldre junto com as outras balas*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Ter 24 Mar 2015 - 0:09

*Ao ver o interesse do caçador de recompensas, o xerife rola a bala pela mesa na direção de West.*

-Aí que está. Um desses posters veio parar em Yankton porque alguém em algum lugar ouviu falar que ele esteve perto do território Dakota. Meu palpite é que tenha ido para as colinas, no território indígena. Só os Marshalls têm jurisdição lá, e é difícil um deles parar em um canto, mas cedo ou tarde um aparece interessado na recompensa.



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Ter 24 Mar 2015 - 0:58

*Pega a bala, rola ela rapidamente para dentro do coldre, junto com as demais balas, ouve o velho xerife, não fazia sentido, portanto, uma pulga lhe morde a orelha nesse sentido, desconfiado usa um dom no homem a sua frente*

Faro para a Forma Verdadeira:
Faro para a Forma Verdadeira (Nível Um) (Phillodox) - Este Dom permite aos Garou determinar o que um objeto ou indivíduo realmente é. Esta informação é conduzida como uma sensação olfativa. É realmente um cheiro da natureza do alvo. Este Dom pode ser ensinado por qualquer servo de Gaia.

Sistema: O Garou pode dizer automaticamente quando alguém é um lobisomem ou Parente, para outros seres é preciso um teste de Percepção + Instinto Primitivo (dificuldade 6). Um sucessos determinada se o alvo é um humano ou animal normal. É preciso dois sucessos para ter certeza que é um vampiro, fada, demônio, múmia ou outro Metamorfo. Quatro para detectar magos, carniçais e Fomori. Caçadores imbuídos são registrados como humanos normais. Cheiros estranhos não são reconhecidos automaticamente: Um Phillodox que nunca encontrou qualquer Rokea talvez não reconhecer imediatamente o perfume que ele detecta como "homem-tubarão".


*discretamente, começa a cheirar o ar, a procura de alguma pista, talvez, existisse, ou não, mas, tentaria mesmo assim, portanto pergunta ao homem*

- Marshalls? São o que? Caçadores de Recompensas? Colinas, por que esse cara iria para território dos Índios... Não faz sentido, acho que vou ao Saloon, comer e beber algo, quem sabe consigo algo mais por lá...

*Espera para ter certeza se o Xerife era um simples homem, ou não*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Ter 24 Mar 2015 - 1:09

*O xerife, até onde se podia perceber, era um humano comum.*

-Acabou de chegar do Leste, não foi garoto? Marshalls são os oficiais da lei que servem ao governo federal. Além das colinas é território indígena, não faz parte nem da União e nem do nosso Território. Então não é incomum que uma ou outra pessoa vá pra lá tentando construir uma vida nova ou fugir da justiça. Às vezes os dois.



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Ter 24 Mar 2015 - 14:42

*Nota que o Xerife era um homem comum, e sorri e diz e se valendo de seu uso inata da bondado ou falta dela, tenta perceber isso no Xerife com sua Visão*

Visão:
Visão (Qualidade de -2 Pontos)

Você reconhece as qualidades das pessoas à sua volta, sejam elas boas ou ruins, e não é facilmente enganado. Aqueles usando lábia ou enganos similares contra você têm sua dificuldade aumentada em 2 e você reduz suas próprias dificuldades em 2 sempre que tenta descobrir o que sentem.

- Obrigado Xerife, uma última pergunta, esses Marshalls, eles tem algum posto ou local onde eles ficam aqui na cidade? Queria conversar com um deles se possível. Depois, vou pro Saloon, eu teria a honra de pagar uma bebida pro senhor por todas essas informações!


*se valendo ainda do uso de seu dom Persuasão, pois sabia que duraria mais um tempinho*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Qua 25 Mar 2015 - 3:26

*West possuía um talento inegável para lidar com pessoas, e por isso percebe o xerife como um sujeito calmo, deliberado e honesto. Do tipo que dava mais valor a um homem da lei que mantivesse a cabeça no lugar e conhecesse seu povo do que um com um dedo rápido no gatilho. Após guardar seus papeis numa gaveta, ele se levanta para conversar melhor com o Cavaleiro do Ferro.*

-Acho que não me apresentei. Leigh Johnson. Já que não somos parte da União, não tecnicamente falando, os Marshalls não têm um escritório ou base ou algo do tipo em Yankton, mas têm jurisdição aqui, então volta e meia um aparece na cidade, nem que seja pra depor num julgamento, fazer uma prisão, comprar suprimentos, encher o saco, você escolhe. Sempre tem um na cidade.

-Acho que o lugar mais fácil de achar um seria no tribunal, comprando suprimentos ou tomando uma bebida, e se não se importa, vou aceitar sua oferta e fazer isso agora.



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Qua 25 Mar 2015 - 7:17

*Nota que o Xerife era um bom homem, enquanto estivesse na cidade, se ele lhe pedisse lhe auxiliaria se necessário, James gosta de ajudar a Lei, inclusive ser Caçador de Recompensa seria uma extensão a ela, ter servido no Exercito e lutado pela União, mesmo vendo muitos horrores, ainda sim, tinha grande prazer em ajudar seu País, os Estados Unidos da América! Sorri e diz*

- Seria um grande Honra Xerife Leigh Johnson, obrigado pelas informações... Vamos ao Saloon então, depois de beber e comer algo, vou aos lugares que o senhor me indicou, irei iniciar minha investigação para achar e meter uma bala na nuca de John MacGregor e receber meus 1000 pacotes!


*sorri satisfeito, e acompanha o Xerife até o Saloon, como James não suporta carregar moedas de prata de dólar, procura sempre carregar em sua carteira, no interior de seu casaco, num bolso falso, notas de dólar de papel, raríssimos, mas necessários devido a sua condição, pois aprendeu a duras realidades, que batedores de carteiras adoram um Negro bem vestido, mesmo assim, mantém uma conta no Banco, tendo acesso em qualquer cidade, para recorrer a uma quantia maior, como não tinha casa, e nem nada, tudo que tinha lhe rendia no banco como um salário mensal que sacava ou deixava algum tempo rendendo aos juros bancários. Inclusive, observa seu Cavalo, para ver se ele estava bem, se precisava comer, iria providenciar isso após comer e beber com o Xerife*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Qui 26 Mar 2015 - 2:05

*O Xerife Johnson segue com James pelas ruas da cidade, volta e meia tocando o chapéu e cumprimentando um passante. West se dá conta de que o xerife costuma ser um cargo eleito, e alguns oficiais da lei são tanto políticos quanto policiais.

Ao entrarem num saloon, na mesma rua que o escritório do xerife, West pode ver um estabelecimento simples, mas bem arrumado, com um balcão de madeira polida e algumas mesas onde haviam pessoas bebendo, jogando cartas, realizando as duas tarefas ou, num caso em particular, dormindo.

O xerife Johnson cumprimenta o barman, e pede as duas bebidas, uma para ele e outra para o jovem Andarilho (embora ele não faça menção de pagar). Após uma olhada pelo estabelecimento, o oficial vira o copo e sorri para seu companheiro.*

-Ora, acho que é seu dia de sorte hoje.



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Qui 26 Mar 2015 - 7:08

*acompanha o Xerife, adentra o local, analisa o quanto possível todos os presentes, mas de forma discreta, para não chamar tanto a visão, quem o cumprimentar, apenas pega seu chapéu com a mão e balança de leve em sinal de respeito e cumprimento, depois se aproxima do balcão, pega o copo com a bebida e bebe com um único gole, estava com sede, depois presta atenção ao homem que lhe acompanhou ouvindo a respeito que era seu dia de sorte, apenas questiona*

- Meu dia de sorte Xerife Johnson? Espero que sim...


*tenta perceber por que o Xerife fez esse comentário*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Sab 28 Mar 2015 - 1:32

*Após limpar os bigodes com as costas da mão, o xerife fala:*

-Ora, tem um U.S. Marshal aqui dentro deste saloon!

*Com o queixo, indica o homem dormindo na mesa.*



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Sab 28 Mar 2015 - 7:01

*Ainda não havia recebido sua bebida do Barman, apenas ouve o Xerife, olha na direção do Homem indicado era de acordo com o homem chamado Johnson um U.S. Marshal. Portanto, valendo-se de uma facilidade natural de perceber a bondade ou maldade das pessoas, olhava bem o dado homem, e além disso, usa o Dom Faro para a Forma Verdadeira*

Visão:
Visão (Qualidade de -2 Pontos)

Você reconhece as qualidades das pessoas à sua volta, sejam elas boas ou ruins, e não é facilmente enganado. Aqueles usando lábia ou enganos similares contra você têm sua dificuldade aumentada em 2 e você reduz suas próprias dificuldades em 2 sempre que tenta descobrir o que sentem.

Faro para a Forma Verdadeira:
Faro para a Forma Verdadeira (Nível Um) (Phillodox) - Este Dom permite aos Garou determinar o que um objeto ou indivíduo realmente é. Esta informação é conduzida como uma sensação olfativa. É realmente um cheiro da natureza do alvo. Este Dom pode ser ensinado por qualquer servo de Gaia.

Sistema: O Garou pode dizer automaticamente quando alguém é um lobisomem ou Parente, para outros seres é preciso um teste de Percepção + Instinto Primitivo (dificuldade 6). Um sucessos determinada se o alvo é um humano ou animal normal. É preciso dois sucessos para ter certeza que é um vampiro, fada, demônio, múmia ou outro Metamorfo. Quatro para detectar magos, carniçais e Fomori. Caçadores imbuídos são registrados como humanos normais. Cheiros estranhos não são reconhecidos automaticamente: Um Phillodox que nunca encontrou qualquer Rokea talvez não reconhecer imediatamente o perfume que ele detecta como "homem-tubarão".

*mas ao mesmo tempo, tentava ver se tinha alguma mulher, antes de beber sem ver uma bela mulher era realmente muito desmotivador, mas, responde ao Xerife enquanto espera sua bebida*

- Veja só Xerife, que sorte a minha, espero que depois de nossa bebida, Ele não se irrite ao acorda-lo...

*sorri esperando a porra da bebida*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Seg 30 Mar 2015 - 1:24

*Era um pouco difícil perceber a bondade ou honestidade inerente num homem dormindo numa poça de bebida, mas o cheiro transmitido pelo Dom era claro: bebida, tabaco, suor, pólvora e cavalo, e abaixo de tudo isso, um cheiro inconfundível de cachorro molhado - o marshal era um Garou.*

*Paralelo à movimentação do bar, James West pode perceber moças adoráveis no andar de cima, com decotes fartos. Com certeza são moças de boas famílias atingidas pela má-sorte a qual somos todos vítimas, e adorariam a companhia de um jovem viajante com dinheiro para gastar.*

Ahh, as escolhas da vida, diversão ou obrigação?



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Seg 30 Mar 2015 - 7:07

*Ainda esperando sua Maldita Bebida do Barman, apenas sente o fedor do homem ali dormindo, vendo que era um Garou, se era um cara de Gaia ou não, ficaria sabendo posteriormente, enquanto espera a bebida, olha as meninas, sorri para elas, seu dever com as mulheres era intenso, mas ainda sentia fome e sede, portanto se vira para o barman impaciente*

- Devo pagar adiantado para ter as bebidas meu bom homem?


*sorri mais uma vez para as mulheres e concorda com o Xerife dizendo*

*Pensando: A Diversão e a Obrigação as vezes residem nas mesmas paredes...*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Sex 3 Abr 2015 - 0:18

*O barman olha surpreso com a impertinência de West, com um copo vazio na mão.*

-Você e o xerife beberam um copo cada, senhor. Se eu fosse "pendurar" para cada viajante, ficaria sem negócio.



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Dom 5 Abr 2015 - 9:32

*Não havia entendido o Homem, o Barman, mas, abre seu casaco, na parte interna, abre os botões que prendem o bolso, retira a carteira a abre e retira uma nota de UM Dólar Americano, raramente se via notas em papel assim, por causa de não gostar de usar moedas, ainda mais as de prata, portanto coloca sobre a mesa a nota e diz*

- Aqui está senhor, me sirva mais bebidas, e aqui pago as anteriores e as próximas... Tens algo para comer, minha fome é tão grande quanto minha sede!


*depois guarda novamente a carteira, fechando-a em seu bolso com botões dentro do casaco, em seu bolso interno, e sorri esperando ser atendido, e continua a olhar as mulheres que tem no Ambiente*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Ter 7 Abr 2015 - 23:59

*A atitude do barman muda imediatamente após ver a nota de dólar. O homem da fronteira pega o papel-moeda e o observa com interesse, pois eram raras as chances de interagir com o "todo-poderoso dólar." West, como bom filho da Barata, sabia que isso influenciaria mais a opinião do homem do que qualquer Dom. O barman ficaria desconfiado ao ver um homem negro com tanto dinheiro, mas a ganância, e a companhia do xerife, falam mais alto.*

-Sim senhor. *Pega uma garrafa de whisky e coloca sobre o galpão.* -Acho que vai se sentir mais à vontade assim. Minha mulher fez um guisado de coelho, se lhe interessar.

*West vê que uma das mulheres que antes estavam na sacada se aproxima discretamente do Cavaleiro do Ferro.*



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Qua 8 Abr 2015 - 7:36

*Fica satisfeito, apenas responde rapidamente ao Barman*

- Fico feliz meu bom homem, me sirva esse guisado então... Obrigado.

*começa a beber um gole da bebida, serve mais ao Xerife, sorri em direção da mulher que se aproximava, nesse momento, West se não fosse questionado por nada e nem por ninguém, apenas iria dar interesse a mulher dependendo de seu nível de beleza, portanto, esse seria o termômetro de seu interesse nela... Embora fosse extremamente mulherengo, não se achou no lixo por saber que mulheres assim, digamos "da vida" detinham muita Bagagem de seu trabalho em cidades como essa, portanto, não queria apenas ser "Aquele que usou o que mil homens usaram" se faz de difícil e brinda seu copo com a do Xerife, sorrindo e satisfeito, mas sempre atento, com a Bondade ou Maldade das pessoas, pois sabia, que por ser Negro, sua presença poderia gerar Hostilidades uma hora ou outra, e como tinha experiência nisso, apenas confia na mira de sua arma para parar esses Preconceitos a sua Pessoa*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Ter 21 Abr 2015 - 1:39

*Após mais uma dose, o xerife Johnson cumprimenta West com o copo vazio.*

-Bom, garoto, você parece estar ocupado, e eu já te dei as orientações que podia. Tenho trabalho pra fazer, então bom dia.

*Com um toque do chapéu para West e o dono do saloon, o xerife sai do estabelecimento. E o lugar que deixou vazio é logo ocupado pela mulher que se aproximava, que se serve da garrafa que estava no balcão.*

-E então, bonitão? Está a fim de se divertir um pouco?



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Ter 21 Abr 2015 - 14:27

*pena na ponta de seu chapéu e apenas fala*

- Xerife Johnson! Tenha um bom dia.

*depois de se despedir do Xerife Johnson, aguardando seu Guisado e observa a mulher, vendo seus predicados, analisando se era bonita dentro de seu padrão de beleza, caso contrário, não daria atenção, mas responde a ela*

- Olá Moça, me acompanhe então, não gosto de beber sozinho... Qual seu nome?

*Analisa a mulher, vendo se ela era do bem ou do mal*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Ter 21 Abr 2015 - 17:40

*A mulher parecia, digamos, "vivida", mas por baixo da maquiagem barata e do cansaço, era bonita, usando um vestido que revelava até as batatas das pernas (com meias, obviamente) e um decote farto. Até onde West podia perceber, a mulher não era particularmente má, mas parecia estar acostumada a fazer coisas desagradáveis para sobreviver.*

-Me chame de Trixie, amor, ou do que quiser.

*No meio tempo, o dono do saloon volta com um prato contendo um ensopado marrom, mas de cheiro agradável.*

-Todas nossas garotas são limpas, senhor.



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Ter 21 Abr 2015 - 18:14

*Sorri para Trixie, mas ainda vendo o ensopado chegar se põe a comer ali mesmo no balcão, estava com fome, entre uma colherada e gole de cerveja responde ao Barman*

- Acredito que sim. Está ótimo o ensopado senhor, obrigado!

*responde para a mulher*

- Vou comer algo, depois conversamos Trixie...

*volta a comer, mas fica de olho no tal Marshal ainda dormindo*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Wild Master
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 59
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Wild Master em Qui 23 Abr 2015 - 0:34

*O guisado estava pelando por ter saído do fogo, e talvez o tempero não estivesse na medida certa, mas para West, faminto após dias de viagem, o prato tinha o gosto do manjar dos deuses.*

*O barman agradece o cumprimento com um aceno de cabeça, e ao ver que West estava mais interessado na comida do que em qualquer coisa ao redor, passa a se ocupar de outros clientes. Trixie, por sua vez, ao perceceber que o estranho tinha uma percepção diferente de "comer alguma coisa" do que a dela, circula pelo bar em busca de algum lucro.*

*Enquanto isso, o marshall começa a se movimentar. Ainda com a cabeça enfiada na mesa, ele começa a tatear ao seu redor até encontrar uma garrafa.*



Wild Master - Narrador e responsável pelos NPCs da Crônica de Velho Oeste.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Qui 23 Abr 2015 - 14:38

*Vendo que a prostituta se afasta, pega seu prato e sua bebida e se movimenta, sentando na mesma mesa do Marshal, e continua a comer, inclusive ajuda o homem a pegar a garrafa, para continuar bebendo e comenta*

- Beba mais um pouco amigo... As vezes, beber é o melhor dos remédios...


*Se mantem comendo, e bebendo mas de olho na reação do homem Marshal*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.
avatar
Reuben Cogburn

Mensagens : 1
Data de inscrição : 29/04/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Reuben Cogburn em Qui 30 Abr 2015 - 0:18

*Ao perceber que alguém colocou a garrafa em sua mão, o homem, até então uma massa desgrenhada de cabelos grisalhos, levanta a cabeça. West pode ver que ele é velho, sem dúvida já passou dos cinquenta, e cinquenta anos bem sofridos. O marshal tem um rosto duro e usa um tapa-olho, com o olho restante cheio de veias injetadas e olheiras. Ele fede fortemente a álcool, e a alguém que não está muito acostumado a banhos, e parece não se importar muito com aquele período entre um porre e outro que as outras pessoas chamam de "vida".*

-Não sei o que é esse às vezes que você fala, rapaz. Nunca conheci remédio melhor.
avatar
James West
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 20
Data de inscrição : 18/03/2015

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por James West em Qui 30 Abr 2015 - 7:23

*Enquanto come e bebe, sorri para o homem velho, com o tapa olho, e usando de seu carisma, pois era um Homem muito amigável, James fala ao velho*

- Um brinde a isso então, ao melhor Remédio que um homem poderia ter!

*tenta encostar seu copo na garrafa do Marshal para brindar e completa*

- Bom dia pra você meu senhor, sou West, James West, a seu dispor...

*volta a comer, mas bem interessado em puxar assunto com o Marshal bêbado*



James West, Hominídeo, Ahroun dos Cavaleiros do Ferro. Cliath.

Conteúdo patrocinado

Re: Prelúdio James West - A Arma Gentil

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Dom 19 Nov 2017 - 15:31