Fórum dos Presas de Prata - Jogos On-Line

Últimos assuntos

» Capitulo 1: As Sombras de Barovia
Qui 2 Mar 2017 - 22:52 por T´ssis Tor Gak

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:49 por Haseid Dumein

» Rolagens
Qua 22 Fev 2017 - 0:43 por Qui gon jinn

» 4a Crônica de Skundar: O Chamado para o Heroismo
Dom 19 Fev 2017 - 20:19 por Space Master

» 1a Cronica de Qui-Gonn:
Dom 19 Fev 2017 - 20:14 por Space Master

» Delegacias de Polícia de Nova York
Qua 14 Dez 2016 - 21:19 por NPC

» Hotel Warwick
Qua 14 Dez 2016 - 21:14 por NPC

» Casa de Chá de Jade
Qua 14 Dez 2016 - 21:12 por Kumiku Hayabusa

» Cabana dos Theurge da Seita do Caern do Urso
Qui 8 Dez 2016 - 22:57 por Vento Cortante

» 1a Crônica de Anouk
Qui 3 Nov 2016 - 9:53 por Space Master

» ATIVIDADE NO NARRADOR
Ter 25 Out 2016 - 22:17 por NPC

» Urru Stoneblade - PC
Seg 26 Set 2016 - 19:20 por Urru Stoneblade

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Lobo Fenris
Qui 8 Set 2016 - 19:57 por NPC

» 3a Crônica de Dacrius: Nos limites do orgulho
Qui 8 Set 2016 - 13:02 por Space Master

» Coração do Caern - Clareira - Caern do Urso
Ter 6 Set 2016 - 22:04 por NPC

» Resumo: A Saga de Urdnot Skundar
Ter 30 Ago 2016 - 19:56 por Space Master

» Dacrius Novadek - PC
Seg 29 Ago 2016 - 18:39 por Dacrius

» Urdnot Skundar - PC
Dom 28 Ago 2016 - 0:17 por Skundar

» Resumo: A Saga do Agente Dacrius
Sab 27 Ago 2016 - 15:31 por Space Master

» Anouk - PC
Sex 26 Ago 2016 - 20:12 por Anouk

» Qui-Gon Jinn - PC
Qui 25 Ago 2016 - 16:18 por Qui gon jinn

» Tabela de Gastos de XP
Ter 23 Ago 2016 - 19:01 por Space Master

» Modelo de Ficha e Criação de Personagem
Ter 23 Ago 2016 - 19:00 por Space Master

» Arsenal: Armas e Equipamentos
Ter 23 Ago 2016 - 18:33 por Space Master

» Fatos Históricos.
Ter 23 Ago 2016 - 18:13 por Space Master

» Qualidades Novas
Ter 23 Ago 2016 - 17:40 por Space Master

» Raças Jogáveis
Ter 23 Ago 2016 - 17:35 por Space Master

» Organizações de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 17:01 por Space Master

» Lugares de Destaque
Ter 23 Ago 2016 - 16:58 por Space Master

» Reino Fluxo
Ter 23 Ago 2016 - 14:54 por NPC

» Caern do Central Parque - Seita Verde
Qui 18 Ago 2016 - 7:44 por NPC

» Verrikan Investigations
Ter 16 Ago 2016 - 10:15 por NPC

» Floresta de Pinheiros - Centro - Caern do Lobo Fenris
Ter 5 Jul 2016 - 23:08 por NPC

» Colmeia da Wyrm
Sex 24 Jun 2016 - 20:26 por NPC

» Central Park
Qua 18 Maio 2016 - 14:06 por NPC

» Residência de Skelter
Sex 6 Maio 2016 - 1:22 por NPC

» Chinatown de Virtual City
Sex 6 Maio 2016 - 1:15 por NPC

» Entrada do Caern do Incarna do Falcão - Floresta de Pinheiros
Seg 18 Abr 2016 - 8:28 por NPC

» Hotel Imperial Palace - Refúgio Alexander Corvinus
Qua 13 Abr 2016 - 17:57 por NPC

» Refúgio de Miliard Von Doon
Qua 13 Abr 2016 - 17:56 por NPC

Os membros mais ativos da semana

Os membros mais ativos do mês

Julho 2017

DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário


Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Compartilhe

Bigorna da Fúria
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 373
Data de inscrição : 15/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Bigorna da Fúria em Sex 6 Fev 2015 - 0:15

*Após ouvir as palavras do ground volta a sua cadeira e vê o desenrolar da assembléia.

Yerik Tvarivich
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 124
Data de inscrição : 14/01/2015

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Yerik Tvarivich em Sex 6 Fev 2015 - 0:16

*Volta para o seu lugar e vê que o Fenrir ao seu lado não se ajoelhou junto aos anciões.Senta na cadeira e toma mais um gole da cerveja Fianna observando o restante da quebra de osso.

Mandíbula
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 278
Data de inscrição : 17/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Mandíbula em Sex 6 Fev 2015 - 0:58

Espada Quebrada escreveu:*Assim que o Grondr perguntou se ele era um Filho de Gaia e pediu que ele se levantasse, Espada Quebrada abaixou a cabeça e evitou o contato visual com o gordinho. Ficou um pouco mais de tempo ajoelhado e por fim se levantou, respondeu de forma rápida... procurando não alongar a conversa.*

- Todos somos filhos de Gaia, Mestre Grondr.

*Mandíbula franze a testa com o comportamento do Garou esquisito.*

É... Acho que sim. Já acabei aqui? Não gosto de multidões.

Anthony Webb
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 108
Data de inscrição : 06/01/2015

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Anthony Webb em Sex 6 Fev 2015 - 6:44

*Ver um homem javali após acreditar que todos estavam extintos era algo digno de nota. Talvez não agora, para não causar um alvoroço entre a nação garou e atrair algum maluco para lá, colocando Mandíbula em perigo. Mas o que mais chamou a atenção de Webb foi a fúria contida do Grondr. Estar alí, na frente de descendentes daqueles que dizimaram sua espécie não é fácil pra ninguém. Até mesmo o mais controlado dos metamorfos estaria jogando em nossa cara atrocidades e mais atrocidades que nossos antepassados fizeram. Após a explicação da existência das filhas, porém, tudo se explica, pelo menos um pouco. Webb não era um juiz e nem tinha dons que pudessem lhe ajudar naquela hora, mas tinha a certeza de que ele estava sendo sincero ao dizer que não queria deixar um mundo tão ruim. Webb também sentia-se assim com relação à sua família.*

*Vê metade do Caern ajoelhar-se até que o próprio Javali manda que todos levantem-se. Faz uma reverência com a cabeça em sinal de respeito.*

Muito nobre, Mandíbula do Abismo.

NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Sex 6 Fev 2015 - 7:09

*Os Anciões e membros das Seitas voltam a seus lugares após a Reverencia ao Grondr*


*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Mandíbula, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 17 horas da tarde, O Sol começa a ir para o Horizonte do lado de fora, dentro de uma hora irá anoitecer, completava naquele momento 24 horas de Assembleia. Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta, Terror Espiral, Quebra Ossos, Veruska, Impetuoso, Bigorna, Amon, Montu, Assud, Sombra-da-Lua, Tiaraju, Vento Cortante e Mandíbula*

*Ainda Faltam serem Caçadores: Donovan Morningkill, Shazza, Garras de Gaia, Joshua, Ajudante de Matilha, Espada, Ervin e Asdraty sendo que o Senhor das Sombras seria o último por ser o Caçador Principal, haveria de um dos outros Caçadores o Caçarem no final do Segmento*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 41 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 33 Licantropos, faltando ainda 8 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*

Asdraty
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 195
Data de inscrição : 19/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Asdraty em Sex 6 Fev 2015 - 9:25

*Percebo uma boa parte repetindo o ato de respeito para o Grondr, eu ainda tinha uma pergunta para o homem javali, mas creio que talvez essa pergunta seria inapropriada para o momento que acabara de ocorrer, então deixo e guardo a pergunta para a minha mente e quem sabe pergunte pessoalmente em uma outra ocasião. Logo me levanto e sigo para o microfone, olho para o Grondr e falo.*

- Sim Grondr, suas palavras foram importantes e inspiradoras, poderás voltar ao seu lugar, obrigado!

*Olho para o Publico e percebo que poucos faltam para ser caçados, alguns Anciões e ate mesmo nos, os caçadores deveremos ser caçados. Olho para os Anciões e falo.*

- Pois bem, Irei chamar aqui os posto elevados, os Athos e Anciões que ainda não foram Caçados...

Olho para Garras de Gaia e falo.*

- Garras de Gaia... Poderia vim e começar com você? Em seguida, apos o termino de suas palavras poderá vim os Rhyas que ainda não tiveram a oportunidade.

*Afasto-me do microfone abrindo espaço para os posto elevados.*

Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Sex 6 Fev 2015 - 9:40

- Alma Justiceira, um momento... gostaria de iniciar a Caçada comigo, antes, depois poderia chamar meus Anciões.

*Assim que o Jaime Palilo da Pangea se retirou do palco, tomou à frente aproveitando o ensejo e ponderou.*

- Acredito que estamos finalizando esse segmento. Somente duas tribos faltam ser Caçadas para concluirmos com êxito a Quebra de Ossos -- a minha, Filhos de Gaia, e a tribo que governa esse caern, os Presas de Prata. E acredito que podemos começar com a minha... e comigo.

*Olhou todos os membros da Assembléia, um a um. Demorava alguns segundos à mais diante dos orgulhosos Garou que não se ajoelharam perante o Homem-Javali, um olhar de desafio, escárnio... Se até os Anciões, heróis lendários como Terror Espiral, Quebra Ossos, No Problem e até mesmo Donovan Morningkill tiveram a humildade de saudar o Grondr, não iria perder muito do seu tempo olhando para pretensiosos Cliath e Fostern que ainda traziam o bálsamo da ignorância de seus Rituais de Passagem atrás das orelhas -- ninguém é mais ou melhor só pq matou meia-dúzia de Malditos, Vampiros e Dançarinos na vida. Limpou a garganta e falou.*

- Meu nome humano é Jacob Burton, cresci e me criei aqui no Texas nas imediações do Caern do Urso junto à uma humildade e amorosa família de Parentes da minha tribo: Filhos de Gaia. No campo de batalha sou conhecido como Espada Quebrada... *Ironizou e firmou os olhos nos mesmos Garou orgulhosos que recusaram se ajoelhar.* ...porém bem afiada.

- Estava numa jornada pessoal no protetorado da Seita da Mão de Gaia em Nova York, uma Seita governada pelas Fúrias Negras, onde nasci -- terra da minha mãe. E assim que houve a ruptura na Umbra, fui convocado por meu Mestre Garras-de-Gaia a fim de auxiliar na restauração de nossa Seita, em especial o Caern do Urso, meu lar e minha vida.

*Finalizou e olhou para Asdraty e Ervin aguardando as devidas ordens.*

Garras de Gaia
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 110
Data de inscrição : 27/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Garras de Gaia em Sex 6 Fev 2015 - 9:49

*fica satisfeito por Espada Quebrada se voluntariar a ser Caçado, e ouve o que o Ragabash diz, fica orgulhoso, portanto aguarda os demais Caçadores darem o sinal para ele subir ao palco para falar, faltava pouco agora, para iniciar o próximo Segmento*

Asas do Abismo
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 78
Data de inscrição : 14/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Asas do Abismo em Sex 6 Fev 2015 - 9:50

*Asas do Abismo escuta o relato de Mandibula e não deixa de se identificar com ele. Viveu pelos olhos dos seus ancestrais na mnese a guerra da fúria, os mokole mais do que ninguém lembram cada detalhe, mas ao contrário dos grondr os mokole foram caçados por que para os garou sua aparência lembrava a de alguns servos da wyrm...o que torna a guerra ainda mais estupida e futil.*

*O que se seguiu foi mais de metade do caern pedindo perdão pela Guerra da Fúria...algo que o mokole nunca pensou que veria nem em um milhão de anos.*

" - Talvez ainda exista esperança..." *Pensou, se eles estão compromissados verdadeiramente em corrigir o passado, talvez esta batalha não esteja tão perdida...*

*Quando a caçada ao grondr acaba, percebe que o ciclo infinito de caçadas continua...acaba perguntando para Loba mais por curiosidade*

- Loba. Perdão a ignorância mas nunca vi uma assembléia garou antes, o que acontece quando todos forem questionados?
avatar
Loba Branca
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 330
Data de inscrição : 12/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Loba Branca em Sex 6 Fev 2015 - 10:02

*Após o momento de perdão dos garous as raças fera, materializado ali na figura de Mandibula, sentada com o braço em seu colo e as pernas cruzadas, fixa divagando em como seria incrível se em vida, ela conseguisse encontrar algum camazotz escondido na umbra. O que seria muito difícil, visto suas habilidades de se ocultar e não deixar rastros

Olhando a atitude de todos, e mesmo de Mandíbula, percebe que as coisas podem andar tranquilamente, velhas feridas jamais irão se cicarizar, mas hoje, foi inserido uma grande fusão de remédio, para que não inflame novamente.

É desperta pela pergunta de Asas, balança a cabeça um pouco e volta-se para ele.*
-Ah meu caro, perdoe-me por te deixar no escuro. Depois da caçada de todos os garous, vamos para o segmento de histórias e contos, onde todos contam seus grandes feiros para a nação garou, é onde ganha-se ou perde-se renome. Podendo subir de posto.



Celina Amber 'Loba Branca', Hominídea, Adren, Theurge Senhora das Sombras, Filha do Morcego

- Alpha da Matilha Rugido de Gaia -


avatar
Asas do Abismo
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 78
Data de inscrição : 14/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Asas do Abismo em Sex 6 Fev 2015 - 10:06

*Sussurra de volta para Loba*
- Ah entendo. Mas só garous podem participar?




Glaurung Asas do Abismo - Suquid - Sai Chau (theurge) - Zhong Lung - Posto 3.

avatar
Loba Branca
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 330
Data de inscrição : 12/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Loba Branca em Sex 6 Fev 2015 - 10:53

*Pensa um pouco, e se aproxima um pouco mais falando baixinho.*

- Contar as histórias, todos podem. Seria magnífico ouvir histórias da memória de gaia. Agora renome, acho que apenas garous ganham.

*Fica em silêncio por uns instantes, e depois retorna.*

- Gostaria muito de ouvir suas histórias, Draco. Deve ser esplêndido podem ver o que aconteceu com nossos antepassados, aqui, nessa assembleia, mas do que nunca irá desempenhar sua função. Seja a voz de Gaia, para que o coração dos mais duros se amoleçam e a cabeça perdida de outros tomem um rumo.



Celina Amber 'Loba Branca', Hominídea, Adren, Theurge Senhora das Sombras, Filha do Morcego

- Alpha da Matilha Rugido de Gaia -


avatar
Presa Sangrenta
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 258
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Presa Sangrenta em Sex 6 Fev 2015 - 11:16

* O filho do grande lobo mostrou interesse na existência do homem Javali. Sua sobrevivência por tantos anos em território hostil significava uma força considerável. E se há algo que impulsiona o Modi é conhecer e desafiar o maior número de criaturas fortes, ao seu modo.

O glabro, no alto de seus mais de dois metros animalescos de fúria viking, dirige-se à mesa na qual o Grondr se encontra.

No caminho ouve as palavras de Ragabash Espada Quebrada, que ao contrário do esperto Timmoty do reino lendário, desconhece a honra, o merecimento e a real força de cada um. Aos olhos do lobo cinzento, era apenas um bajulador, fraco e débil. Indígno de qualquer reação de um verdadeiro guerreiro.

Procurou os que realmente valem a pena. Ao chegar na mesa do Grondr, escasso de modos dos macacos e abruptamente disse com sua voz gultural*


- Metamorfo Javali, sua resistência em sobreviver por tantos anos me faz querer conhecer sua força. Será uma honra se no momento apropriado aceitar meu desafio em combate direto, não letal, para medirmos nossa força.

- Eu, Presa Sangrenta, Modi filho do grande lobo o desafio justamente e com honra, após a assembléia.

* Em seu olhar havia fúria, mas também uma explicita curiosidade em saber do que o povo javali é capaz*




Presa Sangrenta, Lupus, Modi dos Crias de Fenris, Adren.
Alpha da Matilha Império das Feras
avatar
Vingador
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 280
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 28
Localização : São Paulo

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Vingador em Sex 6 Fev 2015 - 11:35

*O grondr vai para seu lugar, parece que nem ele esperava essa reação. A seguir o Filho de Gaia vai para ser caçado, não apenas se apresentou mas ainda por cima se acha no direito de repreender aqueles que não seguiram suas ordens como cordeirinhos*

*Não desviou os olhos do Filho de Gaia nem por um segundo, mesmo quando o encarou. Por que deveria temer alguém que é tão rápido em se colocar de joelhos ao invés de lutar em pé? Se quisesse dizer alguma coisa deveria dizer em voz alta como um garou ao invés de olhares e indiretas como um lobo omega. Uma espada quebrada é tão mortal quanto o guerreiro que a segura, e até agora Vingador não está nem um pouco impressionado*

*Não consegue deixar de perceber o Cria de Fenris em glabro indo até a mesa onde sentavam o homem reptil, Loba Branca e o javali, seu desafio era de maior interesse para Vingador do que as indiretas de um covarde. Estava curioso em saber o que os grondr podem fazer no campo de batalha*

*Discretamente se aproxima da mesa, estava na forma humana e era é claro menos corpulento que o irmão fenrir nesta forma mas suas feições obviamente nordicas evidenciavam que é da mesma tribo, no entanto seu porte tinha mais a ver com fúria estritamente sob controle, confiança e uma calma incomum aos membros de sua tribo do que o jeito de berserker furioso de Presa Sangrenta.*

- Celina.

Cumprimenta os outros na mesa com um aceno de cabeça.

- Não pude deixar de ouvir...admito que também to curioso sobre o que um grondr pode fazer no campo de batalha. E que forma melhor de demonstrar isso do que um duelo contra um Fenrir?




Milles Krieg "O Vingador" - Impuro - Modi (Ahroun) - Cria de Fenris - Mão de Tyr - Adren.


avatar
Mandíbula
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 278
Data de inscrição : 17/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Mandíbula em Sex 6 Fev 2015 - 12:02

*Mandíbula volta para a mesa e se senta pesadamente, mas não sem antes dar um sorriso escroto para Loba. Não precisava dizer nada, a sua expressão já dizia "eu vi"

Quando vê os dois Crias se dirigindo a ele, Mandíbula fica nervoso. Não pode deixar de se lembrar de alguns momens mais... vívidos da Guerra da Fúria.*


Crias de Fenris querendo ver do que eu sou capaz? Eu acho que estava errado, a Guerra NÃO terminou...

Mas nós tínhamos uma tradição no nosso povo. Chamávamos de justas. Era uma forma de brigar, mostrar força, liberar a Fúria e ao mesmo tempo não matar ninguém. Quando tivermos tempo, fazemos isso.




Eu sou o último dos Grondr. Há um motivo para isso.
Mandíbula-do-Abismo, Grondr, devorador da mácula

avatar
Ervin Palavra Austera
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 389
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 32

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Ervin Palavra Austera em Sex 6 Fev 2015 - 12:04

Espada Quebrada escreveu:- Alma Justiceira, um momento... gostaria de iniciar a Caçada comigo, antes, depois poderia chamar meus Anciões.

*Assim que o Jaime Palilo da Pangea se retirou do palco, tomou à frente aproveitando o ensejo e ponderou.*

- Acredito que estamos finalizando esse segmento. Somente duas tribos faltam ser Caçadas para concluirmos com êxito a Quebra de Ossos -- a minha, Filhos de Gaia, e a tribo que governa esse caern, os Presas de Prata. E acredito que podemos começar com a minha... e comigo.

*Olhou todos os membros da Assembléia, um a um. Demorava alguns segundos à mais diante dos orgulhosos Garou que não se ajoelharam perante o Homem-Javali, um olhar de desafio, escárnio... Se até os Anciões, heróis lendários como Terror Espiral, Quebra Ossos, No Problem e até mesmo Donovan Morningkill tiveram a humildade de saudar o Grondr, não iria perder muito do seu tempo olhando para pretensiosos Cliath e Fostern que ainda traziam o bálsamo da ignorância de seus Rituais de Passagem atrás das orelhas -- ninguém é mais ou melhor só pq matou meia-dúzia de Malditos, Vampiros e Dançarinos na vida. Limpou a garganta e falou.*

- Meu nome humano é Jacob Burton, cresci e me criei aqui no Texas nas imediações do Caern do Urso junto à uma humildade e amorosa família de Parentes da minha tribo: Filhos de Gaia. No campo de batalha sou conhecido como Espada Quebrada... *Ironizou e firmou os olhos nos mesmos Garou orgulhosos que recusaram se ajoelhar.* ...porém bem afiada.

- Estava numa jornada pessoal no protetorado da Seita da Mão de Gaia em Nova York, uma Seita governada pelas Fúrias Negras, onde nasci -- terra da minha mãe. E assim que houve a ruptura na Umbra, fui convocado por meu Mestre Garras-de-Gaia a fim de auxiliar na restauração de nossa Seita, em especial o Caern do Urso, meu lar e minha vida.

*Finalizou e olhou para Asdraty e Ervin aguardando as devidas ordens.*

*Ervin olha seu colega Caçador com a mão no queixo, pensativo.*

Entendo... Eu de fato tenho uma curiosidade sobre você, Espada Quebrada. Seu nome. Como o conseguiu?





Na guerra, vitória. Na paz, vigilância. Na morte, sacrifício.
Ervin da Palavra Austera, Philodox, Adren, membro da Casa da Lareira Irrompível, Reformista dos Presas de Prata, alpha da Matilha Lobos da Estrada.
avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 30
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Sex 6 Fev 2015 - 12:36

*Olhou Garras de Gaia se aproximar e percebeu o orgulho no olhar de seu Mestre. Em seguida, sua atenção foi desviada pela movimentação dos dois Fenrir ao encontro de Mandíbula... Por fim, voltou sua atenção ao seu colega Ervin. Não deixou de esboçar um sorriso revelador.*

- Por dois motivos, Lorde Ervin... o primeiro truque que aprendi com os espíritos, logo após meu Ritual de Passagem, foi a habilidade de inutilizar todo e qualquer tipo de arma letal criadas com o intuito de destruir por prazer, orgulho e vaidade... *Olhou para os Crias de Fenris interpelando Mandíbula, provavelmente o chamando para um duelo ou algo do gênero, apenas murmurou.* - Quem sabe no futuro consigo ampliar essa capacidade para afetar não apenas armas, mas também Garou com atitudes da mesma leviandade.

*Seus olhos brilharam. Espada Quebrada ergueu parte de sua camisa xadrez de lenhador e revelou a empunhadura de algo que parecia ser uma Klaive guardada sob sua calça. Desembainhou a peça de forma respeitosa e a exibiu ao companheiro -- era realmente uma Klaive, mas sua lâmina estava quebrada e rachada... se tratava de um fetiche esquisito, aparentemente inofensivo, mas que emitia uma palpável vibração de energia devido ao espírito aprisionado em sua lâmina partida ao meio; um espírito-ancestral da Justiça.*

- Meu nome se tornou oficial, de fato, quando recebi esta dávida das mãos de meu Mestre Garras de Gaia. Este fetiche foi criado por nosso grandioso líder Ajudante de Matilha-rhya e me foi dado em reconhecimento a minha devoção à proteção do Caern do Urso.

*Logo na sequência guardou o fetiche e procurou não prolongar ainda mais seu discurso - no entanto, como um legítimo Ragabash, não deixaria de "cutucar" os Garou orgulhosos pelo qual acabou pegando um pouco de birra.*

- Diferente dos muitos e valorosos heróis que portam poderosos e ancestrais fetiches aqui em nossa Seita, Ervin... eu sou apenas um Filho de Gaia com uma Klaive quebrada.





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
Presa Sangrenta
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 258
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Presa Sangrenta em Sex 6 Fev 2015 - 12:40

Mandíbula escreveu:*Mandíbula volta para a mesa e se senta pesadamente, mas não sem antes dar um sorriso escroto para Loba. Não precisava dizer nada, a sua expressão já dizia "eu vi"

Quando vê os dois Crias se dirigindo a ele, Mandíbula fica nervoso. Não pode deixar de se lembrar de alguns momens mais... vívidos da Guerra da Fúria.*


Crias de Fenris querendo ver do que eu sou capaz? Eu acho que estava errado, a Guerra NÃO terminou...

Mas nós tínhamos uma tradição no nosso povo. Chamávamos de justas. Era uma forma de brigar, mostrar força, liberar a Fúria e ao mesmo tempo não matar ninguém. Quando tivermos tempo, fazemos isso.

* O guerreiro observou a resposta do Javali. Antes de julgá-lo deixou claro seu desafio, afinal ele não era um garou e não pertencia aos filhos do grande lobo*

- O estou desafiando, Javali, porque a Guerra da fúria e toda a vergonha que ela carrega teve seu fim. Caso contrário sangue banharia este solo.

- Entre nós, Filhos do Grande lobo, ser desafiado por outro guerreiro é uma honra e o reconhecimento de nossa própria força. O ouvindo, o julguei merecedor, sua resposta indicará se o reconheci corretamente como um verdadeiro guerreiro.



Presa Sangrenta, Lupus, Modi dos Crias de Fenris, Adren.
Alpha da Matilha Império das Feras
avatar
Loba Branca
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 330
Data de inscrição : 12/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Loba Branca em Sex 6 Fev 2015 - 12:50

*Estava conversando calmamente com Asas do Abismo, quando percebe Mandíbula chegando e lançando aquele típico olhar, era isso que ela não queria, provavelmente, iria ouvir gozações sobre aquele ato até o fim dos seus dias. A theurge solta um suspirolongo e pesaroso, virando sua cabeça para o outro lado, cruzabdo os braços. Não iria se irritar com Mandíbula, pelo menos não na assembleia.

Mas sua atenção é voltada aos dois crias de fenris que chegam na mesa, Vingador e o recém chegado Presa Sangrenra. Ela os cumprimenta com um aceno de cabeça, com uma das mãos, indica as cadeiras onde estavam sentados e fala calmamente.*

- Rapazes, enquanto não podem se conhecer na forma mais bruta, sugiro que sentem conosco, dessa forma podemos nos conhecer um pouco, analizar as experiências e depois vocês tiram a prova, se é muito ego ou competência.

*Abre um sorriso cínico para Mandíbula, estava na hora de ver o homem javali em ação.*

- Por favor, se juntem a nós. E muito prazer Presa Sangrenta, creio que ainda não nos conhecíamos.



Celina Amber 'Loba Branca', Hominídea, Adren, Theurge Senhora das Sombras, Filha do Morcego

- Alpha da Matilha Rugido de Gaia -


avatar
Terror Espiral
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 187
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 72
Localização : Caern do Lobo Fenris

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Terror Espiral em Sex 6 Fev 2015 - 12:59

Espada Quebrada escreveu:*Olhou Garras de Gaia se aproximar e percebeu o orgulho no olhar de seu Mestre. Em seguida, sua atenção foi desviada pela movimentação dos dois Fenrir ao encontro de Mandíbula... Por fim, voltou sua atenção ao seu colega Ervin. Não deixou de esboçar um sorriso revelador.*

- Por dois motivos, Lorde Ervin... o primeiro truque que aprendi com os espíritos, logo após meu Ritual de Passagem, foi a habilidade de inutilizar todo e qualquer tipo de arma letal criadas com o intuito de destruir por prazer, orgulho e vaidade... *Olhou para os Crias de Fenris interpelando Mandíbula, provavelmente o chamando para um duelo ou algo do gênero, apenas murmurou.* - Quem sabe no futuro consigo ampliar essa capacidade para afetar não apenas armas, mas também Garou com atitudes da mesma leviandade.

*Seus olhos brilharam. Espada Quebrada ergueu parte de sua camisa xadrez de lenhador e revelou a empunhadura de algo que parecia ser uma Klaive guardada sob sua calça. Desembainhou a peça de forma respeitosa e a exibiu ao companheiro -- era realmente uma Klaive, mas sua lâmina estava quebrada e rachada... se tratava de um fetiche esquisito, aparentemente inofensivo, mas que emitia uma palpável vibração de energia devido ao espírito aprisionado em sua lâmina partida ao meio; um espírito-ancestral da Justiça.*

- Meu nome se tornou oficial, de fato, quando recebi esta dávida das mãos de meu Mestre Garras de Gaia. Este fetiche foi criado por nosso grandioso líder Ajudante de Matilha-rhya e me foi dado em reconhecimento a minha devoção à proteção do Caern do Urso.

*Logo na sequência guardou o fetiche e procurou não prolongar ainda mais seu discurso - no entanto, como um legítimo Ragabash, não deixaria de "cutucar" os Garou orgulhosos pelo qual acabou pegando um pouco de birra.*

- Diferente dos muitos e valorosos heróis que portam poderosos e ancestrais fetiches aqui em nossa Seita, Ervin... eu sou apenas um Filho de Gaia com uma Klaive quebrada.


*Ouve Espada Quebrada, nota um certo cinismo nas Caçadas que ele desempenha, desta forma Insultando os Crias de Fenris, olha em volta e nota que os Caçadores da Verdade estão fazendo corpo mole e havia poucos a serem caçadores, resolve se levantar e fala a Espada Quebrada*


Espada Quebrada, obrigado por seu "Testemunho" mas tome cuidado como fala, suas palavras não foram desapercebidas e pode lhe render Ossos Quebrados em vez de sua sagrada Klaive... Volte para seu lugar e aguarde, o próximo é Garras de Gaia para falar agora.


*encara o Filho de Gaia com um olhar de Fúria*



Terror Espiral, Hominídeo, Ahroun do Campo Presas de Garm dos Crias de Fenris. Líder da Seita do Caern do Lobo

avatar
Garras de Gaia
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 110
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 40
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Garras de Gaia em Sex 6 Fev 2015 - 13:12

*Ouve Espada Quebrada, sabe que é um Ragabash sem Papas na Língua, mas outros dois Caçadores agora tem Inimigos declarados entre os Espíritos! Agora o seu pupilo arruma briga dando indiretas aos Crias de Fenris é pedir para ter seus Ossos Quebrados na Quebra dos Ossos, seria irônico se não fosse sério. Após ouvir as duras palavras de Terror Espiral, nota que o Ancião Fenrir Ahroun Líder do Caern do Lobo Fenris não deixou de notar isso, apenas sacode a cabeça pensando: "Espada, vai morrer desse jeito amigo" e se levanta indo ao palco, sabia que os Filhos de Gaia eram Alvos de Bullying das demais Tribos a séculos, mas se não fossem os Filhos de Gaia, muitas conquistas e até mesmo o Fim da Guerra da Fúria e do Impergium não teriam terminado sem o empenho da Tribo.*

*sorri para Espada Quebrada, coloca a mão em seu ombro e murmura*

Fez um bom trabalho... Mas sugiro não angariar inimigos... Os Fenrir são ótimos aliados, mas como Inimigos não recomendo...

*olha a todos os Garou e se aproxima do Microfone*

Boa tarde a todos, senhoras, senhores, Espíritos e Anciões! Sou Garras de Gaia, Lupus, Ahroun do Campo O Ataque Iminente dos Filhos de Gaia, Guardião do Caern do Urso. Athro. Junto com No Problem nosso Alpha e Quebra Ossos como nosso beta, assim como Impetuoso, Ryo e Montu somos a Matilha Guardiões, sendo os que protegem as entradas e Divisas dos Caern.

*sorri e continua*

Estou nesta Seita a 9 anos, vim do Caern do Verde de Nova York, assim como Veruska. Desde então trabalho para ajudar no que for preciso, como Guardião dedico minha vida as Seitas, aos Caern e a Gaia. Acho que é isso... Perguntas?

*olha os Caçadores restantes*



Garras de Gaia, Lupus, Ahroun do Campo O Ataque Iminente dos Filhos de Gaia, Guardião do Caern do Urso. Athro.
avatar
Sombra-Da-Lua
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 275
Data de inscrição : 06/11/2014
Idade : 27
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Sombra-Da-Lua em Sex 6 Fev 2015 - 13:16

*Eni estava um tanto dispersa na Assembleia, mas as palavras ferinas de Espada Quebrada irromperam com o marasmo que o segmento se tornara. Até mesmo um asno compreenderia em linguagem clara o que o Filho de Gaia havia destilado sobre os Cria. A Fúria Negra não concordava com a atitude infantil dos Garou de ficarem falando sobre a força dos Grondr, enchendo a bola do bacon milenar, mas definitivamente, pelas palavras de Terror-Rhya, ele deveria ter ficado apenas com pensamentos*

*Olha Pepita e os demais na mesa*

*Sussurra*

- Xiii, vai dar merda! Olhem a cara de Terror-Rhya...




Eni "Sombra-da-Lua", Hominídea, Ahroun, Adren, Donzela entre as Fúrias Negras
- Membro da Matilha Lobos da Estrada -

“Não existe animal mais invencível que uma mulher, nem fogo ou gato selvagem tão implacável"

- Aristophanes, Lysistrata -


***

Amarelo para descrições
Vermelho para pensamentos
Branco para falas
avatar
Mandíbula
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 278
Data de inscrição : 17/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Mandíbula em Sex 6 Fev 2015 - 13:18

Presa Sangrenta escreveu:
Mandíbula escreveu:*Mandíbula volta para a mesa e se senta pesadamente, mas não sem antes dar um sorriso escroto para Loba. Não precisava dizer nada, a sua expressão já dizia "eu vi"

Quando vê os dois Crias se dirigindo a ele, Mandíbula fica nervoso. Não pode deixar de se lembrar de alguns momens mais... vívidos da Guerra da Fúria.*


Crias de Fenris querendo ver do que eu sou capaz? Eu acho que estava errado, a Guerra NÃO terminou...

Mas nós tínhamos uma tradição no nosso povo. Chamávamos de justas. Era uma forma de brigar, mostrar força, liberar a Fúria e ao mesmo tempo não matar ninguém. Quando tivermos tempo, fazemos isso.

* O guerreiro observou a resposta do Javali. Antes de julgá-lo deixou claro seu desafio, afinal ele não era um garou e não pertencia aos filhos do grande lobo*

- O estou desafiando, Javali, porque a Guerra da fúria e toda a vergonha que ela carrega teve seu fim. Caso contrário sangue banharia este solo.

- Entre nós, Filhos do Grande lobo, ser desafiado por outro guerreiro é uma honra e o reconhecimento de nossa própria força. O ouvindo, o julguei merecedor, sua resposta indicará se o reconheci corretamente como um verdadeiro guerreiro.


*Mandíbula olha para Presa Sangrenta pensativo.*


Estranho... era como fazíamos também, há tanto tempo atrás. Nossos líderes ganhavam o posto mostrando sua força e zelo. Tínhamos como tabu não derramar sangue inocente, então as justas foram criadas para isso: uma mostra de força para ser usada em duelos sem colocar vidas em perigo.


Nós faremos uma justa, guerreiros. E assim mostramos nossa força sem que Gaia fique mais fraca.




Eu sou o último dos Grondr. Há um motivo para isso.
Mandíbula-do-Abismo, Grondr, devorador da mácula

avatar
Nevasca
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 198
Data de inscrição : 30/11/2014
Idade : 20
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Nevasca em Sex 6 Fev 2015 - 13:23

*Observava calada o segmento que parecia não ter mais fim. Ouvia atenta as alfinetadas dos Caçadores, as Caçadas e as conversas paralelas, mas a Theurge parecia muito compenetrada na figura do Avô Trovão. Acaricia seu Númen e fala mentalmente com ele*

"- Alguma novidade na Penumbra, Ophiscus?! O que você me disse não sai da minha cabeça."




Nevasca, Hominídea, Theurge dos Andarilhos Celestes, Uktena, Adren
- Membro da Matilha Império das Feras -

"Procure e Encontrarás"

***

Amarelo para descrições
Branco para falas
Vermelho para pensamentos
avatar
Serpente
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 22
Data de inscrição : 02/12/2014
Idade : 2015
Localização : Umbra

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Serpente em Sex 6 Fev 2015 - 13:28

Nevasca escreveu:*Observava calada o segmento que parecia não ter mais fim. Ouvia atenta as alfinetadas dos Caçadores, as Caçadas e as conversas paralelas, mas a Theurge parecia muito compenetrada na figura do Avô Trovão. Acaricia seu Númen e fala mentalmente com ele*

"- Alguma novidade na Penumbra, Ophiscus?! O que você me disse não sai da minha cabeça."

*responde mentalmente para Nevasca*

Bom, fora o fato que tem três vezes mais espíritos do Caern da Ninhada do Avô Trovão, não me surpreendo com mais nada...



Ophiscus Númen de Nevasca - Espírito Serpente da Sabedoria

avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 30
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Sex 6 Fev 2015 - 13:54

*Apenas obedeceu Terror Espiral sem questionar, com o olhar baixo e limitou-se a não falar.*

- Perdão se ofendi alguém, Terror-rhya. Não era minha intenção.





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
Terror Espiral
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 187
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 72
Localização : Caern do Lobo Fenris

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Terror Espiral em Sex 6 Fev 2015 - 13:59

Espada Quebrada escreveu:*Apenas obedeceu Terror Espiral sem questionar, com o olhar baixo e limitou-se a não falar.*

- Perdão se ofendi alguém, Terror-rhya. Não era minha intenção.


*ouve Espada, apenas sorri, voltando a sentar, enquanto ouve os relatos de Garras de Gaia, seu semblante de Fúria, muda, voltando ao normal, a intenção de mostrar quem manda era necessário*



Terror Espiral, Hominídeo, Ahroun do Campo Presas de Garm dos Crias de Fenris. Líder da Seita do Caern do Lobo

avatar
Ervin Palavra Austera
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 389
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 32

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Ervin Palavra Austera em Sex 6 Fev 2015 - 14:01

Armas se tornam nobres ao serem empunhadas por mãos nobres, Espada Quebrada. Obrigado pelo seu testemunho.

Acredito que Ajudante de Matilha era o próximo depois de Garras de Gaia, não?





Na guerra, vitória. Na paz, vigilância. Na morte, sacrifício.
Ervin da Palavra Austera, Philodox, Adren, membro da Casa da Lareira Irrompível, Reformista dos Presas de Prata, alpha da Matilha Lobos da Estrada.
avatar
Garras de Gaia
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 110
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 40
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Garras de Gaia em Sex 6 Fev 2015 - 14:05

*sorri, desce do palco voltando a seu lugar, dá uma batidinha de leve no ombro de Espada Quebrada em sinal de amizade*



Garras de Gaia, Lupus, Ahroun do Campo O Ataque Iminente dos Filhos de Gaia, Guardião do Caern do Urso. Athro.
avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 30
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Sex 6 Fev 2015 - 14:10

*Sorri levemente para Garras de Gaia, ainda um pouco assustado com a "chamada de atenção" que levou de Terror Espiral -- esse sim impunha respeito!*

- Obrigado, Garras-rhya.





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014
Idade : 40
Localização : Porto Alegre

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Sex 6 Fev 2015 - 14:14

*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Espada Quebrada e Garras de Gaia, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 18 horas da tarde, é chegada a Noite. Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta, Terror Espiral, Quebra Ossos, Veruska, Impetuoso, Bigorna, Amon, Montu, Assud, Sombra-da-Lua, Tiaraju, Vento Cortante, Mandíbula, Espada Quebrada e Garras de Gaia*

*Ainda Faltam serem Caçadores: Donovan Morningkill, Shazza, Joshua, Ajudante de Matilha, Ervin e Asdraty sendo que o Senhor das Sombras seria o último por ser o Caçador Principal, haveria de um dos outros Caçadores o Caçarem no final do Segmento*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 41 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 35 Licantropos, faltando ainda 6 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*



NPC
 
Representa todos os Personagens Não Jogadores do Sistema de Jogos Online!
 
Acesse os Links abaixo para acessar áreas de Interesse do Fórum

 

 
 
 

avatar
Erik Quebra-Klaive
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 18
Data de inscrição : 22/01/2015

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Erik Quebra-Klaive em Sex 6 Fev 2015 - 14:25

Yerik Tvarivich escreveu:*Volta para o seu lugar e vê que o Fenrir ao seu lado não se ajoelhou junto aos anciões.Senta na cadeira e toma mais um gole da cerveja Fianna observando o restante da quebra de osso.

*O Godi Cria de Fenris, em toda sua pompa e orgulho, criado sob os preceitos de força e valor inerentes à seu pai Lobo, de fato jamais se ajoelharia perante alguém que não se provasse digno. Mas ao ver que até mesmo Terror Espiral e Quebra Ossos, Anciões lendários e seus superiores, num gesto de enorme humildade e grandeza, também cumprimentaram respeitosamente o Pumba das Cavernas; fez o mesmo... acompanhando Yerik. Nada falou, nada balbuciou, era um Garou discreto e detestava atenção sobre si. Preferia agir, demonstrar seu valor com atitudes construtivas, não palavras. Manteve-se alheio a tudo.*





Erik Quebra-Klaive, Godi dos Crias de Fenris

Ficha
avatar
Ajudante de Matilha
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 139
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 126
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Ajudante de Matilha em Sex 6 Fev 2015 - 14:54

*se levanta de sua mesa, sorri para todos, olha de canto de olho para Terror Espiral, demonstrando que foi "Severo" demais com o Ragabash, depois se movimenta com passos lentos até o microfone e inicia seu discurso*

Meus amigos, boa noite, estamos a um dia de Assembleia já, como o tempo voa não é mesmo? Senhoras, Senhores, amigos, irmãos Espíritos e Anciões presentes. Sou Ajudante de Matilha-Rhya Kinain, Lupus, Phillodox do Campo Servos do Unicórnio dos Filhos de Gaia. Líder da Seita do Caern do Urso. Ancião-Rhya Kinain.


*sorri e continua*

Estou vivo a 120 anos. Por esse século inteiro estive neste Caern, nasci aqui, meu Pai era um Filhos de Gaia, minha mãe uma Parente Lupina. Desde lobinho sempre estive dentro das Divisas, existiam muitos Garou aqui nessa época. Haviam mais lobos e parentes também. Quando tive minha primeira mudança, foi num momento bem engraçado, eu estava fazendo sexo com uma outra loba parente, quando mudei de forma indo a Crinos quase matei a coitada da loba. Não só de susto se vocês me entendem...

*começa a rir um pouco e depois continua*

Depois meu pai, o grande Líder do Caern do Urso na Época, o nome dele está nos Registros Prateados, ele se chamava Raymond Amor-da-Deusa. Vou contar a História dele.


*toma um pouco de água e inicia a História*

Raymond Hawkins nasceu em 1770 na vila inglesa de Woolegrave. Filho de um professor colegial Parente e sua esposa Garou, ele cresceu amando o campo e o seu trabalho de caridade paterno entre a pobre multidão. Sua Primeira Mudança aconteceu enquanto ele andava sozinho no bosque e seus pais regozijaram-se. Ele foi à universidade com uma bolsa de estudos e foi indicado a uma pequena seita, as Crias da Floresta, que combinava Cristianismo com os ensinamentos de Gaia.

Os membros da seita eram em sua maioria Garou e Parentes. Quando os Ingleses começaram a enviar prisioneiros à Austrália, Raymond voluntariou-se para acompanhar a esquadra como capelão. Então ele velejou em um barco de prisioneiros rogando o amor de Gaia para todos.

Após a chegada, Raymond ficou horrorizado ao ouvir os informes de que os Bunyip da lenda moravam na nova terra, juntamente com estranhos metamorfos lagartos.

O Presa de Prata Conde Blaze de Uffington, o auto-intitulado líder da migração Garou para a Austrália, fez votos de proceder com a colonização a despeito das notícias. Como poderiam essas “raças menores”, há tempos esquecidas, salvar Gaia?

A terra pertencia àqueles que a pudessem usar melhor. Dizia o Presas de Prata.

Raymond protestou incessantemente por um melhor tratamento para com os condenados e os nativos, e foi particularmente contra o desejo do Conde Blaze de tomar os Caern dos nativos se achasse necessário. Como punição por sua insolência, Blaze o sentenciou a Norfolk
Island, a prisão-dentro-da-prisão para os condenados que cometeram crimes hediondos em solo australiano. O homem santo saudou o seu destino, como ele próprio disse, “quem precisa de mim mais do que eles? E eles poderão me escutar.” Ele trabalhou lado a lado com estupradores e assassinos por muitos anos, consequentemente Raymond foi libertado décadas depois... Ele pegou uma carona para a América, chegando a essas Terras Puras, fez amizade com os Wendigo e Uktena que primeiramente tinham os direitos desses Caern em sua Criação. Conheceu Amon e fez amizade com todos. Depois conheceu minha mãe e fui fruto desse relacionamento. Anos depois meu Pai teve que ir a uma Demanda perigosa em Cicatriz com sua matilha, e morreram por lá...


*lágrimas saem de seus olhos*

Papai era um Ancião, e morreu nesse reino Maldito. Fiquei desolado, mas segui em frente, depois da morte de minha amada mãe, dediquei meus dias para aprender todo os Registros Prateados. Como filho legítimo, quando tive o Posto Adequado após a partida de Baruk, um Garra Vermelha, assumi como Líder do Caern do Urso. Como Filhos de Gaia lhes digo amigos e amigas, tomem cuidado na Umbra Profunda, nunca tive a Honra de enterrar o corpo de meu pai e de seus companheiros em Solo Sagrado. Espero que ao irem ao Reino de Cicatriz saibam de uma única coisa, não sejam apanhados pelos Esguios que comandam em sua maioria as Fábricas!

Fiquei muito triste por tudo que houve na Umbra das Divisas, inclusive fiquei feliz pelo que Eddy fez pelos Caern inicialmente, ajudando em sua revitalização, mas ao mesmo tempo, ele ajudou a nos tirar um pouco dessa alegria, lamentável...


*limpa as lágrimas e sorri dizendo*


Amigos e amigas, todos nós temos uma missão em Gaia, façam valer a de vocês! Obrigado!

*sem dar Chance aos Caçadores da Verdade de mais perguntas, volta a seu lugar, e senta triste*



Ajudante de Matilha-Rhya Kinain, Lupus, Phillodox do Campo Servos do Unicórnio dos Filhos de Gaia. Líder da Seita do Caern do Urso. Ancião-Rhya Kinain.
avatar
NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014
Idade : 40
Localização : Porto Alegre

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Sex 6 Fev 2015 - 14:59

*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Ajudante de Matilha, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 18 horas e 30 minutos da Noite, Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta, Terror Espiral, Quebra Ossos, Veruska, Impetuoso, Bigorna, Amon, Montu, Assud, Sombra-da-Lua, Tiaraju, Vento Cortante, Mandíbula, Espada Quebrada, Garras de Gaia e Ajudante de Matilha*

*Ainda Faltam serem Caçadores: Donovan Morningkill, Shazza, Joshua, Ervin e Asdraty sendo que o Senhor das Sombras seria o último por ser o Caçador Principal, haveria de um dos outros Caçadores o Caçarem no final do Segmento*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 41 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 36 Licantropos, faltando ainda 5 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*



NPC
 
Representa todos os Personagens Não Jogadores do Sistema de Jogos Online!
 
Acesse os Links abaixo para acessar áreas de Interesse do Fórum

 

 
 
 

avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 30
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Sex 6 Fev 2015 - 15:29

- Maravilhoso, Ajudante de Matilha-rhya... Maravilhoso!

*Tocado pela história de Ajudante de Matilha, levantou-se de sua "clausura" imposta por Terror Espiral com um sorriso de orelha a orelha. Presas de Prata e Senhores da Sombra clamam por seus grandes Reis e Líderes do passado; Crias de Fenris cantam o nome de seus poderosos e ferozes Guerreiros; os Bardos dos Fianna são lembrados por gerações e gerações; todas as tribos possuem seu panteão de heróis bravos e corajosos. Os Filhos de Gaia, no entanto, reverenciavam os mais humildes, os mais altruístas, os mais voluntariosos... a história de Raymond era extremamente inspiradora. Ainda comovido, com a voz embargada, partiu a conduzir o segmento para o seu momento final e mais importante.*

- Nada mais justo que a último tribo a ser Caçada sejam os regentes por direito deste Caern. Os Reis ancestrais de toda Nação Garou: os Presas de Prata!

*Olhou para a "Família Imperial", oferecendo o espaço e educadamente convocando os mesmos para o palco.*

- Lorde Shazza, Lorde Joshua e Vossa Majestade Donovan, poderiam nos conduzir para o momento final e decisivo desta Caçada da Verdade, por favor?





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
Tormenta de Fenris
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 187
Data de inscrição : 21/11/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Tormenta de Fenris em Sex 6 Fev 2015 - 16:16

*As palavras que saiam da boca do filho de gaia, só a faziam sentir um verdadeiro desprezo pelo garou. Mesmo para os filhos de gaia, uma submissão dessa era patética. E é exatamente por isso que Tormenta desconfia das reais intenções do caçador. Muita bajulação, muita emoção forçada e pouco trabalho.

Seus olhos o fitam, não compreende o que ele sussurra no palco, mas ao ver Terror-Rhya o colocando no lugar, não foi uma coisa boa, e com certeza foi direcionado aos filhos do lobo. Tormenta cruza os braços, seus olhos encaravam o filho de gaia, ele podia sentir como se tivesse um peso nas suas costas. Sem virar a cabeça, responde Eni.*

- Tem certos garous que não sabem o seu lugar, Eni. Esse caçador, pra mim é um marica, se diz tão honrado e pronto a bajulação, quabdo lhe convém. Quero ver se mostrar realmente útil em qualquer demanda, onde sua língua não seja necessária. Isso se até lá ninguém a arrancar fora.



Pepita Rodriguez "Tormenta de Fenris", Adren, Modi Valquiria de Freya, Cria de Fenris.

- Beta da Matilha Lobos da Estrada -
avatar
Shazza
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 13
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 66
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Shazza em Sex 6 Fev 2015 - 16:24

*olha seus filhos e diz murmurando*

Falarei antes se não se importam...


*depois levanta e segue para o centro do palco, e fala ao microfone*


Boa noite a todos, companheiros e companheiras, amigos licantropos das Raças Fera e Espíritos presentes. Sou Shazza, Hominídeo, Phillodox da Casa Inimigos da Wyrm/Monarquistas dos Presas de Prata. Ancião. Até o presente momento, pelo menos até o fim da Assembleia, creio eu...

*dá uma olhada discreta para Avô Trovão e continua*

Sou o Vigia do Caern do Incarnae do Falcão. Portanto meus companheiros em Gaia, servos da grande Mãe. O que dizer a meu respeito? Tenho 90 anos de idade. Andei um Tempo em alguns Reinos que me mantiveram "Saudável". Fiz muitas coisas, tive muitas aventuras, muitas mulheres... Bom sou um Homem Modesto, embora seja um Morningkill, filho de um ilustre Morningkill. Falarei agora sobre ele.

*respira fundo, bebe um pouco de água e inicia a História*

Meu pai é Isaiah Morningkill. Podem consultar sobre ele nos Registros Prateados.

Nos últimos anos, uma figura praticamente esquecida da história recente dos Presas de Prata se tornou um dos mais celebrados lobisomens na história da Casa Inimigos da Wyrm, não só por seu paralelo com a vida de seu descendente, Albrecht. A revelação de sua história finalmente deu aos Presas de Prata do Novo Mundo um herói para rivalizar com aqueles do Velho Mundo.

Um século antes de Albrecht ser banido por Jacob Morningkill, Isaiah foi banido do mesmo protetorado como resultado de um desentendimento com o Vigia do Caern da seita e algumas manobras políticas particularmente sujas.

Diferente de Albrecht, ele nunca retornou.

Morningkill era respeitado por sua sabedoria, sua habilidade com os espíritos e sua incomum ferocidade em batalha para um Theurge. Nada disso foi o suficiente para salvá-lo das tolas políticas. Depois de um pesaroso adeus a sua esposa e filhos, ele partiu rumo ao oeste. No Velho Oeste, lendas foram feitas. Morningkill, um Theurge, foi atraído por uma terrível ruptura que estava partindo a Penumbra local. Ele, junto com vários Theurge de outras tribos, no fim perceberam o que estava causando o problema: um poderoso espírito da Wyrm chamado Devoradora de Tempestades. Foi iniciativa de Morningkill de contatar os Theurge das, auto-proclamadas, Tribos Puras, e ele foi fundamental em organizar todas as tribos, tanto as Puras como os Estrangeiros da Wyrm, contra o espírito.

Naqueles dias, Morningkill tornou-se tudo que um líder Presa de Prata deveria ser: forte, concentrado, comprometido com a causa e taciturno. Às vezes ele viajava sozinho, outras vezes com uma matilha, mas quando ele visitava uma seita, seus membros mudavam após sua passagem. O atributo chave de Morningkill era a habilidade de admitir os erros que as tribos europeias cometeram nas Terras Puras. Quando um poderoso lorde dos Presas de Prata está pronto para primeiro admitir seus erros, se torna ainda mais acessível às outras tribos.

No final, Morningkill se sacrificou por sua tribo, pelo Oeste e por Gaia. Quando tornou-se claro que um membro de cada tribo teria que morrer para derrotar a Devoradora de Tempestades, Morningkill sabia que não poderia pedir ao outros para fazerem um sacrifício do qual ele mesmo não estivesse preparado para fazer. No clímax do Ritual dos Céus Tranquilos, Morningkill morreu ao lado de 12 outros bravos Garou das outras tribos.

Com a morte de Morningkill, a disposição das tribos europeias em admitir seus erros desapareceu.

A história de seu sacrifício foi confiada a apenas alguns Galliard e passada ao conhecimento geral da maioria dos Presas de Prata em seus Registros Prateados. Tudo isso mudou com a ascensão de seu descendente, Albrecht que é primo de Donovan e Joshua, ao trono da Casa Inimigos da Wyrm. O trabalho do novo Rei e de seu companheiro de matilha Evan Cura-o-Passado em reconciliar as tribos na América do Norte tem sido fortalecido por contos de heróis como Morningkill que admitiam seus erros e trabalhavam por um bem maior há um século atrás.


*sorri e diz*

Como podem ver, eu aprendi com meu pai, e as ações dele foram passadas a meus filhos. Portanto, por esse motivo que nossa Seita é o que é, gostem quem gostar e azar de quem não gosta, por achar fracos ou despreparados. Mas vir para essas Terras, nossa Família sempre quis o melhor para os Puros, diferente de outras Casas e Campos.

Somos Presas de Prata, mas temos orgulho de ser o melhor que a Tribo pode oferecer! Obrigado.

*olha os Caçadores, para ver se algo mais poderiam perguntar*



Shazza, Hominídeo, Phillodox da Casa Inimigos da Wyrm/Monarquistas dos Presas de Prata. Ancião.
avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 30
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Sex 6 Fev 2015 - 16:33

- Fantástico, Lorde Shazza. Isaiah Morningkill com certeza foi um dos maiores heróis não apenas do Presas de Prata, mas da Nação Garou... saber que você é descendente direto dele, filho de sangue, só nos faz crer que tanto Joshua quanto Donovan, de fato, herdaram sua sabedoria e discernimento.

*Curvou a cabeça em deferência a Shazza e sorriu.*

- Lorde Joshua, gostaria de compartilhar seu conhecimento conosco, por favor?





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
Shazza
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 13
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 66
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Shazza em Sex 6 Fev 2015 - 16:38

*se curva em agradecimento e se retira voltando a seu lugar, sentando ao lado de seus filhos*



Shazza, Hominídeo, Phillodox da Casa Inimigos da Wyrm/Monarquistas dos Presas de Prata. Ancião.
avatar
Joshua M. Mephilim
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 51
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 50
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Joshua M. Mephilim em Sex 6 Fev 2015 - 17:08

Espada Quebrada escreveu:- Fantástico, Lorde Shazza. Isaiah Morningkill com certeza foi um dos maiores heróis não apenas do Presas de Prata, mas da Nação Garou... saber que você é descendente direto dele, filho de sangue, só nos faz crer que tanto Joshua quanto Donovan, de fato, herdaram sua sabedoria e discernimento.

*Curvou a cabeça em deferência a Shazza e sorriu.*

- Lorde Joshua, gostaria de compartilhar seu conhecimento conosco, por favor?


*sorri para seu Pai Shazza, se levanta e anda até o microfone e fala*

Boa noite a todos, senhoras, senhores, espíritos e anciões presentes. Sou Joshua Morningkill Mephilim, Hominídeo, Phillodox da Casa Inimigos da Wyrm/Monarquistas dos Presas de Prata, Guardião das Tradições do Caern do Incarna do Falcão. Ancião. Tenho 48 anos, assim como meu pai, andei pelos Reinos que ele me indicou, preservando minha Saúde física e mental, aprendi muito em minhas andanças. Estudei todos os Registros Prateados e hoje cuido para que toda a nossa História Oral seja preservada. Corrigindo apenas algo que meu pai disse, Albrecht é neto de Jacob, portanto seu pai era um Parente, nosso primo de segundo de Primeiro Grau, sendo Primo de Segundo Grau de Shazza. Jacob é irmão mais velho de meu pai, portanto era dele a Honra da Coroa de Prata. Vou explicar melhor, contando sobre meu primo Albrecht.

*respira fundo, bebe um pouco de água e fala*


Rei Jonas Albrecht, Portador da Coroa de Prata.

Albrecht não é um rei Presa de Prata típico. Ele é considerado rude — o quintessencial “americano feio” — por muitos de seus colegas nobres ao redor do mundo, apesar de que nenhum deles negará sua efetividade marcial em combater a Wyrm. Nesse sentido, eles admitem, ele é um verdadeiro descendente da Casa Inimigos da Wyrm.

O avô de Jonas foi o Rei Jacob Morningkill, um lorde do Protetorado do Norte da América do Norte. Ele antes foi um respeitado governante, mas se afundou na loucura, tornado-se paranoico e obsessivo em testar a lealdade de sua corte. Apesar do pai de Jonas ser um Parente — os filhos e filhas de Jacob não se transformaram — a família Albrecht por muito tempo era considerada um das de sangue mais puro, aos padrões humanos. Eles não eram, no entanto, da nobreza tradicional e descendiam de uma rica elite mercante da Holanda, que viera para o Novo Mundo com a tribo dos Presas de Prata.

Jonas, como único descendente direto de Jacob a nascer Garou, era naturalmente considerado o herdeiro de Jacob. A medida que a loucura de Jacob crescia, ele percebeu que os jovens procuram por glória e Jonas era uma ameaça velada contra seu trono. Ele baniu Jonas de seu reino com a acusação de insubordinação e traição.

Albrecht, muito imaturo para compreender o que tinha acontecido, ficou furioso e nervoso com tudo sobre os
Presas de Prata — os costumes da tribo, as pessoas e as lendas. Ele foi para Nova Iorque, onde Mãe Larissa e seus
Roedores de Ossos do Central Parque da Seita Verde o ofereceram hospitalidade. Ele imediatamente tornou-se um bêbado, menosprezando seu dever de enfrentar a Wyrm.

Ele teve várias brigas com outros Garou, muitas delas violentas, pois seu instinto auto-destrutivo inevitavelmente fazia com que ele os insultasse de uma forma ou de outra. Os Garou de Nova Iorque ainda falam sobre os conflitos entre ele e Mari Cabrah, uma Fúria Negra que desdenhava de sua atitude condescendente.

Eles tiveram várias disputas seguidas, um encurralando o outro, mas nenhuma delas foi decisiva.

Ele então atravessou o caminho de um garoto que passava por sua Primeira Mudança e foi tragado para o destino de Evan Cura-o-Passado, um Wendigo que não parecia um nativo americano — sua linhagem de Parentes há muito tempo havia sido retirada de seu ambiente original. Os servos da Wyrm sentiram que Evan estava destinado a amenizar a grande raiva entre os Wendigo e as tribos europeias e, por isso, buscavam matá-lo. Albrecht era a única defesa de Evan. Forçado a incorporar o papel de defensor e mentor, Albrecht redescobriu sua honra e superou seus hábitos autodestrutivos com a ajuda do Falcão, o totem de sua tribo.

*olha o Poderoso Falcão ali presente, apenas reverencia em sinal de Respeito*

Ao fazer isso, ele convocou Mari Cabrah para ajudá-lo e assim formou-se uma improvável matilha. Apesar de que ele e Mari ainda se agredirem verbalmente, seus desafios escondem uma profunda afeição — que não é romântica, como alguns Ragabash afirmam, e sim direcionada para a matilha. Para os Garou, poucos são os laços tão próximos quanto aqueles entre companheiros de matilha.

Vou lhes dar o O Conto da Coroa de Prata

Conta a história de como Albrecht se tornou rei. Jacob foi assassinado por Dançarinos da Espiral Negra em seu próprio trono e sua última ordem foi para que Albrecht retornasse. Mas desde seu exílio, um Garou da mais pura das raças entrara para o Caern: Lorde Arkady, da Rússia. Ele reivindicou o trono, uma reivindicação que Albrecht, desgraçado por seu exílio, não podia superar. Isso resultou em um desafio de combate, com Arkady saindo como vencedor.

Albrecht ficou contente em colocar um ponto nessa história, até que evidências da traição e da corrupção de
Arkady apareceram. A única forma de destronar Arkady era achar a Coroa de Prata, a antiga relíquia dos
verdadeiros reis dos Presas de Prata.

Ele conquistou a Coroa e depôs Arkady antes de sua coroação oficial. Em um ato de piedade, do qual ele
ainda se arrepende, ele poupou a vida de Arkady e o exilou de volta para a Rússia. Isso se provou ser sábio, já
que Arkady ajudou a libertar a Rússia de sua maldição da Wyrm e no final se sacrificou para o bem maior de Gaia,
ao atacar uma grande fera da Wyrm chamada Jo’clatth’mattric. Apesar de Albrecht ainda não poder suportar o sujeito, até mesmo ele dá ao homem um crédito relutante por finalmente ter se redimido.

Desde que ganhou a Coroa de Prata e sua realeza ancestral, Albrecht travou uma guerra contra a sombria organização chamada Sétima Geração, um dos planos mais sutis da Wyrm para corromper o mundo. Ele tem
descoberto seus agentes e matado-os sempre que podem ser rastreados e caçados.

Ele também se juntou à travessia continental para lutar contra Jo’clatth’mattric, eventualmente se aliando com o Margrave Konietzko, um Senhor das Sombras europeu a quem muitos Garou veem como o principal rival do Presa de Prata pelo poder.


*olha Avô Trovão por um instante e continua*


Agora Albrecht viaja para a Rússia, a Pátria Mãe dos Presas de Prata, para encontrar pela primeira vez seus, há muito tempo separados, companheiros de tribo, em uma tentativa de curar as rixas entre as Casas dos Presas de Prata e unir a tribo para a chegada do Apocalipse.

Existe uma profecia que corre entre as tribos de que os Dançarinos da Espiral Negra matarão Albrecht quando o Apocalipse de fato chegar, pois acredita-se que ele é o “último rei de Gaia” mencionado na profecia de um oráculo insano. Albrecht, claro, despreza a lenda, apesar de que seus companheiros de matilha continuam a se preocupar com isso.

*olha a todos após terminar e finaliza*

Somos o que somos, os Presas de Prata, embora somos Lideres desde tempos imemoriais, cometemos erros, e estamos acertando o Futuro, para o bem de Gaia. Para isso que serve a Assembleia, para conhecerem o Passado e aprender com seus erros assim acertando no Futuro. Obrigado a todos pela Oportunidade.

*olha os Caçadores, vendo que desejam saber mais*




Joshua Morningkill Mephilim, Hominídeo, Phillodox da Casa Inimigos da Wyrm/Monarquistas dos Presas de Prata, Guardião das Tradições do Caern do Incarna do Falcão. Ancião.
avatar
NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014
Idade : 40
Localização : Porto Alegre

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Sex 6 Fev 2015 - 17:12

*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Shazza e Joshua, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 20 horas da Noite, Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta, Terror Espiral, Quebra Ossos, Veruska, Impetuoso, Bigorna, Amon, Montu, Assud, Sombra-da-Lua, Tiaraju, Vento Cortante, Mandíbula, Espada Quebrada, Garras de Gaia, Ajudante de Matilha, Shazza e Joshua*

*Ainda Faltam serem Caçadores: Donovan Morningkill, Ervin e Asdraty sendo que o Senhor das Sombras seria o último por ser o Caçador Principal, haveria de um dos outros Caçadores o Caçarem no final do Segmento*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 41 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 38 Licantropos, faltando ainda 3 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*



NPC
 
Representa todos os Personagens Não Jogadores do Sistema de Jogos Online!
 
Acesse os Links abaixo para acessar áreas de Interesse do Fórum

 

 
 
 

avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 30
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Sex 6 Fev 2015 - 17:23

- Conto fantástico, Lorde Joshua... tenho somente 1 dúvida, um pouco tola talvez, de onde vem ou que significa este sobrenome Mephilim que vc ostenta?

*Olhando para Joshua.*





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
Ervin Palavra Austera
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 389
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 32

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Ervin Palavra Austera em Sex 6 Fev 2015 - 17:30

*O coração de Ervin se enche de orgulho ao ver os depoimentos de seus colegas de Tribo.*


A família Morningkill aumenta em conceito a cada lua, e a história do Rei Albrecht é uma inspiração para todos os Presas de Prata ao redor do mundo. Obrigado por suas histórias, senhores.





Na guerra, vitória. Na paz, vigilância. Na morte, sacrifício.
Ervin da Palavra Austera, Philodox, Adren, membro da Casa da Lareira Irrompível, Reformista dos Presas de Prata, alpha da Matilha Lobos da Estrada.
avatar
Joshua M. Mephilim
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 51
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 50
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Joshua M. Mephilim em Sex 6 Fev 2015 - 17:32

Espada Quebrada escreveu:- Conto fantástico, Lorde Joshua... tenho somente 1 dúvida, um pouco tola talvez, de onde vem ou que significa este sobrenome Mephilim que vc ostenta?

*Olhando para Joshua.*


*sorri e responde*

Claro nobre Espada Quebrada, o sobre nome Mephilim é de minha Mãe Parente, preservei em nome dela, embora eu e meu Irmão Donovan somos filhos de mães diferentes. Por esse motivo mantive o nome da família dela. Algo mais?



Joshua Morningkill Mephilim, Hominídeo, Phillodox da Casa Inimigos da Wyrm/Monarquistas dos Presas de Prata, Guardião das Tradições do Caern do Incarna do Falcão. Ancião.
avatar
Espada Quebrada
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 126
Data de inscrição : 04/01/2015
Idade : 30
Localização : Caern do Urso

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Espada Quebrada em Sex 6 Fev 2015 - 17:35

- Somente isso mesmo, Milorde.

*Observa que Ervin chegou... e deixa ao cargo dele se continua a caçar a Família Imperial, neste caso, o Rei Donovan ou então direciona os questionamentos ao companheiro Philodox.*





Espada Quebrada, Ragabash dos Filhos de Gaia. Militante do Ataque Iminente.

Ficha
avatar
Joshua M. Mephilim
Iniciantes
Iniciantes

Mensagens : 51
Data de inscrição : 27/09/2014
Idade : 50
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Joshua M. Mephilim em Sex 6 Fev 2015 - 17:45

*agradece com um sorriso e volta para seu lugar na mesa dos anciões*



Joshua Morningkill Mephilim, Hominídeo, Phillodox da Casa Inimigos da Wyrm/Monarquistas dos Presas de Prata, Guardião das Tradições do Caern do Incarna do Falcão. Ancião.
avatar
Donovan Morningkill
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 127
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 63
Localização : Caern do Incarna do Falcão

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Donovan Morningkill em Sex 6 Fev 2015 - 18:05

*Finalmente vendo seu Pai e Irmão sendo Caçados, era a sua vez, e levanta, indo até o microfone, sorri para os Caçadores da Verdade e a todos os presentes e inicia seu discurso*


Boa noite a todos, senhoras, senhores, espíritos presentes, grande Falcão e anciões. Sou Donovan Morningkill, Hominídeo, Ahroun dos Presas de Prata, da Casa Inimigos da Wyrm/Monarquistas, Líder da Seita do Incarna do Falcão. Ancião. Tenho 60 anos de idade, como meu pai e meu irmão estivemos na Terra de Verão durante algum tempo, assim como em Pangea e o Reino Etéreo. Tive muitas aventuras quando fui jovem, até me tornar Líder da Seita do Caern do Incarnae do Falcão. Meu pai falou de nosso Avô Isaiah Morningkill e meu irmão de nosso primo Jonas Albrecht, embora ele seja um Morningkill, mas não vem ao caso. Estamos aqui reunidos para saber um pouco de nossos governantes, mas lhes falarei um pouco sobre o nobre Falcão.

O Falcão mantém uma corte aérea nas Terras de Verão, nas mais altas árvores e picos do Reino, por onde nós o requisitamos ou a sua ninhada. Nós podemos ainda encontrá-lo em outros lugares onde ele mantém cortes, como na Pangeia ou no Reino Etéreo, mas ele é mais favorável a nós nas Terras de Verão, onde frequentemente possui uma face irredutível e furiosa na Pangeia, ou um aspecto distante, quase imaterial no Reino Etéreo.

O Falcão carrega nossos pedidos e histórias até Hélios. Ele é o mensageiro entre o Senhor Celestino e nosso reino terreno. Tudo que conquistamos por Gaia é fruto dos favores do Falcão.

Aqueles que dizem que somos imperiosos e famintos por poder falham em entender isso, embora sejamos lordes dos Garou, nós sozinhos juramos fidelidade a Hélios através do Falcão.

Nós somos servos dos céus. Assim como de Gaia.

Uma corte dos companheiros do Falcão nos ajudam em nosso trabalho. Cada um é ligado ao Falcão através de uma hierarquia de papéis, muito como as que mantemos em nossas cortes. A lista de tais hierarquias entre a Ninhada do Falcão foi gravada nas Notas de Âmbar dos Alcances Aéreos, chamada assim porque um Theurge do Clã Lua Crescente originalmente gravou em blocos de âmbar há muitas eras.

Vocês com certeza já ouviram falar no Pássaro de Fogo, o totem patrono de uma Seita na Rússia.

Ele é um totem sábio, guardião dos segredos e conhecimentos. Sua prima é a Fênix, emissária das profecias, que não é patrona de nenhum Garou como totem, mas que vigia toda a Nação Garou, nos avisando do destino que está por vir.

Todos os Presas de Prata conhecem o Merlin, Wyvern e Garça, espíritos de respeito, guerra e sabedoria.

Eles nos ajudam a lançar nossa coragem, punir nossos inimigos e buscar sabedoria onde é menos esperada.

Muitas matilhas os procuram como patronos.

O Grande Rebanho, também chamado de Garras de Hórus, é composto por muitos raptores, pois todos são irmãos para o Falcão. Os Presas de Prata podem, algumas vezes, convocar o rebanho, mas devem ser cautelosos ao fazê-lo, pois é facilmente irritável e difícil de controlar.

Seus membros com frequência julgam os outros em seus termos, não necessariamente nos dos Presas.

O Falcão não voa apenas durante o dia; ele também caça durante a noite. Ele tem vários espíritos noturnos em sua ninhada, embora eles sejam menos marciais do que outros Totens de outras tribos. Um espírito desses é o Vaga-Lume, a lanterna da noite, um ser que pode guiar os perdidos até o lar ou traçar os caminhos e airts escondidos do mundo ou da Umbra. Ele é favorito por místicos e viajantes.

Outro espírito é a Traça, especialmente em seu aspecto lunar. Ela é considerada fraca por muitos Garou, mas isso desconta seu grande valor: a Traça pode levar qualquer um para fora das trevas em direção à lua e assim pode levar os mortos do Mundo Inferior para o mundo espiritual. Ela também ouve e ouve tudo que é dito na escuridão da noite, quando até mesmo a lua não brilha, podendo compartilhar esse conhecimento com aqueles que requisitam de modo apropriado.

Nossa tribo não segue apenas Hélios; ela também segue Luna, embora ela não conceda facilmente sua ninhada para nos ajudar. Ainda assim, nós podemos de agora em diante conseguir que um Luno ou um Raio Lunar nos transporte através dos airts da Umbra.

*sorri e reverencia o Grande Falcão*


Este é o que eu tenho a dizer... Obrigado a todos.

*encara os Caçadores, sabia que eram os poucos a serem Caçados, espera para ver se um deles lhe questionaria de algo*



Donovan Morningkill, Hominídeo, Ahroun dos Presas de Prata, da Casa Inimigos da Wyrm/Monarquistas, Líder da Seita do Incarna do Falcão. Ancião.

avatar
NPC
Grandes Mestres
Grandes Mestres

Mensagens : 4912
Data de inscrição : 23/09/2014
Idade : 40
Localização : Porto Alegre

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por NPC em Sex 6 Fev 2015 - 18:07

*Os Espíritos e Anciões ficam murmurando sobre as palavras de Donovan Morningkill, os Anciões estão satisfeitos com a Caçada até aqui, fazem gestos positivos para os Caçadores da Verdade continuarem seu trabalho, queriam conhecer a todos os presentes, inclusive eles mesmos.*

*Era 20 horas e 30 minutos da Noite, Os Caçadores da Verdade até agora Caçaram nesse Segmento: Eddy, Avô Trovão, No Problem, Mike, Scud, Trapaça, Ryo, Guerreiro da Luz, Asas do Abismo, Lágrima de Prata, Jun Shen, Nevasca, Erik Quebra-Klaive, Yerik Tvarivich, Chapeleiro de Penas, Loba Branca, Tormenta de Fenris, Anthony Webb, Viccente Constanzo, Pentium II, Vingador, Presa Sangrenta, Terror Espiral, Quebra Ossos, Veruska, Impetuoso, Bigorna, Amon, Montu, Assud, Sombra-da-Lua, Tiaraju, Vento Cortante, Mandíbula, Espada Quebrada, Garras de Gaia, Ajudante de Matilha, Shazza, Joshua e Donovan*

*Ainda Faltam serem Caçadores: Ervin e Asdraty sendo que o Senhor das Sombras seria o último por ser o Caçador Principal, haveria de um dos outros Caçadores o Caçarem no final do Segmento*

*Havia dentro do Campo de Assembleia 41 Licantropos de todas as Raças, foram caçados até aquele momento 39 Licantropos, faltando ainda 2 dos Metamortos presentes a fim de Elucidar a verdade na Quebra dos Ossos*



NPC
 
Representa todos os Personagens Não Jogadores do Sistema de Jogos Online!
 
Acesse os Links abaixo para acessar áreas de Interesse do Fórum

 

 
 
 

avatar
Vingador
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 280
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 28
Localização : São Paulo

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Vingador em Sex 6 Fev 2015 - 18:57

- Parece que não temos tanta coisa diferente então. *Responde ao Grondr*

*Aceita o convite de Celina e senta em uma das cadeiras vagas, percebe que o "cachorrinho" da caçada estava claramente dando indiretas sobre todos os crias de lá.*

- Que gracinha...o cachorrinho quer morrer. Existem jeitos mais produtivos de cometer suicidio do que comprar briga com os filhos do grande lobo..
*Comenta com a mesa*

*Ao ver Terror dar uma boa sacudida a moda cria no filho de gaia já percebe o que ele realmente é, um idiota que não mede as palavras, a sorte dele é que nenhum Cria está com saco para interromper a assembléia para ensinar-lhe por que os Fenrir são tão temidos como guerreiros*




Milles Krieg "O Vingador" - Impuro - Modi (Ahroun) - Cria de Fenris - Mão de Tyr - Adren.


avatar
Asdraty
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 195
Data de inscrição : 19/10/2014
Idade : 29
Localização : Caraúbas City

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Asdraty em Sex 6 Fev 2015 - 20:12

*Falo para o Donovan.*

- Muito obrigado Lord Donovan, nobres palavas! Poderás sentar se assim desejar.

*olho Ervin sabendo que apenas falta ele e a min para a caçada ter suas conclusões, me dirijo ate o microfone e falo.*

- Pois bem... Ervin so restaram tu e eu, e como líder dos caçadores irei caçá-lo, para depois então eu ter a honra de ser caçado.

*Mostro um leve sorriso*

- Ervin da Palavra Austera, Philodox Presa de Prata da Casa da Lareira Inquebrável, não é assim?! venha e mostre o que és perante a assembleia.



Khalmir Asdraty ou Alma Justiceira, Impuro, Philodox, Senhor das Sombras e Fostern.
avatar
Yerik Tvarivich
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 124
Data de inscrição : 14/01/2015

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Yerik Tvarivich em Sex 6 Fev 2015 - 20:35

*Escuta as histórias de sua tribo totalmente concentrado.Já tinha as ouvido varias vezes mais sempre era como se fosse a primeira,o nome de grandes garous dos presas de prata,o conto do trono da nação,o nome de um dos grandes garous russos "Arkady" aquilo tudo o deixava vidrado.



Yerik Tvarivich, Hominídeo, Ahroun, Fostern, Monarquista do Clã da Lua Crescente dos Presas de Prata
"Pensamentos",*Ações,-Falas,*OFF
avatar
Presa Sangrenta
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 258
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Presa Sangrenta em Sex 6 Fev 2015 - 21:37

Mandíbula escreveu:


*Mandíbula olha para Presa Sangrenta pensativo.*


Estranho... era como fazíamos também, há tanto tempo atrás. Nossos líderes ganhavam o posto mostrando sua força e zelo. Tínhamos como tabu não derramar sangue inocente, então as justas foram criadas para isso: uma mostra de força para ser usada em duelos sem colocar vidas em perigo.


Nós faremos uma justa, guerreiros. E assim mostramos nossa força sem que Gaia fique mais fraca.

* O viking, animalesco, mas com traços claros de sua herança direta dos maiores heróis de sua tribo, ouviu o Grondr. Por trás de seus dentes afiados e intimidadores da forma glabro um largo sorriso se mostrou. Apreciava a aceitação do duelo e estimava ainda mais os costumes do povo javali, semelhantes aos de sua tribo. Força e glória em disputas honradas.

Desconhecia a forma de batalha denominada Justa,  mas estava satisfeito em poder duelar contra uma raça tão diferente dentro de suas próprias regras de combate.  Apreciava o desafio acima de tudo. Olhou seriamente o Javali e o disse enquanto imitava Quebra Ossos, virando a cadeira e sentando-se apoiando os braços onde deveria ser o encosto das costas. *


- Tua tradição é semelhante a nossa, guerreiro. O enfrentarei na justa, sob tuas regras, honrosamente.

* Apesar de seu físico intimidador e seus olhos inflamados em fúria, era possível notar a satisfação de Alfa em duelar contra o metamorfo Javali.Em seguida ouviu a garou denominada Loba e a respondeu*

- Em um duelo honrado entre guerreiros o resultado importa pouco, a batalha em si é o fim. Nós, os Fenrir, somos fortes porque desafiamos os fortes.



Presa Sangrenta, Lupus, Modi dos Crias de Fenris, Adren.
Alpha da Matilha Império das Feras
avatar
Loba Branca
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 330
Data de inscrição : 12/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Loba Branca em Sex 6 Fev 2015 - 22:14

*Prestava atenção nos rapazes a mesa, porém, não deixava de lado as caçadas que estavam prosseguindo. Faltava apenas Ervin e Asdraty, logo outro segmento teria o seu começo. Muitas histórias interessantes foram contadas durante o longo dia, mas também não deixa de notar, a petulância e a imprudência do Filho de Gaia, desferindo palavras venenosas a cerca dos Fenris.

Vendo a reação dos crias no local, Terror-Rhya, Vingador e uma mulher logo atrás, a theurge percebe que a vida do ragabash não será nada fácil dali em diante. Mas cada um deve arcar com as consequências de suas palavras. Desde pequena, aprendeu que quando não tem nada a acrescentar, é melhor ficar calada.

Toma mais um gole de água e volta sua atenção para os garotos que ali estavam, falando baixinho.*


- Não tive oportunidade de conhecer mais a fundo as tradições dos Crias de Fenris, Presa Sangrenta. Porém, conheço muito bem a honra e a dedicação que todos tem pela mãe. Confesso que não sou muito boa em combates físicos, até pedi ajuda ao Vingador para me orientar no treinamento do meu filho. Então para vocês, o que realmente importa é não fugir de uma luta honrosa? Se tiver equivocada, por favor me corrija.

*Olha para Vingador e depois passa os olhos pelo Filho de Gaia, voltando sua atenção ao Modi novamente.*

- Não fique assim Vingador, ele não falará mais nada sobre os crias, ao menos não nessa assembleia.



Celina Amber 'Loba Branca', Hominídea, Adren, Theurge Senhora das Sombras, Filha do Morcego

- Alpha da Matilha Rugido de Gaia -


avatar
Presa Sangrenta
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 258
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Presa Sangrenta em Sex 6 Fev 2015 - 22:46

* O modi observava os trejeitos dos hominídeos, apesar de seu posto, lidou em geral com lupinos e liderou sempre nascidos lobos.

Respondeu Celina*


- Um filho do grande lobo deve honrar Fenris. Nascemos e somos treinados para o combate. Em nosso sangue pulsa a força e o desejo por sangue inimigo.

- Fugir é desprezível e fraco. Um Cria busca incessantemente grandes desafios, enfrentar os melhores guerreiros nos torna cada vez mais poderosos.

- Cada tribo e lua possuem sua força perante Gaia. A nossa é o combate, a liderança nas mais importantes batalhas. Mesmo os nascidos em trono prateado nas fileiras dos Presas possuem líderes Crias, ou são instruídos por mestres da batalha filhos de Fenris.

- Basta compreender que um Fenrir busca uma morte com glória no mais grandioso combate e o faria mil vezea antes de fugir como um fracassado.

* Suas palavras eram firmes, sem os cuidados dos macacos, mas havia respeito aos que ouviam.



Presa Sangrenta, Lupus, Modi dos Crias de Fenris, Adren.
Alpha da Matilha Império das Feras
avatar
Lágrima de Prata
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 333
Data de inscrição : 29/09/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Lágrima de Prata em Sab 7 Fev 2015 - 0:16

*Depois de abaixar a cabeça para o homem javali, volta a sentar e fica refletindo sobre tudo o que estava acontecendo ali, com as novas histórias que estavam sendo contadas e sobre o que o corax falou, sua curiosidade sobre as regras da umbra se afloram.

Fica olhando para o palco, mas de fato não estava prestando muita atenção, estava perdida em seus pensamentos, e quando o corax volta a cadeira, ela se aproxima dele e pergunta baixinho, sua voz estava um pouco embargada, embora soasse delicadamente no ouvido do corvo.*


- Chaps...

*Faz uma pausa, limpando a garganta e segurando levemente no braço do corax.*

- Você disse que as regras da umbra são diferentes das daqui...antes da minha primeira mudança, eu sonhei que minha mãe estava indo com o cervo para algum lugar, não o corpo dela, mas como se fosse o espírito...se eu morrer, vai ter um lugar na umbra onde eu posso encontrá-la?




Lágrima de Prata Abençoada, Fostern, Filha de Soktha, Lupus, Galliard dos Fianna.



“Nesta noite tudo começa. O uivo de clemência a Luna, o uivo da renovação das esperanças, o uivo de aviso aos inimigos, que Gaia ainda tem os seus melhores guerreiros, e esta noite, eles estão soltos para a caçada.”
avatar
Vingador
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 280
Data de inscrição : 25/09/2014
Idade : 28
Localização : São Paulo

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Vingador em Sab 7 Fev 2015 - 0:40

- O Presa resumiu bem nossos modos. Até nossos xamãs são excelentes guerreiros. Digamos que se isso fosse uma assembléia de Crias, o cachorrinho lá no palco já estaria pegando as próprias tripas do chão. A sorte dele é que o Terror Espiral é um garou bem paciente.

*Ri do comentário de Celene*

- Celene, eu já lutei contra a wyrm na arabia embaixo de 40 graus na sombra, já fui até o Reino Lendário da minha tribo e já tive que chutar a bunda de muito garou burro o suficiente pra me subestimar, vai precisar de bem mais que um Filho de Gaia com uma tara pela morte pra me tirar do sério.




Milles Krieg "O Vingador" - Impuro - Modi (Ahroun) - Cria de Fenris - Mão de Tyr - Adren.


avatar
Chapeleiro
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 266
Data de inscrição : 27/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Chapeleiro em Sab 7 Fev 2015 - 1:02

Lágrima de Prata escreveu:*Depois de abaixar a cabeça para o homem javali, volta a sentar e fica refletindo sobre tudo o que estava acontecendo ali, com as novas histórias que estavam sendo contadas e sobre o que o corax falou, sua curiosidade sobre as regras da umbra se afloram.

Fica olhando para o palco, mas de fato não estava prestando muita atenção, estava perdida em seus pensamentos, e quando o corax volta a cadeira, ela se aproxima dele e pergunta baixinho, sua voz estava um pouco embargada, embora soasse delicadamente no ouvido do corvo.*


- Chaps...

*Faz uma pausa, limpando a garganta e segurando levemente no braço do corax.*

- Você disse que as regras da umbra são diferentes das daqui...antes da minha primeira mudança, eu sonhei que minha mãe estava indo com o cervo para algum lugar, não o corpo dela, mas como se fosse o espírito...se eu morrer, vai ter um lugar na umbra onde eu posso encontrá-la?


*Chapeleiro aperta o braço de Lágrima. Sabia que o assunto era delicado.*

Engraçado, os humanos se desesperam tentando saber o que há depois da morte, e nós, com todo o conhecimento que temos, não estamos tão atrás. Meus pais estão mortos há anos, e nunca encontrei eles na Umbra. Mas minha querida, tudo que existe nesse mundo, tem seu reflexo na Umbra, e a morte aqui vai afetar esse espírito em pouco ou nada. Sua mãe está lá, eu tenho certeza. Só não posso dizer aonde.





"Por que um corvo se parece com uma escrivaninha? Já adivinhou a charada?" O Chapeleiro disse, se voltando novamente para Alice.
"Não, eu desisto"- Alice respondeu - "qual a resposta?"
"Eu não faço a menor idéia.", disse o Chapeleiro.

Chapeleiro de Penas, Ales, Gaivota de Batalha dos Corax, membro honorário do Império das Feras.
avatar
Mandíbula
Intermediários
Intermediários

Mensagens : 278
Data de inscrição : 17/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Mandíbula em Sab 7 Fev 2015 - 1:06

*Era estranho ver que tinha tanto em comum com inimigos tão antigos... Mas era uma era nova, Mandíbula supunha...*

Já vi o lado ruim de vocês, Crias de Fenris. Pelo que vocês dois me falam, agora poderei ver o bom. Não se preocupem com a Justa. É um combate simples. Poucas regras significa que há pouco espaço para trapaças.




Eu sou o último dos Grondr. Há um motivo para isso.
Mandíbula-do-Abismo, Grondr, devorador da mácula

avatar
Loba Branca
Veteranos
Veteranos

Mensagens : 330
Data de inscrição : 12/10/2014

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Loba Branca em Sab 7 Fev 2015 - 1:30

- É Celina e não Celene, Vingador.

* Da uma risada baixa, abafando com a palma da mão. Mas logo a sua compostura, analisando o jeito de Presa Sangrenta. Já sabia do orgulho e honra exacerbados dos Fenris, mas o lupino a sua frente, aparentava ser a máxima nesses quesitos.

Fica pensativa por alguns instantes, leva uma das mãos na mesa enquanto se ajeitava na cadeira. Tanto tempo sentada já estava a incomodando.*


- Compreendo e admiro isso, embora eu tenha tido uma criação diferente. Sou uma Lua Crescente, e a minha criação foi voltado totalmente ao mundo espiritual. Obviamente, todo garou por natureza é uma máquina de batalha, mas não aflorei esse lado. Mas como disse, são as diferenças entre as tribos. Acho fascinante essas nuances que temos, acho que não poderia entregar o treinamento no meu filho em melhores mãos.

*Sorri satisfeita para Vingador, voltando-se para ele.*

- Bom, acho que ele não tem imunidade diplomática. Se ele continuar agindo dessa forma, vai angariar algumas inimizades fortes. E você é muito tranquilo para se importar com esse tipo de comentário Vingador.



Celina Amber 'Loba Branca', Hominídea, Adren, Theurge Senhora das Sombras, Filha do Morcego

- Alpha da Matilha Rugido de Gaia -



Conteúdo patrocinado

Re: Campo da Assembléia do Caern do Falcão

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Seg 24 Jul 2017 - 3:51